Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

EXPLORANDO UM MENINO PELO OUTRO LADO

Olá a todos. Me identificarei como Circe e decidi vir aqui contar como comecei meu hobby de caçar meninos, pois imagino que mais pessoas têm tesão na mesma coisa. O site tem muitos relatos com "lolitas", mas poucos sobre o outro lado.



Sou branca, morena, não tenho corpo de mulherão mas até que tenho minhas curvas. Nunca fui de manter namorado, e minha vida sexual era ocasional... até este dia. Quando aconteceu eu tinha 21 anos e um emprego bobo no balcão de uma papelaria. Era muito comum que a dona saísse e me deixasse sozinha, muitas vezes o dia todo. O movimento era escasso e eu aproveitava para ler revistas de graça (ninguém nunca reclamou).



Num desses dias estava eu lendo sossegadamente uma Superinteressante (que na época ainda tinha textos com um mínimo de inteligência), quando percebi um barulho estranho e repetitivo vindo das estantes de revistas. Eram duas, e do balcão você não consegue ver direito quem está entre elas. Levantei e quando cheguei lá fiquei chocada: um menino mulatinho, sem camisa, havia colocado o pintinho para fora e estava batendo uma sem o menor pudor, a despeito de estar totalmente visível da rua, e com bastante proficiência apesar de aparentar uns sete, oito anos. "O que é isso, menino", eu disse exasperada, e ele retrucou: "Vamos trepar tia". Na hora meu rosto ficou vermelho de raiva. Quem aquele pivetinho pensava que era? Eu falei pra ele erguer o calção e ele: "vamos trepar tia". Nossa, eu fiquei mordida. Falei, ah, é?, e não sei bem como ou por que, mas decidi ensinar aquela criança mal-educada. Peguei ele pela orelha e levei para os fundos, fechando a porta (e deixando a loja aberta sem ninguém mesmo). A verdade é que já naquela hora eu estava perturbada com a situação, embora não fosse admitir pra mim mesma ainda. Aquele menininho praticamente pelado masturbando o pau do tamanho de um dedinho, falando que queria trepar... Eu tinha pensado em deixar ele de castigo, chamar a mãe, mas comecei a ficar com vontade de brincar de algo mais risqué.



Falei pra ele abaixar o calção. Coitado! Ficou todo feliz. Aí disse: "você foi muito malcriado e criança malcriada tem que apanhar na bunda". Ele fez uma cara de choro que eu quase perdi a pose e desatei a rir. O moleque estava se achando e agora não tinha como escapar. Falei "vem cá", firme. Ele veio. Botei ele no meu colo e ele ainda quis ficar de frente, mas o peguei pelos ombros e virei de uma vez. Ergui a mão e dei um tapa. Nossa! Aquela bundinha. Sá naquele momento entendi o quanto estava excitada. A pele dele era lisinha e suada, e a bundinha redondinha como a de uma menina. Dei outro tapa e senti minha xana escorrer. Estava morrendo de tesão. Nunca tinha sentido nada parecido. Fui batendo e a cada tapa eu quase gozava. Não resisti e comecei a demorar a mão, depois de bater ia alisando aquela bundinha até que fiquei sá nisso. Separei as nádegas empinadinhas e bolinei o cuzinho dele com o indicador. Seu pauzinho na hora deu sinal de vida. Eu não aguentei e comecei a me masturbar, enquanto brincava com seu cu. Comecei a falar bobagens: Então você está gostando do castigo, safadinho? Queria me comer e agora tá dando o cu pra tia? Bate punheta pra eu ver... Rebola a bundinha... Você é viadinho, isso sim... Eu pus ele no chão de joelhos, de quatro pra mim, enfiei o dedo sem dá, segurei seus quadris e insinuei um movimento... Ele não falava nada mas começou a rebolar bem bonitinho, enquanto mexia no pintinho... Aquilo me matou de tesão de vez, perdi a conta de quantas vezes gozei com aquela cena maravilhosa, sá de lembrar agora fico totalmente molhada... Até que ele gozou, sá um pouquinho de porra rala e transparente...



Eu não sabia o que fazer então disse pra ele sumir dali senão ia contar pra todo mundo. Depois fiquei super encanada, mas ele nunca contou pra ninguém. E foi assim que descobri meu fetiche. Votem se gostarem, se houver interesse eu conto de como conseguir fazer dois meninos se comerem... Foi a coisa mais bonita que já vi na vida...



[email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Iniciando uma virgem contos eroticoscontos de coroa com novinhovizinha me chamou me acediou en sua casa contoscontos de cú de tiavendinhacontoscontos eróticos cu saindo pra foraConto Erotico: o macho se rendeu a minha rolacontos erotucos comi umad meninas que morava na fazendaorgia com os nerdes casa dos contoscontos de coroa com novinhocontos eróticos marido não importoucontos eroticos arrombando a gordacontos pornôs por vingança vira escrava sexual da madrastacontos cunhada novinga e crenteNo dia que o velho tirou meu cabaco contos gaycontos eroticos tio comendo sobrinhasmeteu a pica gigantesca na passista deliciosacontos minha esposa nao vai aguentar essa pica.mais taradas por picar nu rabo grosa. du filhocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eróticos minha mãe crente com meu amigocontos pai fudendo a filha pequenascontos eroticos minha mulher de roupa curta e decotadacontos erotico com vovoconto de sexo com uma mendiga novinha que chorou com a pica bo cuCONTOS EROTICOS PROVADOR contos eróticos travesti novinhas primeira vez que dei virei menininha bi sexual e o travestir/contos erotioscontos de cú de coroa viuvagenro contos eróticoscontos eroticos casada deu para o porteirocontos de machos q experimentou um boquete no primocontos brincando de lutinha com minha mãeComendo bucetas gostozas na roça comtos eroticoscontos eroticos arrombando a gordavideos de pau ficqndo ficando durocontos eroticos mais lidos novinhas meditarcontoseroticosvoyeurContos erotico cobradora taradacontos betinha vendo a irma sendo fodidacunhada. crentexvideodepilano a buceta dela io cara comi elaminha nora minha puta contocontos eroticos de tio fodendo o cu e a bosetinha da sobrinhamae filia e primo fodwnoxvidio desejo incesto proibidoContos virei a puta dos oito negros picudoshttp://okinawa-ufa.ru/conto_6918_comi-a-sindica.htmlconto sexual com cadela zoofiliacontos eróticos minha mae de uniu a minha esposa e virei cornofodi a sogra contosconto. a sugadora de. porracuzinho de entiada contos veridicocontos eroticos medicocontos comi minha cunhadinha de oito anoscontos de seios bicudosContos incesto novinha calcinhaconto erotico defia um diero comi ela pornotrabalho quero a cona da tua mulher contoscontos eroticos em familia18oras.porncontos de sexo comi minha sogra em quanto a minha esposa tomava banhoesposa puta do meu tio corno contocontoseroticospolicialcivilcontos erótico Empregadas Crente mais lidos contos eróticos transando com a titialoira do pozao melafa de olho porno doidoconto erótico vovô fode Eu e minha mãedesabroxar de uma bucetacontos eroticos de coroas dos seios caidoscontos esposa branquinhavelhotaradocontosContos eroticos de professora batendo punheta no proprio alunominha esposa tem 1.60cm d bunda enorme contosbicete mulhechupa com raiva vidio.comcontos exitantes meu marido dormindo bebado e eu com outro do ladoconto erotico gay bebadovideo de travesti tirando a virgindade e fazendo elas gozorele me feis de sua mulherzinha conto porno realconto erótico viadinho que adora apanhar e ser humilhadocontos eroticos de vendas passei gelo no corpo deleconto gay moreno do messengercorno viado contoscontos do irmão viadinhobunda redonda contosempresaria casada safadas contos eróticos reaiscontos eroticos com vovoContos eroticos cheirando calcinhas no banheiro da lojacontos eroticos prima deu para primocontos esposa estuprada e arrombadacontos eroticos cumendo o cuzao cabeludo da minha maeconseguiu ganhar boquete contoscontos de cú de coroa viuva