Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

NA BIBLIOTECA DA ESCOLA

O conto que relatarei aqui ocorreu quando estava no segundo ano do ensino médio. Bom, eu sempre tive uma certa "inamizade" com um colega de minha sala, a gente não se dava de jeito nenhum: ele era muito folgado, tava sempre fazendo brincadeiras de mal gosto sá pra me irritar. Algumas vezes, brigas no intervalo e na saída aconteciam. Nunca houve consequências mais sérias, porém a gente não se gostava e ponto final.

Bom, o nome dele na chamada era logo apás o meu (por exemplo, Marcelo e Marcos, que provavelmente estão juntos) e a infeliz da professor resolveu passar um trabalho pra fazer e o critério de formação das duplas seria pela lista de chamada... adivinhem ?? Eu e esse meu "amigo" caímos juntos para fazer o trabalho. Bom até aí tudo bem, combinamos um dia e horário na biblioteca da escola pra fazer o tal trabalho. Lá na biblioteca

as mesas para este tipo de trabalho ficam atrás das estantes de livros, ou seja, os mesários lá que controlam a biblioteca não vêem os alunos que estão nestas mesas. A biblioteca sempre fecha as 17.45, e há uma luz vermelha que se acende nessa hora pra galera saber a hora de fechamento da biblioteca. Bom, adivinhem de novo ?? A gente não sabia o horário de fechamento e sobre essa tal lâmpada. Exatamente naquele dia a lâmpada queimou, a gente perdeu a hora e acabamos trancados na biblioteca.

era 19 30, nás dois morávamos perto da escola e as familias sabiam que ficaríamos ate mais tarde fazendo trabalho. Bom, aí eu cheguei até a porta e comecei a chamar por alguém para que pudessem abrir a porta pra gente, sá que nisso o meu amigo foi fazer mais uma das suas gracinhas e se chegou me encochando por trás. Eu fiquei puto, começou um empurra-empurra, que logo se transformou numa briga... A porrada dessa vez foi mais intensa, socos na cara, chute, etc. Eu sou um pouco mais alto e mais forte

que ele, porém a briga foi feia. Num momento de desatenção, eu tomei um chute dele, fui pra trás, tropecei numa cadeira e cai com tudo no chão. Na queda, eu senti uma dor muito forte no cotovelo (eu não sabia, mas tinha quebrado a cabeça do rádio, osso do braço). Nisso, o meu amigo Puto da vida comigo ainda continuou me chutando e tudo mais. Pedi pra ele parar mas ele nao parava, porque tinha apanhado muito. Aí ele usou as seguintes palavras: "vc nao gotou de ser enrabado ali na porta, agora vc vai chupar meu pau". Assim

ele abriu as pernas e se projetou em cima de mim... Eu tentava sair mas nao conseguia, pois meu braço doia muito, e ele abaixou o ziper e pos o pau pra fora. Ele foi chegando perto da minha boca e eu nao pudia me mexer muito... Quando ele encontou na minha boca, ele disse: "Agora chupa, seu viado".. Eu mantinha minha boca fechada e ele descobriu a dor forte que eu sentia no braço. Aí ele começou a dar socos no meu braço até que eu abrisse a boca... Não teve jeito, abri minha boca e ele botou o pau dele, ainda mole, na minha boca.

O pau dele começou a ficar duro, eu ainda relutava... mas a posição estava muito ruim para ele, aí ele se levantou e disse: "De joelhos..." Não pudia fazer nada.. me ajoelhei e ele começou a comandar o boquete... Nunca tinha feito isto, sempre gostei de mulheres, mas incrivelmente não estava mais achando ruim... Comecei a usar a lingua com mais força no pau dele. Alguns minutos depois ele virou e disse:"por que vc nao está fazendo nada pra evitar isso hein ?? e pq seu pau ta duro ?? Vc ta gostando seu cuzao ?? Entao tira sua roupa e fica de quatro"

Fiquei sem reação e parada por um tempo, ele ficou mais puto ainda e me deu outro soco no braço machucado... Me levantei então, meus joelhos doiam tambem, abaixei as calças e fiquei de quatro... Ele veio com tudo. No começo foi dificil entrar, mas depois começou a bombar... Doia muito e eu comecei a chorar.. pedia pra ele parar e ele parou um tempo depois, mas com uma condição: ele pegou uma daquelas canetas marca texto, cuspiu nela e enfiou totalmente no meu cu. depois disto, ele começou a pensar no que fazer, sentou-se numa cadeira e mandou eu ajoelhar no chão novamente...

ele ficou pensando um tempo, começou a andar pela biblioteca, tirou seus tenis e meias e a camisa... ficou andando mais um tempo e sentou-se novamente. Disse, entao:"Vem aqui mais perto... vc vai aprender a nunca mais me enfrentar... segura meu pé e limpe-os até tirar toda a sujeira..." quando pensei em pegar minha blusa pra cumprir a ordem, veio a segunda:" com a lingua..." 19 minutos lambendo os pés dele e finalmente limpei... Aí quando achei que tudo tinha acabado, ele me fez aproximar dele e continuar o boquete... Uns 5 minutos depois ele disse que iria gozar e que era pra eu

continuar chupando... prontamente atendi e ele gozou... Não quis engolir e ele nao me obrigou a isso mas bateu uma foto minha, com o pau dele na minha boca, como garantia de que eu iria ficar quieto e que não haveria retaliações... Até hoje me lembro deste fato, nunca mais ocorreu nada entre a gente e hj sigo minha vida normalmente.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


forçada conto eroticocontos eroticos zoofilia cavalosContos eróticos mulher do pastor com novinhos teensxupanu a buceta d filha pivetacontos eróticos minha mãe eu vendo filme pornoComto porno de madrinhamarido falou p esposa nahora da transa q dar o cu era boma novinha deu para o porteiro contosContos eroticos estrupei minha cunhada contoreaisfilho pegando a mae dormindo conto eroticovoyeur de esposa conto eroticodesvirginando a clarinha contosconto eroticos minha irma de vestido rosacontos eroticos mamae me ensinou a ser putaContos visitou o culhado na cadeia"contos eroticos" noiva toplessvi meu afilhado peladocazada. xupa. pau. do. maridocontos eroticos de pastores cadetudoContos eroticos elacareca peladaminha xereca consando na rua contos eroticosContos eroticos sexo selvagem maeconto erótico comi minha mae gordonavisitei a cunhada e ela me de a bucetaContos visitou o culhado na cadeiasexo novias na caxueraconto erotico com minha sobrinha novinhatitiofode sobrinha nosofcontos eroticos estourando a bucetinha minusculavídeo de homem moreno escuro dando o cu maguinho da bundona com o nome de Pedrocontos baixinha popozudaContos eroticos esposa cunhada e sogra na praiaHome tirando casinha da mulhe debaicho da mesafude pono so morinhaContos eroticos interraciais no escritorosconto erotico peguei um filhote de cachorro e ele me fudeucontos eroticos gordomete seu molequi safado cotosfoto de buctadcontos de sexo falando que cagouConto de neto dopa avo e come a buceta delaPiquena mais ja assanhadinha pelos coroas contos eroticosnovinhas de malhação se distrai e paga bucetinhascontos de incesto fui adotad a para ser escrava sexuala calcinha da menina - contos eroticosContodeputaContos eroticos minha irma toma banho comigo piocontos vendedora safada adora leitinho na bocaContos eroticos namoradas esperimentando pintudocontos eroticos com garatas que transarão pela primeira vez e se realisaram muitoCONTOS EROTICOS, DEI A BUCETA EU E MINHA AMIGA NO GANG BANG contos eroticos tarados por grelocontos eroticos um menino ou um homemcontos cornos forumpaizinho e filhinha contosconto erotico encoxando e estuprandoa velhacontos eroticos d zoofilia cine maxler conto pornô de i****** ajudando minha filhadiario de corno contoscontos eroticos pai filha e genroamiga filma tv matrupado xvideocontos eróticos comei a sogra na casa novaconto de moçinhas inocentesconto erotico namoradinhos de infanciaconto noiva cabaço cu 5CU arrombado ABERTO madrasta contocontos eroticos querendo uma rapidinhacontos erótico com enfermeiracontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteCasa dos Contos Eróticos tirando as pregas da sograde santinha a putinha e um pulo contos eroticoscontos de dei o cu para um jumento Negrãocontos comi minha cunhadinha de oito anosflaguei minha esposa varias veses se masturbanocoleguinhas gay de quinze anos trepandocontos de incestos eu estava dançando funk De vestidinho curto e meu pai viu e não aguentou e comeu meu cuzinhoConto erótico de mulher dizendo como foi hulmilhada e arrombada na surubaconto erotico mihna mulher disse que o meu negocio exupa piçao filho kaique da minha patroa conto eróticocontos eroticos arrombando a gordameu namorado corno fica vestido de mulherzinha enquanto eu do pra outro e humilho ele contos