Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MEU PAI MEU AMANTE

Tudo aconteceu há uns dez anos. Meu pai viúvo, um senhor de 65anos, muito bonito, morando sozinho. Eu tinha 30anos, acabei de separar de minha esposa e fui morar com ele.

Nossa vida foi normal até uma certa noite. Ficamos tomando vinho e jogando conversa fora. Ele me confessou que desde a viuvez não mais transou. Eu disse que também não tinha transado desde minha separação[tinha uns 6 meses]. Ficamos ali bebendo e conversando. Como estava muito quente ficamos somente de cueca. Já meio alto, pelo vinho, comecei a brincar com meu cacete, e disse para meu pai.

_ Por que o senhor também não brinca?

Foi e começou a brincar com o dele também. Tiramos a cueca e ficamos pelados. Foi o meu susto.

_ Papai que cacete grandão... e ainda sobe.

Ele riu muito e disse:

_O seu é somente um pouco menor mas muito bonito, e começou a brincar com meu pau, assustei mas eu fiz o mesmo com ele. Ficamos ali iguais a dois garotinhos um tocando punheta para o outro.

Eu revelei a ele que sempre tive vontade de pegar num pau, mas nunca tive coragem. Ele disse pega e mata sua vontade. Ai ele virou e disse:

_ Eu sempre tive vontade de beijar um pau.

Ajoelhou e começou a passar a língua no meu pau, não aguentei gozei na cara dele. Nossa como foi bom, eu gritava de prazer, ele lambia minhas bolas, a cabeça, quando estava gozando ele não tirou meu pau da sua boca.

Agora é sua vez, faz isso pra mim também. Deitamos e fiquei ali a lamber suas bolas seu cacete, era muito grosso e grande. Lambia vorazmente sua bolas, e descia a língua até seu cuzinho, ele ria de tanto prazer..

_ Isso filho lambe o papai, chupa o papai todo, assim vai chupa...

Ficamos num 69 maravilhoso. Ele gozou como nunca, sujou todo meu rosto, depois de gozar ficamos deitado ainda fazendo 69, limpando mutuamente nossos cacetes com a língua.

_Filho, seu pau não amolece.. rsrs.

_Pois é papai, é muita tesão recolhida.

Propus ir tomar banho juntos. No banheiro, ele me lavou muito bem. E ficou brincando com meu cacete, com minhas bolas na boca alizava meu cuzinho. Depois foi minha vez de ensaboá-lo. . Passava o sabão por todo o corpo, no cacete mole, mas lindo, na bunda, quando passei o sabonete no cuzinho, senti ele gemer. Comecei a massagear, ele gemia mais ainda. Depois de bem limpo, ajoelhei e comecei a passar a língua, bem devagar, explorando todas as pregas.... ele dizia.

_ Assim filho. Vai faz papai sentir prazer de novo.

Eu ficava fazendo um cunete e brincando com suas bolas e seu pau.

Saímos do banheiro e caímos na cama. Que noite deliciosa. Deitei na cama com o cacete bem duro ele chegou e deitou em cima de mim, ficamos beijando, chupando um o corpo do outro. Deixei ele todo molhadinho com o cuzinho piscando. Ai pedi ele pra sentar em cima do meu cacete. Ele assustou..

_Nunca fiz isso, vai doer muito.

_ Vai, papai, seu filhinho vai fazer com muito carinho.

Passei um creme no meu cacete e no cuzinho dele. E comecei a penetrar. Ele gritava de dor e prazer.

_Está doendo Papai?

_ Está, Mas não pára. Está tudo ardendo, mas está átimo.

Depois que consegui enfiar tudo ficamos ali parados sem movimento somente sentido o calor de nossos corpos, meu cacete a pulsar naquele cuzinho virgem. Nossa como foi bom, nunca tinha sentindo tanto prazer na vida

_Vai filhinho, bomba esse cacete no cuzinho de papai, vai deixa papai feliz..

Fiquei ali bombando, socando gostosamente naquele buraquinho apertado e quente . Quando gozei, gritei de prazer e ele também gritava, gemia...

_Aí, que delicia,, senti essa porra no meu cuzinho... Nossa, e pensar que fui eu quem fiz você. Isso me da mais prazer ainda. Ficamos deitado, quietos com meu cacete ainda dentro do seu cuzinho, até amolecer.

Depois te todo prazer, dormimos juntos, abraçados.

De manhã, ficamos um pouco com vergonha, ele não olhava pra mim. Aí disse:

_Pai, não se preocupe, eu gostei muito, sempre sonhei com essa noite. Vem cá.

Ele chegou perto de mim, o abracei, dei um beijo fraterno, e ficamos ali abraçados por um tempo. Até ele começar a falar.

_olha garoto, também gostei muito, vamos fazer um trato. A partir de hoje, seremos amantes, e continuaremos a viver aqui sozinhos, juntos, mas tem uma coisa...Eu também quero tirar seu cabaço. Vamos ser parceiros,.

Olhei pra ele e disse sim, mas seu pau é muito grande, tem de ter cuidado.

_Tudo bem meu filho, vou ser carinhoso, como você foi comigo. Ah, mas minha bunda está ardendo até agora.



Na noite em que perdi o cabaço.... depois eu conto.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos fui violentadamusculosa - conto eroticocontos eroticos toplessContos eroticos esposa certinhascontos pornô meu cuzinhobranquinho adora o pau do meu negro gostosoMinha irma e puta do meu pai contoficou vixiada bo inxestocontos eroticos caminhoneiro obriga meninaContos Eróticos de Comi a Coroa Mãe. Do Meu Amigoengravidei minha irmã contoscontos minha mulher transava e me beijavaconto minha noramenina no colo do vizinho contoscontos sexuais titia e esposoboquete gozada boca amiga contoscontos eroticos minha mulher gosta de apertar minhas bolaso gordinho e o tio contoscu ardidoFotos d afeminado c shortinho socadoconto erotico lesbico chupa meu grelinho ai vou gozar isso não para ai ai ai to gozandocomi veterin¨¢ria contos eroticoscilindro meloso gostosoconto sexo dormi casa namoradacontos erotico brincandosocando na minha irmã compressão sexeconto menina safadinha anosconto com sete anos dei gostoso pro meu tio caralhudofrutaporno adoro chupa um cuxoxotao capusaoconto gay comendo o meu vizinhocontos eróticos minha mãeconto erotico virei menina por ter cabelo compridocontos eroticos minha pequenaele pega ela nos ombros pra chupar sua bucetacontos deu para homen de rola grande e gozou muito de esguinchoporno pediu pradexa toca siriricacontos linguada homemhomem encoxa pinto por baixo da saia da mulher sem ela percebeconto erotico de casais com negros de pau gigantecontoerotico quase corri negrinho caralhudopresente pro maninho, meu priquito contosboquete sem lavar baixarcontos com fotos no carnaval levei chifrecontos eroticos meu enteado se vestiu de mulher pra mimCuidando do meu pai acidentado contos de incesto femininocontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anosfodwno o cu da vizinhacontos erótico de estupro de empregadascontos minha mae baixinha gostosacontos eroticos a tia que não pode ver nenhu sobrinhocomi meu priminho afeminado em casa com shortinho entrando no raboMinha esposa se exibindo pro garoto contos eroticosconto guei fingi dormi emeu primo enfiou o pau na minha bocacontos eroticos de homem chupando a buceta esperadamulhersexo com cachorro pegadorcontos mulher fode com vizinha e com a filha delaestalos da cama-contos eróticosvideo porno chegou no quarto e comeu a teia com os olhos vendadasou puta do meu cachorroMeu amigo comeu eu e minha mulherconto eroticobuceta gostosacontos gay ser menina papaimulheres peladas encostada no pe de cocopassinho de várias lésbicas se chupando uma volta sem pararcontos erotico dei sonifero e comi minha tiaConto erotico um travesti me algemoucontos eroticos gays eu minha irmã e meu cunhadocontos eroticos porno de pirralhas inocentescontos eroticos homem casado fudendo sem do o cuzinho da prima magrinhaputa entra em desepero ao gozar esegerada mente