Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CURIOSO AL 2

Como falei no conto anterior, fazia uns tres anos que não dava minha bundinha ate que fui pra S. Luis a trabalho e encontrei Carlos o advogado pois ainda trabalhavamos na mesma empresa de malas prontas para viajar, batemos um papo me apresentou uma pessoa disse ser de confiança e que nos iamos nos dar muito bem, vou chama-lo de Luis eramos parecidos tinhamos a mesma altura o mesmo porte fisico so quatro anos mais novo que eu, ficou de me apanhar depois do trabalho pra batermos um papo e me mostrar a cidade, nos encontramos conversamos, conversa vai conversa vem começamos a falar de sexo, disse que Carlos tinha falado muito bem de mim por fim acabamos indo para um motel, fui tomar um banho ele também quando vi o tamanho do seu pau fiquei assustado e acho que encantado não coseguia parar de olhar o meu dizem que é grande mais o dele era praticamente o dobro do meu, me olhou perguntou se tinha gostado me mandou ajoelhar e chupa-lo, chupei meio sem jeito pois não tinha feito isso ainda, percebeu me sensinou como fazer depois segurou minha cabeça tentando me fazer engoli todo aquele pau, me engasguei, lagrimei e quase vomitei, continuou forçando a engoli-lo me deixando com dor na garganta, fomos pra cama me sentou e começou a chupar meu pau me debruçou na cama e chupou meu cuzinho me fazendo gemer e rebolar de prazer quando enfiava sua lingua, so que esse prazer se transformou em medo, receio quando me colocou de joelho no chão e me debruçou sobre a cama e começou a esfregar aquele pau no meu cuzinho pois nessa posição não tinha como fugir, forçou a primeira vez me faz gemer, forçou de novo mais forte me fez gemer alto, lagrimar e tentar fugir,mandou que relaxasse e antes que pudesse meteu de uma vez senti meu cu sendo rasgado minhas pregas estourando, urrei de dor comecei a chorar,tentar fugir e disse: tira, tira, tira ta doendo tira, ele me abraçou forte e meteu tudo me fazendo gritar e quase desmaiar de dor, ele parou um pouco começou a meter cada vez mais rapido eu sem forças pra reagir so chorava, parou um pouco e perguntou: ta gostando, não respondi perguntou de novo, disse que sim, pergutou :quer que foda teu cuzinho, disse que sim voltou a meter mais forte e disse: isso chora no meu pau putinha, chora, sempre gostei de ver as pessoas que comia chorarem no meu pau enquanto arregaçava seus cuzinhos, mas nunca pensei que um dia eu choraria no pau de alguem, pois é chorei e muito, continuou metendo cada vez mais forte e no meio daquele loucura toda perdi a noção, razão, decência, pudor acho que na intenção de faze-lo gozar e me ver livre comecei a falar: fode meu cuzinho fode, respondeu quer que foda quer putinha, respondi : quero fode tua putinha fode, arromba meu cuzinho, quer que te arrombe quer, disse: quero arromba tua putinha arrromba, arrergaça meu cuzinho, deixando ele louco e metendo cada vez mais forte ate que senti seu gemido forte seu pau pussando e seu gozo me enchendo por dentro, ficou um tempo em cima de mim de pois se jogou na cama e eu sem forças me joguei no chão choromingando doia tudo adormeci depois de um tempo me levantei pra ir ao banheiro andando com dificuldade tava todo sujo de esperma misturado com bastante sangue e fezes escorrendo pelas minhas pernas, tava tomando banho ele entrou aquele pau ja tava duro de novo querendo me comer, tentei dizer mas quando senti seu pau roçando minha bunda procurando meu cuzinho não resisti, me apoiei na parede e ele meteu me fazendo chorar naquele pau de novo. Me levou no hotel não coseguia sentar direito no carro tive que disfarçar pra não perceberem meu estado, ele tinha acabado comigo, praticamente tinha sido estrupado por aquele pau e nos dias que passei em S. Luis me comeu direto fez de mim sua putrinha, so que nao era facil levar aquele pau no cu todo dia, chorei muito pra ate acostumar, foi uma loucura, isso foi em 2007, voitei pra belém passei um tempo me recuperando, ate meu cuzinho desinchar, sarar voltar ao normal e eu poder sentar direito, voltar ao normal entre aspas meu cu nunca mais foi o mesmo, desde S, Luis nunca mais dei mas as vezes da uma vontade,mas como oe dificil encontrar alguem de confiança fico na vontade. [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erotico chorei na pica grossaconto bebendo leite do ricardaocontos eroticos sou adestrador de mulher casadacontos eroticos lesbico casadas e travesticontos morena casada carente apaixonou na pica"amor vou dar" amigo colegaconto erotico de filha desmaia na rola do paiContos eróticos -minha enteada, minha putinhasexo com maior tesao com a negona de vestidocontos eroticos gay meu tio de dezenove anos me estuprou dormindo quando eu tinha nove anosmulhe baxinha danddo a bulceta pro minino de16comtos eroticosi minha esposa eo zeladorcontos.encochando.uma.negra.bundudacontos mulher casada da o cu pro cãominha primeira traiçãofilmes de bucetas cabeludas e bucetas com toquinho de cabelosesposa bebada tomando sol com sogrocontos eróticos de irmão comendo a irmã pequenininha novinhacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto erotico com mandiocanao resisti a buceta da minha maeCONTOS EROTICO COM A PRIMA E TIAconto erotico ordenha corno dedos no cucontos gay chupei o pau do borracheirocontos de corno perdi minha namorada virgemfudendo minha cumhada crentecontos eroticos de sexo com madrinhascontos eróticos Flagrei minha mãe com meu irmãocontos eróticos incesto vida ruralver contos de lesbicasContos eróticos com cão.Contos eroticos filha rabudanoiva putinha titio velho caralhudo safado noivo corninho manso safado contos eroticos com fotoscumendo a irma tia e mae so no cu contos eroticoswww.gordinhasvirgens.com.contoeroticoencestoRelatos eroticos de professoras casadas brancas que foram usadas por alunos negroscontos enrabando sobrinha da minha mulhercontos eroticos minha irma e suas amigascontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto erotico estorei a buceta da mulher do corno na frrente dele com minha pica gigante ela grita de dorta rasgando meu cu contopucetas gostosas cavalgando no paucontos eroticos de estuprofodendo com minha irmã quando meu cunhado sai de casa video porno incestocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentemeu lobo gostosoconto erotico vizinha baixinhaContos vi meu padrasto nuconto erotico eu e meu pai fundemos minha filhaComto fragante Virgem Lesbicacontos eróticos molecas b********dando padrasto contos eróticostirando uma sarradinha mas cunhadinhaconto titia e eu no banhocasada e velho rico corno vendo contoscontos de casadas cornéando o maridocontos de homens sergipe dando o cu pela primeira vezcontos de novinha dando a bunda no escurosexo contos eroticos o amigo do meu marido me viu com um shortinho atolado no rego e nso resistiucontos de coroa com novinhominha esposa gordinha de toalha andando dentro de casa no pé da pia da cozinha de baby dollbebado gay amigofomos pescar eu e minha esposa e cunhada e o conto eroticocontos eroticos arrombando a gordacontos eróticos comi o cu da minha mãe dormindo Minha irma e minha sobrinha conto eroticocache:FPfKk_mm7mAJ:okinawa-ufa.ru/conto-categoria-mais-lidos_9_9_zoofilia.html contos incestos eu comi minha vovóFui estuprada com penis de borracha contocontos eróticos família liberalconto erotico perdendo a virgidade com o porteirocontos dois amigo em casa eu virei viadoContos enfiei o dedo no cu do meu marido ma frente do meu amante