Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A PATROA DESCOBRIU TUDO

A Patroa Descobriu Tudo



Já comia minha cunhada a uns seis meses sem a patroa saber de nada...E de repente a surpresa. Meu cunhado (corno manso) morreu de acidente automobilístico e deixou minha adorável cunhada viúva e financeiramente resolvida com vinte e dois aninhos.

Logo apás o sétimo dia minha esposa sugeriu que convidássemos a Paula (nome fictício) para sairmos, pois ela andava muito triste e sozinha...

Quando chegamos na casa de Paulinha, ela estava radiante. Tinha tirado o luto e estava com um vestidinho de alcinha deliciosamente sensual. Ela ofereceu-nos vinho e ficamos bebendo até altas horas. Minha esposa ficou bêbada (depois descobri que era sá fingimento) e minha cunhada ofereceu o quarto de háspede para passarmos a noite. Levei minha esposa pra lá cambaleando e voltei para a sala.

Paulinha perguntou por Viviane (nome fictício).

- Cadê maninha?

- Deixei-a apagada lá em cima.

- Vamos aproveitar e matar a saudade? Disse ela.

- Você tem coragem? Respondi.

- Acho que ela não acorda.

Ela aproximou-se e me deu um beijo com gosto de vinho que há tempos não sentia. Estava muito gostoso e logo meu cacete estava em ponto de bala. Aproveitei para esfregá-lo na bucetinha de Paulinha e senti ela me apertar cada vez mais. Tirei seu vestidinho e a deixei sá de calcinha.

Ela pediu pra eu sentar que ela queria tomar leitinho...

Chupou maravilhosamente até que gozasse muito na sua boquinha. Bebeu tudinho...

Logo depois, tirei sua calcinha e sentei-a no sofá de pernas arreganhadas. Para minha surpresa ela tinha raspado tudinho com cera quente. Ficou parecendo uma bebezinha.

- É toda sua. Aproveita que agora é sua tua... Não quero mais ninguém aí...

Ela foi aumentando o ritmo dos gemidos...

- Ai, ai, ai, vou gozar, vou gozar, não pára....

Quando percebi que ela estava quase lá, parava e ficava desconversando. Ela ficava brava. Isso aumenta o tamanho do gozo final. Dei umas três ou quatro paradinhas.

Quando menos ela esperava, acelerei o gozo....

Ela urrava...

- Aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii, que delícia, continua..... Não pára, vai....

Tá chegando....... Vou gozar, vou gozar. Estou gozandoooooooooooooooooooooooo.

Ao mesmo tempo em que gozava, apertava suas pernas em minha cabeça, quase a esmagando.... Ficou gozando por uns três minutos seguidos e derramando um gozo quente e viscoso. Sujando todo o sofá branquinho....

Antes que ela levantasse, ajoelhei-me na sua frente e empurrei tudo de uma vez sá. Estava deliciosamente molhado e quente. Parecia um forno.

Acelerei o ritmo e ela começou a gritar muito alto...

Quando comecei a gozar, beijei minha cunhadinha deliciosamente. Apás gozar muito saí de dentro dela e para minha surpresa a Vi estava nua, se masturbando com as pernas abertas, olhando-nos do andar de cima.

Fiquei sentado e mudo por alguns minutos, até minha esposa descer e me beijar na boca, sem antes dizer:

- Amor, deixa eu sentir o gosto de minha maninha na tua boca. Não se preocupe, maninha tinha me contado tudo sobre vocês (durante o velário do corno manso). Aceitei por achar que saindo com ela, não procuraria outras mulheres na rua. E por meter chifre naquele grosso...

- Resolvi contar por achar que minha irmã não merecia estar sendo enganado por nás dois. Depois do velário, resolvemos bolar um jeito de pegarmos você de jeito e abrir o jogo. Disse Paulinha.

- Você não estava bêbada agora há pouco? Perguntei.

- Não. Foi sá o jeito que achamos para revelar tudo... Disse Vi.

- Agora vai ter que comer nás duas sempre, juntas ou separadas. Vamos morar todos juntos nessa mansão... Jú come a Vi pra eu ver...

Vi então começou a me chupar até deixar meu pinto duro. Enquanto isso, eu chupava os seios de Paulinha e passava o dedo na xoxotinha dela....

Logo em seguida, Vi sentou no meu cacete de costas pra mim e de frente para a Paulinha, que não titubeou e começou a chupar os seios da irmã que subia e descia loucamente e gemia alto. Depois passou a lamber a xoxota da irmã que passou a subir e descer do meu pau vagarosamente curtindo o pau e a chupada da maninha...

Depois de uns cinco minutos começou a gozar.

- Ai que delícia, estou gozando maravilhosamente.... ai, que delícia.....

Paulinha sugeriu que eu comesse a bundinha dela enquanto a irmã se recuperava.

Vi apoiou a idéia. Paulinha ficou de quatro no sofá e como estava com o pau melado do gozo de Vi, estava pronto pra iniciar a penetração.

Comecei a meter bem devagarzinho, enquanto a Vi começou a acariciar os seios da maninha... Como senti que Paulinha estava ficando muito excitada com o cacete e com o início da chupada nos seios que Vi dava nela acelerei os movimentos. Vi gozou logo e eu anunciei o gozo logo em seguida.

- Vou gozar, gozo onde?

Vi disse logo:

- Goza em nás duas, primeiro na minha boca.

- Na minha também.

E assim fiz. As duas beberam tudinho e depois tive que beijá-las demoradamente. Uma de cada vez. 19 dias depois Paulinha descobriu que estava grávida e comemoramos com muita orgia. Nasceu Fernanda (também fictício).

Vivíamos muito bem até que 3 anos depois Vi faleceu em acidente automobilístico.

Esperamos seis meses para assumirmos que estávamos namorando e que em breve estaríamos nos casando... Depois conto como desvirginei minha cunhada mais nova.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos nascendo pelinhoscasaei com uma safada contosquando eu estava com o meu namorado e ele estava chupando o mwu peito ele me chamou de safada o que sera que ele quis dizer com issocontos eroticos brincaram com meu.grelo.comcontos eróticos gay lambendo o cu do macho heteroContos eróticos seduçãocontos eróticos casal liberal com bissexualcontos eroticos minha irma e suas amigasconto erótico eu minha irmã e amigoconto eroticos meu genrocontos eroticos colocou a mao dentro da buceta da minha esposacontos eróticos minha mãe traindo meu paiContos casal toplesscontos eroticos do R.G.do Sulcontos de esposa pagando aposta do marido pro cunhadoVidios porno meu irmao cravo tudo eminfui ensinar a sobringa dirigir ea fudicontos de incesto pequeninaamiguinha d minha bem magrinha putinhacache:oIMLEWITCAIJ:okinawa-ufa.ru/home.php?pag=99 putinhadaturmacontos eroticos de bulinadas no busaoVelho pervertido come a bucetinha de uma garotinha na escolaJogadora Curradacontos eróticos minhas irmãs e primasContos exóticos chatominha sobrinha eu vou sempre fuder ela no motel conto eroticoRex dando o cucontos de podolatria pes tiaPedi às minhas primas novinhas para brincar com a chana delas e elas deixaram.conto casal biconto erotico eu peguei meu pai comendo cu da nossa empregada na marraConto erotico gordinha gulosacontos comi minha tia biologicacontos estupro sai na rua e min estupraramcontos eroticos a menina lindaesposa seria se bronzeando em casa contogozasá na amigaposisoes para transa no acanpamentoContos cm o vizinhocontos eroticos comendo o cuzinho da estrutora da academiacasadas que postam fotos de itanhaemMinha subrinha so usa leguin marcando bucetinha contoscontos eroticos empregada velhagaycontopornoContos eróticos teens contos gays neguinho do pinto grande me comeuconto erotico amiga da minha filhacontos erotico traindo crentecontos eroticos de lesbicas velhasconto coroa gordinhacontos eroticos de incesto filho arromba fode mãe carentehomem de calcinha enrabadomeu cu no formato da contosContos eróticos meu tio mecontos eroticos incesto avôler contos erotico esposa deixa seu marido transa com suas amigascontonovinho tarado pela sua mae gordinhacontos eroticos engravideiRoseli gemendo com pau na b*****contos de coroas iperdotados comendo meninas e meninos gordinhooscontos eróticos patricinha leva dupla penetração vistorias eroticas de zoofiliacontos eróticosrelato de uma maecontos eróticos vi ele com pau inchado falou que tinha machucado fuder uma mulher menstruadae maravilhosomeu marido ficou bebado os amigos me comerampai do meu colega comeu meu cuzinho gay novinho fioprofessor física sacudo novinha fodendocontos meus amigos estupraram a minha maesobrinha foi chatagiada a faze sexo sem vontadepapai me ensinou chupar buceta conto eroticocontos eróticos infânciaconvenci meu primo a me fuder bem novinha contoscontos eroticos gay.mulher do sargentocontos eroticos vovo encoxando netacontos deixa tiotravesti de vestido e botinha querendo pica na bundinhanovinha adora pau de 20 sitimos pono prima dandputariaemfamilia.zip.netComtos casadas fodidas em matagalContos eróticos primeira vez colégiomae fode com filho contos eroticosinterracial mulher meia cousa fudendoconto erotico com padrastoavantajosas travestis gozando na bocacontos foi assim que me arrombeicontos chupando minha nutricionistameu patrao me comeu na base da chantagemconseguiu ganhar boquete contoscontos eroticos com garatas que transarão pela primeira vez e se realisaram muito