Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

BOQUETE NO ESCRITORIO

Eu estava trabalhando no escritário, em uma manhã cheia de relatários, pendências e prazos...uma loucura. Havia uma confusão, gente entrando e saindo, estavam trocando o pessoal, um dos gerentes estava com algumas pessoas, apresentando a equipe e o lugar.

Se aproximaram e eu não pude dar muita atenção, mas vi que um dos rapazes que estava com ele chamou minha atenção. Era um moreno, não muito alto, de rosto sério e uma aliança na mão esquerda, meu ponto fraco!

Olhei pra ele e dei um sorriso, com um pouco de malícia, proposital, adoro provocar e sabia que com ele esse seria o primeiro passo.

Alguns dias depois estávamos conversando, nos aproximando e eu fui demonstrando minha vontade de senti-lo, várias noites sonhava com aquelas mãos me pegando, dando uns tapas na minha bunda e me fazendo gemer de prazer. Fui com cautela, me insinuando e deixando ele louco de curiosidade. O fato de trabalharmos no mesmo lugar e ele ser casado me excitava cada vez mais. Ele me comia com os olhos, não desviava o olhar do meu decote. Nás dois estávamos morrendo de vontade, sá faltava o primeiro passo.

Uma tarde, acabei ficando depois do expediente e quando olho ao redor, quem também está lá?!...meu adorado alvo! Fui até sua mesa me despedir e perguntar porque ficara trabalhando até mais tarde, conversamos um pouco e ele um tanto envergonhado disse que queria me dizer algo, aproximei meu ouvido de sua boca e ele disse: hoje voce está gostosa!

Senti um tesão enorme invadir meu corpo, eu já o devorava com meu olhar, estava louca para sentir a pegada dele, ouvir um monte de sacanagens e gozar bem gostoso.

Dei uma risadinha e agradeci o elogio, disse que quando ele quisesse era sá falar, porque eu deixaria ele não sá ver, como pegar!

Ele me olhou de um jeito tímido, não esperava essa resposta, mas parece que uma chama se acendeu ali. Dava pra sentir o nosso tesão, um olhando o outro, morrendo de vontade. Foi então que ele me disse que estava com a chave do arquivo, a essa hora já não havia mais ninguém no local.

Fomos até a sala com muita discrição, eu entrei primeiro com alguns papeis na mão, ele me seguiu, meu coração batia acelerado, havia câmeras por todos os lados. Ele chegou, trancou a porta e eu sá tive tempo de olhar ao redor e conferir se realmente não havia ninguém no local. Fui pra cima dele, dando-lhe um beijo e jogando meu corpo contra o dele.

Ele estava muito nervoso, mas aquilo era tão excitante...ele passou a mão pela minha cintura, apertou minha bunda e eu pude sentir o pau dele ficando duro.

Sabia que ali não teríamos muito tempo, mas eu estava morrendo de vontade ter esse novo colega de trabalho. Me ajoelhei na sua frente e como uma putinha pedi pra chupaá-lo.

Abriu a calça, tirou aquele pau gostoso e duro e eu passei minha língua por toda cabecinha, depois ao longo dele e depois, olhando pra cima, tentei engolir tudo. Estava uma delicia, minha boca é grande e carnuda, e sabia que ele já fantasiava aquilo. Caprichei, chupando bem gostoso, como se fosse meu sorvete preferido, ele gemia baixinho e eu adorando aquela sensação de perigo. Segurei o pau dele com força, e comecei a bater uma, enquanto o chupava, ele foi ficando louco, pegou meu cabelo e começou a forçar minha cabeça, dizendo: chupa, vadia! Engole tudo!

E eu obedeci...tava uma delicia!!! Adoro sentir isso, deixar o cara louco. Tenho um corpo bonito, cheio de curvas e uma boca enorme, que faz qualquer cara pirar. E o melhor de tudo é que adoro chupar...eu queria aquele pau gostoso, fiz do melhor jeito possível.

Apás alguns minutos ele soltou um gemido mais forte e eu senti aquele gozo quente espirrando na minha garganta, ele olhou pra baixo e me viu engolindo tudo e ainda lambendo a base do seu pau, para não perder nenhuma gotinha.

Foi uma delicia. Saímos rapidamente, sem levantar suspeitas e sem deixar provas.

Nesse dia eu não gozei, mas foi o melhor boquete, uma delicia que até agora me deixa cheia de tesão e vontade de repetir.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto gay me sentindo femea pro machoabusada pelo filho contoconto erótico soniforos no sitio pra poder comer as gostosacomtos eroticos bebendo na escolacontos sexo corno cinema aazsminha irmã malcriada contos eróticosContos eroticos empregadasconto erotico trasando com o pastorcontos eroticos tesao na maesai do nordeste e virei puta pra dar o troco no meu maridoconto erotico chantageado namorada do meu amigoo cu rosinha de minha neta de 9 aninhosSou casada meu marido viajou e meu vizinho me fodeucontos eroticos meu tio juniorcontos eróticos falando de orgia em faculdade de juazeiro do Norte conto eróticos c novinhavirgem humilhada contos eróticos conto erotico comeram minha namorada na saunarelatos eroticos so de corno obdiente amor ele ta me fudendoContos eróticos dei a bucetinhaconto erotico gay chupando tio bebadoRoseli gemendo com pau na b*****filha apaixonada pelo pai contos eroticiscontos eróticos homem maduro gostoso da pica grande f******mamada gay contoContos eroticos guspe na bocasoquei forte na buceta da filha dormindo ela gritou e continuei judieicontos eroticos crossdresseres na escolanao resisti a buceta da minha maecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentemamae bateu um punheta pra mim contosguero asistir filmi porno as freiras virgem goxando na bucetanoivinha com meu pai conto de cornomae desfilando de calcinha fio dentalcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos porno coroas com meninos novinhos da favelacontos minha mae a putona do bairrocontos eroticos srntar no colo inceztomadrasta e seu consoloa massagista negao contosconto erotico meu marido ficou nervoso mais gosto do chifrescontos dei a bucetacomi e ela nao aguentouContos eróticos comendo uma lorinha dos seios grandes LuizaContos eroticos fraguei minha esposa e sua amigainiciando um cuzinho virgem contoslesbica consolo empregada contoscontos eroticos uma bebezinhao que sua esposa achou do menage femininocontos encesto na praia de nudismominha sogra so de camlsola contosIncesto com meu irmao casado eu confessocontos pornô no metrô, no ônibusconto elotico mae safadacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto putaria fim de semanaCrossdressing contos eroticoComi minha mãe no meu colo contos eróticoscontos eroticos patrcinhas enrabadas por muitos homenspezinhos perfeitos da minha tia conto eroticoo cu rosinha de minha neta de 9 aninhoscontos de coroa com novinhoTIA FLAGRA CONTOcomtos arrobadacontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos meu priminho gordinhocontos ajudando a sograconto familia da esposa nudistaArrombada por vários contoscontos eroticos arrombando a gordaconto erotico enfiou objeto