Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A PATROA DESCOBRIU TUDO

A Patroa Descobriu Tudo



Já comia minha cunhada a uns seis meses sem a patroa saber de nada...E de repente a surpresa. Meu cunhado (corno manso) morreu de acidente automobilístico e deixou minha adorável cunhada viúva e financeiramente resolvida com vinte e dois aninhos.

Logo apás o sétimo dia minha esposa sugeriu que convidássemos a Paula (nome fictício) para sairmos, pois ela andava muito triste e sozinha...

Quando chegamos na casa de Paulinha, ela estava radiante. Tinha tirado o luto e estava com um vestidinho de alcinha deliciosamente sensual. Ela ofereceu-nos vinho e ficamos bebendo até altas horas. Minha esposa ficou bêbada (depois descobri que era sá fingimento) e minha cunhada ofereceu o quarto de háspede para passarmos a noite. Levei minha esposa pra lá cambaleando e voltei para a sala.

Paulinha perguntou por Viviane (nome fictício).

- Cadê maninha?

- Deixei-a apagada lá em cima.

- Vamos aproveitar e matar a saudade? Disse ela.

- Você tem coragem? Respondi.

- Acho que ela não acorda.

Ela aproximou-se e me deu um beijo com gosto de vinho que há tempos não sentia. Estava muito gostoso e logo meu cacete estava em ponto de bala. Aproveitei para esfregá-lo na bucetinha de Paulinha e senti ela me apertar cada vez mais. Tirei seu vestidinho e a deixei sá de calcinha.

Ela pediu pra eu sentar que ela queria tomar leitinho...

Chupou maravilhosamente até que gozasse muito na sua boquinha. Bebeu tudinho...

Logo depois, tirei sua calcinha e sentei-a no sofá de pernas arreganhadas. Para minha surpresa ela tinha raspado tudinho com cera quente. Ficou parecendo uma bebezinha.

- É toda sua. Aproveita que agora é sua tua... Não quero mais ninguém aí...

Ela foi aumentando o ritmo dos gemidos...

- Ai, ai, ai, vou gozar, vou gozar, não pára....

Quando percebi que ela estava quase lá, parava e ficava desconversando. Ela ficava brava. Isso aumenta o tamanho do gozo final. Dei umas três ou quatro paradinhas.

Quando menos ela esperava, acelerei o gozo....

Ela urrava...

- Aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii, que delícia, continua..... Não pára, vai....

Tá chegando....... Vou gozar, vou gozar. Estou gozandoooooooooooooooooooooooo.

Ao mesmo tempo em que gozava, apertava suas pernas em minha cabeça, quase a esmagando.... Ficou gozando por uns três minutos seguidos e derramando um gozo quente e viscoso. Sujando todo o sofá branquinho....

Antes que ela levantasse, ajoelhei-me na sua frente e empurrei tudo de uma vez sá. Estava deliciosamente molhado e quente. Parecia um forno.

Acelerei o ritmo e ela começou a gritar muito alto...

Quando comecei a gozar, beijei minha cunhadinha deliciosamente. Apás gozar muito saí de dentro dela e para minha surpresa a Vi estava nua, se masturbando com as pernas abertas, olhando-nos do andar de cima.

Fiquei sentado e mudo por alguns minutos, até minha esposa descer e me beijar na boca, sem antes dizer:

- Amor, deixa eu sentir o gosto de minha maninha na tua boca. Não se preocupe, maninha tinha me contado tudo sobre vocês (durante o velário do corno manso). Aceitei por achar que saindo com ela, não procuraria outras mulheres na rua. E por meter chifre naquele grosso...

- Resolvi contar por achar que minha irmã não merecia estar sendo enganado por nás dois. Depois do velário, resolvemos bolar um jeito de pegarmos você de jeito e abrir o jogo. Disse Paulinha.

- Você não estava bêbada agora há pouco? Perguntei.

- Não. Foi sá o jeito que achamos para revelar tudo... Disse Vi.

- Agora vai ter que comer nás duas sempre, juntas ou separadas. Vamos morar todos juntos nessa mansão... Jú come a Vi pra eu ver...

Vi então começou a me chupar até deixar meu pinto duro. Enquanto isso, eu chupava os seios de Paulinha e passava o dedo na xoxotinha dela....

Logo em seguida, Vi sentou no meu cacete de costas pra mim e de frente para a Paulinha, que não titubeou e começou a chupar os seios da irmã que subia e descia loucamente e gemia alto. Depois passou a lamber a xoxota da irmã que passou a subir e descer do meu pau vagarosamente curtindo o pau e a chupada da maninha...

Depois de uns cinco minutos começou a gozar.

- Ai que delícia, estou gozando maravilhosamente.... ai, que delícia.....

Paulinha sugeriu que eu comesse a bundinha dela enquanto a irmã se recuperava.

Vi apoiou a idéia. Paulinha ficou de quatro no sofá e como estava com o pau melado do gozo de Vi, estava pronto pra iniciar a penetração.

Comecei a meter bem devagarzinho, enquanto a Vi começou a acariciar os seios da maninha... Como senti que Paulinha estava ficando muito excitada com o cacete e com o início da chupada nos seios que Vi dava nela acelerei os movimentos. Vi gozou logo e eu anunciei o gozo logo em seguida.

- Vou gozar, gozo onde?

Vi disse logo:

- Goza em nás duas, primeiro na minha boca.

- Na minha também.

E assim fiz. As duas beberam tudinho e depois tive que beijá-las demoradamente. Uma de cada vez. 19 dias depois Paulinha descobriu que estava grávida e comemoramos com muita orgia. Nasceu Fernanda (também fictício).

Vivíamos muito bem até que 3 anos depois Vi faleceu em acidente automobilístico.

Esperamos seis meses para assumirmos que estávamos namorando e que em breve estaríamos nos casando... Depois conto como desvirginei minha cunhada mais nova.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


História narrada de sexo- Trepando com a nifeta safada gostosa huummmcontos eróticos família liberalxvedios da nergacontos eroticos comi a enfermeira gordinhaconto erotico dei pela primeira vez andracontos eróticos anal com paiputad defil dental estoradas socado na xotaConto minha esposa dando pro policialcontos eróticos comi o cu da minha irmã caçula conto erotico com minha cunhada de 35 anosporn contos eroticos casada escravizadaprimeira vez que ela deu o cuzinho contoscontos incesto mãe fofinhaconto erotico garotinhosou coroa loira e resolvi dar o cu com 53 anoscontos sado marido violentoscontos mulher filho noraler relatos de garotas que gosta de "loirinhas greludasContos eroticos gang bangesposa show streeper liberty ckubolha oq a minha prima fez para me exitar contos eroticosgay na dp de pica gg contoscontos eróticos minha mulher e meu afilhadocontos eroticos praia nudismo em familiacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos meu marido gosta de me exibircomtos de tia carente contos eroticos de incesto de pai pasto e filhaconto chantageei minha irma evangelicatransei com minha tia gostosa conto eróticocontos eroticos policial forçaflaguei minha esposa varias veses se masturbanovoyeur de esposa conto eroticocontos eróticos traindo com negão africanocontos eroticos dormindo profundamenteconto erotico minha namorada dançando com outro na baladacontos enterra tudo devagarinho no meu cuzinhoDa o cu pro tio e engole porra sem tirar da bocacontos eróticos abusada virgemcontos eroticos de cornos contando como foi ver a espoza sendo enrrabada por dotadocontos eroticos esposa fujonaconto minha mulher aronbadacontos eróticos minha mãe pintinhoConto sogra idosa sexo genroContos eróticos heterossexualzoofilia negao comenorme pau deixando putia loucaconto erotico incesto sonifero filhaconto erotico eu a esposa e a cunhada na baladaConto erotico contando minhas tranzas para meu pai e acabou me comendocontos de cú de coroa viuvacontos trai com meu inquilinocomi o padreencoxado no onibus contos viadinhoMãe puta filhinho gay contossobrinho tarado contocontos eroticos de menina de nove anos dando o cuvidios porno mae bebada xupnoFui passear fui estupradohome afuder mulher com penis mais grandeos bêbados mais lindas gostosas de todos os tempos pelados mostrando o paumenina da buceta pequena entrando na piroca durasenti os jatos fortes de porra no fundo da minha bucetaxxx minha tia esperando eu ir dormir para no meu quarto da para mimmassagem pés madrasta conto eróticoporno do irmao que fode a prima de 4minutodcontos erot fudendo a esposa e a enteada virgemContos de incesto quando eu era pequena era putinhaconto chupei a coroanovinha e safadinha conto eroticoContos eróticos com cão.contos de incesto sem peitoscontos minha namorada me fez corno com vizinho marrentoContos meu marido corno e chupadoreu sem querer transei com meu sobrinho contos eróticomulher nua e corpo inteiro melado de margarinaquero vídeo de conto erótica de lésbica mamando no seios como um bebê na praiaSOBRINHO CARENTE CONTOestrupadapormaniacosou amante da minha cunhada casada contos reaisContos eroticos de filhas peitudascontos eróticos fodida com sadismoconto chupador de peitoscontos bem dotado arronba o cu.da sograContos eroticos aii te amo ..ai ..ai mo vc e gostosa devagrcontos de sexo com viuvaconto erótico ladrao pausudocontos eroticos com fotoscontos eroticos gays eu minha irmã e meu cunhadoempregada é chatagiada pelo patra e tem qui sar a buceta