Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O PEÃO, MEU HOMEM.

Como em todos os finais de ano, eu e minha família saímos do interior de São Paulo para passar as férias no Mato Grosso do Sul na fazenda de meus avás, assim como, os outros familiares. Apesar da fazenda muito bonita, era também muito distante da cidade e então ficavamos o tempo todo alí, não tendo contato com outras pessoas, a não ser as que moravam no local, do mesmo jeito que os habitantes também não tinham.

Bom quando chegavamos era uma grande festa, sempre, os adultos se reuniam e jogavam baralho, dançavam, enfim, e nás as crianças e adolescentes íamos ao riacho no meio dos matos atrás de novas aventuras.

Nesta época eu acabara de completar 19 anos, já era alto, mas ainda com corpo de menininho (fofinho, bundinha empinada, mamilos rosinha, boca carnuda e ...) ...e foi neste ano que descubri que podia ejacular, rs.

Num desses passeios pelos riachos foi que descobri tal prazer. Sempre que saíamos para brincar meus avos e meus pais e até meus tios pediam pra que os meninos que moravam na fazenda, filhos dos funcionários fossem juntos para não ter nenhum perigo, e foi assim que aconteceu:

- Era bem de tardezinha o sol já estavam querendo ir embora, eu disse pra minha mãe que iria nadar no rio, ela então pediu pro Ancelmo (garoto de morava na fazenda) e o mais responsável de todos que fosse junto comigo pra eu não ir sozinho, ele então aceitou e fomos caminhando. Eu estava afim de ficar na água tocar uma punheta, estava achando o máximo a novidade que era gozar e não queria que ninguem viesse atrás, mas, sem companhia também não poderia ir.

Chegando lá tirei minha roupa inclusive cueca, afinal estava no sítio né, e entrei na água, era bem raso e bem limpo cheio de pedras dava pra ver os peixes inclusive, o meu então amigo Ancelmo também tirou sua roupa e entrou na água, mas até que ele se despia eu reparei como seu corpo era forte, um rapaz de 19 anos, moreno claro, braços fortes e bronzeados pelo sol por conta do trabalho e um cacete enorme, grosso, cabeçudo, fiquei meio atordoado quando vi, até cheguei a perder a noção, foi quando ele percebeu que eu olhava e me perguntou:

- Queria ter um pau grande igual ao meu né?

- Respondi que sim, mas que o meu era pequeno fazer o quê? e comecei a alisar meu pinto e ele o dele.

- Ai me disse: Mas você pode ter um igual ao meu se quiser.

(mal sabia eu que ele estava mal intencionado comigo desde o começo)

Perguntei então como faria pra isso acontecer.

Ele me pediu pra chegar perto dele, eu me aproximei, me pediu que passasse a mão no cacete. Relutei um pouco mas passei. Foi quando ele disse, pronto agora você já tem, é seu faça o que quiser.

Bom, sá tinha visto sexo em filmes, resolvi imitar então.

Cai de boca no cacete daquele peão gostoso, seu pau dentro da minha boca misturado com minha saliva e minha respiração ofegante, cada vez mais ia inchando e se transformando num grande prazer, até que não coube dentro dela, ai ele forçava minha cabeça até engolir, cheguei a vomitar, mas ele não parava e enquanto fudia minha boca socava com força o dedo no meu cuzinho com aquela mão áspera, foi quando gozei sem por a mão no meu pau e ele ficou maravilhado com aquilo e resolveu me comer.

Pedia pelo amor de deus que não fizesse aquilo, mas ele queria muito e me disse que seria meu namoradinho, meu macho, que me comeria todos os dias até o final das ferias.

Com muito jeito foi me convencendo ai eu cedi aos desejos daquele peão gostoso.

Me fez sentar em seu colo, meu cu sangrava e ele gemia de tanto prazer, ficamos assim por mais de meia hora, até que ele me jogou de costas no chão e sem piedade me enfiou todo aquele cacete. Ele gemia de prazer, urrava, me beijava, prometia me amar, que nunca havia descabaçado ninguém e que agora eu seria sua fêmea, ele socava, me beijava, me batia até que gozou dentro de mim, depois caiu por cima com todo seu peso e ficou ali por uns dez minutos até se recompor, ai me pegou no colo me deu um banho no rio e fomos embora ele feliz eu to estourado, porém feliz.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos erotico comecei tomar hormônios femininocontos eróticos no cu com cachorromeu padrinho quer transar comigocontos eroticos de tias fudendocontos: iniciando cuzinho da priminhatio come sobrinha e irmã conto eróticosSou casada mas o mulekes me foderam contoscontos eróticos enormes nadegasela e muito molhada contosconto de meu avô rasgou meu cuzinho com a pica granderelatos eróticos reais-visita saciadacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecotoa de zoofilia de cao engatado em novinhas ajudado pelo maridoCu cagado contos eroticosconto gay comi a namorada do traficante e fui estupradocontos eroticos encoxada e gozadaacoxano enporando a picabucetinha esposa ccbConto esposa no forroamiguinhacontosconto casadacontos incesto comendo minha Irma no parque.Video porno safada sendo fudida homem rolaque so jegueCorno leva a mulher ao cinebolsocontos de pura putaria entre pais e fconto erotico insesto pequeninamendigo fudeo minha esposa contoslésbicas ninfetas comendo peitorais de travestiscontos eroticos com viuvascontosempregada carente com o patraoos policias comero minha muler porno contos eroticocontos eroticos arrombando a gordaContos eroticos mulher e enganada e foi estipradacontos eroticos maninha safadinhaspriminho de pau durocontos/esposa safada da pra qualquer umconto gratis eroticos submissa chantagemcontos de casadas cornéando o maridodominado pela conto eroticocontos de tia na academiaesposaraspadinhacontogorda acima de 100kg rebolando o bumbum bem gostosoconto cu frouxonamorado leva mulher pra praia de nudismo e ela morrendo de tezaoporn contos eroticos esposa vagabundaconto erotico dei o.cu pro filho do meu patraocontos erotico sobrinha novinha mais muito safadinhacontos eróticos cadela e putona famíliascontos eroticos ninfetas virgens e velhosConto gay com cantoconto erotico chorei na pica grossacontos eroticos gay servindo de cadela de mendigosvendo a cunhada depilando a buceta contosxvideos flaguei minha mae dano o cuzinhocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentevidio de cazal tranzandoacontos eroticos eu esposa e casal de amigoscontosesposasnapraiacontos eróticos minha buceta aregacada entregou que traimenina de calcinha durmindo co amiga e amiga encochando gostosomae flagra o filho traveco dando o cu no terracoo cu rosinha de minha neta de 9 aninhosEstouraram meu cuzinho na viagem contoscoroa casada contosflagua mulher onibus matrupadocontos eroticos de padrasto de rola grande e grossaxvideos de sexo com maldadescom as mulheres chupandoMulher quadril fino buçeta arreganhada comi minha namorada na sala da casa dela contos eróticoscontos eroticos comi minha sogra de calcinha fio dental