Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

FODIDA NO MATO

Fodida no Mato.



Olá, está histária que eu vou lhes contar é real e aconteceu há alguns meses.

Me chamo Sheila, tenho 24 anos, sou loira, tenho bunda e seios fartos, do tipo que deixa qualquer homem maluco.

Tudo aconteceu quando estava voltando do trabalho, sou estagiaria numa multinacional, portanto tenho que andar sempre de roupa

social, aí eu aproveito para valorizar o meu corpo, vestindo roupas sempre chamativas. Este dia estava vestindo uma mini saia

preta com uma mini blusa branca com um decote que mostrava bem o tamanho dos meus seios. Este dia ao chegar no ponto de

ônibus tinha um moreno alto, bem forte, olhos verdes, parecia um colegial, sempre tive tara por colegiais mais como são novos demais, naum daum conta

do recado. Ao subir no ônibus que estava lotado, ele naum parava de me olhar,confesso que estava ficando até meio sem graça, até que ele

que ele ficou atrás de mim e na primeira curva que o ônibus deu ele me jogou contra o banco, jogando todo peso de seu corpo pra cima

do meu, na hora fiquei sem reação, pensei em virar a mão na cara dele mais, de alguma forma aquilo me excitou tanto que eu resolvi dar uma chance

a ele. Toda curva que o ônibus dava agora era eu quem roçava minha bunda na rola dele que alias estava bem dura. Chegando no meu ponto

acho que ele entendeu o convite e desceu atrás de mim. TInha uma rua perto de casa que sá era mato, segui para a mesma e ele continuou me seguindo

até que, eu resolvi entrar no meio daquele mato todo, olhei para trás deu uma piscadinha, empinei minha bunda e pronto, ele veio que nem

um animal pra cima de mim, confesso que aquilo tudo me excitava. Nos despimos feito loucos, ajoelhei e paguei um bokete pra ele,

ora engolia tudo, ora chupava as bolas, ele gemia feito louco, fiquei com medo de alguém escutar e vir ver o que acontecia mais otesão falava

mais alto, eu com aquele cacete enterrado na guela. Num momento de loucura ele me pegou pelos cabelos, me deitou de barriga pra baixo

mirou seu cacete na porta da minha xana na hora tentei argumentar pois a gente nem se conhecia e ele tava se camisinha, fiquei com medo de engravidar

mais ele sem pensar enterrou tudo de uma vez, me fazendo soltar um uivo feito uma cadela quando leva uma enterrada profunda. Foi aí que ele começou

um vai e vem frenetico, aquele garoto fodia que nem um homem, bombava forte com estocadas profundas e ininterruptas, socava forte

apertava meus peitos, me chamava de cadela, de puta, de vagabunda, e aquila me excitava ainda mais, naum aguentando mais comecei

a berrar feito uma louca e gozei, melando todo o seu pau com meu melzinho. Foi aí qeu ele disse que queria realizar uma fantasia aintiga

comigo, eu disse que aceitava o que ele quisesse, ele entaum me mandou cavalgar naquele pauzão, foi o que fiz sem reclamar, cavalguei, domava feito uma amazona

aquela jeba, domava com maestria, ele nessa hora começou a enfiar o dedo no meu cuzinho, uma hora um outra dois, até que depois de muito cavalgar

ele me botou de 4 e enterrou de uma vez no meu cú, essa hora eu gritei, nunca tinha sentido dor tão grande pois meu cú era virgem e o

pau dele era enorme, ainda tentei argumentar: para, para ta doendo para, para, ai, uuuhhhhhh, que delicia, mete agora, isso vai me

arromba todinha, vai naum para meu garanhão, quando vi já tava fora de si dizendo coisas que nunca sonhava em dizer pra homem nenhum

mais quele me deixava louca, e ele dizia: "AH, tá gostando sua puta, entaum toma sua cadela, vo dexa esse cutodinho arrombado, sua vaca

aí, depois eu qeuro goza nessa sua boca maravilhosa, você vai deixá não vai? Na hora respondi que sim, nunca tinha deixado ninguem

fazer isso mais pra quem tava dando o cú, sem camisinha, nessa hora eu pensei comigo mesm vou até o fim. Ele já naum agunetava mais

me foder foi aí que ele tirou de dentro, me puxou pelos cabelos, enterrou na minha boca, e despejou todo aquele leite, gozou tanto que quase me engasguei

com tamanho volume. Engoli tudinho e foi muito bom, nos despedimos com um longo beijo, e nunca mais nos vimos. Agora quero

ser penetrada e gozada por vários machos se quizser me ajudar entre em contato. Quem sabe vc naum me ajuda hein?

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentegosadas longas na cara das cunhadinhaTirei o cabaço da minha entiada e sua mae a ajudou para nao doer muitominha mulher chupando minha pica com leite condensado contos eróticosComtos mae fodida pelo filho e sobrinhoeu e o pequeno de quatro anos conto erotico gayembebedei minha mulher e consegui comer o c* delacontos eroticos de meninas putinha aind bbcontos eroticos a bunda gostosa da minha cunhadaler contos de jovens heteros iniciados por outro jovem no sexo gayzoofilia umcacete enorme pra pequena putaengravidaram minha mulher contos pornouma.gradi.rola gozano.nabuçetaConto safada novinha anosporno noiva na boate contocontos minha filha chorou no meu pausexo contos mendiga estuprocontos eróticos assaltocontos filhinha brincando com a picaconto agarrada no onibusrelatos eroticosde portuguesas de noVinhas Mal casadas boas a levar no cúcontos eroticos bato siririca pro meu cunhaocontos metendo na tiaSexo gay fodendo bumdido de academiaContos eroticos ,meu filho quando me ve de camisola fica louco com penis grandaoconto cu frouxocontos de novinhas q transaram com seu padrastoscontos eroticos na rocamostrei os meus seios webcamcomtos d primos d 30 cumemdo cusinho d priminhas d 15contoseroticosdetravesticonto erotico, esposa, buceta alargadaContos vovo gays estrupacontos eroticos sexo a treschantagem com insesto grupal conto eroticoxvidios gozada na boca seaconto erotico minha prima que considero irmãwww casa do contos lesbica babá comPutinhas mamando contoseroticosuma coroa da bunda grande do cabelo liso e peidando a b***** para o cachorrocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto.erotico.tia.sogra.cunhadacontos eroticos apanhando p abrirtirei a zorba vesti uma calcinha fui bater uma punheta olhando minha bundaconto de casada com descendente de japones que traiu com um bem dotadocontos com travestios empregados de papai me comiam todo dia conto eroticoestuprada na frente do marido contos eroticosMeu nome é dado (apelidio),tenho 35 anos e minha esposa mara tem 32 anos.Somos simpaticos ,com caracteristicas bem Brasileira .travesti Franciellemorena dano cu na casa das primascontos porno mãe biquíniContos minha sogra quis medir meu paufui chupadocontos eroticos o namorado da minha filha mim bolinodepilei minha filha e chupei a xota contos[email protected]contos erotico com primaconto erorico dando a buceta pro meu genro doenteconto erotico gay chupando tio bebadoconto erotico gay chupando tio bebadoconto prima choro com meu pau no cucontoseroticosnegroscontos eroticos professoracontos eroticos cuspe punhetacontos eroticos abusando do garoto da ruacontos eróticos margarina leite travesticontos eroticos comi uma mulher casada em uma cidadezinhaestou em lua de mel com meu genro contos erroticos contos eróticos com inversão de papéis incestuosacontos ex namoradaConto erotico minhas filhas lindas do papaicontos erotico viajando com paiestorei o cu dela contobuceta cheia de porra corno contos ccasa dos contos meus primos meconto bebendo leite do ricardaodeserto conto heterocontos eroticos gay meu vizinho negro de dezesseis anos me enrabou quando eu tinha oito anosacampamento com as aluninhas – parte 2 conto eroticocdzinhas como tudo começou contoscontos bundão arrebitadocontos eroticos dando a xota para o meu primo e o amigo dele na casa deleContos gays amante do tio velho desde de pequeno adoro vpu casar com elemeu vovô me coloca no colo contos eroticos de incrstoconto erotico chantageado namorada do meu amigo