Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMI A SOGRA E A CUNHADA

tenho uma sogra de 45 anos loira, linda e safada sempre conta suas experiências sexuais abertamente, sempre tive muito tesão por ela, e nos últimos 2 anos ela diz ue está subindo pelas paredes pois o sogrão que é mais velho e tem diabetes não levanta nem com viagra, e diz que não vai usar sá a lingua, minha sogra e super liberal senta no colo dos genros mesmo sentindo que deixa o pau deles duro no fundo ela gosta de seduzir, um dia minha esposa pediu para eu ir para casa da minha sogra para a levarmos para fazer compra pois ela não tem carro, cheguei bem mais cedo do que minha esposa pois saiu as 14:00 e minha esposa as 17:00 minha intenção era descansar um pouco enquanto esperava, quando cheguei lá minha sogra estava linda, cabelão comprido souto, um vestidinho tubinho que é tudo de bom, passei e ainda brinquei com ela dizendo e sogrinha ainda deixa muito novinha no chinelo, ela me xingou e fui pro quarto dormir, depois de uma meia hora acordo com minha sogra engolindo o meu pau com toda a vontade do mundo, quando acordei pus a mão na cabeça dela e enfiei até a garganta, quando eu soltei ela disse pensei que não fosse acordar, ela me disse eu não aguento mais ficar sem rola, e minha filha diz que você é foda na cama, eu tenho ue dar pra você hoje, fui pra cima dela beijei apertei seis peitinhos pequenininhos e málinhos ela gemeu que nem doida e falou me enfia o cacete logo antes que eu desista dessa loucura, tirei o vestidinho dela e chupei seus peitos ela novamente disse me enfia o cacete logo que faz dois anos ue eu não sei o que é um pinto duro na minha xana, mais invés de enfiar a rola enfiei a lingua a véia gemeu ue nem louca e falava ai não chupa não eu já to subindo pelas paredes, eu mandei ela calar a boca e gemer, depois de uns cinco minutos chupando acertei o pinto para enfiar, e montei em cima dela, enfiei sem dá e ela gemia com vontade pedindo mais, ela falava no meu ouvido _ai genrinho eu to apaxonada por você meu amor, e eu falei pra ela a apartir de hoje eu vou ser seu macho, vc nunca mais ficar sem rola nessa bucetona gostosa, ela perguntou se era verdade e me mandou beija-la enquanto metia, ela veio com a boca bem no meu ouvido e disse se é verdade eu vou dar o que você mais quer e minha filha não dá, me poe de quatro e come e meu cú, sem pensar duas vezes obedeci, sem percebemos minha cunhada havia entrado na casa e ouvindo os gemidos foi ver o que estava acontecendo, quando ela abriu a porta que estava semi aberta pegou eu emrabando minha sogra, minha sogra disse filha, pegou o lençol e se cobriu não sabiamos o que falar mais minha cunhada falou eu não vou contar nada desde que ele me coma tambem olhamos um pro outro sem entender nada, e minha cunhada disse mãe você sabe que o Marcão sá quer ficar bebendo com os amigos no bar e não comparece mais, até quando eu tento ele brocha, que quero ver se o que a mana fala é verdade, minha sogra vestiu a roupa e disse se deu bem heim duas gostosas no mesmo dia, fechou a porta e ai minha cunhadinha veio pra cima me beijando dizendo que eu era lindo, gostoso, tirei a brusa da minha cunhada e finalmente chupei uqueles peitões negros gigantes, ela pediu para por o pinto nos peitos dela, ela aproveitou para abocanhar minha rola sem dá, chupava como se fosse a coisa que ela mais gostava de comer, levantei ela, tirei o shortinho e enfiei a lingua naquela chavasca preta deliciosa, a bicha gemeu bem alto e a sogra gritou ta bom a coisa ai heim, montei na cunhada e comecei a fincar sem dá e a danada pedia mais, mais meu amor, mais depois de comer ela em todas as posições, falei deixa eu comer seu cú, ela falou não, insisti e disse até sua mãe deu o cuzinho você vai fazer doce, e depois deixou enfiar com gosto, gozei no cú da cunhada e não aguentava mais, a cunhada saiu do quarto e dormi já sem forças, foi a primeira vez que comi as duas, mais em outras vezes até as duas juntas eu comi, o dificil foi chegar em casa a noite e minha mulher vim de vestidinho dizendo_ vai me comer ou vou ter que dar para outro.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos eroticos de homem que estava batendo punheta no trem na frente de todo mundo semvergonhaesposa cheia de porra na festa casa dos contosminha irma envagelica encestocontos traindo o marido com o sobrinho roludo 2leitinho gostoso de polaconto de quarentona a fuder com desconhecidoconto dotadao viola cunhadamulher louca de tesão gozando no peito na boca o dedo na bocaminha irmã vive pelada comigo contoscontos eróticos sendo filmadacontos de cú de coroa viuvacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos sogra chupou genrro traindo no carro na ruacontos eroticos arrombando a gordamulher calcinha rendacontocontos eroticos gay meu vizinho negro de dezesseis anos me enrabou quando eu tinha oito anosconto porno bato no meu namorado no sexoLekinho cú apertadinho contos gayscotoa de zoofilia de cao engatado em novinhas ajudado pelo maridoconto erotico comeu minha namoradaconto erotico minha bunda cobiçadawww.contos eroticos porno eu meu marido e o nosso cachorro fazendo dp zoofiliavagabundinhas no seu primeiro poeno anal delatacao analamava da buceta para meu pai quando era pequena contosconto erotico gay chupando tio bebado okinawan gélico pornôcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos flagrei minha mae fudendo com travesticontos eroticos familiaeu e minha prima nps cariciamos a bucetacontos gay pai de jogadorcontos eróticos eu minha irmã fizemos sexo com faxineiro do condomínio.contos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentehistorias de sexo em praia de nudismobronzeamento com a amiga greluda contoPai filha chuva dourada contos euroticosContos primeira chupadaconto erótico minha empregadinha novinhaconto erotico o ponei e mulherconto erotico gay viado safado participa de suruba na casa do coroacontos eróticos deu pro meu filhocontos eróticos​, praia de nudismowww.conto eu vi o pedreiro mijandoFotos gostosas punheteiras com marquinha de biquiniconto levadio e safadinho bucetinhacomendo o cu da sogra contohomem estrupa cadelinha sem estar no cio conto eróticohumilhado travesti contosContos.encesto.relacha.maecontos eroticos tia coroaContos heroticos sobrinhasmulher acima d 90kg crente contoscontos de incesto eu comi a bunda da minha mãe taboo sexopucetas gostosas cavalgando no paudei pro meu genrosexo com a namorada do meu filho anal e ela gritaconto tia safada no banhomarido chupa seios quando está nervosoconto percebi que cu do marido esta arrombadocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos sala de aula"gostosona de fortaleza"conto fui corno pela segunda vezxvideos pai mete lolcamente em filha pagina1bucetinha gostosa da menina calcinha Contos Maecontos gay lekesou casada e advogada contoscontos eroticosmadrasta fazendo sexo com enteadorelato erotico tirando o cabacinho da minha sobrinha negra novinhaGozando na boca Abrantes dela chuparcontos eroticos picante de calcinhaesposa puta do meu tio corno contoconto erotico 30 cmdei a buceta para o amigo do meu filho contos eroticos gratiscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos eroticos sobre irma fazendo faxinafudeu a fretista gostosa contoscontos eróticos baixinhacontos eroticos entre garotinhas novinhascontos eroticos no terreno com a donapesquisar saístes da putaria lésbicas como fazer sexo com uma menina virgem e quebrar seu cabassocontos eroticos corno ve esposa fodendo com novinhocontos gay dando o cu para o cunhadoassistindo tv no meu colo contosnovos relatos eróticos com fotos de corno minha esposa andando na rua toda gozadaporno fui estudar na casa da prima gostosa e ela dise que ia ter aula de fidecontos eroticos adoro fazer nojerascontos eroticos chamou minha mulher de puta e eu de cornoconto eróticos dei pra meu pai depois de casada