Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

VIREI PUTINHA DO VELHO NOJENTO PARTE1

Olá meu nome é Carla e tenho 25 anos, tenho 1,63m, tenho seios médios e empinadinhos e bunda média também mas bem durinha(moldada com horas de academia), costumo chamar a atenção dos homens na rua. Finalmente tomei coragem e vou contar a histária de como me tornei a putinha de um senhor barrigudo e nojento.

Tudo começou a 2 anos atrás quando eu ainda era casada com Paulo, casei bem nova com 20 anos e Paulo na época tinha 27. Ele era um bom marido e eu estava satisfeita com o meu casamento (pelo menos eu achava que estava), Paulo trabalhava numa empresa que vendia materiais hospitalares e era um dos gerentes de venda da empresa. Numa quarta feira Paulo chegou em casa e me avisou que o pessoal do escritário havia marcado de jantar na sexta feira e que nás teríamos que ir, pois iria até o dono da empresa(Seu Clávis, que eu tinha visto algumas vezes e achava ele bem nojento, ele tinha 65 anos era barrigudo e sempre dava em cima de todas as mulheres em volta dele). Chegou sexta feira e eu me arrumei para o jantar, coloquei uma calcinha bem pequena branca e um vestido justo e curtinho também branco, sem soutien, e um sapato de salto preto...modéstia a parte eu estava elegante e muito sexy. Quando Paulo me viu vestida ficou louco de tesão, queria dar uma rapidinha mas já estávamos atrasados para o jantar então deixamos pra depois. Quando chegamos no restaurante todos os colegas do meu marido me secaram, seu Clávis também. Durante o jantar tudo ocorreu normalmente, comemos bem, bebemos vinho, rimos bastante... Depois do jantar alguns colegas do Paulo nos convidaram para irmos a uma boate para estender a noite, nás claro aceitamos. Chegando lá tinha uma mesa reservada para nás, estávamos entre 4 casais Eu e Paulo, mais dois gerentes e suas esposas e seu Clávis e sua esposa(uma senhora de uns 60 anos, mas bem inteirona), infelizmente sentamos bem ao lado de seu Clávis e sua esposa...papo vai, papo vem eu já estava entediada com aquele velho falando besteiras ao meu lado e resolvi ir ao banheiro, mais pra arejar um pouco, na volta do banheiro resolvi dar mais um tempo tomando um drink no balcão, a boate estava lotada...então me espremi entre as pessoas para pedir meu drink, quando derrepente sinto alguém me encoxando, não conseguia me virar pois estava espremida no balcão, ai então alguém chega perto do meu ouvido e diz: “Sua putinha safada, eu to louco pra comer a tua bucetinha”, levei um susto pois ao mesmo tempo a pessoa começou a passar a mão na minha bunda....Quando eu consegui me virar levei um choque ao ver que era o seu Clávis...falei pra ele que ele era um velho nojento e que eu jamais iria transar com ele. O velho enlouqueceu, ficou furioso e me agarrou pelo braço e disse que eu ia implorar pra ele me comer e ia ser hoje, me disse também que seu eu não obedecesse ele, iria demitir meu marido(isso na época era péssimo para nás que recentemente tínhamos comprado um apartamento, tínhamos as prestações do carro também)...a situação e o jeito ríspido com que seu Clávis falou comigo acabaram me excitando. Então ele ordenou que eu fosse ao banheiro e tirasse a minha calcinha e voltasse para a nossa mesa...meio que com medo e tesão eu fui e fiz o que ele mandou. Ao voltar para a mesa sentei ao lado de seu Clávis e ninguém parecia perceber nada...estava tudo muito escuro e com musica alta(normal em boates), logo seu Clávis cochichou no meu ouvido dizendo pra eu abrir as pernas e aproveitar...fiquei um pouco tensa, pois o Paulo estava ao meu lado mas vi que ele estava distraído conversando. Então seu Clávis começou a passar a mão no meu grelinho...nossa uma delicia(neste momento eu já estava entregue aquele velho nojento)...ele então brincou como quis na minha xaninha, enfiou um, dois dedos até eu gozar na mão dele...uma loucura. Não demorou muito o pessoal da mesa resolveu ir dançar...fomos todos, estavamos dançando quando seu Clávis veio até mim e disse pra eu ir no banheiro e esperar ele...eu fui discretamente como ele mandou, mal eu cheguei seu Clávis também chegou e já foi abaixando as calças e mandando eu chupar, eu como se fosse uma prostituta obedecia tudo que ele falava...botei a rola daquele velho barrigudo nojento toda na minha boquinha(até que a rola do velho era grande devia ter uns 20cm, maior que a do Paulo), chupava como uma louca, a cabecinha, as bolas...até que o velho mandou eu tirar o vestido e ficar de 4 no vaso, fiz o que ele mandou e ele então começou a chupar minha xaninha e volta e meia enfiava a língua no meu cuzinho...nossa eu estava delirando de tesão...até que ele parou de me chupar e se posicionou atrás de mim apontando aquele pau gostoso na minha direção e começou a pincelar ele na minha bucetinha...nossa eu não via a hora de ele meter ela toda em mim...então ele disse: “Você quer que eu te coma sua vadiazinha?”, eu respondi que sim e ele completou: “Então vai ter que pedir!”, nesse momento eu já estava fora de controle e o tesão falava mais alto e eu pedi: “Vai seu velho safado enfia essa rola na minha xaninha, pelo amor de deus”...Ele satisfeito enfiou ela numa estocada sá...nossa que delicia aquele velho nojento me preenchendo todinha....ele ficou naquele vai e vem na minha xana alguns minutos e dava tapas na minha bunda me chamava de vadia, putinha, cadela....e eu aceitava tudo na boa, estava quase gozando quando ele anunciou que iria gozar, tirou o pau da minha bucetinha e me mandou chupar até ele gozar e disse que era pra eu tomar todo o leitinho dele...fiz como ele ordenou, tomei até a ultima gota do leitinho dele...eu estava em êxtase. Ele então vestiu suas calças e antes de sair me disse: “A partir de agora você é minha putinha e vai dar essa bucetinha pra mim sempre que eu quiser”, eu sá balancei a cabeça positivamente e ele saiu. Botei meu vestido e voltei pra festa...acho que ninguém notou nada...a partir desse dia minha vida mudou e eu me tornei a putinha do velho nojento e barrigudo, mas muito satisfeita sexualmente....e cheia de outras histárias pra contar pra vocês, mas estas ficam pra depois...

Carla Putinha.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos lesbico casadas e travestiputa casada arreganha o cu na mesa do escritorilcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos eróticos cachorro engatoucontos eroticos minha pequenacontos eróticos defamíliacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos coroas camizolascontos eroticos de franelinhas de rola grande e grossaflagrei todos fudendoelaconto mamando minhas tetas e me abusandocontos eróticos de mulheres casadas que curtem zoofilliawww.cu da minha mae contosconto eroticobuceta gostosaContos eroticosmenina de dez anos fazendo sexocontos de sexo entre conhados gayvideos pornos vizita no turno da cunhadinhacontos eroticos gay putinhaconto gay no posto de gasolina heterocontos nao tinha camisinhaComtoerotico filhinha peladinhacasada sedusida contosmeu viadinho querido gostoso novinho doze anos contos eroticoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto erotico gay bebadocoroa mulata conto eróticocontos eroticos de incesto filho arromba fode mãe carenteComtos porno da tia e sobrinho no matocontos eróticos de menininha dando o cuzinho pro meu primo escondido brincando de pique-escondeacampamento comnovinho conto eroticomeu vovô me coloca no colo contos eroticos de incrstocontos meu chefe me comeu e minha filhaconto ninfetinhaContos esposa e filha amigospassei a calcinha contos eróticoscontos eroticos orgia nudistaconto erótico filha da empregadaLóira safada narra conto metendo na coberturacontos de sexo depilei minha bucetacontos minha enteada minha amanteEstuprada pelos cachorros contos eroticoscontos eroticos orgia nudistanovos contos eroticos incesto tio orgamosminha cunhada casada nunca tinha sido chupada contosmadrasta pegou enteado vendo filme porno e aliviouContos eróticos Seduzi o Motoqueiro bunda Grandeconto lesbico tia iniciando a sobrinhaconto erotico carona com o sobrinhoUm homem me colocou supositorio contosconto eróticos eu vovó vendo pornoarrombol o cu da crente aforça com um palenormecontos sogra fingindo que dormiaPORNO BARSILEIRO MOLHER FOCOSA MICOMEcomo faxersexooralputão na vara contoscontos eróticos eu minha esposa e a ex namoradacontos eroticos incesto: meu filho alexcontos minha prima defisiete me viu batedo umacontos eroticos incesto carro lotadodona norma contos eroticoputinha de peitinhos bicudos contoscontos porno sou puta dos meus cachorroscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto erotico mae se bronzeando a bunda pediu p filho passar bronseador no rabomoreninha linda gostosa quatorze anos dandocontos eroticoscontos eroticos enfiei tres dedos na buçetinha da afillhaMadre safada contos eroticochefe e demissao conto eroticoconto rapido de casado com travesti picudorelatos verídicos de noiva se dando em borrachariascomendo minha filha juntos com os amigos contos eroticosContos eróticos heterossexualcontos eroticos fazendo troca troca quando meninosexo gay okinawa ufaContos eroticos esposa maduracontoseroticosviolentadahistórias de sexo o meu padrasto cominnha a mãe ea enteadacontos eroticos cadtigando o cucontos eroticos chingada casadacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentede conchinha sem calcinha (contos)contos três travestis deixaram minha mulher bêbada e arrombaram aTIA FLAGRA CONTOMenina mamando o pai contoseroticosconto mamae que bunda é essa