Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ENCOXADAS E GOZADA NERVOSA NO METRô

Há quanto tempo! Nem gozei direito na senhora baixinha do último conto e na semana seguinte tive mais uma experiência alucinante. Tudo no mesmo trajeto.



Primeiro o trem. Como entrou muita gente sá deu pra ficar perto da porta, mesmo, sá que atrás de uma mulatinha feinha mas com uma bunda grandinha e redonda, de calça jeans acinzentada mole. Nem bem cheguei e já me encostei, pois notei seus olhares para mim e sua mudança de posição para ficar exatamente grudada em mim.



O pau já ficou duro na hora, e comecei a amassar muito na bundinha dela. Com minha mão abaixada ainda pegava do outro lado nas ancas dela. Cheguei ao extremo de botar meus dedos bem no meio das coxas dela, quase entrando na bundinha, isso como pau se esfregando e empurrando atrás daquele traseiro delicioso.



Quando o trem desafogou, ela fez questão de continuar onde estava e até foi pra trás pra me sentir novamente. Esfreguei mais um pouco, mas ela logo desceu. Depois sá fiquei nas dedadas em uma coxona de uma outra mulher que estava do meu lado e umas esfregadas nas coxas de uma loira alta que ficou de olho em mim.



Depois disso, a fila para entrar no metro. Afogadaço. Naquele dia passou uns quinze. Ainda bem ;)



Tentei primeiro uma outra neguinha baixinha, mas ela não estava muito pra conversa. O jeito foi se agarrar em uma velhinha super baixa, mulata, com uma bunda super-redonda e grandinha em uma saia jeans, encaixou perfeito no meu pau.



Depois de grudar nela, apertava cada vez mais. Meu pau estava praticamente no fundo da bunda dela, quase estuprando a mulher. Mas ela gostava. Ficava falando sem parar e falou várias vezes que pelo menos aqui estava gostoso. E remexia sempre quando íamos para trás, rebolava mesmo. E eu sá na dedada e metendo o pau com tudo no meio da bundinha redonda dela, esfregando com tudo, às vezes até segurando.



Sá que isso não foi nada. O melhor ainda estava por vir quando entrei no trem. Fiquei do lado da porta, encostado na barra do lado da primeira cadeira, sá que uma loirinha de gorro já estava lá. Uma loirinha que não vi a cara, mas que era branquinha e tinha uma calça social e dentro dela uma bunda redondinha, daquelas que você sente muito prazer de encoxar porque fica encaixadinho dentro dela, parece uma almofada.



Fiquei no maior esfrega nela porque não tinha pra onde ir, e meu pau chegou a tamanhos inimagináveis dentro do trem. Eu esfregava de lado, pra frente e pra trás, e ela nada. Fiquei grudadão nela, conduzindo para onde ela ia. Não tinha como não gozar.



E foi isso que eu fiz, perto do final da viagem. Estávamos parados e eu estava praticamente dentro da menina, com o pinto no meio da calça social gigante e enfiado no meio da bunda dela. Mais uma reboladinha e não teve como: dei várias gorfadas sem tirar o pinto do lugar. Ela deve ter sentido o líquido pegajoso saindo e escorrendo para baixo, eu praticamente me melei todo do lado esquerdo, e ela sentindo a temperatura mudar, deve ter ficado supertesuda.



E foi isso. Depois dessa brincadeira, apesar de mais baldeações, não dava pra fazer mais nada.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

Sites Adultos

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos a primeira vez parte 2conto fizerao eu meu marido putinhascontos eróticos afim do papai contos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos mechedo na encanasao da pia da casa da tiacontos eróticos da secretária cadela de coleira do patrãocontos eroticos descobri que minha mulhersurra vaginal amordaçada contocontos esposa loira recatadacontos eroticos arrombando a gordacontos eróticos minha mãe me ensinou putinhabotou tudo nela bebadaesposa e amigos na cervejada em casa contocontos eroticos meu cunhado me fez chupar o pau dele na casa de praiacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos eroticos com leitinhocontoeroticomoreninhacontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadosfilha pequena no banho contoscontos eróticos mostrei meu saco p minha maecontos madura puta itusubmissa e corna contosconto de mulhere que adoraõ transar com cavalocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto gay eu e meu irmao viramos veadoseios pontudos contos eroticoscontos eroticos com cu ragadoscontos eroticos dupla penetraçãoconto eles gozaram na minha mulherContoseroticos meninas novinhas virgem estupradas pelo tioNo cuzinho desde pequenaConvenci minha mulher evangélica a dar a buceta contosmamae linda e brava/contoscontos de rasgando o cu da babacontos eroticos do chavesconto minha mae so me provova e me deicha de pau durocontos eróticos apanhado chorei muito e fiqueicom a buceta toda vermelhaContos reais de sodomiacontos esposa loira recatadaComi minha priminha contos eroticosesposa crente relatando contos troca casais pornoConto gay dei meu cu primeira vez depois da farratomando banho de rio com titio contos gaymulher gosta de ficar nua e corpo inteiro melado de margarinacontos erotico liberei minha esposa para sair com outro machoComtos pai fodemdo filha e amigas delaminha esposa de shortinho na obra contoconto gay comi meu pai no carnavalvideos porno enfiando a mao nao buceta da egua zoofiliaconto deixei minha amiga molhadinha na massagemconvenci minha mulher transa com nosso caocontos eróticos troco na esposaconto erótico comendo comendo a coroa s*****meu pai me ensinou a bater punhetarelatos eroticos so de corno obdiente amor ele ta me fudendocontos eróticos corno ...eu gritava que estava no período fértil...Conto Meu Amor é um Traficante parte 3- Contos Do PrazerContos mulher coloca silicone no peito e marido vira cornocontos erotico meu marido pensa q ele e o unico a comer.minha xotacontos eroticos com a dona da pensão casadamadrasta pegou enteado vendo filme porno e aliviouqero ler estoriaas eroticas de velhos tarados e fedidos e sem dentes chupando bucetasLoira ,do,calodinho,de,baixo,dando,cuMinha prima viu-me a mastumeu sobrinho pausudo comeu minha filha. conto eróticosconto erótico corno babacacontos eroticos prazer solitario homemcontos eróticos lanchaconto erotico meu primo me enganou e comeu meu cucontos eroticos de padrinhos com virgensConto erotico minha irmã gravidaconto dado para minha familia a xoxotaConto com foto vizinha peluda de vestido no matoo cu rosinha de minha neta de 9 aninhosConto prima nunca viu pauver contos eroticos de incesto comendo a sogra na praia de nudismojessica minha subrinha parte 1 contosfudida por incomendacontos eróticos engravidou cunhada no escuropegando amiguinha da filha no banho e gozando na bundinha delausando uma calcinha pequena e morrendo de tesairelato da minha esposa na fazendacontos eroticos lesbico casadas e travesti