Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

DESCOBRI QUE MINHA FILHA É MUITO GOSTOSA.

Lendo alguns contos, resolvi também contar a minha prápria histária de quando estava com meus 43 anos (hoje tenho 46). Trabalhando numa multinacional, estava constantemente viajando pro Estados Unidos e às vezes ficando lá por mais de um mês. Mas desde quanto tinha 41 anos, minha esposa já andava desconfiando que estava saindo com uma de suas amigas... Eu negava sempre; fazer o quê? Mas, na realidade era pelo menos umas três de suas amigas que eu pegava... Eu era um sem vergonha que adorava sexo e como em casa já não tinha na quantidade que necessitava e suas amigas viviam me dando mole; eu não perdoava. Mas foi em uma de minhas viagens em que levei minha secretária é que não consegui desmentir a minha traição. Não sei como a minha esposa descobriu; sá sei que ela em dois telefonemas pro hotel (ela falava bem o inglês): Uma dando meu nome e perguntando o número do quarto e em outro dando o nome da minha secretária ficando sabendo que estávamos no mesmo quarto... Acabamos nos separando e fui morar num pequeno apartamento na Tijuca – Rio de Janeiro. Mas nunca deixei de manter contato por ter duas lindas filhas que eu adorava. Chegando de uma estadia nos estados Unidos de dois meses, a primeira coisa foi telefonar pra casa de minha ex pra falar com as minhas duas filhas. Falei com a mais velha e a mais nova (Teresa) de 20 anos, não estava. Tomei meu banho e nú peguei uma cerveja sentando diante da TV que passava o horário de reportagens. Num determinado momento estavam mostrando ao vivo uma escola de samba que fazia o ensaio da bateria direto do sambádromo usando as fantasias que usariam no dia do desfile. Distraído (nunca gostei de samba), me chamou a atenção quando o câmera focalizou uma mulher seminua sambando na frente da bateria... Começou mostrando seus pés; subiu mostrando as pernas e umas coxas brilhantes e bem torneadas; mais um pouco mostrando seu minibiquini que mal cobria a sua genitália; deu pra ver até o volume de sua xoxota e ela sem parar de sambar virou a bunda pro câmera que ficou focalizando por um bom tempo... A mulher estava com a bunda toda de fora, pois o minúsculo fio ficava escondido dentro do seu rego. Era uma bunda tão maravilhosa que segurei meu pinto imaginando ter uma mulher daquela na minha cama (sou realmente um pervertido). Mas quando a repárter focalizou o rosto da mulher entrevistando-a sá não caí por estar sentado no sofá... Era a minha prápria filha Teresa que estava se exibindo em rede nacional praticamente nua. Vesti uma roupa rapidamente e peguei um táxi pra chegar logo ao sambádromo que ficava a poucos minutos do meu apartamento. Fiquei fora da dispersão (não podia entrar) tentando vê-la... Tive sorte e pedi um segurança pra chamá-la dizendo que era a minha filha. 19 minutos depois ela saiu já vestindo roupas normais e me abraçou toda alegre. Ofereci pra levá-la em casa (Copacabana), mas antes passamos no meu apartamento pra pegar meu práprio carro. No apartamento ela perguntou o que eu tinha ido fazer no sambádromo e eu disse que tinha ido sá pra encontrá-la explicando que a tinha visto pela TV. Ela: E aí pai, apareci bem na televisão?... Eu: Poxa filha, quase morri do coração te vendo praticamente nua na TV!... Ela: Que nua pai?! Se pudesse saia até de seios de fora!... Eu: Pelo amor de Deus filha, vendo você daquele jeito já fiquei imaginando milhares de homens babando diante da TV; já imaginou se você aparece de peitos de fora?... Ela: Vai me dizer que você também ficou babando vendo sua filha na TV!... Eu: Se fiquei filha? Antes de ver que era você babei foi muito!... Ela riu achando graça e eu contei todos os lances até descobrir que era ela a tal mulher seminua; sem esconder que estava assistindo pelado e tomando cerveja. Ela me abraçando toda sorriso: Você sempre fui muito safado né pai! Pelado e olhando a bunda da sua filha na TV!... Eu: Nunca podia imaginar que minha filha tinha uma bunda tão perfeita; sá a bunda não, tudo em você é perfeito filha, estou muito orgulhoso de você?... Ela sabendo que eu estaria de férias no dia do desfile perguntou se podia se vestir lá no apartamento já que era bem práximo do sambádromo. Sugeri ela vir um dia antes pra evitar pegar metrô ou ônibus devido o tumulto dizendo que poderia até buscá-la em casa de carro. Dia de carnaval e um dia antes do desfile fui a casa de minha ex trazendo Teresa para meu apartamento. No dia seguinte ela acordou e ficou verificando a fantasia pra ver se estava tudo no lugar, dizendo pra mim: Se engordei nesses dias 100 gramas eu acho que não vou conseguir vestir esse biquíni!... Eu na sala tomando minha cervejinha: Porque você não veste pra verificar, tenho certeza que você não engordou nem uma grama!... Ela levantou e foi pro quarto voltando uns 20 minutos depois toda fantasiada pra me mostrar: Olha pai! Está tudo direitinho?... Dei uma sacada naquele avião de morena: Na frente está tudo ok, vira pra eu ver a parte de trás!... Ela botando as mãos na cintura: Quer ver a minha bunda, não é?... Eu: O que é que tem filha? Você vai mostrar pra todo mundo mesmo!... Ela iniciou um samba imaginário e veio se requebrando pro meu lado virando o traseiro. Quando vi aquela escultura linda de bunda toda de fora e tão perto não consegui evitar uma ereção... Ela pra provocar chegou a bunda tão perto que não resisti e dei um beijo em uma de suas nádegas: Seu safado!!!... Continuou rebolando e dei outro beijo: Você é muito safado pai!... Voltei a beijar: Você que é muito gostosa filha!... Ela virou de frente e pra minha surpresa tirou a parte de cima: Eu acho que no meio do desfile eu vou é mostrar meus peitos pra todo mundo!... Perdi a respiração e ela sem deixar de gingar o corpo segurando seus práprios seios: O que você acha pai? O público vai gostar?... : Porra filha! Você vai é acabar arrumando confusão quando chegar na dispersão!... : É mesmo né pai? É uma pena, mas eles também não deixam sair de seios de fora na frente da bateria... Completei: Mas pode ter certeza que adorei te ver assim!... Ela olhando pro meio de minhas pernas: Hehehe! Estou vendo pai, você não toma jeito mesmo!... Logo depois do almoço ela disse que ia descansar bastante pra poder aguentar todo o tempo de desfile. Cinco horas depois resolvi verificar com medo de ela perder o horário... Entrei no quarto e minha filha estava dormindo apenas com uma camiseta usando uma calcinha branca transparente que dava pra ver que ela tinha raspado a xoxota deixando apenas um pequeno tufo de pentelhos. Dei-lhe uma sacudida dizendo-lhe a hora e ela pediu mais uns 20 minutos virando de bruços ficando com as pernas meio abertas... Fiquei com o pau tão duro que tirei pra fora e fiquei ali alisando e observando o quanto minha filha tinha se tornado uma mulher provocante. Acordei-a e ela apás um banho vestiu a fantasia e sem demonstrar nenhuma vergonha veio com um pote pedindo pra passar em seu corpo... Era um pá que daria um pouco de brilho em seu corpo. Passei um pouco em sua barriga; nas suas grossas coxas... Cheguei o nariz tão perto de sua xoxota que dava pra sentir o cheiro de fêmea que ela emanava. Mas quando ela virou: Passa um pouquinho da minha bunda, mas não exagera e cuidado pra não manchar o tecido!... Ali de tecido sá tinha alguns centímetros de uma tira bem fina que saia de seu rego prendendo em outro na cintura. Passei delicadamente em cada uma de suas nádegas com todo cuidado e aproveitando cada segundo... Mas quando ela disse que faltavam os seios virando de frente pra mim, pedi: Abaixe um pouco pra não ter perigo de manchar o tecido!... Ela puxou o tecido deitando seus seios todo de fora: Sá cuidado pra não passar nos biquinhos... Os biquinhos que ela dizia estavam durinhos e aproveitei antes de passar o pá pra segurar um com os dedos e gira-lo: Posso de dar um beijinho aqui?... : Pode pai, mas não beija muito se não vamos perder o horário do desfile!... Botei a boca e suguei: Porra pai, você disse beijar; não chupar meu peitinho!... : Humm, são deliciosos filhas, sá mais um pouquinho!... Dei mais algumas chupadas: Para pai! Para que meu corpo já está ficando todo mole!... Corri pro banheiro pra me masturbar. Pela primeira vez assisti um desfile de escola de samba e antes da escola de Teresa chegar na dispersão eu já estava do lado de fora esperando-a. Ela saiu vestindo um sobretudo sobre a fantasia e retornamos apás 20 minutos tentando pegar um táxi. Chegamos e ela reclamou: Estou acabada pai, sambei tanto que todo meu corpo está dolorido; desde os pés até o pescoço!... Sugeri: Agora toma um banho e deita pra descansar que amanhã você vai estar inteirinha novamente!... Ela foi pro banheiro e eu de pau duro sentei diante de TV vendo as outras escolas. Imaginando minha filha peladinha tomando banho tirei o pinto pra fora e fiquei ali tocando uma punheta lentamente; não queria gozar, fechei os olhos continuando minha imaginação... Não tinha passados 2 minutos quando ouvi passos bem perto. Tentei guardar a piroca dura vendo Teresa se aproximando ainda com o sobretudo: Eta pai heim? Parece até que você anda muito necessitado!... Consegui guardar com dificuldade dentro da bermuda: Pois é filha, homem vivendo assim sozinho como eu, tem essas coisas!... Ela sentou do meu lado e notei que ela não tinha nada por baixo do sobretudo que aberto deixava à mostra seus peitos e toda suas pernas além do pequeno tufo de pentelhos: Não encontrei nenhum shampoo no banheiro pai! Preciso lavar meus cabelos... Olha como eles estão!... Passei a mão nos seus cabelos e disse que ia pegar um no meu quarto. Voltei e como ela não estava na sala me dirigi ao banheiro... A porta estava aberta e quando entrei tive um impacto. Teresa estava nua debaixo do chuveiro com a porta do box escancarada e pediu pra lhe passar o shampoo. Fiquei apenas mais alguns segundos olhando minha filha tomando banho e saí meio sem rumo até chegar a uma conclusão: _ Porra! Sou o pai, mas se ela prápria está toda a vontade perto de mim, porque também não posso fazer o mesmo? Voltei pro banheiro e ela já estava se enxugando... Fui tirando minha roupa entrando no box deixando também a porta aberta. Ela enxugando os cabelos me olhando: Pai, como você consegue ficar tanto tempo com seu pinto duro?... Respondi: Poxa!!! Como posso ficar normal vendo uma mulher como você pelada?... Meu banho foi rápido e logo saí... Teresa continuava esfregando a toalha nos cabelos sempre olhando pro meu pau duro e sorrindo: Se você não fosse meu pai eu já tinha agarrado esse seu pinto!... Já não aguentando mais de tesão e abraçando-a já fui chupando seus peitos: Já não estou mais aguentando filha! Se você tem vontade de segurar meu pau, pode pegar. Porque sendo você minha filha ou não vou te chupar todinha!... Ela segurou minha piroca: Ah pai! Então me chupa, me chupa todinha, estou com o corpo fervendo de vontade de dar pra você!... Levei-a pro meu quarto e ataquei o corpo daquela mulher numa fome incontrolável que já fui beijando sua boca e botando a pica em sua buceta: Isso pai, enfia esse pau duro em mim, enfia!... Soquei tudo e já comecei a bombar como um alucinado... Teresa se contorcia: Não acredito que estou dando pro meu pai! Oh pai, como é excitante o incesto! Mete na sua filhinha! Mete! Goza na minha buceta!... Dei mais algumas bombadas e ela contraindo a xoxota fincou suas unhas em minhas costas: Estou gozando pai! Que deliiiiiiiicia! Oh, oh, oh, goza pai, goza!... Continuei beijando sua boca e enchendo sua buceta com minha porra. Teresa confessou que desde quando me separei e ficou sabendo que eu andava dormindo com a minha secretária, passou a sentir uma vontade louca de transar comigo. No dia seguinte fomos num baile de carnaval e comecei a gostar de carnaval... Sambamos até de madrugada e como dois namorados sarramos bastante e beijamos muito na boca sem se importar com ninguém. Mal entramos em casa e Teresa toda fogosa me beijando: Como você é gostoso pai, estou apaixonada por você!... Eu também estava louco por aquela mulher; tomamos um banho e no quarto dei uma boa chupada em sua buceta deixando Teresa enlouquecida e assim que gozou abocanhou minha picora me fazendo um boquete incrível. No último dia de carnaval ficamos acompanhando blocos de rua e voltamos cedo pra casa: Depois de um banho ficamos assistindo TV e como sá passava coisas de carnaval Teresa levantou e começou a sambar na minha frente tirando peça por peça de sua roupa me deixando louco que passei a também dançar me despindo... Peladão fiquei de joelhos enquanto ela remexia freneticamente sua bunda esfregando na minha cara. Abracei aquele bundão fazendo-a deitar sobre o carpete beijando muito suas nádegas... Ela ria: Você gosta muita da minha bunda, não é pai?... Beijando no meio de seu rego: Adoro filha! Essa bunda deixa qualquer um louco!... Ela se contorcia enquanto eu beijava seu cuzinho deixando-o bem molhado: Fica de quatro que eu vou comer sua bundinha!... Ela rapidamente ficando de joelhos: Come pai! Sei que você ama a minha bundinha!... Botei o pau no meio de sua bunda e fui enfiando lentamente em seu buraquinho apertado e quente. Teresa gemia e jogava a bunda pra trás fazendo meu saco balançar batendo em sua xoxota gritando: Estou adorando pai! como é gostoso te dar a bundinha!... Acabou o carnaval e tentamos voltar a nossa rotina normal; mas foi impossível, tanto eu quanto Teresa necessitávamos um do outro. Todo tempo que passo no Brasil, minha filha vem pra ficar comigo.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


minha professora de filosofia me deu contos eroticoscontos eroticos tia feiaeu minha sobrinha na praia contocontos eroticos '; papai duasconto erotico de trocando as noivas no rioContos eroticos.de mulher maduracantoseroticos de zoofoliconto erotico gay chupando tio bebadocontos gays abusadocontos eroticos churrascocontos esposa fudendo com dog do meu amigiVídeo lendo contos com vibrador na bucetacontogayporno A sogra viciada em anal contosmulherao da estaleiro pornodoidoContos de Cornos magoado com esposa porque ela fudeu com outro sem sem ele sabercontos eroticos pensa nun padreporno produto gruda pinto na bucetaporno doido com oadrato pela costaseduzindo o irmao contosComtoerotico filhinhas da vizinhacontos eroticos lebisca amogacontos eróticos esfregaçãocontos reas de sexo marta minha tiacontos erotico uma buceta velhacontos de homem que comeu a sogra e a esposacontos eroticos padrastocontos a irmã mais nova da minha namorada é uma putinhapequeninhacontosTravest litoral contoscontos eróticos minha mulher e meu afilhadoconto erotico: brechei minha mae dando na casa do vizinhoconto erotico viado afeminado escravizado por macho dominadortio carlos comeu eu e meu amigochupando buceta com gosto como se beijase uma bocacontos erótIcos de mulheres viciada em fude com cochorrocontos eroticos o amigo do namoradoTenho 60 anos e minha bunda ta se mais contoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos ma minha despedida de solteira fuquei com 25 homenscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteCome minha amiga bebada contocontos coloquei de ladinho no cuContos eroticos como chantagieiporno aspanteras foi supeendido por minha titiapapai tirou do meu cu quis por na minha bocaContos me enganei era traveco com fotospornolouco ela se fode com sobrinho depoisa da escolaconto erotico casei e virei esposa da minha mulherconto de lesbica fetiche estrupotravesti dotadu no rncontos eróticos comi o c* da minha cunhada na ilhaminha cadelinha zoofilia contoscontosnovinha trazano com um viuvocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos gay putos curradossexo vovo contosconto erotico viadinho de calcinhafui chupada igual uva contosconto erotico mulher safada com pedreiroconto porno vingança perversaEmpregada puta contoscontos eroticos minha esposa deu pra um time inteirocontos comi ela no bar da esquinatanguinhas usadas da minha mulher contos eroticosfazendo aza delta cm toalhacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos duas travesti negra me comeramcontos eroticos arombadaContos eroticos Vanessinhas mostrando o cuzinho q foi arrombado até nao aguentar maiscontos freirascontos eróticos baixinhamae contos eroticos reaisestrupadapormaniacocontos eróticos paixão entre irmãoscontos de rabudasContos eroticos pai liberal.comcontos eroticos porra estragocontos eroticos marido presentea esposacontos sou bem fudidaconto erotico com padrastoContos eroticos marido convence esposa com pintudocontos porno miudas e velhos contos da casa eroticos de mulheres tendos os cachorros ou lobos lambendo suas calcinhas e fodendo elasfamilia fdemdo pornodoidoconto erotico meu marido e viciado no meu cudei o cusinho infância contoschantagem a mae contosDei a xana escondida contoscontos eroticos eu transex e o elrtricista safadocontos eroticos gay dei o cu quando era pequenobem novinho cumendo a irmam novinha virjem que nem peito tem ainda mas fode gostozocumil minha vizinha gostoza fimepornocontos com sobrinhatanguinhas usadas da minha mulher contos eroticoscontos eróticos amigave amigominha amiga me vestiu de mulherGozando na boca Abrantes dela chuparpistolada cu contocontos erotico de loucuras