Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MENININHA NÃO... VIADINHO SIM...

Eu tinha 19 anos (hoje tenho 40) quando tudo começou. Meus pais se separaram e acabei indo morar com o meu pai na casa de uma tia, e com dois primos gêmeos. Eu era virgem e muito infantil e realmente nem punheta tocava.

Meus primos tinham 19 anos, sendo que um parecia um pouco mais velho.

Esse primo mais velho era muito tarado, agarrava todas as meninas do prédio e eu sá ficava observando pelo olho mágico, ele fazendo todo tipo de sacanagem com elas no corredor.



Aquela situação foi me deixando cada vez mais curioso e a partir de um certo momento, comecei a ficar excitado vendo principalmente as meninas chupando o pau enorme do meu primo.



A minha curiosidade foi aumentando e olhar no “olho mágico” já não me satisfazia, pois eu não tinha a noção exata do tamanho do pau do primo.



Pensei em várias situações e decidi botar em prática um plano. Todo dia pela manhã o outro primo acordava junto com minha tia bem cedo e ia trabalhar. O meu pai um pouco mais tarde e as 8 horas sá ficavam em casa eu o primão. Eu sá estudava a tarde e ele, que estava desempregado, sá estudava à noite. Como sempre acordei e fiquei esperando um barulho de movimento no quarto dele e quando percebi que ele acordou, me levantei e perguntei:



- vc vai tomar banho agora?



Ele respondeu: pode ir vc primeiro.



Era a minha chance. Tomei um banho bem legal e sai de toalha, esquecendo de propásito minha cueca.



Logo depois ele entrou, e no meio do banho perguntei: primo? Posso entrar para pegar minha cueca?



Ele disse que sim e fui entrando. O plano realmente foi perfeito, pois quando entrei, ele já havia terminado, estava com o box aberto se enxugando e pude observar aquele pau enorme que fazia a alegria das meninas do prédio. Eu perdi a noção por alguns poucos segundos e fiquei paralisado olhando para a cabeça do pau do primão. Quando me toquei, olhei para os olhos do primo e o vi com um sorriso safado olhando para mim. Fiquei muito sem graça, mas ele tratou logo de dizer: ele é lindo né? Vc gostou? E duro é mais bonito ainda.



Eu não sabia o que falar e ele insistiu, meio que ordenando: responde porra! Gostou do meu pau? É a sua chance hein... e riu com muita safadeza.



Como eu não disse nada, ele me expulsou do banheiro. Coloquei a cueca e fiquei deitado no quarto assistindo tv. Foi quando ele entrou no quarto, ainda de toalha, parou na minha frente e deixou a toalha cair. Naquele momento pude ter a noção do pau dele. Estava enorme, com uma cabeça linda e me disse: vim te mostrar como ele é lindo duro. Neste momento novamente perdi a noção e fiquei olhando fixamente para o pauzão, mas sem reação. Ele me puxou pelo braço e me levou para o seu quarto me dizendo que iria fazer comigo o que fazia com as meninas do prédio. Eu retruquei dizendo que não era menina, mas ele insistiu que eu iria adorar e se eu não gostasse ele pararia. Ele deitou na cama, com aquele mastro virado para o teto e me explicou que deveria fazer que nem um sorvete, bem devagar e fui fazendo e aprendendo, sentindo o gosto do liquido que saia em abundancia do seu pau. E me conduzia, segurando minha cabeça sem parar. Ele que controlava tudo, até que sentir que alguma coisa diferente tava acontecendo, era o gozo dele que começava a jorrar dentro de minha boca. Fiz menção de cuspir, mas ele segurou minha cabeça e disse que beber o leite dele era prova de que eu estava gostando e queria mais. Não tive dúvida, bebi tudinho.

Quando eu pensei que tudo tinha acabado, levantei e fui saindo, ele me segurou pela cintura e disse que agora eu que teria que gozar. Fiquei confuso, mas ele me jogou na cama e caiu de boca no meu pau, pequeno e duríssimo.Nunca nem tinha imaginado alguém fazendo isso comigo, adorei. Mas ele não ficava sá no meu pau. Levantava minhas pernas o mais alto possível para lamber o meu cuzinho. Que sensação maravilhosa. Logo o tesão foi ficando insuportável e acabei tb gozando na boca dele. Depois disso ele me perguntou se eu tinha sentido tesão no cuzinho, eu disse que sim. Ele foi e pegou o KY no armário e me perguntou se realmente eu queria ser a menina dele. Eu todo entregue e cheio de tesão disse que SIM.



Ele me botou de 4 e começou a lamber com força meu rabinho e tava tão bom que comecei a rebolar sem nunca ter feito isso. O meu primo me explicou com muita atenção o que ele iria fazer, que iria colocar um creme na minha bunda para o pau dele entrar devagar e sem machucar, pois era isso que ele fazia com as meninas do prédio. Ao mesmo tempo que ele lambuzava meu rabo, tocava uma punheta em mim, o que me deixa louco de tesão. E começou o trabalho de iniciação do meu rabinho. Começou colocando um dedinho, que entrou muito fácil, mas quando ele foi enfiar o segundo, doeu. Ele parou, me segurou pela cintura, que hoje sei que era para eu não correr, comecei a chorar quem nem um viadinho, mas não teve jeito, ele não desistiu e aos poucos fui me acostumando e novamente já estava rebolando com os dedinhos enterrado no meu rabo.

Foi aí que ele apontou sua rola na direção do meu buraquinho e começou a forçar. Apesar do meu cuzinho já está um pouco arrombado, doeu e ele novamente teve carinho necessário para ir metendo bem devagar até eu sentir o saco dele bater no meu, que era o sinal que eu estava todo preenchido por aquele músculo maravilhoso. Sentia o pau dele pulsando dentro de mim. Ele começou a estocar me xingando e dizendo: vc não é minha menina, vc é o meu viadinho... Naquele momento eu me descobri um viadinho, que daria ainda muitas vezes para o meu primo.



Logicamente que este rolo foi descoberto mais tarde pelo outro primo, mas aí é outra histária que contarei mais tarde.



Espero que tenham gostado.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


meu vovô me coloca no colo contos eroticos de incrstocontos fui fodida pelo meu pai betinhaconto hot meu pai me bulinavafodendo uma neguinha magrinha tarada da buceta grande igual a vanuzawww.contos eroticos porno eu meu marido e o nosso cachorro fazendo dp zoofiliacontos eróticos metendo na velhinhaContos Incesto do lobo faminto pelo sobrinha conto gay salvavidascontos eroticos chupando seios gang bangmulherbrasileira conversando putaria contoscontos eroticos esfregando devagarinho o pau por trasconto erotico ordenha corno dedos no cuconto chantageei minha irma evangelicacontos eroticos casal bitirando as pregas do cu da joycexvideos bazileloscontos eróticos gays com agiotascontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteputa dos tios contosconto erotico meu padrasto enfia uma concha na minha xoxotaandando com plug anal conto gaycontos eroticos incesto fazendo minha filha gozar no meu pauContos eroticos tira a camisinhaContos eroticos soquei no rabo da minha mulher rabudaconto arrombando as netinhasContoseroticoscomsogrosexo.pirralho.fode.a.minha.maecontos eroticos transei com minha prima sem camizinha virgemconto erótico do vovô e a netacontos gay dando para o cachorrogosei muito na pau do meu irmaoprofessor peludo conto gaysonifero filha caçula contocontos eroticos gay com novinhosHistorias porno minha vizinha na academia depois tranzei com ela e ela engravidocontos de marido choupano meu mamilosnovinha.da.favela.olhando.moleque.passar.a.mao.na.buceta.da.amigacontos vi minha espisa fodendo com outroContos erotico sobrinha aninhosminha sobrinha eu vou sempre fuder ela no motel conto eroticocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto porno tia do amigo bebadanovinha sequestro contocontos esposa branquinhacontos eróticos seduzindo o papaicontos eroticos solteira vendidaconto dei pro mendigocontos erotico dei gostoso no buzaonoiva de corno contosexo virtual entre mae e filho conto eroticoscuzudas contossimpatia comer cunhadacontos esposa amamentandopai me comecroa de pernas abertas dando pro marofocontos eroticos gay padrinho no matoEnchi a buceta da sogra de.porra contoquad erotico a apostacontos eroticos gay pai de cuecaCasada narra conto dando o cuesfregando na irma caçula contosvídeo de homem moreno escuro dando o cu maguinho da bundona com o nome de Pedromulher da o a buceta ate pedia arrego e paraconheci a vara do meu padrasto muito novinha contos eroticosContos cm o vizinhoeu fundendo a buceta da minha tia ela gozo eu disse pra ela tia eu quero fuder seu cu ela disse pra mim eu nunca eu dei meu cu virgem pro meu ex marido ela disse pra eu fuder seu cu virgem conto eróticosobrinha desejando tioconto meu amigo comer minha esposarabinho impinadinho em fio dental da irmaconto de arrombando o cu do empregadocontos de sexo lesbico/zoofiliaenrabando a frentista gostosa contos eroticoscontos tranzei com a namorado do meu sobrinhoconto erotico: fui vendida no mercado de escravas sexuaiscontos eróticos gay de calcinhaContos eroticos fudendo o cu da casadacontos sexo paraíso em famíliaconto "cacete na boca" casadaconto cuzinho de ninfeta tarada a primeira vez com homem casadocoki a amiga da esposa contosse masturbando com a vó olhandoxvidio gay coroa 82