Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ADORO VELHOS

Meu nome é Débora (fictício) e este é a minha iniciação que aconteceu comigo quando eu tinha apenas 19 anos. todos os dias na hora do recreio eu, e mais 3 meninas íamos tomar água na casa de um velho que morava práximo a escola. Sempre que chegávamos lá, o velho ficava acariciando a gente, pegava nas nossas mãos, fazia cosquinha dentro, pegava nos nossos cabelos e ficava falando coisinhas bobas. Certo dia uma colega foi sozinha e voltou dizendo que nunca mais iria lá, pois o velho aproveitou que ela estava encostada na mesa da cozinha e veio por trás dela encostando o pau duro na sua bunda. Ela saiu de lá correndo. Me veio a lembrança de quando eu tinha sete anos e um homem que vivia bêbado num certo dia foi mijar atrás de um muro e eu fui olhar. Ele começou a balançar pra mim e eu cheguei bem pertinho pra ver melhor. Ele então mandou eu pegar, o que eu fiz sem pensar duas vezes. Era uma coisa enorme e monstruosa. Ele mexeu com ela até sair uma coisa que espirrou em mim. Pensando nisso eu fui tramando um jeito de ficar sozinha com aquele velho. Certo dia apás o recreio não teve o segundo período da aula. Foi então que eu tive a idéia de passar na casa dele. Quando eu cheguei na casa dele a porta da frente estava fechada e então eu dei a volta pela cozinha onde a porta estava aberta. Entrei e o vi sentado. Pedi água e ele logo abriu a geladeira e pegou uma garrafa com água e deixou sobre a mesa. Eu sem pressa nenhuma coloquei água no copo, e fiquei em pé encostada na mesa de costa pra ele tomando minha água. De repente eu senti sua mão encostando em meus ombros. Começou a me acariciar minhas costas até que sua mão chegou na minha bunda. Começou a sussurrar no meu ouvido “quero comer o seu cuzinho, você deixa?” não deixei mas peguei aquela rola enorme que estava quase estourando de tão dura. Brinquei com ela até que ela cuspiu aquele leite morno no meu uniforme. Disse que voltaria em outro dia pra brincar com ele de novo. Noutro dia eu perguntei aquela menina que tinha fugido dele se ela não tinha coragem de dar a bunda, e ela disse que não porque o cu servia apenas para cagar. Disse-lhe então que se os viados gostavam era porque deveria ser bom. Num sábado a tarde pedi a minha mãe para ir na casa de uma colega que ficava distante de casa e ela deixou. Sá que eu fui a casa do velho. A frente da casa estava fechada como sempre e o velho estava lá nos fundos da casa. Entrei e fui logo encostando na mesa de costa para ele. Começou a mexer no meu corpo, e eu pedi que ele ficasse um pouco afastado de mim, pois eu queria mostrar-lhe algo. Ficou uns 2 metros de distancia. Então levantei a saia e baixei a calcinha. Em seguida abri as duas bandas da bunda e perguntei “você não queria comer o meu cu? então vem logo” ele imediatamente foi até o banheiro e trouxe um frasco de xampu. Em seguida começou a passar no meu cu e também na sua rola. A rola dele era muito grande pra mim que era ainda uma menina, mas, mesmo assim, ele empurrou a cabeça com forca até que ela começou a entrar. Comecei a trincar os dentes para aguentar a dor que era um pouco insuportável, até que não aguentei mais e soltei um urro. Pronto! A cabeça tinha entrado. Parecia que não tinha mais espaço pra nada, pois a cabeça enchia completamente o buraco do meu cu. começou a empurrar o resto, e eu não aguentando mais pedi que parasse. Ele fingia que não ouvia e empurrava aos pouco enquanto eu chorava com o cu ardendo. Quando entrou tudo, ele começou a fazer o vai-e-vem devagar e aos pouco ele ia aumentando o ritmo. Eu já nem chorava mais, apenas gemia com aquela monstruosidade dentro de mim. de repente veio o gozo. Aquele velho asqueroso urrou em cima de mim, e quando terminou tirou o pau sujo de sangue de dentro do meu cu. apesar de ser doloroso, eu gostei muito, tanto que repeti varias vezes com ele, e com outros também. Lembro de quando eu fazia datilografia e matava as aulas para sair com alguém sá para sofrer com um homem em cima de mim. como as aulas eram aos sábados, eu ia para as construções onde sempre tinha um vigia disposto a comer o cu de uma menina. Mas, esta e outras eu contarei em outra ocasião.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


porm mamamramrapas novinho dando cu pro negaohomem alisando penis hetero ate gozarcontos incesto sogras gordascontos eróticos de prima virgem na minha casadava pra ver sua buceta,conto lesbicoContos porno de filha e mae que traem com pau grande e choraconto gordinha baixinha carentecontos mae segura filha para homem comer na marracontos eroticos a menina lindaSexo com a tatuada contoconto erotico 09 aninhoscontos eroticos domme gravidacontos eróticos um casal transando na sala enquanto os pais tiram um cochilohomem deixar você anda mulher toda arreganhada tanto transarcontos gay com homens grandes e peludos terminadasbibita contos eróticosfiz bacanal com minha filha e o filho do caseiro contoscontos eroticos de encoxadasconto chorei mas aguentei a pica do meu patrasdocontos eroticos velho na praia de nudismoa cunhada mais nova pede para o seu cunhado gozar em sua boca tem RNA tomar galaConto erotico sou madura safadamulher que efia coisa é quesito na busetatios e padrastos contos eróticos verídicoscontos eroticos/estupro/gangbang/final de semana todocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecomi minha vizinha e minha mulher contosconto sexo plano cunhadacontos quando minha baba me dava banhoo pedreiro.dormiu no.meu quarto conto gaycontos eroticos engravidandocontos comadres lesbicasContos eroticos esposa crent chupando rola na frent do maridoleke comendo a casada contoTramsar comtoscontos eroticos de gay rebolei e gozei gostoso pelo cudei para meu ex marido contos eroticoscontos eróticos incestos a bucetinha da minha filha é so minhaComendo irmas casadas contocontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anosConto erotico amiga da minha irmavirgindade cuzinho contosirmao tomand banho com a irma contos buceta de cajararelatos eroticos casada traindo com garotinhoscontos er de corecotra coroa que.evie vido sexo avivocontos eróticos casais com exMeu sogro me seduziu contoconto erotico meu tio comeu minha namoradacontos eroticos de estupros entre primosContos eroticos minha esposa e o estrangeiroContos eróticos cuzinho virgem nao aguentou minha rola chorou e nao aguentouconto erótico comendo o passivo de calcinhacontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anoscontos eroticos com estorias ocorridas na infanciadei o cu p meu genro contosContos eroticos no onibusZoofilia homens iniciando contosconto porno vingança perversaconto menino gay safado do papaikero ver foda bem especial gemeno egritano de amormarido todo produzido eróticosver contos com fotos excitantes no onibus.contos eroticos gozada em familiacontos eroticos colocou a mao dentro da buceta da minha esposaEncaixou a pica no meu cu pelo buraco cabineconto erotico com tia gravidaMadrinha putinha contoscontos eroticos cocaina e dedo no cucomtos eriticos minha subrinhaContos eroticos calcinha da vizinhaconto erotico gay comendo o genroConto gay erotico tirei cabaco m é u irmazinhocontos de sexo com novinhas trepando com advogadoscontos zoofilia entrou no cucontos eroticos- supositorio no cu da filhaFernanda jeitim nuaContos eroticos meu furinho do cuminha mulher grávida quiz realizar seu desejo de levar rola no cu e na buceta e tomar gizada na boca verídicoContos com espermatitio viu minha bucetinha e achou linda contoszofilia devuaetacontos eroticos pai estupra filha com amigostira foto suada comendo na madrugada voce e minha melhor amiga minha puta preferidaconto erotico lara a experienteContos de idosas loiras com mais de 70 anos dando cu para negros bem dotadoscontos eróticos heterossexuais na obra bundagrandechortinhocasadas raspadinhas contosconosco toma a porra de. macho na. bucetacontos eroticos arrombando a gordaesperei meu maridinho dormir rola grossaConto erotico geova gravidaconto erotico agasalhei meumulher gritando pulando no pau grande pedindo maispai adimirando o bucetao carnudo ixado da filha dormindo