Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

FUI COMER, ACABEI COMIDO

Sou um coroa, de cincoenta e seis anos, mudei-me a poucos meses para outra cidade, não conhecia ninguem por aqui, vim sozinho, minha mulher vem depois.

aqui chegando, sem ter muito o que fazer, à tardinha saia pra dar uma caminhada, diariamente. Saia sempre por volta das sete horas, ao anoitecer, caminhava por uma hora aproximadamente, e com a volta, mais uma hora.

O caminho era sempre o mesmo, tem uma ciclovia perto de minha casa, eu ia caminhando por ela por volta de 5 km, e voltava. Essa ciclovia vai marginando um mangue aqui, portanto a rua tem casas apenas de um lado, do outro é um mato. Numa dessas caminhadas, ao chegar em uma esquina meio deserta, sentei-me um pouco numa grama que tem do lado do mato, para descansar um pouco. estava ali distraído, quando ouvi alguem me perguntar se eu tinha fogo. Emprestei meu isqueiro ao rapaz que pediu fogo, ele me ofereceu um cigarro, aceitei, ele sentou-se perto de mim, e ficamos ali fumando, e jogando conversa fora. Acabando o cigarro, levantei-me para continuar o caminho, mas, virei-me para o lado do mato para dar uma urinada. ele, como bom brasileiro, levantou-se e tambem veio urinar. Quando tirei o pinto pra fora da bermuda, ele deu uma olhada, perguntei se ele se interessava por pintos, ele disse que não, deu risada, perguntei então por que estava olhando, ele disse que era sá curiosidade para ver o pinto de um coroa. perguntei se ele era tão curioso a ponto de querer pegar, ele disse que não havia pensado nisso, mas, que de repente, a gente até podia entrar ali pelo mato, e ver até onde iria a curiosidade dele. Quem sabe eu tambem ficaria curioso, e olhasse para o pinto dele. fomos brincando assim,mas nos encaminhamos para uma clareira meio escondida no mato. Já havia escurecido, chegamos na clareira, coloquei o pinto para fora da bermuda, e perguntei se ele queria pegar. Ele propos então, que já que estavamos no mato, sem ninguem por perto, nos dois tiraríamos a roupa, e ficaríamos nus, cada um examinaria o corpo do outro até onde a curiosidade fosse. Resolvi aceitar o jogo dele, tirei minha roupa, ele tirou a dele, ele começou a examinar meu pau, primeiro olhou, depois pegou, mexeu um pouco, eu fiquei quieto, olhei o corpo dele, alisei sua bunda, ele me disse que nunca um homem havia colocado a mão na bunda dele, eu disse que na minha tb não, nem no meu pinto. Nessa passassão de mão, de repente, encostei a mão no pinto dele, notei que estava ficando duro, o meu tb. Puxei minha mão, rápido, ele riu e disse que não precisava temer nada, se eu não tinha ficado curioso, com vontade de pegar no seu pinto.Falei que não, mas, na verdade, comecei a ficar interessado, comecei a olhar mais para ele, enquanto uma mão estava alisando sua bunda, a outra foi para a frente e pegou no seu pinto, fechando em torno dele. Ele continuava mexendo no meu, e levou a outra mão na minha bunda, e começou a alisar o meu rego, encostando um dedo no meu cuzinho, mexendo devagarinho, Eu já estava mais batendo uma punheta nele, que alisando sua bunda, a coisa estava ficando esquisita.No começo, ele batia uma punheta em mim, e eu alisava sua bunda, agora a coisa estava meio invertida, ele já estava com um dedo quase entrando no meu cu, e eu estava batendo punheta pra ele. Senti seu dedo forçar a entrada de meu cu, e, ao inves de mandar ele parar, eu me dobrei um pouco para ele conseguir enfiar o dedo. Ao me dobrar, ele colocou seu pintoproximo a minha boca, e pediu para eu fazer uma chupetinha. Na hora, eu sá abocanhei aquele pau, e comecei a sugar. Ele então, enfiou o dedo inteiro no meu cuzinho, achou pouco, enfiou mais um, fiquei com dois dedos dele entrando e saindo de meu cu, enquanto chupava seu pau. Logo depois, fiquei de quatro, e mandei ele enfiar aquele pinto dentro de mim, que, se em 56 anos, eu sá tinha gozado com mulheres, descobri agora que tambem podia gozar sendo enrabado. Ele não se fez de rogado, e enfiou aquele pinto inteirinho dentro de mim, mexendo para frente e para traz, até me encher o cu de porra quente e grossa. Quando ele gozou, saiu de dentro de mim, olhou-me e sorriu, perguntei do que estava rindo, ele me disse que havia entrado no mato para perder a virgindade do cu, e acabou tirando o meu cabaço. Disse-lhe que não tinha problema, que agora era minha vez, ele tambem iria dar, mas ele disse que agora já era tarde, que não tinha mais tempo, se eu quisesse come-lo, seria um outro dia, que a esposa dele estava esperando por ele para sairem. Quandopensei em ficar brabo, ele vestiu-se rapidamente, e saiu correndo, não me dando tempo para nada. Fui embora pensando em ficar brabo, mas não consegui, pois na verdade, acabei gostando de ter dado o cu naquela noite.



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos eróticos assaltocontos eróticos falando de orgia em faculdade de juazeiro do Norte contos eroticos de pretinhas gostosas da baixada fluminenseContos eroticos gays cuecasxvidio gay coroa 82esposa bebada contos eroticosConto eroticos corno liberal safadoConto real hermafroditacontos erotis orgia bicasada se vendendo pro caminhoneiro-contosconto erotico passando a mao na filha vizinhaassistir o video completo socando o anchinho no cu e na buceta da mulher"estuprarem" contos eroticosconto real comi o cuzinho de aline bem novinhacontos e tia olhando meu pauconto gay no posto de gasolina heterocontos eroticos arrombando a gordaporno conto maepalestra buceta divididacontos eróticos gay meu irmão e o seu buraquinhoconto erotico rosto meladocontos gays abusadocontos eróticos loirinha de calcinhaContos eróticos de incesto filhinha caçulinha dando em cima do paibibita contos eróticosconto de sexo com sogra na praia de nudismoporno doido comeu a mae da buceta cavesobrinha de 9 contoscontos mulher casada da o cu pro cãoler contos eroticos de casais trepando dentro de cinemas com outros homensele era um lindo anjoContos eroticos casal lesbicas esperimentando roludocontos eróticos minha mãe e meu primo na praiaperdi meu cabaço da buceta pra um cavalo contoscontos eroticos de incesto deixando a irma com ciumesComto fragante Virgem Lesbicacontos eroticos dormindonao contar para ninguem da familia. Quando eu achei que o papo ia terminar ali, ela me fez a pergunta que levou a tudo: perguntou porque eu tinha tanta coisa sobre lésbicas incestuosas no pc? Quando ela me perguntou isso, confesso que pensei em desconversar, mas aí pensei também que ela não faria essa pergunta à toa. Aí comecei a falar que aquilo me excitava muito, que gostava de ler sobre aquilo. Sem brincadeira, acho que a gente deve ter ficado uns 10 segundos em silencio ali na cama, depois que eu falei isso. Uma olhando para a outra. Aí, ainda bem, ela tomou a iniciativa, colocou a mão na minha perna e perguntou: Você pensa em mim?  conto: enrabado e mamando outroconto erotico gay chupando tio bebadozoofili a nimada travesticontos porno eu os travestis e minha namoradinhaporno coroa 56anos ruiva feiaputa entra em desepero ao gozar esegerada menteVideo porno safada sendo fudida homem rolaque so jeguecontos pornos com tiasconto erotico meu primo me zoavaconto erotico minha namorada me enganouchupou o pau no karatê ele gozar na cara delacontos vi minha inquilina travesti comeno minha maecontos gay tio bebado negro dotadoconto elotico pai xfilhaDormindo contosContos eroticos Dando O Cuzinho Na Infânciacontos eróticos praia de nudismo dois idosos gays fudendo contosContos eroticos dp com o namorado e um negao roludoConto de sexo çom a mana novinhacontos eroticos viajando no coloa cunhada falsa magra contosCONTOS EROTICOS PROVADORcontos gays reais/a anaconda do meu primobeijei meu namorado com a boca cheia de porra dele contos eroticoconto erótico nada ombinadoconto erotico liberei minha mae pro meu amigohttp://conto erotico saia curtawww.ver contos eroticos de professoras gostosas ruivas de 20 ate 30 anos tranzando com seu alunos de 16 a 19 anos de idadecontos eróticos safadinhaconto lekecontos chupando a buceta de cunhada mais velha dormindoQuero treinar o vinha perdendo a virgindade da bucetinhacontos de sexo com sogracontos eroticos esposa safada pintada de indiadesejos de machos que adora safadeza com outros macho experiências vividasporno casada se esquivandocontos quando eu era novinha fiquei brexando para ver meu tio comendo mia amigaconto comi o cu da prima dormindo e ela cagou na camacontos eroticos arrombando a gordaConto ai ui ui pornominha mãe pagando a aposta contos