Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMI MINHA IRMA CACULA

COMI MINHA ÍRMãCAÇULA



Era um dia quente de verão. Estava na janela olhando a paisagem ao redor. O calor era insuportável. Não havia nada para se fazer naquela tarde ensolarada. Resolvi ir para o quarto e ditar um pouco.

Quanto entro no quarto, vejo minha irmãzinha deitada na minha cama de bruços. Ela estava dormindo. Estava usando mini-blusa e uma saia curtíssima. Aproximei-me e comecei a tentar acordá-la. Mas ela dormia profundamente. Dava para ver o volume da buceta na calcinha. Afastei-me um pouco e comecei o observá-la com atenção. Aproximei-me novamente e virei ela de frente para mim. Suas pernas ficaram abertas em minha direção. Era uma visão maravilhosa. Não resisti à tentação e resolvi passar as mãos nos seus seios. Eles eram de tamanho médio, firmes e, para minha surpresa, começaram a ficar durinhos com as minhas carícias.

Desci as mãos até chegar à sua buceta. Volumosa e macia, acariciava com cuidado com receio de acordá-la. Passava o dedinho na entrada. Não resisti e afastei sua calcinha de lado. Foi a visão mais maravilhosa que tive em toda a minha vida. Sua buceta era linda. Depilada e lisinha: Perfeita. Percebi que sua buceta começava a ficar molhada. Minha irmã mesmo dormindo já estava ficando excitada. Me abaixei na sua frente, abri suas pernas e comecei a chupar aquela buceta maravilhosa. Com o passar do tempo, chupava com mais força. Estava bebendo todo o leitinho que saia daquela xoxotinha deliciosa.

Estava com tanto tesão que resolvi tirar sua calcinha: talvez fosse a única chance de fuder minha írmã, não podia desperdiçá-la. De repente, ela começa a se movimentar: estava acordando. Quando se encontra de pernas abertas e eu agachado na sua frente ela sem calcinha, solta um grito ensurdecedor (deve ter sido ouvido em toda a vizinhança).

Fiquei apavorado. Tentei acalmá-la. Ela estava muito nervosa. Perguntou se eu havia visto ela pelada. Disse que sim. Ela perguntou por que eu tinha feito aquilo com ela. Porque era louco por ele, respondi. Disse a ela que não diria nada a ninguém se ela fizesse isso sá essa fez comigo. Ela pensou um pouco e disse que sim.

Comecei a chupar novamente sua buceta. Ela gemia de prazer. Pedi para ela sentar na cama e coloquei meu cacete para forra. Pedi que chupasse. Ela abocanhou todo de uma vez. Chupava deliciosamente. Mas não estava interessado nisso. Fui direto ao ponto principal: sua buceta.

Com as pernas bem abertas, coloquei meu cacete bem na entrada de sua xoxotinha. Ela disse que estava com medo de doer. Prometi que se doesse, eu pararia. Comecei a empurrar meu cacete naquela buceta maravilhosa bem devagar. A cada centímetro que entrava, mais alto ela Gemia. Começamos a nos beijar. Meu cacete já estava todo dentro dela e ela pedia para que eu mexesse mais rápido. Estávamos fudendo intensamente. Metia nele com todo força. Ela dizia que me amava. O que fazia eu meter mais forte ainda.

Ela começou a tremer, percebi que estava gozando. Iniciei uma sequência de estocadas com mais intensidade. Queria gozar junto com ela. Enfiar tudo, pediu. Ela gemia e se contorcia de prazer: estava gozando. Pouco tempo depois era minha vez. O gozo veio de forma tão intensa. Esporrei tudo dentro dela. Aquilo foi maravilhoso.

Estávamos exaustos. Prometemos um ao outro que essa seria a primeira de muitas transas gostosas.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contoseróticos perdendo as pregas do cu e xanaContos lesbica come nerdvi minha tia nua contosler contos de gay sendo estrupadoVizinha magrinha de cabelos preto fada do sexoconto.minha esposa deu para 5conto erótico eu minha irmã e amigoZoofila comi a mãe de meu amigocontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos o pauzudo e o cornovídeo pornô com travesti travesti transando com a outra por amor todinho raiva da outracontos eroticos bundasobrinho tarado contoCU arrombado ABERTO madrasta contocorno participou contocontos eróticos chantagem com a balconistacontos eroticos comeram minha mulher e minha filhazofilia br fundo galinhaconto erótico putonaConto erótico gay caçamba de carro de madrugadaConto erotico.com enteado novinhocontos eroticos arrombando a gordacontos erotcos minha sogramulher gostosa arrumando biquini em um deckcontos de a força virei viadinho incesto gay entre irmãoscontos eroticos gay no cinemaa bumda que sempre sonhei comeconto erótico faculdade de travestiporno. quero. comme. minha. imazimhaConto+viuva bundeiraconto erotico arrombei o travesti do baile funkmeu primo e minha amiga contos eróticoscontos erotico comi minha vizinha e sua filhacontos gays transei com meu amigominha cunhada gordinha m******conto erotico.mulher feiaminha prima me masturbou em quanto eu dormia contos eróticosa menina a forçacontos eroticoscontos centadas no colo do titio no incestoirmãzinha contos eróticosTransando com cunhado na carrinha e meu marido nem percebeuMe Faz um Cafuné conto gaycontos eroticos flagrei minha filha novinha gemendo feito uma cadela na vara do negrocontos erortico esposas zoofoliacontos herotico namoradacontos eróticos de minha esposa bêbadaEu Bêbado e Ela Se Aproveitou Contos EróticosContos eroticos princesa estuprada na favelaconto eroticos pasto e adolecetescontos de sexo entre conhados gaytrai meu marido e ele arrombou meu cucontos ela deixou por no cuzinhoLoira ,do,calodinho,de,baixo,dando,cuconto erotico revista amigo garagemcontos eróticos espiandocontos eróticos meu amigo negro enfiou sua rola no meu cuzinho branquinhosexo gay okinawa ufa papai e titioConto erotico levantaram minha microsaia e me comeram gostosocontos de foder fodi minha ex namorada que gingava contos heroticos de mulheres de manauso coroa mudou minha vida contos gaycontos porno encoxando mulheres amigos onibusmamilo gigante vazando contoconto de cunhada religiosa e safada no sexoContos travestus fudendocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentefamaceltica tocando punheta.para pacientecontos de cú de irmâ gordaconto aquela mulher mexeu na minha buceta cu teennua e corpo inteiro melado de margarinacontoseróticos tímida . dormindocontos eróticos Depravadoscontos eróticos infânciaconto lesbico tia iniciando a sobrinhaamava da buceta para meu pai quando era pequena contoscontos eroticos enganada e oferecida pelo maridoconto gay negro trapezistacontos eroticos pai escravo da filhacontos eroticos de casadas que fizeram glory holecontos erotico d mae do meu amigo m seduziuConto enteada nao aguentou tudocom doze anos bonitinha virei mulher esperta contos eroticosdepilano a buceta dela io cara comi elapepeca pequena conto eroticocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentemoça vai a fazenda trepar com capataz bem dotadoamiga da minha vo conto eroticoesposa puta do meu tio corno contocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteOlha so pai como ta minha bucetinhagays me sequestrarao e me fuderaoconto erotico gay cu apertadocontoeroticocasadaconto chorei mas aguentei a pica do meu patrasdocontos eroticos Araguaina ToContos Eróticos MEU BUNDAO filhocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crente