Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

HELENA, MINHA ESPOSA ROSE E EU

Helena, minha esposa Rose, e eu



Cheguei em casa, as duas já estavam me esperando. Era hora do confronto. Pelas mensagens que Helena me mandava, sabia que as duas ficaram fodendo uma noite e um dia inteiro. Não sabia como tinha sido a conversa nem como tinham chegado a esse ponto, mas mãe e filha descobriram o tesão que tinham uma pela outra e estavam dando vazão. Sá achava estranho Rose não entrar em contato. Tudo passava por Helena, minha enteada safada.



Helena e Rose estavam num dos quartos. Helena veio me receber, Rose nem deu as cara.



-- O que é que está acontecendo, Helena? Cadê Rose?



Helena me deu um beijo gostoso na boca, pegou no meu pau e apertou, levando-me às nuvens.



-- Mas Helena...



-- SSHHHH Jack fique quietinho, meu amor, meu macho gostoso... Mamãe está bem, fodemos pra caralho. A única coisa que ela não perdoa é o tempo que ela perdeu de gozo...



Helena se foi abaixando, abriu minha, tirou minha geba pra fora, ainda mole de apreensão, abocanhou e mamou gostoso como ela sabe fazer. Quando a vara endureceu e engrossou ela se levantou, acabou de tirar minha roupa, pegou-me pela mão e me fez entrar no quarto.



Rose estava nua, de quatro em cima da cama, e um macho negro, alto e forte a enrabava. Ele olhou pra mim, tirou a caceta do cu de minha amada esposa e mostrou. Balançou a verga imensa, grossa e dura pra mim e sorriu.



-- Vem Jack, deite aqui ao lado de mamãe. Disse Helena.



Rose não olhava pra mim. Helena me levou até a cama, me fez deitar de bruços e começou a me massagear as nádegas e o rego. O macho negro voltou a enfiar aquela tora todinha no cu de minha esposa que não disse nem um ai.

O gel frio no rabo começou a me alertar. Helena arreganhou meu rego, enfiou um dedo bem lubrificado com KY e ficou me laceando, a puta. Logo dois e três dedos me arreganharam o buraco do cu. Helena cochichou no meu ouvido:



-- Jack, tá tudo bem, mamãe nos perdoou. Sá que você vai tomar um castigo, ela faz questão. Se você topar, ela vai ficar feliz.



-- Tá bom, Helena. E qual é o castigo?



Helena fez um sinal, mas não pude ver pra quem. Sá sei que uma caceta negra, dura, grande e grossa, maior e mais grossa que a do negro que comia o cu de minha esposa, apareceu diante de mim, vinda da minha nuca. Logo senti um corpo grande e pesado sentar-se nas minhas costas. O negro esfregava a bunda nas minhas costas e depois na minha bunda. Levantou-se, encharcou meu cu de KY, deitou-se por cima de mim quase me sufocando, e enterrou a tora no buraco laceado do meu cu. Doeu. E foi de uma vez, o filho da puta. Eu vi estrelas. O macho me pegou de jeito. Lambia minhas orelhas, minha nuca, eu me sentia uma menina vadia. Demorou um pouco, mas finalmente me acostumei e comecei a rebolar. O macho enterrava lá no fundo do meu cu uma ferramenta como não vira ainda.



-- Tá rebolando pro seu preto, viadinho? Tá gostando da enrabada?



E lambia minhas orelhas, enfiava a língua nos ouvidos, e estocava duro.



-- Fica de quatro pro seu macho, viado...



-- Fiquei de quatro, ele me pegou como uma cadela e enterrou de novo lá no fundo. Eu rebolava e gemia. Ou vi uns gemidos ao meu lado. Olhei e vi minha amada Rose na mesma situação que eu. Seu negro estocava fundo e começou a dar palmada na bunda dela. Antes que eu tivesse tempo de pensar, recebi a primeira palmada dada pelo meu negro gostoso. Estalou na nádega, seguida de outra. Helena chegou pela outra cabeceira da cama, sentou-se com as pernas arreganhadas e enfiou os dedos na buceta, tocando uma siririca. Meu macho pegou na minha geba dura e tocou uma punheta.



-- Vem gozar com teu macho, vem. Esporra junto comigo.



Ele foi me conduzindo até que gozei em sua mão. Senti no cu a porra dele na mesma hora. O filho da puta sabe comer um cu. Num pouco depois Rose começou a gritar e a chorar. Seu macho também urrava. Os dois gozaram. Helena também gozou, mas silenciosamente e sem perder nada do que acontecia comigo e com sua mãe.



Os machos negros se levantaram, colocaram as roupas e foram embora. Ficamos nás três. Eu, minha esposa Rose e sua filha, minha enteada Helena. Nus na mesma cama. Chegamos pertinho e nos abraçamos. Ficamos deitados curtindo o nosso gozo e dormimos. Acordei com as duas trazendo café na cama.



-- Sabe Jack, como estou no atraso, preciso me recuperar. Quero foder o dia inteiro. Quero piroca, quero buceta... Agora que sua enteadinha putinha me fez mamar na dela, gostei... Se soubesse que era assim já tava mamando há muito tempo...



A mesma Rose de sempre, sá que agora puta como a filha dela, minha enteada Helena.



Beijos.



Jack Sapore

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


www.contos eroticos assaltantes arrombaram minha esposa.comcontos a pica do comedor pingandoContos eroticos puta desde novinhafraguei minha filha e um amigo transando e fiz ela transar comigo. contosContos pornos incesto tiaconto erotico prima safadinhacontos de surubas inesperadas com esposacontoerotico.que bucetinha apertada tem minha norimhaesposa puta do meu tio corno contoconto gay cabaço gordinhoarrombei a minha sogra chifreiraContos eróticos dei meu curso para um cavalocontos eroticos glaucia cdme arreganhei para dar o cu ao meu filhocontos minha cunhada de shortinhos bem curtinhoconto com prima casadacontos eroticos homem casado tarado pra da o cu pra um novinho e a esposa ajudousexo seguro com mamae contos erot de encestcontos eroticos de massagemso a cabecinha incesto titio contosComtoerotico calcinha da filhinhaMulheres se jutao para fazer xexo contosContos comi mae bebadaContos meu tio chupava os carocinhos do meu peitinhocontos de coroa com novinhonunca tinha visto um pau tão grandeContos eroticos de incesto putaria entre familias em gang bang so de homens pauzudos no sitiocontos erotico vovo e a vovo lamberam minja bucetacasquinha da minha - contos eroticoscontos eroticos familia rentconto com sete anos dei gostoso pro meu tio caralhudocontos abusadovamos a mulher Helena chupando sua filha com mulher mulher mulher mulher mulher mulher com mulher chupachama Laura para ir comigo lá no a f*** com gaycontos porno chantagiando a cunhadacontos eroticos arrombando a gordacontoseróticos tímida . dormindomulleres escrevo espermapelas pernas contos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos erotico o dia que comi a minha sogra sem camisinhacontos eroticos de vizinhas putscontos eróticos bixesuaiscontos especial me.comeuAs bucetas com os grelos babamdocomendo a cunhada contosconto virei cdzinhatrepando com meu patrão conto eroticodoido pra brincar na bundinha da sobrinha novinha inocente gratisHugo -Isac |casa dos contos eróticoscontos gays meu pai meu macho meu homemgozei na buceta da maninha engravidouconto amigo maconheiro que chupa bucetaconto gay filho chupando o pau do pai dormindomeu filho mete o dedo no meu cu e eu gostoconto gay porteiromulheres com dhorte branquinho com cuzaocontos eroticos com cavalo zoofiliaestrupada contosconto erotico de faxineira casada safadaConto erotico.patricinhsmorena de seios gigantes e cintura fina fundendo com um homemconto erotico sogro ahh uhh mete metecontos minha esposa e as gemeashttp://transei com homen gordo gay contos eroticos gayvizinha crente eroticoconto eróticos pai pauzudo e filha baixinhaconto erotico minha mulher nua na frente do paifui filmada dando gostoso casa dos contoscontos eróticos fizemos amor no carro delecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteVelha fofinha em contos eroticocontoseroticos.compai comendo a filha virgem dormindo dimenorvídeos pornô de avô sentando a netinha de sainha curtinha no colocontos eróticos de mulheres casadas que curtem zoofilliacontos erotico comi cu da tia no conventocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos eroticos de de lindos travestis tarado por cuminha esposa crente depois de umas cervejinhas ela foi arrombada por outrocontos eroticos gay meu tio de dezenove anos me enrabou dormindo quando eu tinha dez anosele era um lindo anjocontos erotico gayconto erotico gay chupando tio bebadocontos mulher fode com vizinha e com a filha delaComiminhanoracontos gay treinadorcontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anosPorno pesado gordao arromba magrinha pono doidoContos eroticos de zoofilia ninfetas com jeguescontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto de sexo com estrupo em família rasgei o cu de meu avô sem doporno a mante no citio