Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A EMPREGADA DE MINHA TIA

Em um dos meus contos publicados aqui, falei sobre a empregada da casa de minha tia ter me visto comendo minha cunhada. Na verdade ela era a filha da empregada de minha tia, mas tinha sido criada desde pequeninha por ela e já era considerada da família, e como a mãe tinha arrumado outro marido, passou a morar com ele e sá trabalhava na casa de minha tia em dias combinados enquanto a filha morava lá e ajudava nas tarefas domésticas. Eu já tinha visto ela tomando banho várias vezes, pois como morava na parte superior da casa, a janela de meu quarto dava pra ver a janela do banheiro de baixo, e proporcionava uma visão perfeita de quem estava tomando banho. Ela era morena, meio magra e alta, com um cabelo enorme e liso, quase chegando a cintura, a buceta pequena com os pelos bem aparados e desenhando um triângulo perfeito, linda. Ela devia ter uns 19 ou 19 anos quando isso aconteceu. Pois bem, alguns dias haviam se passado e ela sempre que podia dava um jeito de se mostrar pra mim de uma forma sex, saía do banho enrrolada na toalha e fazia questão de que eu visse, usava shorts que deixavam sua bundinha quase de fora de tão curtos, me chamava na cozinha para ver se estava vazando gás e ficava tão perto que dava pra sentir seu cheiro, e outras mais que já estavam me deixando com tesão por ela.

Um dia estava em casa sá eu, minha esposa e ela, que estava no quintal lavando roupa. Ela me chamou alegando um problema na torneira e quando cheguei lá ela estava com um shortinho de licra e uma blusinha branca de algodão toda molhada e sem sutiã, o que dava uma visão perfeita de seus peitos já arrepiados pelo frio. Ela olhou direto para meu pau, passou a lingua nos lábios e pediu para eu ver o que estava acontecendo pois ela já estava toda "molhada", a safada foi direto ao ponto e não me fiz de desentendido, já fui agarrando ela e enfiando a mão na buceta por cima do short mesmo, tasquei um beijo na safada que não esboçava nenhuma reação para me empedir, então levantei a blusa e caí mamando ora num seio ora no outro, mordiscando os biquinhos de leve enquanto ela alisava meu pau já duríssimo por cima da bermuda. De repente parei e me dei conta de onde estávamos, pedi para ela esperar eu entrar no quarto que minha esposa ficava (ela estava em repouso absoluto por problemas na gravidêz - conto: Comendo a cunhada - parte 1) e fechar a porta e depois ela subisse para o primeiro andar e me esperasse. Assim fizemos e arrumei uma desculpa e subi em seguida, ela estava me esperando e não perdir tempo, fui logo agarrando e tirando sua roupa molhada, a bucetinha estava toda melada de tanta vontade que ela estava, deitei ela na cama e chupei sua buceta demoradamente, fazendo ela ter seu primeiro gozo com alguem chupando-a, pois embora já tivesse tido algumas experiências com uns carinhas, nunca tinha passado de punhetas e chupadas nos seios e alguns toques de dedos na buceta de leve, mas sem penetrações, ou seja, ainda era virgem a safadinha, e sá fiquei sabendo quando botei minha pica pra fora e fiquei esfregando na bucetinha dela ameaçando enfiar de vez em quando, ela me pediu para ir devagar pois nunca tinha dado a buceta pra ninguem e tinha medo que doesse. Não acreditei e fui conferir enfiando um dedo e realmente era virgem. Ofereci meu pau pra ela chupar e ela caiu de boca como se fosse uma expert no assunto, tirava todo da boca e ficava passando a lingua na cabecinha e olhando pra mim, depois tornava a engolir e punhetar ao mesmo tempo, comecei a sentir que iria gozar e tirei de sua boca dei mais uma chupada na buceta pra ela ficar bem molhadinha e apontei o caralho na portinha e fui forçando até passar a cabeça, ela deu um gritinho abafado pelo travesseiro que ela mantinha no rosto já prevendo isso, esperei ela se acostumar e comecei os movimentos de vai e vem bem devagar para ela não sentir dor, quando vi já estava todo dentro daquela bucetinha e ela suspirava de desejo e tesão, perguntei se podia continuar e ela disse: - me fode logo que eu quero gozar com esse caralho na minha buceta. Me come por favor, me come muito, me faz mulher de verdade. Me fode igual como você fudeu com a ... sua cunhada, eu vi tudo e fiquei morrendo de vontade de me juntar a vocês. desde aquele dia que resolvi que queria que você fosse meu primeiro homem, não queria que minha primeira vez fosse com esses moleques que gozam sá da gente apertar o pau deles. E estava certa, você é muito gostoso e tem um pau grande e grosso, que me deixa toda melada sá de olhar pra ele. Eu aumentei o ritmo das estocadas e via meu pau sair melado de sangue e do líuido dela misturados, virei-a de costas e puxei pra beira da cama, deixando ela de quatro toda aberta, com a buceta inchada e muito vermelha, enfei meu pau nela por trás enquanto bolinava seus peitos e puxava seus longos cabelos, dando a impressão de total submissão dela. Aumentei as estocadas e avisei que iria gozar na bucetinha dela, ela não sá não impediu como me implorou para encher ela com muita porra, mas depois ela queria que eu gozasse na boca dela também pois ela iria tomar todo meu leitinho. Disse isso e começou a ter espasmos e gozar feito uma louca, não aguentei e gozei junto dentro dela. Ficamos um tempo deitados e me arrempndi de ter gozado dentro pois corria o risco de uma gravidês, então levantei e a levei para o banheiro onde dei um banho nela para tirar o máximo que podia de dentro dela (como se isso fosse adiantar), mas durante o banho meu pau foi dando sinal de vida novamente e ela começou a punhetar ele e depois se abaixou e me deu uma chupada de profissional, me fazendo gozar na boca dela e tomando tudo sem deixar cair uma gotinha no chão. Nos vestimos e prometemos nos encontrar novamente, e eu disse que da práxima queria comer seu cuzinho para tornar ela mulher por completo, claro que ela aceitou e conto na práxima como foi. [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos eróticos bdsmporno pediu pradexa toca siriricaContos eroticos eu minha esposa e minha cunhada no churrasquinho em casaSou casada meu marido viajou e meu vizinho me fodeucontos eroticos vista as freirascache:oIMLEWITCAIJ:okinawa-ufa.ru/home.php?pag=99 contos eroticos prima deu para primoconto buceta cu choramacho subjugado a chupar buceaemtiada fas sexo e masseje em padratocontos de cú de coroa viuvaa mulher do caminhoneiro deu sonifero pro marido pra fode comigo. conto.conto garoto esperimentei dar cucontos eróticos com cachorroscontos eróticos gay pai dormindocontos eroticos casada estuprada no onibusconto erotico trasando mulher bucetinha inchadinhaContos eroticos comendo a ex cunjadacontos amigo so folho pintudoconto com ftosdesde novinha contosnois ta bem aparentado doido pra comer bctconto a crente bundeiraManinho me arrombou gostosocontos espiando no provadorcontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anoscontos erotecos fiz uma cabine pra minha mulhercontos eroticos meu cunhado estourou meu cabacinhoconto erotico surpresa na siricao maninho tirou minha virgidade me aroboucontos de caralho nas mamascontos eroticos vou te enseminarcontos eróticos crueldade com cornocontos eroticos chupando seios gang bangconto eu e meu sobrinho no banhocontos de dei o cu para um jumento Negrãocontos: safadezas de um velhocontos eróticos comendo as Vizinhas ciarececonto erotico prima safadinhabebado gay amigocontos diarista fudeu gostoso traindocontos fingi que dormia e comi minha filhabest camerasaventuras sexuais de minha esposacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteMeu nome é Luiza, tenho 26 anos, 1,70 msocandu punhetacavalo mangalar goza na boca da coroa resen separadaconto sogra nudistaContos vi meu padrasto nuconto erótico gay em cinema. De RecifeVidios porno meu irmao cravo tudo eminconto droguei minha esposa loira muito gostosa pra ver outro comendo elacontos eroticos fui comida na fazendacontos eróticos ficando com afilhadoela pediu pra parar mas continuei fudendoConto hot zoofilia cavaloTransei com minha quando agente brincavasamba porno buceta com sujeiras brancasFilmei minha chupando estranhos na porta do carroContos eroticos meu filho me bulinara primeira vez que transei com dois homenscontos eroticos congresso medicocontos eroticos espermaamamentar o pedreiro contoshomen dando cu para a gradeuconto gay filho chupando o pau do pai dormindocontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos minha filha de fio dentalcontos erotico subrinha novinha mais muito safadinhporno almentadode penis caseiroconto eróticos de mendigo arregaça bucetadando a buceta na maquina e quase morrendocontos eroticos rasgandoconto eróticos pai pauzudo e filha baixinhacontos tio colocando bolinha no cuzinhoconto erotico esposa sozinhao cu rosinha de minha neta de 9 aninhosfiscal conto gaycontos comf otos coroas em caldas novao velho tarado me comeu contoContos comi a mulher de amigo bebadaContos mamae é a puta da familia e dos vizinhosconto erotico comi o cu da minha irma em casairmao fode irma contos Eroticos