Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

DEI MINHA BUCETA PRO VIZINHO

Meu nome é Danielle e tenho 24 anos... Sou uma pessoa totalmente dependente do sexo. Certo dia me arrumei pra ir na padaria comprar meu lanche da tarde. Coloquei um shortinho curto e fui. Na volta quando eu estava colocando a chave no portão senti que tinha alguém me olhando. Olhei e vi que era o vizinho que mora na casa da frente que estava sentado bem na minha calçada. Ele tem 68 anos. Como sou educada cumprimentei. Ele perguntou como estava minha família e eu disse que estavam todos bem. Ele aproveitou pra me elogiar e dizer que eu estava com um corpo lindo. E perguntou se eu não estava namorando. Eu disse que não. Nisso sua esposa, uma senhorinha de 65 anos, apareceu no portão. Ela estava saindo arrumada pra ir ao médico. Ele se despediu dela e aproveitou pra dizer pra mim que estava sozinho em casa. Me perguntou se eu não queria ir até lá beber alguma coisa. Eu achei um pouco estranho e senti que ele estava com segundas intenções. Mas nunca um senhor de idade olhava tanto assim pra mim, fiquei excitada. Aceitei. Ele abriu o portão e entramos. Sentei no sofá, ele ligou a TV e ficou me perguntando porque eu estava sozinha. Eu estava achando tudo muito estrando mas já estava doida pra cavalgar na piroca dele. Me passava mil coisas na cabeça. Eu simplesmente não acreditava que estava ali e pensando todo esse tipo de coisa. Sentei mais perto dele e peguei uma revista que estava ao seu lado pra disfarçar. Ele me disse que eu estava muito cheirosa. Falei pra ele sentir mais de perto. Ele começou a passar a mão pelas minhas pernas e logo estava com a mãe na minha buceta. Aproveitei pra sentir o pau dele por cima do short, não acreditei de tão grande que era e duro. Nossa... aquilo realmente estava acontecendo comigo. Tirei toda a minha roupa o mais depressa possível pois sua esposa podia chegar a qualquer momento. Tirei a roupa dele e comecei a chupá-lo. Chupei de uma forma como nunca havia chupado na vida, com muita vontade. Ele me jogou no sofá, abriu minhas pernas e começou a se deliciar com minha buceta. Sua língua era maravilhosa e me fazia gemer como uma putinha. Eu estava adorando tudo aquilo e não queria que acabasse. Ele me colocou de quatro. Pronto! Quando ele fez isso senti que não tinha mais volta, ia cometer a maior loucura da minha vida. Senti seu pau entrando devagar na minha buceta, ele colocava e tirava com delicadeza. O velho realmente tinha experiência. Em seguida começou a meter com violência. E eu gemia como uma louca pedindo mais. Ele me colocou de frente com as pernas abertas apoiadas em seus ombros e meteu com força me fazendo gozar como uma vadia. Depois da minha gozada ele meteu seu pau em minha boca até derramar todo seu leitinho em minha língua. Depois disso coloquei minha roupa rapidinho e saí como se nada tivesse acontecido. E sempre que a vová dá a saidinha dela eu to lá pra fuder gostosinho com o velhinho. E posso dizer que é o melhor amante que já tive na vida.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


madrasta pegou enteado vendo filme porno e aliviouconto chupei a pica do inimigodona florinda putaconto primas ficam sozinhas e pornocontos incesto de irmãos gaysconto erotico gay bebadocontos eroticos de vizinhas putsirmar ver irmazinho pauzinho darrelato erotico cheirei a calcinha gozadaconto espiando os paiscontos com letras grandes , a rabuda e os dois travecoscontos eroticos evangelicas estupradas submissasver uma mulhervelha arreganhando a priquita com os dedosConto de homem de deu para Fabiola voguelmulheres com biquinis bem atolado na bumda fotosTirei o c***** da minha enteada Camilacavalo goz de kuatu bucetaconto erotico: A FILHA DA DONA VERAmulher nua gosta de passar manteiga no corpo inteiroporno uma casada no onibus fica excitada com outro na frente do cornocontos eroticos com a boquinha cheia de porra incestoconto erotico gay chupando tio bebadocontos eróticos dei parameu filho no sofa 2comi minha filha pensando que era a minha mulhercontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentetravesti excitada contos eroticosO que e aclauzaContos recebido de sainha sem calcinha clientemeus amigos comeram a minha mãe contoscontos eroticos da infância incestocontos eroticos de tio fodendo o cu e a bosetinha da sobrinhasex da negahjconto erotico minha esposa com saudades do bem dotadoconto erotico gay bebadocontos eróticos de coroas com amigostetuda chora no ciucontos eroticos comendo casado virgemcontos boqueteconto erotico ordenha corno dedos no cuconto dei minha bucetinha muito novinhaDexei minha esposa fui fuder bem minha mae bucetuda raspadavideo de cunhadoxcunhadarelatos eroticos minha filha com estranhofingi dormir e meu filho comeu meu cu contos eroticosaquele velho levantou meu vestidinho e minha calcinha melada contoconto erotico comendo mae do analamigoflagua mulher onibus matrupadoconto de comi o cuzinho da minha prima novinha que chorou com a pica grandeContos erotico exibi meus peitos enormes pro papaicontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteComtos mae e tia fodidas pelo filho e amigos deleflagrei minha mulher rapariga.contos eroticoscontos eróticos verídico com tia no mercadoPau no cu da costozaxvidio desejo incesto proibidoContoa erotico irmã casadacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos pornô de gordas faxineira grátisconto porno gay cinemaconto erotico tive dormir pelada varioscontos eroticos sogro esogra doenteFotos de mulheres com opriquito melado e de fio dentalContos eróticosPadrasto e enetada loucos de amore paixãoconto bebendo muita porradepois de brigar namoradas lesbika fodim na istradapornô grátis cunhada de calcinha fio-dental para vocalmulher traindo marido com u sogro aloprado conto erroticoa noite na praia com a minha irmã contoscontos eroticos o inimigo do meu maridoconto gay compradecontos eroticos eu e os casaiscontos eroticos arrombando a gordafotos de buceta sendo lambinda e gritandoConto real hermafrodita