Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ESTUPREI MINHA SOBRINHA...

...Sou casado, 35 anos, 1,82m, 82kg, cabelos (lisos e curtos) e olhos castanhos, pequeno cavanhaque (hiper-baixinho e bem tratado), branco, sempre pratiquei esportes aquáticos, consultor em informática, pás-graduado, financeiramente estabelecido e morando em São Paulo há dois anos. Na verdade a Vanessa (vamos chama-la assim) é sobrinha da minha esposa (filha de seu irmão). Conheci a Vanessa em sua festinha de aniversário de 5 aninhos de vida (período em que estava no início do namoro) . Sempre gostei muito de crianças e por isso toda vez que encontrava a pequena Vanessa sempre brincava muito com ela. Vanessa era uma criança muito geniosa e difícil de se relacionar mas, não sei porque, comigo era muito doce e meiga. O tempo foi passando, eu me casei a Vanessa foi crescendo os anos se passando e a Vanessa foi tendo suas primeiras relações amorosas com “namoradinhos”. Vanessa sempre frequentou muito minha casa, como ela mesmo dizia...era a sua segunda casa...sempre foi muito de conversar e desabafar com minha esposa e certa vez cheguei mais cedo em casa e escutei uma conversa das duas sobre suas aventuras sexuais e uma frase me marcou muito...ela disse assim: - “Tia...faz tanto tempo que não transo que estou com minha buceta “coçando” direto !!!!!...”. Quando ouvi aquilo fiquei espantado...a Vanessa tinha crescido e se transformado numa mulher muito gostosa e super atraente. De lá prá cá começei a “reparar” muito no jeito da minha sobrinha...Sempre provocante com roupas curtas, justas, decotadas, transparentes, provocantes e verdade seja dita...todas ficavam muito bem nela...era uma mulher muito sexy !!!

Para enganar seus pais Vanessa passava muitos e muitos finais de semanas em casa...era muito mais liberal...ela chegava sempre tarde...cada final-de-semana com um “namorado” diferente e muitas vezes meio “alta” de tanto beber. Eu sempre fui de acordar tarde e também deitava muito tarde vendo filmes na tv a cabo e ao contrário minha mulher tem o sono muito pesado sempre deita-se muito cedo e também levanta com as galinhas...

Certa noite minha mulher estava dormindo no quarto e eu estava na sala vendo um filme e Vanessa chegou meio embregada e rindo a toa...se sentou ao meu lado e baixinho falou no meu ouvido: - “Cade a tia?” e deu mais um pouco de risada colocando a mão na boca...então eu respondi: - “Está no quarto desmaiada” com ar irônico...ela estava usando uma “sainha” super curta e um “topzinho” que sá tampava mesmo seus mamilos (e que mamilos!!!)....Conforme ela se sentou ao meu lado reparei que ela estava sem calcinha...podia sentir o cheiro da sua buceta suada e perguntei como tinha sido sua “noite” e para minha surpresa ela respondeu que não tinha sido como ela havia planejado...e deu mais um pouco de risada levando a mão na boca para não acordar minha esposa...não sei o que me deu na cabeça quando ela respondeu aquilo que coloquei a mão em seu “top” e puxei até a altura da sua cintura...saltou diante dos meus olhos, literalmente, dois “mamões”...madurinhos, empinadinhos e pasmem...mamilos rosados. Acho que nesse momento sua “bebedeira” passou...ela ficou horrorizada com minha atitude e tentando se arrumar ameaçou gritar...eu mais do que depressa coloquei minha mão em sua boca, segurei em sua cintura a “abocanhei” aquelas tetas maravilhosas, rosadas, empinadas e duras chupando de todas as formas e jeitos possíveis e imaginários...eu estava completamente fora de mim...rasguei seu “top” e amordacei sua boca (queria ficar com as duas mãos livres) ela começou a chorar....eu estava “dominado”...tirei sua saia e fiquei durante muito tempo apenas chupando, lambendo, mordendo, alisando, me esfregando, falando putarias e sacanagens em seu ouvido e ela foi “entrando” no clima e foi cada vez mais substituindo o choro por gemidos....até que eu liberei sua boca daquela mordaça (minha intenção era enfiar minha rola em sua boca), ela continuou gemendo, gemendo, gemendo e de repente ela começou a grito por socorro, que não sei como minha esposa não acordou....fiquei puto da vida....amarrei sua boca de novo...sá que agora, como ela já estava pelada...e minha rola estava bem parecido com um pedaço de “cano”, abri suas pernas, bem abertas...encostei minha casseta na “entradinha” da sua buceta e fui enfiando bem davagar...cada vez mais um pouquinho...cada vez mais um pouquinho...cada vez mais um pouquinho...cada vez mais um pouquinho...cada vez mais um pouquinho...até que pude perceber que sua buceta estava totalmente lubrificada (aliás...parecia um lago) comecei a “bombar” freneticamente a bucetinha da minha sobrinha Vanessinha....percebi que ela começou a me alisar cada vez com mais amor...cada vez com mais prazer...cada vez com mais vontade...resolvi arriscar de novo...tirei a mordaça que estava tampando sua boca.....assim que tirei a primeira coisa que ela me disse e nunca mais esqueci foi: - “Titio...o sr. como meu cuzinho?” e completou...: - “Toda vez que fico com muito tesão eu sinto uma coceira muito grande no meu cú....come vai?”....Não pude acreditar....estava sonhando....sá podia ser...aquilo não estava acontecendo comigo, pensei...e começamos a nos beijar ali, no chão da sala mesmo, ficamos nos beijando durante muito e muito tempo...antes de atender seu pedido...como estava, já a algum tempo, morrendo de vontade de gozar...tirei meu pinto de sua buceta e fui enfiando em sua pequenina boquinha e ela na medida do possível ia tentando “agasalhar” toda aquela rola dentro de sua boca....em nenhum momento senti seus dentes encostarem em meu penis...sá sentia seus lábios, sua lingua e principalmente sua saliva...percebi em seus olhos que ela nasceu com o dom de acariciar, com sua boca, um pinto...tamanho o profissionalismo com que ela desempenhava aquela “arte”...não pude resistir quando ela olhou pra mim e pediu: - “Estou esperando....quero beber toda essa sua porra....goza vai?”, atendi prontamente...acho que nunca gozei com tamanha intensidade, sinceramente deve ter dado vários MLÂ’s de esperma...minha surpresa foi ainda maior quando, ao tirar meu pinto de dentro de sua boca....ele estava lisinho, limpinho, sem nenhum resíduo de porra...Vanessa havia “engolido” até a última gota do meu semem e continuava chupando... chupando... chupando... chupando...e meu pinto ameaçou dar uma “arriada” mas a sua insistênsia em chupar era tanta que “ele” foi logo ficando ereto outra vez...sá então atendi seu pedido. Coloquei Vanessa de quatro enfiei um dedo durante alguns segundos em sua buceta e passei aquele “creme” em seu cuzinho, dei uma cuspida encostei o pinto e comecei a enfiar...bem devagar e com muito carinho...percebi que ela estava sentindo dores...perguntei se queria que eu parasse...e ela me respondeu: - “De jeito nenhum !!!...adoro esse tipo de dor...”...depois que entrou tudo comecei o vai-e-vem, seu cuzinho foi lubrificando cada vez mais ela ia gemendo...mordia a almofada...colocava suas práprias mãos em sua boca....e...ficamos “longos” minutos nesse ritmo louco até que percebi que momentos antes dela gozar, de quatro, ela virou a cabeça em minha direção e disse assim: - “Come tua sobrinha “preferida”, come titio...” e ficou repetindo isso seguidamente até anunciar seu gozo....momentos depois também havia gozado e caímos os dois deitados e completamente suados no tapete da sala...o “ar” estava completamente empregnado com um cheiro de “Foda”, isso mesmo, com “F” maiúsculo. Dela prá cá...nuca mais tocamos no assunto mas pude perceber que não houve nenhum ressentimentoarrependimento pelo que aconteceu, muito pelo contrário, estamos até mais carinhosos e brincalhões um com o outro...sá que nunca mais repetimos a “dose” acho que por pura falta de oportunidade mas um dia quem sabe (vou torcer para que seja logo....risos). Meu nome é Paulo e meu e-mail é [email protected] e se alguém quiser fazer algum tipo de comentário sobre o meu “conto” me escrevam, de preferência, mulheres é claro e não precisam ser apenas “sobrinhas” (risos) não tenho nenhum problema com a idade de ninguém....beijos a todas. PS.: Isto realmente aconteceu !!!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Casa conto eroticos noiva deixou noivo por outra pica do negãocontos eroticos velhasconto esposa transa com marido se exibe pra molecadaFlagrei minha esposa dando para o ginecologistaContos eróticos gay de menino de menor idade dando o cuzinho pro professor de reforçono acampamento enquanto eu dormia contos eróticosxvidiocu gostozoconto incesto cunhadaContos.eroticos..de.incesto.no.dia.decasarcasa dos contos eroticos/Três é demaisconto minha mae me deu o cu no baile fankcontos eroticos minha pequenaContos eroticos gratis de estagiarias lesbicaaspatricinha novinha fodedeiracontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto erotico com minha sobrinha novinhachantagiei minha sobrinha casada contos eroticosmeu marido corninho/contoslésbicas buracos brotados cheios de cremefotos.e.contos.de.homem.cazado.que.ama.chetar.pau.pintoContos eroticos te amo mana conto erotico princesa aronbada na favelaSou casada fui pra um acampamento com os colegas a amigas so rou surubajaponesas babys fazendo zoofilacontos faço anal com meu filho adolesçentecontos comi a japonesa rabuda casadamulher dando a bucsta para o cachorro lombercontos eroticos casada em casa sozinha com enteado fazendo massagemcontos eróticos gay coroa indo morar inteiro contos eroticos de noraContos safados pirocaocontos minha bunda ernome encoxada de pau super duromulher entrando na chapeleta do pôneiEmpregada puta contosMenina mamando o pai contoseroticoscontos sobre safadas na academiafui almoçar mas a cunhada e ela me deu foi a buceta so nos dois em casaconto erotico meu marido ficou nervoso mais gosto do chifresnegra de calçalegue com a boceta abarecendomadrasta pegou enteado vendo filme porno e alivioumenina de menor fazendo filme pornô com minha Duducontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto esposa se transforma na casa de swingzoofilia negao comenorme pau deixando putia loucacontos sexo minha mulher sua patroanunca gozei tanto quanto de meu tioConto erotico casada tomando leite na caraConto estropo velho casadacontos gay comendo o muleke do orfanatoprimos e primas transando enquanto os pais saíram totalmente Pelotascontos eroticos so eu e meu gato na chacaracontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto de puhetapicas enormes dos boys das piconaseu.tinha.cinco.anos.e.ja.dava.o.cu.pro.meu.primo.contos.prpibidoscontos comendo a tia de fio dentalcontos eróticos eu minha esposa e a ex namoradavídeos pornô Santa Rita taxistacontos ela me descobriuChantageando comi ela contossobrinho do meu marido mais nao queria 3 contos eroticos.meu patrao me comeu na base da chantagemsubrinho ve tia fazendo sexo araz da portame chupa mete tudo essa sua pica na minha buceta gostosa contocontoseroticos chantagem velhaconto meu amigo comer minha esposaContos eroticos cofrinho esconde escondemae pede pro filho ajudar escolher a lingerie incestocontos eroticos de noracontos eroticos de surpresagozando no chinelinho da novinha contosSexo conto namorado gaycontos eroticos fui cumida a traz do salão da igrejaConto �rotico na favelcontos espiando a ruiva com o vibradorso sadomasoquismo com maridos violentos contos eroticosContos eroticos Vanessinhas mostrando o cuzinho q foi arrombado até nao aguentar maiso cu rosinha de minha neta de 9 aninhoscontos de sexo no bus primeira vezmarido corno/contoscontos eroticosamigo se veste de mulher para dar o c* para o amigoCONTO DEPRAVADAconto erotico de fui comida pelo amigo do meu esposo insperadamente