Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA SOGRA DO PEZINHO LINDO

Meu nome é Leo, tenho 36 anos, sou casado à 19 anos e este conto que vou contar aconteceu realmente, foi como um sonho, pois nunca imaginava que poderia acontecer estas coisas comigo. A minha sogra tem 57 anos e é uma baixinha um pouco gordinha, porém muito gostosa, uma bunda deliciosa e o que eu mais gosto, já que sou um pedálatra de carteirinha.... ahhh que pezinho lindo ela tem, calça 34 e sabe usar seu pezinho com muita sedução, pois está sempre à mostra, bem limpinho e unhas bem feitas.

A minha sogra, Lúcia, sempre gostou de mim, desde os primeiros dias de namoro com sua filha, pois sempre diz que se apaixonou por mim antes de sua filha. Ela adora uma cervejinha e uma caipirinha. E quando ela bebe é muito bom, pois fica soltinha, faz piadinhas maliciosas e provocantes do tipo: olha como sou gostosa - quando diz isto, geralmente dava algumas reboladas e atirava olhares fulminantes - de dar arrepios de tesão, pois ficava intrísecos suas palavras, dava a impressão de que ela estava querendo algo especial mas não dizia diretamente. Isto sempre me deixou muito excitado.

O meu sogro é comerciante e muito voltado para o trabalho e há 2 anos eles compraram um sítio, 1:30h da cidade, em um condomínio fechado. Quase todos os finais de semana, a família toda se reúne lá, eu, minha esposa e meu filho, meus 2 cunhados com suas respectivas esposas e filhos. Em um belo sábado, onde tudo começou e aconteceu, estávamos lá no sítio, já pela parte da manhã, começamos a beber "todas", acompanhado de um churrasquinho, quando por volta de 1 h da tarde, meus 2 cunhados foram embora, pois um tinha uma festa à noite para ir, enquanto outro iria para o sítio de sua sogra. Um deles deixou sua filha conosco, pois era de costume deixar e depois ir embora com minha sogra no domingo. De repente, surge um telefonema para o meu sogro resolver um problema em sua loja, já que o alarme havia disparado, então ele sai "correndo" para ir à cidade, verificar o que aconteceu e diz para Lucia que iria passar na casa de um amigo depois de ir à loja, ou seja, ele iria chegar somente à noite pelos meus cálculos. Isso era mais ou menos 2 horas da tarde. Eu e minha sogra continuávamos a beber e minha esposa nao bebe, pegou meu filho e sobrinha, falou que iria levá-los ao parquinho, dentro do condomínio, à 5 km +- e que depois iria tomar sorvete com eles em uma padaria práximo ao parquinho. Ela nem me chamou, pois eu estava um pouco bêbado e certamente nao iria. Quando minha esposa saiu, senti um frio na barriga, pois ficaria somente eu e Lucia na casa. Continuamos bebendo e conversando, quando entao comecei a elogiá-la, falando que ela era a melhor sogra do mundo, que era muito gente boa e muito bonita também, pois queria que minha esposa ficasse assim quando chegar à sua idade. Ela ficou toda sorridente, e sob o efeito da bebida, falou novamente que era apaixonada por mim. Neste interim, ela sentou ao meu lado, eu estava de short (daqueles de jogar futebol - bem largo e leve) e camiseta, normal para um dia quente, e minha sogra de bermuda e uma camisa com de decote. Ela apoiou sua mão em minha perna e conversando sobre o dia que estava muito bom, mas que sentia uma dor no pé devido uma pancada que havia tomado. Não hesitei um segundo e pedi para fazer uma massagem naquele pezinho. Ela virou-se e colocou o pe no meu colo, neste momento meu cacete ja estava igual a uma rocha. Comecei a massagear aquele pezinho lindo, macio e sá de tocá-lo, me deu uma vontade imensa de beijá-lo, mas nao queria me arriscar assim, continuei a massagem por uns 5 min., ela disse que estava muito bom e gostaria que eu fizesse o mesmo no outro pe. Quando ela ofereceu outro pezinho, soltei o q estava fazendo no meu colo e comecei a massagem no outro. Eu entao, estrategicamente, virei-me de frente pra ela para ver aquela bucetinha. Neste momento, fiquei mais excitado ainda, pois ela com a perna dobrada, deixou aquele pezinho em contato com a minha coxa, onde seus dedos quase alcançam minha virilha. A minha massagem tinha uma mistura de carícias - lágico q nao poderia perder esta oportunidade - entao senti que ela estava gostando e ficando excitada também, pois ela percebeu que eu nao tirava os olhos de seu pezinho e de sua buceta. Entao o pezinho que estava sobre minha perna, deslizou um pouco para a parte mais interna de minha perna, encostando no meu saco, aquilo me deixou louco, foi quando deslizei no sofa um pouquinho pra frente para sentir aquele pezinho encostar no meu cacete, entao quando encostou, ela deixou e nao disse nada, deu um suspiro e fechou os olhos. Isto pra mim foi o último sinal VERDE, que bom. Passados mais uns 5 min. de massagem, perguntei a ela se estava bom, se ela queria continuar, entao ela soltou um sorriso provocante dizendo que eu era muito bom em massagens e que deveria fazer mais vezes nela. De imediato, respondi que ela tinha um pezinho muito lindo e que seria um grande prazer fazer quantas massagens ela quizesse. Quando ela respondeu pra mim que eu poderia ficar a vontade, coloquei entao aquele pezinho que eu estava segurando sobre o meu pau, que ja estava quase explodindo de tanto tesao, latejando feito um coracao acelerado. Ela sentiu a pressao, assustou um pouco com aquilo, mas nao abriu os olhos. Senti sua respiração ficar mais ofegante, entao ela apertou meu cacete com o pezinho, nossa... aquilo eu quase gozei. Neste momento eu ja tinha perdido totalmente a vergonha e o controle. Peguei outro pezinho e fiz um sanduiche com o meu cacete no meio, comecei a me masturbar feito um louco, pois aquilo pra mim era a realização de uma grande fantasia. Retirei meu short e cueca rapidinho, quando senti aquele pezinho nu em meu pau, o mundo poderia acabar ali que eu estava satisfeito. Ela sentiu aquele cacete quente e duro em seus pes, entao abriu os olhos e olhou assustada para meu pau, mas ao mesmo tempo aquele olhar de admiração e disse: "nossa leo, que tamanho de cacete vc tem...". Ajoelhei no sofa e fui tirando a sua bermuda, ela deixou a principio, depois parece que caiu a ficha, ela disse que nao deveriamos fazer isto, pois nao era certo e bla bla bla..... Eu nem dei ouvidos e continuei tirando sua calcinha, ela tentou segurar, mas forcei um pouco e quando vi aquela bucetinha gostosa, ja forcei sua perna para abrir e cai de boca. Ela tentou resistir mais um pouco mas ao mesmo tempo deixando, pois quando meti a lingua dentro daquela bucetinha que ja estava molhadinha, ela tentou tirar puxando meu cabelo pra tras, mas ja sentindo tesao tambem, puxou novamente para si e começou a gemer de prazer, falando pra mim continuar com aquela lingua, pois ja estava quase gozando. Virei ela de costas e pedi pra ficar de 4. Ela ficou com aquele bundão virado pra cima.... uauuu... meti a lingua naquele cuzinho e quanto mais lambia, mais ela dava gemidos de prazer... uma sensação inesplicável, pois coloquei meu pau novamente entre seus pezinhos, segurei e eu estava "comendo" literalmente aqueles pezinhos e alternando chupadas naquele cuzinho e na buceta... ela ja estava dando gritos de prazer quando parecia que estava gozando..... nao resistir e gozei muito... em seus pezinhos e nas pernas tambem. Mas nos estavamos com tanto tesão, que ela continuou tirando uma pra mim com os pezinhos e continuei lambendo o cuzinho dela, que com menos de 1 min eu ja estava com o pau duro novamente.... entao aproveitei que ja estava lubrificado e fui pra cima dela e penetrei de com força naquela bucetinha e começamos uma cavalgada alucinante. Neste momento, nem lembrava de minha esposa, que poderia chegar a qualquer hora. Mas o tesao juntamente com a adrenalina fez com que a gente nao parasse. Metia gostoso naquela buceta e ela gemendo e falando que eu estava matando de prazer. Foi quando enfiei meu dedo naquele cuzinho.... ela gritou e disse pra mim ir mais devagar, que naquele buraquinho, ninguem tinha enfiado nada la. Aquilo me deixou louco, pois entendi que eu poderia ser o primeiro, mas desde que fosse devagar. Quando coloquei a cabeça, ela contorcia de dor e prazer. Perguntei se eu estava incomodando, pois nao queria machuca-la, ela disse que estava doendo muito, mas que eu nao podia parar com aquilo, ja que sentia muito tesao tambem.... entao quase gozei quando ela falou isso, mas consegui segurar e fui penetrando bem devagar..... uhhhh aqueles gemidos eram fenomenais e estava me sentindo o maior garanhao do mundo, comendo minha sogra, que urrava de prazer, dizendo que meu pau era muito gostoso..... continuei naquele movimento de vai e vem ate que ja estava enfiando quase tudo.... quando de repente senti minhas bolas quase penetrar sua buceta.... aquilo foi demais.... ela gritava e dizendo pra mim enfiar mais e que ela estava gozando.... entao gozamos muito, foi uma gozada quase multipla, pois nunca tinha sentido um tesao tao grande e longo assim, enfim, quando terminamos, ficamos por alguns instantes ali parados. Levantamos e cada um foi para um banheiro se limpar. Enfim, fiquei apaixonado por ela. Ja fazem 5 meses que aconteceu e ainda nunca tivemos uma oportunidade de ficarmos a sos. Ela nao tocou no assunto, ate afastou um pouco de mim, com medo de sua familia desconfiar de alguma coisa. Mas de vez em quando, nos finais de semana, conversando em familia, ela fala alguma coisa do tipo que ama aquele sitio e que ja proporcionou momentos de muita felicidade.... ja falou algumas coisas assim olhando pra mim. Ainda nao tivemos a oportunidade de ficarmos a sos, pois quando esse dia chegar..... uuuhhhhhh com certeza vai ser uma outra histária pra contar.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


fazendeiro velho contos gayolha o pezinho dela todo gozadinhoContos eroticos estupro marido e esposafrera gostosa bum bum grande entra na picacontos eroticos arrombando a gordaAdoro transar com mina amante menstruadasocando a rola no cu da mulher gostosa sem dó boa noitecontos titia do cuzinho gostosocontos eroticos flagrei minha mae fudendo com travesticontos erotico meu cunhado e meu sogro me estupraramcontos eroticos corno na praiacontos eroticos maduras bundao cuzinhkcontos eroticos o jardineiro comeu todas as mulheres de casacontos erotico-comi minha irmaconto com prima casadacontos erotico com mendigoconto erotico trepei com meu primo engravideiconto erotico gay chupando tio bebadocontos eróticos incesto comendo mamãe minha musaas pamteras se fudeu rola crossa no cucontos eróticos gay volta redondaconto erotico humilhada pelo pirocudoele ficou sem as pregas do c*mulher passa leite condensado no rabo contomarido corno nao ve mulher paasa a mao no pau d outrocontos minha prima defisiete me viu batedo umacontos eroticos 8 aninhosconto travesti travesti negrafodida junto com o marido contos eróticoscontos eroticos travesti de bhhomens delirando de tesão com um pau enterrado no rabonamorado enfiando a mao na buchete da namorada safadaHistória narrada de sexo- Trepando com a nifeta safada gostosa huummmcontos eroticos com faxineiro taradocontos eroticos sou casada mais adoro dar a buceta para meu genro porque ele tem um pintao bem grandecontosdesexotiacontos eroticos arrombando a gordacontos de tia coroaconto gay iniciado parente sozinho cuzinho leitecão comendo amandaconto erotico de shortinho marcando fui abusada pelo velhocontoseroticosmeninasTranzei cm meu primo,contoirmai ginecologistaconto eroticoconto erotico trocando as filhascom doze anos bonitinha virei mulher esperta contos eroticoscontos gay iniciacao de uma bonecaMeu sogro me seduziu contosbabás gostosas contosdei para os amigos do meu filho contosgangbang com o meu inimigo - conto eroticoporno com tio acorda subrimha pra fufet com elecontos fudendo na praia com mamaecontos eroticos currada negroscontos eróticos de deficientescontos dei pro meu genroconto gay perua escolarcontos sexo corno cinema aContos eroticos de incesto putaria entre familias em gang bang so de homens pauzudos no sitioconto erotico gay bebadominha netinha contos eróticosFui bolinada por debaixo da mesa na presença do meu marido. conto eróticocontos eróticos corno por um molequeTio come sobrinha a força contos eroyicosta ca molestta xvideocontos meu tio pauzudo fodeu minha mulher e filhaEngoxadas pegando no pauquase morri e ainda me comeram contos eróticossou cachorra de meu sobrinho casa do contocontos erotico elas reclamam do pau grandicontos eroticos comendo a coroa crente bem oseu cusinhoconto de cunhada tarada dando o cuele implorou e eu engoli sua porracontos eroticos delicia de infancia com meus vizinhosconto erotico aconteceu no onibusmae flagra filha dando banho no cavalo contos eroticosmeu sogro pauzudo contosincesto com a titia praser abesoluto contos contos gays gemeoscontos eroticos tres homens uma mulherbaixa vidio caceta de travesti duronacontos travesti e mulher