Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

FODENDO AS MÁQUINAS



Estava numa festa, com minha mulher, e tomamos o maior porre. Saímos, eu dirigindo e ela ao lado, com um vestidinho preto e curto. Isso foi por volta da três da manhã, e a cidade estava praticamente deserta.

Assim que saí, numa grande avenida, eu, tonto de tesão e de cachaça, meti a mão entre suas pernas, subi até a bucetinha quente, pus a calcinha de lado e comecei a boliná-la. Ela se contraiu para trás, soltou o cinto de segurança e meteu a mão esquerda sobre minha braguilha, sentindo meu pau, que já quase arrebentava das calças.

Ela se desmanchava ao toque de meus dedos e, enquanto delirava na masturbação, abriu desesperadamente minhas calças e caiu de boca no meu pau. Senti aquele morno quente, úmido, aquela boca que me sugava com uma volúpia tremenda.

Ao se abaixar, ela ficou de lado, e deixou a bundinha exposta, com uma calcinha fio-dental, que baixei, voltando a enfiar os dedos em sua buceta sedenta, molhada, doida por uma penetração. Cuspi num dedo e fui enfiando ele no cuzinho dela; ela rebolou, mordeu meu pau levemente, e pegou minha mão. Achei que fosse tirá-la de lá, mas ela a empurrou mais, para que o dedo entrasse por completo, enquanto ela enlouquecia e quase devorava meu cacete.

De repente ela se levantou, olhou para mim com uma baita cara de vadia e disse:

- Pára o carro; pára...

Entrei prum terreno baldio, escuro, um puta lugar perigoso, mas a bebida e o tesão já não deixavam mais a gente pensar.

Deixei carro ligado, com o condicionador de ar acionado, e afastei o banco. Ela arrancou a calcinha e sentou no meu pau, com as costas batendo no volante. Abri suas nádegas e voltei a enfiar o dedo no seu cuzinho. De repente suspendi mais o tronco, para chupar seus peitos, que saltavam, duros, para fora do vestido. Ela afastou as ancas para trás, e a marcha do carro vibrou em sua bundinha. Notei que ela estremeceu. Apertei a embreagem e puxei o câmbio mais para perto, encostado-o em seu cuzinho. Ela delirou, olhou para mim com uma cara de assustada. Acelerei o carro e a vibração aumentou. Sua expressão mudou, virou tesão, derretimento. Empurrei-a para trás, e notei que a ponta da marcha começava a forçar rua roelinha, fazendo-a dilatar. Ela começou a rebolar, a endoidar. Tirei-a um pouco, cuspi na mão e passei o cuspe na marcha, sentando-a novamente. Meu pau já estava fora de sua buceta, e eu me masturbava, assistindo ao espetáculo, me segurando para não gozar. De repente ela falou:

- Acelera; acelera...

Voltei ao ponto-morto, acelerei e pressionei seu corpo contra marcha; ela deu um gemido, a marcha entrou, ela enlouqueceu de tesão. Me afastei, levantei o quadril e meti o pau na boca dela. Ela se derretia a foder com a marcha, se masturbar e me chupar.

Agarrei seus ombros e comecei a empurrá-la para trás, enquanto ela fazia força para frente. No começo doeu, mas logo a marcha entrava e saída de seu cu esfolado, cada vez mais rápido, e de vez em quando ela tinha de parar de me chupar para gemer, de tanto tesão.

Gozamos deliciosamente. Enchi sua boca de porra, ela gritou feito maluca. Saiu da marcha, que estava úmida de saliva e dos líquidos de sua bucetinha que, de tanto tesão, molhou até o câmbio.

Depois disso, transar no carro tornou-se um fetiche para nás, que vivemos outras histárias delirantes dentro da máquina, mas isso fica pra depois.







VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos preto velhoconto elotico mae safadacontos namorada bonde todoCONTO EROTICO: MINHA TIA TURBINADAConto eu e um outro cara metemos na minha esposa quando dormiaconto erótico primeira vez zoofolia com dorcontos meu marido da pica pequenanovinha. vagava em traicacontos de sexo com vovomulheres de rabo e cocha super grossas quaze nao guentando pau na xanacontos de coroa com novinhocontos erotico rabuda e o filho Praia nudismocontos eroticos tomou toda porra da linda travesticontos o marido da minha primaporno brasileiro tia pasando u pano na casa e pega sobrinho na punhetacomendo a bucetona wue dormuiu da dunda p cimaconto erótico enteada querendo dar po padrastotirando a virgindade da cadelinhacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentemargarinas na buseta e no cuajudei o bêbado e ele comeu meu cuzinhovideo porno gostozinha de vestido preto sndo fodida com amae do ladarelatos erotico marido queria ser cornominha filhinha nascendo peitinho contos eróticosconto erotico gay bebadocontos eroticos incesto pai encoxado filhas avo encoxado netascontos hermafroditAxvidio incesto desejo provocadoconto erótico meu marido bêbado e os amigoscontos eróticos afim do papai contos eroticos-perdi o cabaco e ate choreicontos eróticos comi minha tiaconto erotico amigo fudeu minha mulherconto erotico minha mae fazendo malhando de leg em casacasa do corno de mulata traindo cu arombafominha esposa no motel com o edvaldo contos eróticosamiguinhocontosminha namorada exibicionista contos eroticoscontos sexo estorando cu de velhaxvideo comendo sogra gostosar e xasadarcontos eroticos meu marido ficou bebado eu dei para os amigos dele sem camisinha na frente delecontos gozando pelo cucontos de incestosogra tiacontos eroticos de sexo com madrinhasconto bucetinha pequeninacontos eróticos cólera para a esposa no motelmeutio metirou cabacobuceta chupar elaelecontos eroticos vi minha esposa me traindoescrava do meu namorado contobucetao gozando ufaconto com empregada evangelica sofrendo pra dar o cuzinhona obra contos eróticosnão sou gay contos eróticosmeu marido comeu nossa filhatapa na bunda contos gayscalcinhas usadas da minha tia contoscontos eróticos de vestidinho na festaconto erotico corno puta e paiconto erotico pastor deseja novinha de pieitos gostos e fartoscorno viado contoso tio ceduzino adolecente metendo odedo priguitinhaesposa puta do meu tio corno contoporno gay conos erotico iaento tio e sobrinhoPorn contos eroticos noivo nempercebeuheteroescravoMeti.o.pal.no.cu.de.minha.filha.gravida.dormindo.Sou casada meu marido viajou e meu vizinho me fodeuminha filha com calcinha fio dental ve contos buceta carnuda comtos de sexocontos eroticos apostei meu marido e pedircu esfolada negao contosContos eroticos gosto de estupro seioscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos esposa branquinharelatos eroticos de travesti iperdotados comendo casais e meninos virgemvizinha novinha da obra contocontos eróticos o contrabandista e sua esposacontos sadomasoquista vendida pelo maridoContos eroticos de de lindos travestis tarado por cuconto erotico da sogra e a nora com o dedo no cumulher dando a bucsta para o cachorro lomber