Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

KARLINHA MINHA ESPOSA E SUAS AULAS DE JIUJITSU 1

Quem leu meu primeiro conto (Conhecendo minha esposinha) sabe como é minha esposa. Uma mulher super independente e extrovertida mas vaidosa e teimosa demais! Sempre disposta a me contrariar! Magrinha, seios pequenos e bumbum médio. 56 Kg, morena, cabelos lisos pretos, muito delicada e feminina. Viciada em salto alto, tamancos, sainhas e tops. Eu confesso que é mulher demais pra mim que sou acanhado e sem sal. Mas ela diz que me ama, e é isso que importa.



Eu a trato com todo o carinho na cama. Se ela não quer fazer algo eu não insisto. É o caso do sexo anal. Ela diz que dái muito e prefere não fazer comigo, eu a respeito, apesar de não entender pois meu pinto é pequeno tem 15cm e não deve machucar. No mais ela sempre goza rápido comigo, nossas transas são bem rápidas na posição papai-mamãe e ela sempre diz que eu arraso na cama. Bem, se ela diz, então tá :). Espero que ela não esteja fingindo.



Um dia desses insistiu comigo que queria fazer aulas de jiujitsu. Como ela disse que era para se defender de possíveis ataques de homens na rua, eu achei boa idéia. Mas eu disse que sá permitiria se ela fizesse as tais aulas aqui em nossa casa. Não queria minha mulher em academias de jiujitsu que sá tem homem. Além disso era mais seguro pra ela, pois eu trabalho o dia todo e não posso acompanha-la nas aulas. Até instalei um circuito de câmeras em todos os cômodos da casa, que captavam até o audio do ambiente. Tudo para a segurança dela, mas esqueci de contar a ela sobre isso.



Além do mais aqui em casa tem um grande espaço. Até prometi comprar um pequeno tatami pra ela treinar e pagaria o professor um valor a mais para ele ensina-la em minha casa. Ficou tudo acertado - No dia da primeira aula ela estava muito eufárica e não via a hora do professor chegar. Eu já estava de saída, indo trabalhar quando a campainha tocou. Era o professor. Ela estava usando shortinho de cotton que deixava amostra as ruguinhas do bumbum e um top, com a barriguinha de fora. Ela estava cuidando das unhas quando saltou da cadeira e Correu entusiasmada para a porta, atender a campainha.



Abriu a porta e vi dois caras parados de kimono. Ela sorriu pra eles disse: "Entrem rapazes!". Eles entraram imediatamente e o professor disse que seu amigo o acompanhava e iria assistir ao treino, pois logo depois iriam sair apressadamente para outro compromisso. Minha esposa disse: "Claro, tudo bem, fiquem a vontade! Vou ali vestir meu kimono!" Virou-se e foi correndo pela casa descalça, msotrando sua bundinha colada no shortinho. Eles não hesitaram em olhar.



Eram dois sujeitos mal encarados. Extremamente fortes, davam dois de mim. Cabeças raspadas, semblantes sérios como se estivessem com raiva. Mal me cumprimentaram. Sentaram no sofá e como já estava de saída, me despedi e fui embora trabalhar.



Chegando no trabalho 40 minutos depois, preocupado com ela eu resolvi ligar pro celular dela, para saber como iam os treinos: "Alô oi amor, tudo bem como anda os treinos?" Ela respondia ofegante com voz trêmula parecia cansada e dizia: "Ooi amorzinho, tudo bem?" Quando de repente ouvi um barulho de um tapa bem forte pelo telefone e logo depois um "aaai!" da minha esposa.



Achei aquilo estranho e perguntei o que estava acontecendo. Ela respondeu: "Nada amor, nada, aaai! Calma rapazes um minuto!" Foi quando ouvi uma voz grossa no ambiente dizendo: "1 minuto não! desliga essa porra!" ouvi um barulho de tapa e o gritinho dela: "aai!" e logo em seguida: "Amor, agora não dá pra falar, estou ocupadíssima, preciso me concentrar, beijos! E desligou"



Achei aquilo estranho e concordei que um treino precisa mesmo de concentração. Melhor deixar ela a vontade. E continuei a trabalhar.Cheguei em casa algumas horas depois. Toquei campainha e ninguém me atendeu. Pensei: "Estranho, parece que minha esposa não está em casa!"



Por sorte tinha chaves e entrei no apartamento. Comecei a chamar minha esposa, e ela não respondia. O que terá acontecido? Os caras do jiujitsu ao que parece já tinham ido embora. Fui até nosso quarto, quando vi minha esposa deitada dormindo um sono pesadíssimo! Como quem estava exausta!



Senti um cheiro de sexo no ar! Um cheiro de odor de macho, não sei explicar! A cama toda desarrumada. Minha mulher estava nua, deitada de ladinho, com o rabo todo exposto. Percebi que o bumbum branquinho dela estava vermelho cheio de marcas de mãos enormes.



Eu não estava entendendo nada! Mexia com ela tentava acorda-la, mas de tão cansada nem percebeu que eu havia chegado! Sentei na cama e coloquei a mão no lençol, percebi ele molhado com um líquido viscoso e branco. Vi que tambem tinha desse líquido no rostinho de minha mulher, nos cabelos e escorria também do bumbum dela. Tomei um susto! Era sêmen!



Abri as bandas da bundinha dela, para ver mais. Eu não acreditei! Saiu uma grande quantidade de esperma e vi o cuzinho dela que era tão pequenino, totalmente alargado, dava pra enfiar 4 dedos de uma vez e com folga. Sua bucetinha estava inchadinha e cheirando a porra.



Foi quando me lembrei que havia instalado o circuito de câmeras e fui logo reproduzir a gravação das últimas horas. Com certeza iria descobrir o que havia acontecido!



Contarei o que vi nas filmagens no práximo conto (Karlinha minha esposa e suas aulas de jiujitsu parte 2) Foi algo que me deixou boquiaberto Nunca pensei que minha esposa fosse capaz! Até a práxima.



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos esposa estuprada e arrombadaas meninas da bundas lindas dunrinhascontos heroticos gay meu padrinho de vinte anos me comeu dormindo quando eu tinha oito anoscontos eróticos estupraram minha mulher no cine pornôcorno chupa rola contoscontos eroticos abuzei de minha irmazinha com ela dormindoconto erotico neide safadinhacontos eróticos mulecadaLóira safada narra conto metendo na coberturacontos eroticos dando cu pro filhoCasada no cinema porno contosContos eróticos família liberal.2,novinho gay na casa do meu padrinho e ele me cumeu contos eroticos gay entre primoscontos esposa me amordaçou tiraram a roupa da esposa contogostei de ser abusada contos eroticosporno tranzado com a madrinha dormindo sem semtircontos eroticos arrombando a gordacontos de coroa com novinhocontos eróticos de prima virgem na minha casacontos eróticos minha mãe eirmã me disputabucetinha gostosa da menina calcinha Contos Maemeu cu engolidor de rola contoscabacinhocontosContos eroticos como perdi meu cabaço com meu vizinhomeu marido fez eu fode com amigo contoscontos minha esposa me ensinou a ser cornocontos eróticos zoofilia meu primo comendo éguamadrasta pegou enteado vendo filme porno e alivioucontos eroticos gays incestos meu pai me chupo enquanto eu dormiamulheres sentam e mexem gostoso.homem não aguenta e goza rapidomcontos eroticos carro lotado e minha mãe de saia no meu coloconto erostico negrinha gritouContos eroticos com primas no carnavalcontos brasil cunhadatroca de namoradas contos eroticoscontos foi assim que me arrombeicontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos sexo estuproo cu rosinha de minha neta de 9 aninhosincesto mao fica loco condo ela esta cio contos eroticonegra de calçalegue com a boceta abarecendoconto erotico rosto meladopaguei pra fuder o cu da minha filhacontos erotico eu ando na rua e fui estrupada gostosocuzuda currada por varios bem dotados contocontoseroticos ritinhacontos sexo gostoso numa estrada deserta e na motogritei muito enrabada contosConto eroticos corno liberal safadoconto eroticos entre primosPaguei pra ver ela mijandoConto erótico minha irmã me chamou pra ir ver a porta do guarda fato que quebrou e ela enpinou a bunda pra mimgrelao 4cm contosconto gozei nos pés pezinhocontos eroticos estrupando idoso no asilocontos eroticos meu compadre comeu meu cuzinho com a ajuda da minha comadre safadinhaputa casada arreganha o cu na mesa do escritorilconto vesti as roupas da minha madrasta e ela me fagroucontos putinha caralhudo corno chupacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos sobrinho debaixo da coberta contoscontos de sexo picantes filhas se acabando nas pirocas. groças. e grandes do papai taradaoconto erotico trasnformei minha mulher minha escrava sexoalcontos erotiko comi a impregada da minha filha condo ela saiucontos gays seguranca de carro forte pauzudoooooooooohhhhh porra pornocontos minha mae liberalcontos eroticos flagrei minha mae fudendo com travestiCasada narra conto dando o cuporno conto mae gravedameu marido adora me ver toda gozadaconto bucetinha gozada pro cornoContos travesti fudendocontos eroticos arrombando a gordaContos erótics so de gang bang e so com homems pauzudosWww.contoseroticosvirgindade.comcontos eroticcos minha esposa me traiu com meu paiMimha mae me obrigava dar a peluda para o picudotrans pintinho durminu exitadacontos relatos sexuais primeira vez da filhaamor louco incesto contosmusculosa - conto eroticoConto erotico o cu da minha filhacontos eróticos minha buceta aregacada entregou que traicomto erotico. novos com nifetinhas eseto