Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SEVERINO PICUDO

Oí punheteiros do Brasil,para quem ñ leu meu primeiro conto vou me descrever como sou:branca(1,72),64k,coxas grossas,peitos grandes e a bucetinha bem cabeluda,detesto raspar...vou contar em detalhes o que aconteceu em maio deste ano(2009),como sabem sou professora e logo que acordo de manhã vou ao banheiro,dei uma gostosa mijada e como acordei mais cedo resolvi tomar uma ducha antes de ir ao batente,lavei gostoso as partes íntimas de meu corpo,em especial minha xana,logo me sequei e coloquei minha calcinha preferida,tinha o desenho da "puca"na frente,posso dizer que quando uso essa calcinha fico uma ninfetinha,nem parece que tenho 29 anos,cheguei no colégio e fui direto para a sala de aula,o tempo foi passando e veio a hora do recreio,um intervalo de 30 minutos,resolvi ir ao almoxarifado pegar uma caixa de giz,o almoxarifado ficava no lugar mais deserto do colégio e longe de todos pois tudo que chegava ía pra lá,era o local onde trabalhava sozinho seu Severino,um senhor com 72 anos de idade,logo que cheguei bati na porta e ninguém veio me atender,será que seu Severino saiu,abri a porta e entrei,o lugar estava lotado e vi a mesinha que o coroa senta e anota o que saí para depois prestar contas,fui na direção da mesa e me sentei na cadeira,curiosa abri a gaveta e o que vejo me deixou de boca aberta,uma revista de sacanagem daquelas "bem safada" e com diversas páginas coladas,porra,o velho fica aqui sozinho e vendo essas bucetas acaba quebrando uma,olhando algumas páginas minha xaninha começou a ficar molhada e sem receios levo minha mão até ela e começo a esfregá-la por cima da minha calcinha de "puca",meu tesão acabou aumentando e abri as pernas e sem pensar em nada coloquei a calcinha pro lado e fechando os olhos comecei uma siririca gostosa,me retorcia na cadeira,que tesão,minha xana aquela altura já pedia uma bela rola,quando abro os olhos seu Severino estava em minha frente com sua benga super dura,tomei um susto do caralho,a pica do coroa devia ter uns 22 cm,sem tempo para uma reação o velho disse que havia trancando a porta do almoxarifado e que entrou logo assim que entrei,que safado,ele me espiava por uns 19 minutos pelo menos...vem professorinha mamar na benga do vovô, vem putinha safada...depois de ouvir essas palavras caí de boca no tarugo do coroa,aquela pica suada e com gosto de urina me dava mais tesão,minha buceta já estava encharcada e o fdp fazia eu engasgar naquela vara,me sufocava em seu pau,ele tirava e dava com ele em minha cara...puto,gosta de bater na sua putinha,bate então cachorro,depois do delicioso boquete ele abriu minhas pernas e quando viu minha xota...caralho!!!!!essa puta ñ raspa a buceta,meteu a lingua com vontade e o cheiro de meu sexo exalava no ar,chupa coroa essa buceta,vai puto faz eu gozar na sua boquinha,seu Severino lambia como um lobo faminto,há muito tempo sá via buceta de papel,me pegando pelos cabelos me colocou de quatro em sua cadeira e vi quando colocou a camisinha,veio por trás e apontou sua pica para a entrada de minha racha e foi empurrando devagarinho,senti aquela tora invandindo minha xota completamente,o coroa ficou loco,uirrava feito lobo,comecei a rebolar em seu pau pedindo pra ele bombar sem dá,vai seu puto,fode essa buceta seu velho tarado,vai cachorro dá rola,dá,mete caralho,mete porra,fode essa racha cabeluda seu pinto mucho,o coroa fodia de um jeito que minha buceta parecia partir ao meio,que pica era aquela,gozei várias vezes e quando ele falou que iria gozar pedi pra gozar dentro da minha bucetinha o que ele fez prontamente,sentia as contrações de sua jeba em meu útero,quando tirou o pau pra fora e olhei a camisinha falei que esse era o resultado de dias de solidão,ele se vestiu o que também fiz,peguei a caixa de giz e fui embora meio que cambaleando,na sala apás o recreio quase ñ conseguia dar aula,minha xota estava inchada pela benga de seu Severino.Um beijo aos punheteiros do Brasil.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


vídeo de pornô do metendo vendo a sua beleza ela me chamever contos eroticos de incesto comendo a sogra na praia de nudismocontos eróticos Levei minha esposa na massagemContos eroticos na estradacomo botar o travesseirona buceta e sozinhaminha tia travesti contospornô de Juazeiro meninas gostosinhas na realidade lado da cidade de Juazeiro da Bahianegão musculoso comendo o cu apertado da crente novinhaesposa puta do meu tio corno contoconto elotico mae safadacontos erótico me rasgaram mo acampamento conto erotico meu genrochantagem mãe contoTranzei cm meu primo,contocontos de estruposconto erotico amo papaicontos eroticos acordar minha filhabunda grande gordo gay contos eróticoscasa dos contos eróticos incesto comendo o cu da mãecontos eroticos com plug no cuo corpo da colegial tem que ser magro feticheconto incesto cunhadaContos eroticos dois heteros vodkaMeu sogro dividiu minha sogra comigo contos eroticosFudendo a bucetinha da marcela feia contos eroticosMeu amigo comeu eu e minha mulhercontos er apaga a luzrelatos erotico brasil surubarelatos verídico de homens que se masturbou com calabresacontos eroticos comendo a amiga bebadarelatos de cornos meu tio Rui comeu minha esposa na minha frentegarotinha bucetinha estufada contoscontos de sexo comi minha sogra no escuro sem sabercontos incesto sobrinhaconto a sogra evangelicaCasada devassa faz coito anal cu dilacerado fotos e contoscontos eróticos gay putinha do papaicontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentemeu papai levantou a minha perna e penetrou sua rola quente e pulsanteele ela conto erotico japonesa casada e a reforma da casaque cu mais apertado agora chora contomeu marido corno e viadocontos eróticos esposa fogosa sempre me coloca chifrescontos sexo minha esposa nossa vizinha travesti novinhamulher contraindo o cuzinho conto eroticocontos de viadocontos eroticos de incesto filho arromba fode mãe carentecontos eróticos passei o pau na bunda da minha tia dormindoconto erotico gay o marido da minha amigacontos eroticos mulher trai com vizinho folgabucetas reformadassentei no colo contoscontos eroticos gay.mulher do sargentoContos eroticos esposa cunhada e sogra na praiamega rolas mega bucetas mega gozadas profundascontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto gay filho ve o pai com o pau duro e perguta o que a quinlocomi a gostosa da roberta na piscinaconto eroticocontos de cú de coroa viuvaconto erotico dona de casa tranza com entregadoresconto gay manaus ponta negracoto erotico novinho de8 gaydominada pela amiga lesbico contos eroticosconto erotico meu tio me vendeu pro seu amigocontos eroticos de pai obrigando filho a foder com.outros homecontos porno mamaes putas por garotos novinhoscontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos emprestei minha esposaRockeiro contos eróticostaras de ficar olhando outroa fudermulheres peladas encostada no pe de cocoo cu rosinha de minha neta de 9 aninhoscontos eroticos espiei minha tiacontos eroticos lesbico depiladora casadasconto erótico evangélico