Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMO UMA MULHER DEVE SER TRATADA

Olá! Sou nova por aqui, e gostaria de me apresentar!

Meu nome é Suzane, e moro no Rio de Janeiro. Tenho 33 anos, sou morena, com a pele bronzeada, cabelos cacheados de cor escura. Tenho 1,52 m e peso 50Kg, ou seja, sou um atipica carioquinha mignonzinha sempre bronzeada de sol! Não me considero bonita, apesar dos elegios que sempre recebo, mas sei que tenho um corpo bonito, e que muitos homens me olham com desejo.

Estou escrevendo hoje para contar como conhecí o meu marido, e como ele me faz feliz!

Quando o conhecí, eu era noiva de um outro cara, alguém de quem eu havia gostado no começo do relacionamento, mas que em pouco tempo o encanto se foi. Nosso realcionamento era apenas de comidismo. Quando conhecí o Douglas (meu marido) eu estava infeliz com o meu relacionamento, e esperava que alguém me tirasse daquela situação.

Douglas começou a trabalhar na empresa em que eu trabalhava, justamente no meu setor de trabalho. Antes de começarmos a namorar, nás já éramos amigos. Eu algumas vezes o percebia olhando para mim, algumas vezes para o meu decote, ou minhas pernas, mas come ele é um homem muito discreto, nunca imaginei que ele fosse a fim de mim.

De certa forma aquele homem sempre me facinou, com o seu jeito cavalheiro e elegante de ser! Algumas amigas do trabalho diziam que achavam ele afeminado por ser tão educado e reservado, mas sempre achei isso um charme, e confesso que muitas vezes fiquei excitada com os gestos finos e elegantes que ele tinha comigo!

Ele tinha o costume de me trazer sobremesas depois do almoço, de me ligar no meu aniversário, abrir a porta do setor para eu passar, enfim, um verdadeiro gentleman comigo! e eu cada vez mais apaixonado por ele. Muitas e muitas vezes ia embora no metrô pensando nele, e em como seria maravilho me entregar para aquele homem fascinante!

Depois de um tempo, eu mesma decidí terminar o meu noivado, depois te tanto tempo sendo traída e maltratada pelo meu noivo. Decidí que não iria esperar alguém aparecer para me feliz, eu mesma ia tomar as redeas da minha vida.

Detalhista como sempre, o Douglas reparou que eu não usava mais a aliança de noivado (Tão detalhista que sempre fazia comentários sobre as roupas e perfumes que eu usava). Então contei a ele, que havia terminado tudo, pois já não era feliz desde ostempos de namoro. Para minha surpresa, O Douglas me perguntou se eu gostaria de sair com ele na sexta-feira seguinte para nos divertimos e conversarmos um pouco. Fiquei meio sem reação e com medo de parecer fácil demais, mas não pude resistir ao antigo desejo de me entregar a ele!

O esperado dia chegou, e depois do trabalho Douglas me levou a um bistrô em Ipanema, aonde ele havia feito reservas para aquela noite. Ninguem nunca tinha feito reservas para mim antes!!! A noite foi perfeita do inicio ao fim, cheia de romantismo e sedução. Douglas abriu a porta do carro para eu entrar, segurou a cadeira para eu me sentar e se rasgavas em elogios a mim, e a minha maneira de agir! Parecia que ele tinha e meu manual de instruções!!!! fazia tudo do jeito que sempre sonhei, o meu principe encantado estava alí, na minha frente!

depois de escolhermos a comida, ele me perguntou o que eu queria beber. Eu disse que sempre admirei o conhecimento de vinhos que ele demonstrava nas conversas com os amigos no trabalho, e que seria um prazer muito grande poder beber um vinho com ele. Mais uma flaxada de amor me atingiu, quando ele me disse que se comparado mim, qualquer vinho seria mero coadjuvante naquela noite! A única coisa que eu soube, é que o vinho que ele escolheu, era maravilho, assim como ele, e ajudou o clima a ficar aind mais romantico!

O jantar terminou com uma declaração de amor que me emocionou e me fez chorar, afinal descobri que aquele homem que eu desejava em segrede a anos, também me deseja, mas nunca havia falado nada em respeito a mim.

O meu bom senso não queria que eu me entregasse logo no nosso primeiro encontro, mas o primeiro beijo, foi tão intenso que toda a razão se perdeu, e única coisa que eu não queria era perder mais tempo da minha vida Eu queria ser feliz, e a felicidade se chamava Douglas!

Saimos de lá, e enquanto o papo rolava, acabamos indo para o partamento dele. eu estava um pouco sem graça, com medo de parecer vulgar de estar indo para a casa de um cara na primeira saída, mas ao mesmo tempo eu não queria resistir!!!

O clima estava cada vez mais exitante, e já não pensava direito. Sá queria aquele homem para mim. Boa musica, meia luz, muitas palavras bonitas, beijos calorosos, e amassos tão memoráveis, que posso sentir suas mãos aind agora em meu corpo! Douglas, ahhh o Douglas, Homem branco, mais de 1,80 de altura forte, um rosto lindo de homem macho mesmo, uma boca carnuda e bem desenhada que era o meu desejo há muito tempo. QUE PEGADA!!!! Ele me beijava, mordiscava meu lábios, beijava o meu rosto, descia para o pescoço, sussurrava no meu ouvido que eu era gostosa, a mulher deliciosa que já vira em toda a vida. Aos poucos ia tirando a minha roupa, tão delicada e elegante mente que eu não percebia, simlesmente quando dei por mim, estava nua, e aquela boquinha linda em forma de coração beijava meus seios enquanto uma das mãos os acariciavam e a outra passava pela minha cintura e quadril... estavamos nos beijando e nos esfregando tanto que eu já estava a ponto de gosar, quando derrepente ele se leando o coloca su penis na direção da minha boca! me pegou de surpresa!!!! e que surpresa, pois eu tinha feiot oral poucas vezes com o meu ex, e para mim era uma coisa mais sacana, que não tinha a ver com o romantismo que estava rolando, mas ao mesmo tempo me veio uma vontade louco de pegar aquele pau delicioso, e chupar o meu principe como uma vadia e dar muito prazer a ele, e foi o que eu fiz. Eu chupava como um cadela no cio, e e ficava cada vez excitada com gemidos dele! então ele dechou o seu corpo cair sobre o meu, e começou a beijar a florzinha, como ele a chama, fazendo um 69 com ele por cima! Mais uma supresa! aquele homem sério e e elegante era um cachorrão na cama! Me fez sentir uma prostituta fazendo coisas que eu nuca tinha feito e nem pensava que era capaz de fazer. Ele usava os lábios para acariar delicadamente o meu clitáris, e intercalava com labídas fortes, e alternava sempre o ritmo, enquantoque com as mãos apertava o mau bumbum e minhas pernas. Enquanto isso eu me acabava com aquele pau grosso, branquinho e com a cabeça rosadinho na minha boca. Douglas é o macho perfeito pra mim!!! Eu estava quase gozando, e o meu quadril se mechia imvoluntáriamente num rebolado libídinoso na boca do meu amor, mas o sacana não me deixou gozar... ele saiu da posição e se deitou na cama, e eu voeie como uma louca para cima dele e me posicionei para sentar naquel monumento... fui sentando e sentindo cada pedacinho daquele macho me preenchendo, minha bucetinha estava muito apartada, pois há muito tempo eu não fazer amor com o meu antigo noivo, e embora a xaninha estivesser escorrendo de tanta lubrificação, estava difícil de entrar, pois o meu amor tem um pau bem grosso!!! enfim consegui colocar tudo, então comecei a cavalgar bem devagar, ele me dizia coisas, mas eu nem lembro eo que era, eu não entendia o que era, eu estava em outra dimensão, absorvida pelo prazer. aos poucos fomos aumentando o ritmo, e o safado do Douglas sempre intercalava a velocidade com que me fodia, hora bem lento, hora fazendo mais rápido, depois lento mas com força, ele rebolava demais de mim, para um lado para outro, levantava o quadril me suspendendo no ar e aí socava forte, e o safadinho também sabio aonde por as mãos! passeava com ela por todo o meu corpo e ainda conseguia chupar meus seios, sempre que chegava perto de cozar ele diminuia o ritmo, até que eu não aguantei, me levantei e deitei do lado dele, abrindo as perna e implorei para ele me comer gostoso e e me fazer gozar.

A sensção de ter um momaço dequele deitando por cima de mim, erguendo as minhas pernas encaixando sobre mim como num frango assado, passando seus braços por baixo do meu corpo me abraçando forte enquanto sua boca sotava um halito quento em meus ouvidos é indescritível. Naquele momento eu era apenas uma fêmea sendo dominada pelo macho, eu sá querio gozer e mais nada! Ele começou um vai e vem sincronizado com os meus movimentos involuntários de quadril, que era uma delíacia, e foi aumentando a intensidade comforme eu aumentava também, até que ele enfiava com tanta foraça que eu sento tocar o meu útero! sussurrei que iria gozar, eu estava de explodindo de tesão, era a primeira vez que eu gozava com penetração na minha vida, e no auge do meu prazer fui tomada por banho de leite quente dentro da minha vagina, o que aumentou ainda mais a minha sensação de prazer! Me desculpem o palavreado, mas mais a melhor FODA de toda a minha vida! nem todas as outras juntas forma tão boas quanto a primeira vez que o meu amor e eu nos entregamos um aou outro. desfalessemos abraçados e em meio abraços e carinhos dormimos profundamente até a manhã seguinte, que seria a primeira de uma linda histário de amor que culminou no nosso casamento 3 ano depois!

Depois volto para contar outrar transas memorávei que tivemos!!! em três anos de nomoro, noivado e casamento muita coisa boa rolou!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Primeira vez q dei o cu vestido de travestdopando mae e irmas contosconto erótico de minha esposa com andarilho pausudocontos priminha não era virgemxxx videos mulheris bem safadas que brinca com o pauzinho pequeno do marido tampinhacantos eroticos dando meu cuzao para meu filhocontos de crente bebendo porra no gang sem quere com mendingoscontos eroticos passeiocontos cu gostosoconto ajudando meu filhoo cu rosinha de minha neta de 9 aninhosconto dopei minha sogra pra metersites de contos erótico bisexualCONTO TRAVESTI COMEDOR DE PORRAConto erotico veia safada 65anosComtos professoras casadas fodidas pelos alunos na aulaContos erotico amei a fantasia de meu marido mim fode com a pica dele e um penes de borachacontos eroticos de casada pagando aposta do maridoghupa ghupi porncontos fudendo casal bi drive inncontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos pornos-minha mae mamou o grelo da minha namoradaContos eroticos elacareca peladao cu rosinha de minha neta de 9 aninhosconto erotico férias na jamaica Vcontos eroticos mãe dançandocontos heroticos - brincando de pique escondewww foto dexoxota areganhada. com brcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos gay chupei o pau do borracheiroconto erotico trepei com meu primo engravideicontos lesbico eu a mulher do traficanterelatos eroticosde portuguesas de noVinhasmadrasta pegou enteado vendo filme porno e aliviouconto erotico de esposa com mendinfovirando moça contoscontos viajando em familia pra serra papai micomeu no chao da salabai jo meu primo e ele me comeucontos eroticos com enteadafetiche mulher atola cueca no rabo do caracontos sexo com mae sitio brincando de esconde escondeidoza caseta toda gozadacontos eróticos, eu, minha esposa puta e nossos vizinhoscontos e relatados enteadacontos eroticos com coroas gayler contos de jovens heteros iniciados por outro jovem no sexo gayesfrega conto heroticoContos eroticos adolecent sapequinha ja fudiaContos erótico de infânciacontos eroticos viuva fazendamarido realizando sonhos eroticos da esposacomendo a mae contoscontos eróticos com inversão de papéis incestuosaMeu cuzinho contosConto erotico bigodenovinhos fodeno apremira veizconto eroticos comendo a irma de perna quebradaporno.pai.padado.jeu.nabuseta.dafilihacontos tio no carrocontos e fotos erotico transei com minha irmancontos eróticos escondeu o pau de borracha na bucetacontos filha se fode pra aguentar a geba do pai no cuqueria saber mulher realista metendo muito morena peitudacontos eroticos da esposa do cunhado com a bunda cheia de celuliteconto erótico viadinho usa shortinho de lycra e calcinhaPresentes grandes para minha esposa contos eroticosmeu avo aquele tarado comeu eu e amigas no riachocontos eroticos dando o cu para manter o empregocasa dos contos roubei a calcinha da minha cunhada pra bater uma punhetacontos eróticos perdendo a vigidade com meu sogroComtoerotico a coroa me seduzilContos eroticos A reforma Viciada em sexoComtoerotico calcinha da filhinhacontos eroticos de lesbicas velhascontos eroticos venha ca sua puta safada,eu vou arrombar seu cu de cadelaContos eroticos interraciais no escritoroscontos de insesto fatos.comreaiscontos eroticos casada crente no cine pornocontos comendo a cadelaburaco na parede contos eroticomulher do gelou grande fudedoContos de idosas loiras com mais de 70 anos dando cu para negros bem dotadoscontos eróticos de comi a chata da clasecontos minha irmã cuzudacontoseroticosma