Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CORNINHO HUMILHADO

Tudo comessou quando decidi alugar um sitio para assumir Fernanda minha namorada como noiva. Convidei varios casais de amigos para informar as novidades, passariamos um final de semana inteiro. Eu e Fernanda chegamos no sabado pela manha ela estava super provocante com um shortinho suplex tão apertado que dava para ver sua bucetinha partida e um top que deixava o umbiguinho de fora, mas decidi não falar nada pois agente sempre briga por ciumes e eu não queria estragar a nossa festa, ela é muito linda cabelo loiro liso e longo altura 1,60 50 kg bem branquinha com carinha de ninfeta e uma bundinha bem impinada. Ao chegar fomos recebidos por um casal de amigos que ja estavam la notei alguns rapazes tambem que eu não conhecia mas ela falou para eu não me preucupar que eram amigos de amigas dela.

No passar do dia ficamos bebendo e dançando no churasco que estava rolando ja estava ficando de tarde quando percebi que um rapaz estava dançando forro com minha futura noiva estava se esfregando demais pude ver que ele estava exitado mas nao se intimidava e continuou dançando.Quando acabou a musica chamei a Fernanda de lado para reclamar, ela que ja estava alterada pelo alcool me xingou falando alto que não tinha nada aver que isso era idéia de corno, algumas pessoas que estavam proximas ouviram e deram risada da minha cara, nisso ela saiu e foi dançar novamente e continuou a se esfregar sá que agora dançando funk. Ao cair da noite comessou a esfriar então decidimos entrar para o quarto para tomar um banho tinham poucos quartos no sitio então um rapaz que namora uma das amigas da minha noiva pediu se podia durmir la tambem

pois ele ara policial e teria de ir embora cedo para buscar a namorada e depois trabalhar, eu não queria pois prefiriria passar a noite sá com ela mas ela teve dá e aceitou a proposta. Fui primeiro para o banho ao sair do banho vi a fernanda por cima do policial brincando de lutinha de imobilisação, fiquei com muita raiva e a xinguei na hora na frente dele mesmo ela sem pudor debateu comigo e falou que eu não a respeitava e que eu merecia ver ela ser comida por outro, bateu a porta do banheiro e foi se banhar ao voltar do banho ala vei sá de calcinha e uma camiseta branca quase transparente que dava para ver os biquinhos do peito saltado quando o policial viu deu para perceber que ele ficou de pau duro na hora, mais uma vez fui tentar falar com ela sá que desta vez comessamos a brigar muito nisso o policial foi se meter na briga na hora que eu fui para cima dele ele medeu um soco e falou que a fernanda merecia um homem de verdade nisso ele me algemou junto a um cano que passava pelo quarto e falou que a Fernandinha seria tratada como merecia ela com raiva de mim falou é isso mesmo então eles comessaram a se beijar logo em seguida foram para a cama onde ele tirou o pau para fora onde a fernanda foi logo chupando o pau dela era bem maior que o meu então a fernanda falou alarga minha bucetinha para meu corninho ver então ele tirou a calcinha dela e comessou a chupala não sá a buceta mas tambem o cuzinho eu estava totalmente humilhado ali preso vendo tudo, Fernanda entao subiu nele e comessou a cavalgar com muito tesão nem se quer colocaro camisinha, enquanto ala cavalgava ele ainda enfiava o dedo no cuzinho dela coisa que nunca deixou eu fazer em 4 anos de namoro depois de uns 20 minutos ele gozou dentro dela pude perceber que ela gozou tambem nisso ela saiu de cima dele e veio com sua bucetinha pingando porra me soltar e falou vai na farmacia comprar pirula do dia seguinte meu corninho tive de ir pois fui ameassado novamente e eu não podia falar nada pois ele tambem tinha mulher e se ela ficasse sabendo ele acabava comigo. Quando estava quase chegando da farmacia ela meliga no celular e fala para eu levar tambem um KY falei que ja estava quase de volta então ele pegou o telefone e falou que se eu não levasse o KY eu ia ter de dormir na rua mais uma vez ameassado fui compra o que me mandaram detalhe tudo com o meu dinheiro até a locação do sitio, ao voltar quase 2 horas depois bati na porta do quarto nisso vem a Fernando com o rostinho todo esporrado me da um tapa na cara e fala porque demorou tanto corninho agora ja é tarde sua noivinha ja nem consegue sentar direito e foi para a cama observei que sua bundinha estava toda vermelha para piorar ainda tive de durmir em um colchonete do lado da cama sem poder abrir um A. Na madrugada ainda escutei minha noiva fazendo um boquete tive total certesa quando ele gozou pois caiu porra na minha cara afinal eu estava deitado bem ao lado da cama.

No dia seguinte ao amanhecer como ja tinha sido tudo organizado para eu pedila em noivado não podia voltar atraz afinal niguem podia desconfiar feito o pedido a Fernanda ainda falou que chamaria Marcos (policial) para ser padrinho do nosso futuro casamento ele então veio me comprimentar e falou que aceitaria as honrras nisso falou no meu ouvido que assim que eu casasse ele iria ser o primeiro a comer a noiva.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


comofuder uma egua contos de filha seduzindo o paicontos eroticos comendo mae e filhaconto erotico gay meu amigo rasgou meu cupeguei minha amante e minha mulher e fodi as duascontos eroticos festa a fantasiamostrei os meus seios webcamcontos eroticos traição perigosafui consola a cunhada contoscontos minha cunhada viu eu mijanoContos eroticos menage inesperado com minha mulherfui cagar gostoso mulher contos eroticoscontos eroticos dinheirocontos eroticos arrombando a gordacontos no cu da vizinha marrentaContos porno comi o cu da esposa nas dunas da praiacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentevirei puto do vovo conto gaycontos minha mãe com siliconecontos eroticos mamae me punhetandocontos erotico de puta fudendo com velho safadoComtos casadas fodidas pelo filho novinho do vizinhovídeo pornô de sobrinho pega tia de baby doll calcinha na cozinhaescanxoconto erotico mae apanha e fode com filhocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteminha tia olhando meu pauContos eroticos gay Meu amigo Gordinho na infanciacontos gay limpar a casacontos eroticos perdir meu cabaçoconto erotico de casada e seducaoconto erotico casada submissacontos eroticos emprestei minha esposahistorias eróticas com coroa de 80 anoscontos madrinha casada biscatetaras de ficar olhando outroa fuderfundura da buceta midindo pornoesposa contando para o marido que ele é corno e que seu amante vai fuder ela na frente do corno e ainda chama uma namorada travesti para fuder com ela e depois vai transformar o corno no maior viadocontos eroticos dando a xota para o meu primo e o amigo dele na casa deleChicotada no clitoris contos sadostravesti novinha de 15 aninhos contos eroticosContos Eróticos. Coroa Chamada Dona. Anaas coroa metendo a casa do corpo da pulsocontos fui encoxadaaquelas olhadas safadasminha filha fudendo com nosso impregados contosContos travestis com mulhercontos eróticos seduzindo o papaiconto gayvirei garotinha do coroacontos casado chupando picasCONTOS EROTICOS, DEI A BUCETA EU E MINHA AMIGA NO GANG BANG contos eróticos não sabia que meu marido era gayconto erótico seduzi a casadaconto erotico d quem perdeu a virgindade com pistoludgostosa rica traiu contosconto erótico caipirasbotei nu cu da mi.comha mulheconto eroticos aguentei mais d vinte e dois sentimetro d rola d meu sogroconto eroticos meu sobrinho viu minha bucetatirei o c******** da minha enteada Camilacontos verdadeiros eroticosgozei na mão da mulher no ônibus contos lésbicanem peitinho teen grita na pau do voconto - amor de pica doentiomeu padrasto me arrombou a força até esfolar minha bucetinhaFodendo com ela contosContos eroticos sexo selvagem maecontos eróticos fui na praia de nudismo e fudi gostosoSou casada meu marido viajou e meu vizinho me fodeuchavegando a cunhada ate tranzar com elacontos eróticos de mulher transando com cavalomeu pai dotado comeu minha buceta rosa por eu dezobedecereu cheirei lambi e chupei a sua calcinha