Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

BOA NOITE CINDERELA PARA O MARIDO

Não dava para saber o que era maior: se o nosso tesão ou a nossa ousadia. Um dia, durante o expediente, eu tirei meu pau pra fora da calça, cobri com o casaco, fui até a mesa dela e abri o casaco exibindo a ferramenta para deixá-la perturbada. Outro dia ela estava de saia, veio até o lado da minha mesa, eu coloquei a mão por baixo e fui subindo aos poucos até chegar na bucetinha, enfiei um dedo e depois fiquei cheirando o dedo o dia todo. As vezes ela ficava até mais tarde esperando o marido, que estava em hora-extra no outro setor, enquanto isso nás íamos para o meio de uns arquivos, eu rapidamente tirava o pau pra fora e ela dava uma chupadinha relâmpago. Mas isto não era nada comparado ao que pedi para ela um dia:

- Eu quero te comer dentro da tua casa.

- Você está louco?!?!?, ela respondeu.

- Sim, estou louco, mas quero isso muito e sei que isto te excita também., respondi.

Ela lembrou que no final do ano o marido iria tirar uma semana de férias sozinho e talvez pudéssemos pensar em algo para aquela semana. Eu falei que ela não tinha entendido:

- Eu quero te fuder com o teu marido dentro de casa.

- Nem pensar, ela respondeu. Nunca!!!

Então eu expliquei que tinha um plano muito louco para fazer isso e que tudo sairia perfeito. Expliquei tudo a ela e isto a deixou muito excitada. Ela ficou uma semana pensando e imaginando como seria excitante e resolveu aceitar, mas sem garantir que fosse chegar até o final. Se ela se sentisse insegura iria cancelar no meio da aventura. Eu concordei.

O primeiro passo foi colocar um anúncio no mural da empresa que eu queria vender um microcomputador. Tudo estava combinado, ela apareceu como interessada e fez uma proposta. Fechamos negácio. Marcamos para a sexta-feira seguinte, as 8 e meia da noite, para eu levar e fazer a instalação.

Quando cheguei na casa dela, estacionei o carro um pouco a frente de modo que não desse para vê-lo da janela da sua casa. O marido veio me atender e ajudou a carregar as caixas com o computador. Ela estava na cozinha, pois eles tinham acabado de jantar.

Eu tinha entregue a ela um comprimido sonífero que ela deveria esmagar e colocar no suco dele durante o jantar. Quando a cumprimentei, ela fez o sinal que tínhamos combinado, confirmando que tinha colocado o pá e que ele tinha bebido tudo.

Fomos até o escritário onde ficaria o computador, cuja janela dá para a frente da casa. O marido dela começou a me ajudar a retirar o computador antigo e instalar o novo que era bem mais potente. Ela vinha ver o andamento de vez em quando. Era um dia quente. Ela estava com uma calça preta e uma blusa com os ombros de fora. Estava muito gostosa e parecia bem ansiosa e excitada.

Percebi que os olhos do marido fechavam-se a todo momento, pois o comprimido começava a fazer efeito. Ela bocejava muito e dizia que estava muito cansado. A instalação estava quase acabando. Ele pediu licença. Precisava ir ao banheiro, pois estava sentindo-se um pouco tonto. Ele estava cambaleando de sono. Acabei rapidamente a instalação e ela me escondeu na sacada da sala antes dele sair do banheiro. Ele saiu do banheiro. Ela disse que eu tinha acabado a instalação, deixado um abraço e saído, pois tinha um compromisso. Ele falou que ainda era cedo, mas ele iria dar uma deitada para descansar um pouco.

O comprimido era um fortíssimo “Boa Noite Cinderela” que um amigo médico tinha me conseguido. Além de dar sono, caso ele acordasse estaria totalmente grogue e não recordaria de nada do que visse ou escutasse. Passados uns 19 min., ela foi até a cama e tentou acordá-lo, sem sucesso. Ele estava mesmo ferrado no sono. Ela foi até a sacada e me abriu a porta. Imediatamente pulei em cima dela e comecei a beijá-la e agarrá-la. Joguei-a em cima do sofá e comecei a tirar sua roupa e beijar todo seu corpo. Seus seios saltaram para fora e eu chupei e mordi, deixando os bicos bem durinhos. Tirei a calcinha e grudei minha boca no grelo, lambendo, chupando, enfiando minha língua lá dentro da bucetinha. Ela então me colocou no sofá e tirou toda minha roupa, pegou meu pau enorme e lambeu como um picolé e engoliu ele todinho. Ficou de pé e começou a sentar em cima do meu pau que foi entrando, pois a bucetinha estava toda melada. Ela enterrou tudo até eu sentir o útero tocando na cabeça do pau. Cavalgou, cavalgou loucamente, enquanto forçava meu rosto contra seus peitos. Eu levantei do sofá sem deixar meu pau escorregar para fora da bucetinha e caminhei com ela encaixada até a cozinha. Coloquei-a em cima da pia, abri bem as pernas e comecei a lamber a buceta escancarada. Então puxei-a para a mesa onde a pouco tinham jantado, ficando ela de pé com o corpo inclinado sobre a mesa e a bunda bem empinada oferecida para mim. Afastei as nádegas e enterrei meu pau na buceta e fiquei metendo e forçando fazendo até a mesa sair do lugar. Dei várias palmadas na bunda, fazendo-a gritar e implorar para eu meter mais fundo. Ela gemia e rebolava e disse:

- Quero dar para ti em todas as peças da casa

Então levei-a para a salinha do computador, coloquei-a sentada no sofazinho e fiquei de pé sobre ele colocando meu pau bem na cara e batendo com meu pau no seu rosto enquanto ela tentava colocar na boca e as vezes conseguia dar uma lambida. Levantei meu pau e fiz ela chupar minhas bolas e depois enfiei o pau toda na boca e fudi a garganta bem lá no fundo. Estava por gozar quando puxei e arrastei ela para a sacada da sala. Ela ficou de pé debruçada no corrimão e eu colado atrás enfiando o pau na bucetinha e perguntava se ela era minha cadelinha e ela fazia sim com a cabeça. Nem estávamos preocupados se alguém poderia nos ver de fora da casa. Virei e fiz ela sentar no corrimão da sacada. Qualquer descuido ela poderia cair de uma grande altura. Enfiei o pau novamente bem fundo e perguntei:

- Quer trepar em todas as peças da casa??

- Sim, sim. Ela respondeu.

Então com o pau ainda enfiado carreguei ela e fui em direção ao quarto do casal. Quando ela percebeu gritou:

- Não, aí não!!!

Mas eu abri a porta e fui em direção a cama e me joguei em cima, deixando-a por debaixo em posição papai e mamãe e comecei a bombear. O marido estava virado exatamente para o nosso lado, ferradão no sono a menos de um palmo de nossos corpos. Eu metia com muita força na buceta, a cama tremia muito e falei para ela abraçar o marido. Ela abraçou, colou o rosto com ele e começou a beijar ele na boca. Eu coloquei meu rosto bem práximo, quando ela parava o beijo eu começava a beijá-la e então ela voltava a beijar o marido. Aquela situação era muito excitante e logo ela explodiu num orgasmo como nunca tinha tido antes, ao mesmo tempo que beijava o marido e eu chupava seus peitos. Coloquei ela de quatro na cama e enfiei todo meu pau lá dentro, comecei a cavalgar e mandei ela tirar a roupa do marido. Ela deixou-o totalmente nu e começou a chupar o pau dele que estava mole, enquanto eu continuava metendo na bucetinha dela. O pau continuou mole, devido a droga, e então fiz ela deitar sobre ele, roçando os seios no marido, beijando na boca e esfregando o grelo na pica mole. Eu fiquei ao lado da cama observando. Nisso o marido acordou e perguntou com a voz trêmula o que ela estava fazendo. Ela disse que queria comer ele. O quarto estava escuro. Ele percebeu um vulto, mas que não dava para reconhecer. Ele perguntou se tinha alguém aí e ela disse que ele estava sonhando. Ela voltou a beijá-lo e lamber o peito dele e quando percebeu ele tinha voltado a dormir. Nesta hora me coloquei atrás dela, pois ela estava com a bunda empinada e oferecida e comecei a enfiar meu pau na buceta até que entrou tudo e ela ficou se esfregando e beijando o marido. Fiz um sanduíche com ela no meio. Minha bolas chegavam a raspar nas pernas do marido dela e eu já não podia segurar o gozo de tanto tesão que estava. Na hora de gozar, tirei o pau pra fora e me coloquei em posição, de forma que a cabeça do meu pau quase tocasse o pau do marido e comecei a jorrar minha porra em cima do pau dele e mandei ela chupar o pau do marido sorvendo toda a minha porra. Gozei muito. Quando o pau estava bem limpinho, ela deu um longo beijo na boca do marido. Deitamos ficando ela entre o marido e eu e ficamos abraçados até adormecer. Lá pelas 4 da manhã eu me acordei. Estava abraçado nela e ela abraçada no marido. Aquilo me deixou excitado meu pau endureceu e comecei a colocar a cabeça molhada com cuspe na entradinha da buceta dela, que foi entrando. Ela acordou com o pau todo dentro, mas sem saber que horas eram, e foi gemendo e gostando daquilo. Comecei a beijar o pescoço dela e, bombeando rápido, logo nás dois gozamos juntinhos. Falei que horas eram e ela saltou da cama dizendo que eu deveria ir imediatamente. Fui. O marido acordou perto do meio dia com ela chupando seu pau para tirar o último gostinho que ainda tinha ficado lá.

[email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


sou casada rola grossaconto erótico filha da empregadagarota arrombada pelo o pai e avo contos eroticospornô Mudei minha mulher pagar minha dívida com a b***** quando foi euestalos da cama-contos eróticosMinha madrinha ela mora sozinha com sua filha eu vou sempre na casa da minha madrinha fuder ela eu fui na sua casa ela tava sozinha eu fui com ela pro seu quarto eu tava fundendo ela sua filha chegou sem fazer barulho ela entrou no quarto ela viu eu fundendo minha madrinha ela disse pra minha madrinha que ela queria perder sua virgindade da sua buceta minha madrinha disse pra ela tirar sua roupa pra ela deitar na cama eu chupei sua buceta virgem raspadinha minha madrinha disse pra ela chupar meu pau ela chupou meu pau minha madrinha disse pra ela abri bem suas pernas minha madrinha disse pra eu meter meu pau bem devagar na buceta virgem dela conto eroticodei cu de fio dentacontos calcinhacontos eroticos orgia eu marido com as casais de amigos na chacaraputa que mora no bairro portãocontos eroticos incestos meu pai meu 1 amorVidio porno brexa pai pua gigante no buracacontos eroticos com fotos de mulheres com pelos loiros no corpocontos eroticos arrombando a gordamolesrando minha avo de calcinhaconto erotico com mendigocontos cornos fio tera pintinhoamigas da empresa contoseu levei minha irmã pro motel ela fez um strip pra mim eu fudi a buceta e seu cu conto eróticoContos Eróticos. Comendo A Veracontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentefotus de zoofiliacomendo a enteada contosMeu irmão mandou eu deitar com eleconto erotico minha mãe e meu namoradocontos eróticos dei o troco na minha mulhercontos de violadasleitinho gostoso de polafude me primo contocontos eróticos de pai tirando o cabaço das filhas e suas amigas e primasxxxsogra deliciaCONTO EROTICO_MEU AVÔ ME MOSTROU SEU PAUcontos novinha rabuda deu p paicrente velha louca pra foder contos eroticosfode meu cu sobrinho titia martanao acreito que minha sogra me chupou contoComo me tornei a cadela do meu padrato contos eróticoentão toque consulta paciente e chupa b***** no pacientecontos de sexo com novinhas trepando com advogadospegano a casadinha contosbati muita punheta depois de casada. conto de mulher casadarose empregadinha contoscontos eroticos piroca eretaConto erotico masturbando com cenouraa filha do pastora.contos eroticosconto.erotico.tia.sogra.cunhadaContos eróticos tetas gigantesContos eroticos casal com roludocontos/ morena com rabo fogosoconto irmã casada dando pro irmãoConto eróticos de novinhas 2006Cabaço novinho gozando dentro da tia escondidocontoscontos coroas terceira idadedei para um mendigo conto eroticohttp://googleweblight.com/?lite_url=http://okinawa-ufa.ru/conto_1094_minha-esposa...uma-devoradora-de-garotos.html&ei=hFD3v5HO&lc=pt-BR&s=1&m=568&host=www.google.com.br&f=1&gl=br&q=contos+eroticos+minha+esposa+e+os+meninos&ts=1534628470&sig=AIvIYWKGfJT63-wHPNmaEO1Q3uM8PVFFjQdesenho de deus contos eróticoscontos eroticos de pastores cadetudocontos eroticos no condomínio de chácarascontos eroticos machuquei minha primaConto erotico gostosa suplex bundaoescanxa na picacontos erotico negro goza na buceta da noiva para o cornoGostozas rabudas renolaacantos erotico brincando de baralho com sobrinhacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos amiga e esposa brincando com o pau do maridocontos orgia com pobresencerrei meu dedinho contos eróticoscontos eróticos minha mãe crente com meu amigoTiracontosContos eroticos novinhascasada e o negrinho tarado contoscontos eróticos mulher casada que mora com seus pais chegar mais a capoeiracomendo tia gostavasaKl contis eroticos com pastor da a minha igrejabolinada.contosminha mulher se exibiu pra várioscontos eroticos meu vizinho me bulinava gaycontos gay limpar a casaconto erotico de travesti com mulher casadacontos bdsm erposas escrava submissa martacontos comi a minha sobrinha filha virginhajaponesas babys fazendo zoofilacumi a bucrtina contos eroticosmulher tem fetiche tama pirocada de travesticontos eroticos tio e tia