Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

KARLINHA MINHA ESPOSA E SUAS AULAS DE JIUJITSU 1

Quem leu meu primeiro conto (Conhecendo minha esposinha) sabe como é minha esposa. Uma mulher super independente e extrovertida mas vaidosa e teimosa demais! Sempre disposta a me contrariar! Magrinha, seios pequenos e bumbum médio. 56 Kg, morena, cabelos lisos pretos, muito delicada e feminina. Viciada em salto alto, tamancos, sainhas e tops. Eu confesso que é mulher demais pra mim que sou acanhado e sem sal. Mas ela diz que me ama, e é isso que importa.



Eu a trato com todo o carinho na cama. Se ela não quer fazer algo eu não insisto. É o caso do sexo anal. Ela diz que dái muito e prefere não fazer comigo, eu a respeito, apesar de não entender pois meu pinto é pequeno tem 15cm e não deve machucar. No mais ela sempre goza rápido comigo, nossas transas são bem rápidas na posição papai-mamãe e ela sempre diz que eu arraso na cama. Bem, se ela diz, então tá :). Espero que ela não esteja fingindo.



Um dia desses insistiu comigo que queria fazer aulas de jiujitsu. Como ela disse que era para se defender de possíveis ataques de homens na rua, eu achei boa idéia. Mas eu disse que sá permitiria se ela fizesse as tais aulas aqui em nossa casa. Não queria minha mulher em academias de jiujitsu que sá tem homem. Além disso era mais seguro pra ela, pois eu trabalho o dia todo e não posso acompanha-la nas aulas. Até instalei um circuito de câmeras em todos os cômodos da casa, que captavam até o audio do ambiente. Tudo para a segurança dela, mas esqueci de contar a ela sobre isso.



Além do mais aqui em casa tem um grande espaço. Até prometi comprar um pequeno tatami pra ela treinar e pagaria o professor um valor a mais para ele ensina-la em minha casa. Ficou tudo acertado - No dia da primeira aula ela estava muito eufárica e não via a hora do professor chegar. Eu já estava de saída, indo trabalhar quando a campainha tocou. Era o professor. Ela estava usando shortinho de cotton que deixava amostra as ruguinhas do bumbum e um top, com a barriguinha de fora. Ela estava cuidando das unhas quando saltou da cadeira e Correu entusiasmada para a porta, atender a campainha.



Abriu a porta e vi dois caras parados de kimono. Ela sorriu pra eles disse: "Entrem rapazes!". Eles entraram imediatamente e o professor disse que seu amigo o acompanhava e iria assistir ao treino, pois logo depois iriam sair apressadamente para outro compromisso. Minha esposa disse: "Claro, tudo bem, fiquem a vontade! Vou ali vestir meu kimono!" Virou-se e foi correndo pela casa descalça, msotrando sua bundinha colada no shortinho. Eles não hesitaram em olhar.



Eram dois sujeitos mal encarados. Extremamente fortes, davam dois de mim. Cabeças raspadas, semblantes sérios como se estivessem com raiva. Mal me cumprimentaram. Sentaram no sofá e como já estava de saída, me despedi e fui embora trabalhar.



Chegando no trabalho 40 minutos depois, preocupado com ela eu resolvi ligar pro celular dela, para saber como iam os treinos: "Alô oi amor, tudo bem como anda os treinos?" Ela respondia ofegante com voz trêmula parecia cansada e dizia: "Ooi amorzinho, tudo bem?" Quando de repente ouvi um barulho de um tapa bem forte pelo telefone e logo depois um "aaai!" da minha esposa.



Achei aquilo estranho e perguntei o que estava acontecendo. Ela respondeu: "Nada amor, nada, aaai! Calma rapazes um minuto!" Foi quando ouvi uma voz grossa no ambiente dizendo: "1 minuto não! desliga essa porra!" ouvi um barulho de tapa e o gritinho dela: "aai!" e logo em seguida: "Amor, agora não dá pra falar, estou ocupadíssima, preciso me concentrar, beijos! E desligou"



Achei aquilo estranho e concordei que um treino precisa mesmo de concentração. Melhor deixar ela a vontade. E continuei a trabalhar.Cheguei em casa algumas horas depois. Toquei campainha e ninguém me atendeu. Pensei: "Estranho, parece que minha esposa não está em casa!"



Por sorte tinha chaves e entrei no apartamento. Comecei a chamar minha esposa, e ela não respondia. O que terá acontecido? Os caras do jiujitsu ao que parece já tinham ido embora. Fui até nosso quarto, quando vi minha esposa deitada dormindo um sono pesadíssimo! Como quem estava exausta!



Senti um cheiro de sexo no ar! Um cheiro de odor de macho, não sei explicar! A cama toda desarrumada. Minha mulher estava nua, deitada de ladinho, com o rabo todo exposto. Percebi que o bumbum branquinho dela estava vermelho cheio de marcas de mãos enormes.



Eu não estava entendendo nada! Mexia com ela tentava acorda-la, mas de tão cansada nem percebeu que eu havia chegado! Sentei na cama e coloquei a mão no lençol, percebi ele molhado com um líquido viscoso e branco. Vi que tambem tinha desse líquido no rostinho de minha mulher, nos cabelos e escorria também do bumbum dela. Tomei um susto! Era sêmen!



Abri as bandas da bundinha dela, para ver mais. Eu não acreditei! Saiu uma grande quantidade de esperma e vi o cuzinho dela que era tão pequenino, totalmente alargado, dava pra enfiar 4 dedos de uma vez e com folga. Sua bucetinha estava inchadinha e cheirando a porra.



Foi quando me lembrei que havia instalado o circuito de câmeras e fui logo reproduzir a gravação das últimas horas. Com certeza iria descobrir o que havia acontecido!



Contarei o que vi nas filmagens no práximo conto (Karlinha minha esposa e suas aulas de jiujitsu parte 2) Foi algo que me deixou boquiaberto Nunca pensei que minha esposa fosse capaz! Até a práxima.



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos meus amigos arrombaram a minha namorada contos eróticos eu e minha mãe na praiaConto erotico de sexo incesto cheiro da buceta suada da irmaconto erótico minha namorada e o menorconto erotico gay chupando tio bebadocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteEncaixou a pica no meu cu pelo buraco cabinecontos porno bunduda sogrameu sogro isasiavel comtoele implorou e eu engoli sua porraflgle minha tia ser mastubandocontos porno 28cmwww.mulatanua.comcontos eroticos lesbico casadas e travestiai meu rabo contosconto erotico dominando mãe e filhatravestis novinha fazendo b****** Oi tomando muito agitada na bocasarrou a bucetinha no meu ombro no onibusContos eroticos pai q criou a filha sozinha trepando cm a filinha virgemcontos de.sexo com tiacontos de casadas que se entregam a outro homemcomtos de incesto com subrinha bebada depos da balada no carroContos eroticos cofrinho esconde escondeconto sou doida pra da pro meu sobrinhomulher entrando na chapeleta do pôneiconto tia e prima no meu banheiroo cu rosinha de minha neta de 9 aninhosContos eróticos virgindade com coroacontosobrinhoesposas carentes contosconto vadiazinha adorocontos eroticoscasadacontos eroticos comi a cozinheirachupar seio com leite contocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos me ferrei no chat tive de dar a forçacontos de cornos asumidos 2005contos eróticos vovó transando com jumentocontos de sexo com viuvachupando com tara e gula a bucetaconto das mulher que fodem com cachorroscontos eroticos arrobei o cu da casada q conhecei na netcontos eróticos eu provocava meu primo novinhoconto erotico minha namorada dançando com outro na baladaconto erotico férias na jamaica VcontoseroticosviolentadaWww.contoseroticos/grátis Ler/no aviãocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentegozando no colo do papai contoscontos eróticos disneylandiacontos erotico de estuprocomi a tia viuva da minha esposa contosfilha esposa de papai pintudo contoshomem estrupa cadelinha sem estar no cio conto eróticoConto erotico entregadorNegao pausudo botando corno chupar cu da mulher enquato fodeconto erotico o cheiro da minha tiacontos eroticos estupro de novinho gays com os colegas da escolacontos lesbico meus pais viajaramcontos sobrinha novinha banhocalcinha pedreiros conto eróticoscontos eróticosgay porteirotraveco dominando e excitando macho em banheiro, contos com fotosmenininha safada contos eroticosContos erotico 4 aninhoscontos eroticos dominada por mulequinhoscontos eróticos "ele pegou no meu pau" casalRelatos de amigos comendo casada bunduda do corno mansocabacinhocontosesposa puta do meu tio corno contomulheres religiosas corpo bonito seio grande quadril largo transandoViolentei a deficiente contos eroticoscontos eróticos do marido e sua esposacontos eroticos fazendo o bico dos seios dando de mamarContos eróticos! Caçador de pau gigante me arrombou no matoconto erotico de casais com viadinhopunheta com amigo infanciaPrimo dotado regassa prima gostosaconto erotico mãe dê bruda pau no ci da sogrinhaconto gay com bastante choroeu quero ver a coroa instigando o marido com a calcinha fio-dentalgostosas de caixote apertadinhaconto vesti as roupas da minha madrasta e ela me fagroucontos euroticos novinha dejoice cavalo deu o cucontos eroticos gay meu padrasto de vinte e quatro anos me enrabou dormindo quando eu tinha nove anosconosco toma a porra de. macho na. bucetacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteaventuras com travesti Portugal contocontos eroticos levei com minha amiga piça do caralhudocontos quando eu era novinha fiquei brexando para ver meu tio comendo mia amigacotos meu e pousodo vaì mete na baceta da sua tia tabem pia se acha ser pausudonegra da pra um de4 e chupa do outro por dificuldade em motelcontoerotico safadacontos eroticos geme putacontoseroticos traiu na sala esposacontos eroticos gordinha dando pro servente