Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

FUI COMER, ACABEI COMIDO

Sou um coroa, de cincoenta e seis anos, mudei-me a poucos meses para outra cidade, não conhecia ninguem por aqui, vim sozinho, minha mulher vem depois.

aqui chegando, sem ter muito o que fazer, à tardinha saia pra dar uma caminhada, diariamente. Saia sempre por volta das sete horas, ao anoitecer, caminhava por uma hora aproximadamente, e com a volta, mais uma hora.

O caminho era sempre o mesmo, tem uma ciclovia perto de minha casa, eu ia caminhando por ela por volta de 5 km, e voltava. Essa ciclovia vai marginando um mangue aqui, portanto a rua tem casas apenas de um lado, do outro é um mato. Numa dessas caminhadas, ao chegar em uma esquina meio deserta, sentei-me um pouco numa grama que tem do lado do mato, para descansar um pouco. estava ali distraído, quando ouvi alguem me perguntar se eu tinha fogo. Emprestei meu isqueiro ao rapaz que pediu fogo, ele me ofereceu um cigarro, aceitei, ele sentou-se perto de mim, e ficamos ali fumando, e jogando conversa fora. Acabando o cigarro, levantei-me para continuar o caminho, mas, virei-me para o lado do mato para dar uma urinada. ele, como bom brasileiro, levantou-se e tambem veio urinar. Quando tirei o pinto pra fora da bermuda, ele deu uma olhada, perguntei se ele se interessava por pintos, ele disse que não, deu risada, perguntei então por que estava olhando, ele disse que era sá curiosidade para ver o pinto de um coroa. perguntei se ele era tão curioso a ponto de querer pegar, ele disse que não havia pensado nisso, mas, que de repente, a gente até podia entrar ali pelo mato, e ver até onde iria a curiosidade dele. Quem sabe eu tambem ficaria curioso, e olhasse para o pinto dele. fomos brincando assim,mas nos encaminhamos para uma clareira meio escondida no mato. Já havia escurecido, chegamos na clareira, coloquei o pinto para fora da bermuda, e perguntei se ele queria pegar. Ele propos então, que já que estavamos no mato, sem ninguem por perto, nos dois tiraríamos a roupa, e ficaríamos nus, cada um examinaria o corpo do outro até onde a curiosidade fosse. Resolvi aceitar o jogo dele, tirei minha roupa, ele tirou a dele, ele começou a examinar meu pau, primeiro olhou, depois pegou, mexeu um pouco, eu fiquei quieto, olhei o corpo dele, alisei sua bunda, ele me disse que nunca um homem havia colocado a mão na bunda dele, eu disse que na minha tb não, nem no meu pinto. Nessa passassão de mão, de repente, encostei a mão no pinto dele, notei que estava ficando duro, o meu tb. Puxei minha mão, rápido, ele riu e disse que não precisava temer nada, se eu não tinha ficado curioso, com vontade de pegar no seu pinto.Falei que não, mas, na verdade, comecei a ficar interessado, comecei a olhar mais para ele, enquanto uma mão estava alisando sua bunda, a outra foi para a frente e pegou no seu pinto, fechando em torno dele. Ele continuava mexendo no meu, e levou a outra mão na minha bunda, e começou a alisar o meu rego, encostando um dedo no meu cuzinho, mexendo devagarinho, Eu já estava mais batendo uma punheta nele, que alisando sua bunda, a coisa estava ficando esquisita.No começo, ele batia uma punheta em mim, e eu alisava sua bunda, agora a coisa estava meio invertida, ele já estava com um dedo quase entrando no meu cu, e eu estava batendo punheta pra ele. Senti seu dedo forçar a entrada de meu cu, e, ao inves de mandar ele parar, eu me dobrei um pouco para ele conseguir enfiar o dedo. Ao me dobrar, ele colocou seu pintoproximo a minha boca, e pediu para eu fazer uma chupetinha. Na hora, eu sá abocanhei aquele pau, e comecei a sugar. Ele então, enfiou o dedo inteiro no meu cuzinho, achou pouco, enfiou mais um, fiquei com dois dedos dele entrando e saindo de meu cu, enquanto chupava seu pau. Logo depois, fiquei de quatro, e mandei ele enfiar aquele pinto dentro de mim, que, se em 56 anos, eu sá tinha gozado com mulheres, descobri agora que tambem podia gozar sendo enrabado. Ele não se fez de rogado, e enfiou aquele pinto inteirinho dentro de mim, mexendo para frente e para traz, até me encher o cu de porra quente e grossa. Quando ele gozou, saiu de dentro de mim, olhou-me e sorriu, perguntei do que estava rindo, ele me disse que havia entrado no mato para perder a virgindade do cu, e acabou tirando o meu cabaço. Disse-lhe que não tinha problema, que agora era minha vez, ele tambem iria dar, mas ele disse que agora já era tarde, que não tinha mais tempo, se eu quisesse come-lo, seria um outro dia, que a esposa dele estava esperando por ele para sairem. Quandopensei em ficar brabo, ele vestiu-se rapidamente, e saiu correndo, não me dando tempo para nada. Fui embora pensando em ficar brabo, mas não consegui, pois na verdade, acabei gostando de ter dado o cu naquela noite.



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


SOBRINHO CARENTE CONTOtravesti excitada contos eroticosconto erotico engoli 1 litro de esperma no vestiariocriei uma puta contoerotico.que bucetinha apertada tem minha norimhacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentebuceta carnuda comtos de sexocontos eroticos de incesto filho arromba fode mãe carenteenteadinha putinha contoscontos eróticos pai f****** junto com mãe e filho e filhaconto erótico gay acordando com carinhosocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecomtos eriticos minha subrinhaComo me tornei um corno mansocontos eroticos esposa na de bronzeardei para o papai contosFotos gostosas punheteiras com marquinha de biquiniporra na escola contoscontos de mulheres ninfomaniaca por sexocontos eróticos esposa acampou com amigascomo virei escravinha gayconto erotico minha mae fazendo malhando de leg em casacontos erotico irmao pau grandecontos eroticos menino no colo do vizinhocontos eroticos com crentes viuvasconto lesbico irma putinhacontos eróticos namorada tirou a roupaconto erotico irmaos ensinando amaninha crentecontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos hermafroditascontos herotivos com cacalo e muhercontos eroticos em Fortalezaminha virgindade da minha buceta e do meu cu foi vendida pela minha mãe pro seu patrão coroa rico conto eróticoviolada pelo tio contocavalo mangalar goza na boca da coroa resen separadacontos gay porno banheiro publico contos eroticosconto erotico namorado e virtualContos eroticos vendidaconto erotico/...todos os 14 garotos estavam tomando banho de sol pelados..contos tava batando uma derrepente minha prima me pegavideos pornos de menininhas tendo o cusinho rasgado a força por pau grandeconto gay lycraesposa rabuda na dp com amigos contosconto fui arrombado travesti dotadocontos eroticos de bbw do cu arrombadoconto etotico antebraco na vaginacomendo cunhada asm que minha mulher saiArrombaram minha namoradameu irmao tirou minha virgindadecontos chupando a buceta de cunhada mais velha dormindovideo porno primo eatrupado duas primaaproveitam da inocência da mulher b******* na academia conto eróticoMinha sobrinha ligia conto eroticodescabacei a namoradinha de 13 aninhosporn contos eroticos casada amarrada e violentadacontos eroticos com cavalosseduzindo o marido contoarregaçado pelo cachorro contosconto casadinha marido apostou e perdeu o piculdo ganhouContos eroticos o professor de quimica me comeu varias vesses e tirou minha virgidademinhas sobrinhas conto eroticocontos eróticos jogo de sedução com meu filhocontos eroticos de garotinha novinha violentadas pra capataz.Simone chupando pau de joelhos e levando gozada na bocaxvideos picas grandesbno analcontos eroticos comendo minha sogra na cozinhaPau no cu da costozacontos eróticos cólera para a esposa no motelquero asistir filme pornô gueis novinhos.fudendo primeira.vez.com.dotados.morrendo de dor.gritando.e chorando.muito.contos erotico no rabao branco da mamaeContos vovó no banhomeninas se iniciando no sexo nos contos eróticos fórum incestocontos meu homem roludocontos desejada pelo cunhadoporno sogra gostosa contos eroticoscontos eroticos arrombando a gordacontos eroticosmeu marido me chamou pra ver um filme porno com os amigoscontos de zoofilia :a depravadacavalo dado duas trepada na égua de uma vezconto d casada anal udicontos eroticos relei meu saco naquela bundonacontos botei a rola na enteada e soquei sem dofotos cu arrenganhado com alongadorcontos cunhada novinga e crenteContos eroticos bueta inchada irma amigocomendo a veia crente contoscontos delícia de cacetaoconto erotico raquel morena deliciosaporno doido sumindo um emorme prinquedo na pusetabancando as contas da cunhada (contos erótico )boqueteira contoscontos eróticos velhinho transando com jumentoparaibano moreno gay sexy cacetao