Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA INFANCIA

MINHA INFANCIA



DESDE OS MEUS 06 ANOS DE IDADE, PERIODO EM QUE EU ME LEMBRO, EU SEMPRE FICAVA DURANTE A SEMANA, COM O MEU TIO PADRINHO E A MINHA TIA, PORQUE OS MEUS PAIS ESTAVAM PARA A FAZENDA QUE ERA UM POUCO DISTANTE DA CIDADE.

OS MEUS TIOS NAO TINHAM FILHOS E EU ME LEMBRO QUE O MEU TIO PADRINHO SEMPRE ERA MUITO CARINHOSO COMIGO. ELE ME ABRAÇAVA E ME ACARICIAVA MUITO.

EU GOSTAVA POIS SEMPRE ELE ME DEFENDIA QUANDO O MEU PAI CHAMAVA A MINHA ATENÇAO POR QUALQUER MOTIVO.

O MEU TIO SEMPRE ME SENTAVA NO COLO DELE, MESMO NA PRESENÇA DO MEUS PAIS, E EU ME LEMBRO QUE EU SENTIA UMA COISA DURA, QUE FICAVA PULSANDO NA MINHA BUNDA, MAS EU NAO SABIA O QUE ERA.

CERTO DIA EM QUE EU ESTAVA SOZINHA COM O MEU TIO, POIS A MINHA TIA TINHA IDO AO MEDICO, ELE ME DISSE QUE QUERIA VER SE EU TINHA PIOLHOS, PORQUE O MEU CABELO ERA GRANDE.

ME SENTEI NO COLO DELE E SENTI NOVAMENTE A COISA PULSANDO, E O MEU TIO PROCURAVA PIOLHOS NA MINHA CABEÇA, E EU SENTIA ELE RESPIRANDO MUITO RAPIDO E OUTRA COISA DIFERENTE ERA QUE ELE PROCURAVA PIOLHOS MAS SEGURAVA NA MINHA CINTURA ESFREGANDO A MINHA BUNDA NO COLO DELE.

ELE ME CHAMAVA DE MINHA LINDINHA, GOSTOSINHA E EMPURRAVA A MINHA BUNDA PARA CIMA.

DE REPENTE ELE PARECIA TER PASSADO MAL, POIS ELE ME APERTOU COM FORÇA E EU SENTI UM COISA MOLHADA NA BUNDA, JA QUE EU ESTAVA DE SHORT DE MALHA FININHA, ENTÃO O MEU TIO PERGUNTOU SE EU QUERIA FAZER ALGO MAIS GOSTOSO.

QUANDO EU FALEI QUE SIM ELE TIROU O MEU SHORT E ABAIXOU A MINHA CALÇINHA E ABRIU A ROUPA DELE COLOCANDO UMA COISA GRANDE E VERMELHA PARA FORA.

ELE COLOCOU A MINHA MAO NA COISA GRANDE E VERMELHA QUE ESTAVA DURA E GROSSA E FALOU: SE VC ALISAR A MINHA ROLA ELA VA SOLTAR UM LEITINHO.

EU FIQUEI CURIOSA E TENTEI ALISAR A ROLA DELE, MAS EU NAO SABIA FAZER. ENTAO ELE ME ENSINOU.

NO INICIO, EU ME ATRAPALHEI TODA, POIS NUNCA TINHA FEITO AQUILO, MAS ELE ME ENSINOU COMO FAZER E LOGO EU JA A ESTAVA FAZENDO DE UMA MANEIRA QUE PARECIA QUE ELE GOSTAVA,POIS ELE GEMIA MUITO.

ELE PEGOU A MINHA MAO E FAZIA MAIS RAPIDO E DISSE QUE O LEITINHO IA SAIR E EMPURRAVA A MINHA BOCA PARA A ROLA DELE, MANDANDO EU ABRIR A BOCA.

ABRI A BOCA E ELE COLOCOU A ROLA DENTRO DELA E O LEITINHO SAIU.

EU ME ENGASGUEI COM A QUANTIDADE DE LEITINHO E PELO FATO DE SER A PRIMEIRA VEZ.

ELE SE LEVANTOU COM AQUELA ROLA AGORA JA MOLE MAS GRANDE AINDA E DISSE: A SUA TIA E OS SEUS PAIS PODEM BRIGAR COM VC SE A GENTE FALAR SOBRE ISSO.

FIQUEI COM MEDO E DISSE QUE NUNCA FALARIA.

A MINHA TIA CHEGOU E NEM PERCEBEU NADA.

QUANDO O MEUS PAIS CHEGARAM DA FAZENDA, A NOITE ESTAVAMOS TODOS NA CASA DO MEU PADRINHO E ELE ME COLOCOU NO COLO NA FRENTE DE TODOS E A ROLA DELE FICOU DURA DE NOVO, MAS NINGUEM PARECIA PERCEBER O QUE ESTAVA ACONTECENDO.

ELE ME APERTAVA NO COLO DELE ENQUANTO PARECIA BRINCAR COMIGO, E SOMENTE EU SENTI AQUELA ROLA DURA SE ESFREGANDO NA MINHA BUNDA.

FOMOS EMBORA, EU E OS MEUS PAIS, E AO CHEGARMOS NA NOSSA CASA O MEU PAI DISSE QUE PRECISAVA CONVERSAR COMIGO.

SENTAMOS E ELE FALOU QUE AS CONDIÇOES ESTAVAM DIFICEIS E QUE PRECISARIA FICAR MAIS TEMPO NA FAZENDA E QUE EU MORARIA COM OS MEUS TIOS.

EU ACHEI EXCELENTE, POIS COMO EU FICAVA SEMPRE POR LA SERIA NORMAL.

NO OUTRO DIA, UM DOMINGO OS MEUS PAIS ME LEVARAM PARA A CASA DOS MEUS TIOS PADRINHOS.

O MEU TIO FICOU SUPRFELIZ E ME ABRAÇAVA MUITO, MESMO NA FRENTE DOS MEUS PAIS.

ASSIM QUE OS MEUS PAIS FORAM EMBORA PARA A FAZENDA, O MEU TIO FALOU AGORA VC ALEM DE MINHA AFILHADA SERA A NOSSA FILHA. .

PARA MIM ERA COMUM, POIS EU JA FICAVA LA MESMO DURANTE A SEMANA E NAO TINHA IDEIA DO QUE ESTAVA ACONTECENDO.

NO OUTRO DIA PELA MANHA JA ACORDEI COM O MEU TIO ME CHAMANDO DE MINHA FILHINHA GOSTOSINHA, O PAPAI VEIO DEITAR COM VC.

ELE SE DEITOU COMIGO E EU SENTI QUE ELE ESTAVA COM A ROLA NA CUECA, MAS DURA E EU PERGUNTEI PELA MINHA TIA, NO QUE ELE RESPONDEU QUE ELA TINHA IDO PARA A RUA POIS IRIA FAZER ALGO NO BANCO PARA ELE E QUE DEMORARIA MUITO.

ELE TIROU A MINHA CALCINHA E FOI ALISANDO A MINHA PERERECA LISINHA.

COMEÇOU A MOLHAR O DEDO ENFIAR NELA BEM DEVAGAR. ERA MUITO GOSTOSO.

COLOCOU A ROLA PARA FORA DA CUECA E PEDIU PARA EU PEGAR NELA DO MESMO JEITO DO OUTRO DIA, POIS TINHA MAIS LEITINHO.

EU PEGUEI NA ROLA DELE QUE ESTAVA DURA NOVAMENTE E PARECIA QUERER PULAR NA MINHA MAO.

ELE FOI VIRANDO NA CAMA E DE REPENTE EU SENTI A LINGUA DELE NA MINHA PERERECA E ELE ENFIAVA ELA NA BUCETINHA E ERA MUITO GOSTOSO, AO MESMO TEMPO ELE COLOCOU A ROLA DELE NA MIMHA BOCA E EU CHUPAVA.

ELE EMPURRAVA MAIS RAPIDO NA MINHA BOCA E O LEITINHO SAIU NOVAMENTE, SO QUE AGORA EU TOMEI BASTANTE.

ELE SE DEITOU DO MEU LADO E CONTINUOU A ALISAR AMINHA BUCETINHA ATE QUE EU SENTI UMA COISA MUITO GOSTOSA, PARECIA QUE EU EWSTAVA ME DERRETENDO TODA, UMA VONTADE DE FAZER XIXI, UMA MOLEZA GOSTOSA, ERA O MEU PRIMEIRO ORGASMO.

ELE ME ENCOSTOU NO PEITO DELE E FALOU QUE EU PODIA DESCANSAR MAS CONTINUOU A ALISAR A MINHA BUCETINHA.

DE REPENTE EU PERCEBI QUE O QUE ALISAVA A MINHA BUCETINHA ERA A ROLA DELE.

ELE FOI SE AJEITANDO E COLOCOU A CABEÇONA DA ROLA DELE NA PORTA DA MINHA BUCETINHA.

ELE EMPURRAVA BEM DEVAGAR E COMEÇOU UMA DORZINHA.

QUANDO EU RECLAMEI ELE PAROU E CHUPOU NOVAMENTE A MINHA BUCETINHA.

TORNOU A DEITAR SOBRE MIM E TORNOU A COLOCAR A ROLA DELE NA MINHA BUCETINHA.

EMPURROU OUTRA VEZ E A ROLA ESTAVA ENTRANDO, DOIA MAS ERA GOSTOSO.

O TEMPO TODO ME CHAMAVA DE MINHA FILHINHA GOSTOSA E ME BEIJAVA NA BOCA E CHUPAVA OS MEUS BICOS DOS PEITOS.

ELE ENFIOU A ROLA TODA E FICOU COLOCANDO E TIRANDO ATE FICAR MAIS RAPIDO.

A MINHA BUCETINHA ESTAVA ARDENDO, MAS ELE PARECIA PASSAR MAL, POIS ELE RESPIRAVA COM DIFICULDADE, PARECIA CANSADO E ME DISSE QUE IA GOZAR.

ELE TREMEU TODO E DISSE QUE ESTAVA GOZANDO.

EU SENTI A ROLA DELE MAIS GROSSA E CUSPINDO DENTRO DA MINHA BUCETINHA.

QUANDO ELE TIROU A ROLA DELE DE DENTRO DA MINHA BUCETINHA, SAIU UM POUCO DO LEITINHO QUE EU TINHA TOMADO ANTES.

ELE FALOU QUE ERA PARA A GENTE TOMAR BANHO.

FOMOS TOMAR BANHO E AI EU VI A ROLA DELE TODINHA DE PERTO.

ERA GRANDE MESMO MOLE E QUANDO EU ESTAVA OLHANDO PARA ELA, A ROLA FOI FICANDO DURA E GRANDE OUTRA VEZ.

ELE COLOCOU A ROLA NA MINHA MAO OUTRA VEZ.

A MINHA BUCETINHA ESTAVA DOENDO MUITO E ELE FOI PEGAR UMA POMADINHA PARA PASSAR NELA.

QUANDO ELE PASSAVA A POMADINHA NA MINHA BUCETINHA, EU SENTI QUE ELA PAROU DE DOER MAS ESTAVA FICANDO QUENTINHA

ELE APROVEITOU E PASSOU A POMADINHA NO MEU CUZINHO TAMBEM.

ME ENCOSTOU NA PAREDE DO BANHEIRO E COLOCOU A ROLA NA MINHA BUNDA.

ABRIU A MINHA BUNDA E ENCOSTOU A CABECONA DA ROLA NO MEU CUZINHO, QUE ESTAVA DIFERENTE, POIS EU NEM SENTIA ELE MAIS.

ELE BEIJOU A MINHA BOCA E EMPURROU A ROLA NO MEU CUZINHO.

ENTRAVA COM DIFICULDADE MAS ELE ME SEGURAVA FIRME PELA CINTURA E SEMPRE EMPURRAVA.

DE REPENTE EU SENTI UMA VONTADE GRANDE DE CAGAR E ELE FALOU QUE ESTAVA TODO DEMTRO DO MEU CUZINHO DE FILHINHA GOSTOSA

ELE COLOCAVA E TIRAVA ATE QUE ME DISSE QUE IA GOZAR.

ELE ME EMPURRAVA NA PAREDE DO BANHEIRO E EU FICAVA DE PE PORQUE ELE ME SEGURAVA PELA CINTURA E PELA ROLA, QUE PARECIA UJMA ESTACA NA MINHA BUNDA.

ELE GOZOU E O LEITINHO ESCORREU PELAS MINHAS PERNAS.



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erotico gay chupando tio bebadoContos eroticos minha mulher me traiu com minha maeria gosa pra minConto erotico loira malhandocontos porno gratis escrava submissa estupro coroas casadasconto tirando o atraso da sograo que acontece se ficar com penis infiando 30hora parado dentro da bucetacontos eróticos de traficante comendo a família inteirao cu rosinha de minha neta de 9 aninhosConto de sexo com a maninhapeguei a mulher gordinha do meu cliente contos eroticoscontos de coroa com novinhocom doze anos fui brincar com meu amigo acabei sendo enrrabado por seu pai contos eróticoscontos eroticos arrombando a gordanovinha nascendo peitinho e muito safadinha contosfingi dormir e meu filho comeu meu cu contos eroticosconto a tara dar minha esposacontos erotico traindo crenteconto de irmacontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos herotico mulher viajando sozinha em onibuscontos sexo incesto amo meu filhoconto erótico gay putinhaa minha mulher e o casetao cavalarContos Estuprada por um machoPadre a penetrar o rabo de uma freiracontos eroticos entre avo e neta gratisconto erotico padrasto comendo cu virgem d enteadoprimo cumedo aprima di noiteconto gay fio dental humilhado pelo negroContos casal toplesscontosesposasnapraiacontos casadas traindo com novinhosconto ninfetinhaconto peguei a coroa dona do cormeciocontos eróticos meu primeiro apartamento peladas e meladas de manteiga no cucontos de incesto de sobrinhocontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos caguei o paumulheres loira amazonense traindo fazendosexocontos comi a gerente sou mulato bem dotadohistorias de sexo eu e minha madrasta bia de rabonua e corpo inteiro melado de margarinacontos de sexo com novinhas trepando com advogadosesposa de langeryquando me masturbei saiu bastante gosma da minha buceta será que gozei?Noiva de salto contos eroticoscontos eroticos menagecontos trepei com a melhor amiga daminha mae sou bem dotadobuceta esticada aberta gozandoIncesto com meu irmao casado eu confessocontos eroticos de curra gayamanda boquete contosContos eroticos como perdi meu cabaço com meu vizinhocontos troca de casalmoreninhacontoscontos fui comer uma bct chegou na hora era homemrasgou minha bucetas contosconto rapido de casado com travesti picudorelatos eroticos forçadoouvir contos eróticos gay meu primocontos cris super dotadoContos eroticos a vizinha feiamoleque no ônibus contos eróticos gayContos eroticos novinhas inocentes com coroasconto na cama com minha irmãmulher entrando na chapeleta do pôneiFodendo com ela contosconto vadiazinha adoroconto erotico daniela minha irma dando rabaoconto provoquei meu filhomeu pai e meu filho me comen contosminha filha mamando no meu pau contos eróticos