Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

PEGUEI VENDU MINHAS FOTOS

O conto que passo a narrar aconteceu 5 anos atras. Apesar de ja ter 38 anos e 18cm de pau, ainda tenho priminhas novinhas, na faixa de 19 a 19 anos. E todas si dao muito bem comigo a ponto de ter muitas intimidades com elas.



E um belo dia, a cinco anos atras, eu estava ja com meus 33 anos, chegando em casa do trabalho entro em casa e nao encontro meus pais. Chego perto da porta do meu quarto e ouço meu computador ligado e escuto alguem mexer nas teclas. Abro a porta bem devagar sem fazer barulho e vejo minha priminha NESSA de apenas 19 aninhus vendu minhas fotus, ela estava tao distraida e com o fone no ouvido q nao percebeu minha presença. O quarto estava escuro somente a luz do monitor clareava o quarto. Fiquei olhando e vi q ela estava com a maozinha entre as pernas e vendo minhas fotus q tirei peladão. Não sei pq mais meu pau deu sinal de vida i imaginei, sera q ela nao queria ver ao vivo.

Tenho muita liberdade com a NESSA e ja percebi varias veses q ela é safadinha.

Entao como ela estava com o fone no ouvido, tirei minha roupa, nisso a NESSA olhando uma fotu minha com o pau durao começou esfrega a bubcetinha, ela estava de sainha e top.

Como ela nao percebeu minha presença, cheguei mais perto dela, e a agarrei por tras ja colocando uma de minhas maos no meio de suas pernas segurandu sua maozinha la.

A NESSA levo o maior susto, e como eu esperava, ela tento sair mais eu a segurei i disse q era normal ela ja sentir tesao.

Ela nao tinha ainda percebido q eu estava peladao e com o pau ja meio duro. Entao perguntei se ela tinha gostado de ver minhas fotus peladao. E claro, ela disse q sim, q eu era muito lindo pelado. Entao soltei ela e quando ela puxou a cadeira e foi tentar se levantar ela me viu peladao e arregalou dois olhos e fico de boca aberta com a cena, ela fico estaziada com o tamanho do nenem.

Aproveitei q ela estava meio q em transe, cheguei mais perto deixando meu pau bem proximo a seu rostinho, peguei em sua mao e fiz ela segurar meu pau, e ela nem piscava.

Entao peguei ela no colo e levei pra minha cama com ela segurando meu pau. Coloquei a NESSA deitada na cama, e com ela ainda segurando meu pau, fui tirar sua calcinha pra ver como era sua xotinha. E isso feis com q ela saisse do transe, e dizer:

NESSA: O q voce esta fazendo.

EU: Quero sá ver como é a sua xotinha NE.

Ela me olha nos olhos e da um sorrisinhu maroto, eu aproveito e tiro sua calcinha toda, levanto sua sainha e vejo a coisinha mais linda do mundo, rosadinha, com poucos fiapinhus de pelos, bem ralinhus. Entao abro suas perninhas, coloco minhas maos por baixo de suas coxas ate alcançar sua bucetinha e abro ela todinha. Q coisa mais linda, e ja tava molhadinha, nao resisti, meti a boca nela, e ela até feis um pouco di esforço pra me impedir mais eu segurei suas coxinhas brm forte mantendo ela abertinha e xupei q nem um doido.

Nao demorou e a NESSA ja tava dando seus gemidinhus de tesao e apertando meu pau tao forte q quase gozei.

Fiquei acho q uns 30 min xupando sua bucetinha e cuzinhu. A NESSA tava ainda mais molhadinha, principalmente pela minha saliva, entao pensei sera q ela aguenta, todinha virgem e ainda nova e a bucetinha tao pekena.

Pensei comigo, vamos ver.

Parei di xupa-la, ajoelhei na cama i tirei seu top e saia, deixando ela peladinha. Nem pedi pra ela xupar meu pau. Abri suas perninhas ainda mais e deitei em cima dela colocando meu pauzao na sua entradinha.

E a NESSA asustada com aquilo, pergunta:

NESSA: Primo q voce vai fazer?

EU: A NESSA, quero sentir voce por dentro.

NESSA: Nao, nao, eu sou virgem.

EU: E dai NESSA, voce nao gostou doq eu fiz em voce?

NESSA: Ai gostei e muito.

EU: Entao NESSA, agora voce tem de retrubuir.

NESSA: Mais como???

EU: Deixando eu penetrar sua bucetinha, voce vai gosta muito mais doq ser xupada te garanto.

NESSA: Tenho medo...

Depois dessa ultima frase nem conversei mais, ja comecei força sua entradinha, nossa muito apertadinha. E a NESSA começou a reclamar q estava doendo. Entao eu pedi q ela levantasse as perninhas e q segurasse elas assim, nossa ela mal levantou as perninhas e eu forcei com tudu na sua entradinha q se abriu q nem uma flor.

Nisso NESSA me aperto forte e deu um grito, e eu rapidamente ingatei minha boca na dela praq ela nao gritasse nem fizesse barulho. Entao beijando sua bokinha pra q ela nao gritasse fui socando devagarinho até encontrar sua proxima resistencia. E mesmo antes de tirar o resto de seu cabacinho eu gozei q nem um cavalo dentro dela. Parecia q eu estava mijando de tanta porra, nossa q delicia.

E assim q terminei de gozar soquei o resto tirando toda sua virgindade sem dá. Pronto a NESSA nao era mais mocinha, agora era minha putinha.

E com meu pau todinho dentro dela, esperei ela se acalmar e se acostumar com ele todinho dentro dela.

Peguei ela no colo e se tirar meu pau de dentro me sentei na cama com ela no meu colo atoladinha no meu pau. Comecei a fazer carinhos e dar beijinhus nela, NESSA foi se acalmando e meu tesao foi almentando.

Entao levantei ela um pouco e devagar comecei socar sua bucetinha q envolvia todo o meu pau. Nossa q tesao q era aquela bucetinha novinha engolindo todo o meu pau.

Nessa a essa altura ja estava abraçada em mim e eu comecei aumenta as estocadas, seus peitinhus pekenos menores q um limao espetavam meu torax. E meu pau invadia suas entranhas. Nao demorei muito pra gozar novamente, e mais uma veis enxi sua bucetinha com muita porra.

Meu pau e minha virilha estavam todo melado.

E sem tirar a NESSA do meu colo peguei uma toalha estendi na cama e coloquei a NESSA deitada novamente na cama com a bunda em cima da toalha.

Levantei suas perninhas e olhei pra sua bucetinha com meu pau todinho la dentro, nossa tava muito linda, toda vermelhinha, e mais parecia outro cuzinhu envolvendo meu pau.

Fui tirando devagarinho e olhando pra NESSA q estava com os olhos fechados e o rosto vermelhinho.

Assim q tirei tudu vi o estrago q tinha feito em minha priiminha, meu pau tinha sangue misturado com porra, e sua bucetinha toda melada de porra e sangue, e logo em seguida ela começou a espelir minha porra pra fora, nossa sua bucetinha estava muito linda babando minha porra.

Entao pedi q ela se sentasse na tolha pra q saisse tudo.

Ela sentou e disse q sua bucetinha estava duendo.

Eu claro disse q logo ia passar, dei um beijao na boquinha dela, e disse q agora ela era minha putinha mais jovem.

Levantei me limpei, abri a porta e olhei pra ver se ainda estavamos sozinhos, e ainda estavamos. Peguei a NESSA pelo braço e a levei pro banheiro, e dei um banho nela todinha e fiz com q ela lavasse meu pau e depois fiz ela dar um bejao na cabeça do meu pau oq foi dificil mais ela deu.



bom amigos, espero q tenham gostado, qualquer dia conto mais sobre eu e a NESSINHA, e como foi sua primeira xupeta e o cabacinho de seu cuzinhu. até mais pessoal....

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos "peladinho" sobrinhoconto erotico eu sou arrogante e acabei dando pro papaiPeguei minha esposa dando o cuzinho pra 2 compadres nossos contos e relatos eroticoscontos eroticos de cornos contando como foi ver a espoza sendo enrrabada por dotadominha filinha meu amor conto eroticominha mãe me ensinou ser puta contoscontos eroticos uso fio dentalcontos reais tia cuzudaContos eroticos insestos violentosneguei e os garotos me comeram conto gaybuceta napicagrosacoto erotico novinho de8 gayminha avó na punheta contosirmazihas safadas locas por sexconto gay pirocao imensoSexo anal "nunca mais fui a mesma"conto comi tiae prima bebadacontos eróticoss tio fudeu a minha noivacontos porno obrigada engolir porra com muito nojoesposa puta do meu tio corno contoContos eroticos mulher e enganada e foi estipradaContos eroticos maninha conto de cunhada depilando o cu para levar varaconto bucetinha gozada pro cornocontos eroticos a.xasada dot trabalhoconto fui arrombado travesti dotadoconto minha enteada de dez anos sentou no meu pau sem calcinhaconto comendo a madrasta gostosaesposa puta do meu tio corno contoCasa dos contos: Virgem na baladaconto erotico virei escravo de minha professora safadaFilmei minha chupando estranhos na porta do carrocontos eroticos entre camioneiroscontos eroticos quando era novinhacontos picante de casada sem calcinhacontos de cú de coroa viuvacontos dando banho no meu filhinho chupei o pintinho deleconto erotico morenas e o professorcontos eroticos infancia podolatriacontos eróticos vendadacontos gays top60contos eroticospais e filhas novinhasminha sobrinha , na praia contocontos eroticos descobri que minha mulhercontos eroticos de casadas dano escondidoscontos eroticos rex meu donocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos bdsm sequestradacontos eroticos gay medicofoda develha bundeirabotando caralho no cu do bebadocontos eroticos em portugalcontos casada bunda com celulite fotos velhaconto erótico meu padrinho me estuproucontos eroticos de mulher q fuderam com menino novinho gozo duas vezes sem tirar o pau de dentroComo eu copo CEDome ponocontos eroticos lesbico casadas e travestimeu ex tem ficou duro eroticos contosConto ertico. Minha adrasta. Bebiaconto erótico meu filho da puta come meu cucontos eroticos incesto fis minha nora chupar na maracontos er deixa que levoconto patricia traindoconto erótico depilando a bucetinhaesposa puta do meu tio corno contocontos eroticos donas rabudasTrepando gostoso na xana conto eroticoReta do Pedreiro Héterobuceta grandes na pica dormindo contosconto fudi o cu da vovovoyeur de esposa conto eroticoConto erótico de laraconto erotico gay dei o cu no carnavalmãe e amigo contos eróticosmeu padrinho quer transar comigo