Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

FUI PESCAR, MAS QUEM LEVOU VARA FUI EU!

Todo aconteceu quando um amigo ofereceu para um final de semana, o seu rancho de pescaria para mim e uns amigos.

Preparamos toda tralha e partimos para uma cidadezinha práxima de Belo Horizonte onde localizava o tal rancho. Chegando lá nos apresentamos para o caseiro, um senhor mulato forte, aparentava uns 55 anos, se chamava Antonio. Não perdemos tempo, logo fomos para a beira do rio, no trajeto passamos por um pasto onde havia vários animais, vacas, cavalos e um jovem cavalinho que me chamou muita a minha atenção, estava com seu pau para fora da bainha quase todo duro, deveria ter aproximadamente uns 40cm, não conseguia desviar meu olhar, quando meu amigo de pescaria comentou! “ o cavalinho ta doidinho por que aquela égua esta no cio, vejam o tamanho da bucetona dela? Olha como pisca”, não queria dar bandeira mas acho quem estava ali no cio era simplesmente eu meu cuzinho piscava igual o da égua, mas eu sabia o que queria, eu queria era o pau do cavalinho enfiado em mim.

Seguimos a caminha até o rio e armamos o acampamento e começamos a pescaria, eu não conseguia parar de pensar no pau do cavalinho. Meu amigos logo disseram “ amanhã iriam subir o rio de barco, como éramos 5 pessoas um teria que sacrificar e ficar para traz, pois o barco era pequeno e não comportava todo mundo. Imediatamente manifestei que seria eu quem iria ficar, mas no intuito de ir ao encontro do cavalinho no pasto. Terminamos a pescaria e voltamos para a casa. Não estava conseguindo pegar no sono, pensando como seria o dia seguinte quando encontraria com o cavalinho.

No dia seguinte logo cedinho, preparamos tudo e logo o caseiro anunciou que iria ir até a cidade resolver alguma coisa e como estaria ficando um no rancho se teria algum problema, foi instintiva a minha resposta claro que não! Pode ir tranquilo que eu tomo conta, e assim foi feito os meus amigos partiram para o barco rumo rio acima e o caseiro para o seu destino. Imaginem que eu fiz? Sabendo que não existia mais ninguém no Raio de pelo menos 5km, nunca deixo minha mochila com minha roupinha de menina para traz, separei uma mini blusa, uma sainha de malha bem molinha um conjuntinho de calcinha e sitiem, me maquiei coloquei uma peruca longa e parti rumo aquele tão esperado pasto na intenção de encontrar meu cavalinho que nesta altura do campeonato já era um garanhão de tanto que era o meu desejo.

Chegando no pasto fiquei meio decepcionada o pau do meu garanhão estava todo encolhidinho, ele era super manso tentei de todas as formas fazer ele expulsar aquela linda pistola para fora, mas foi em vão, já estava desistindo quando lembrei que meu amigo havia dito que ele estava de pau duro por causa do cio da égua, então veio na minha mente um plano que seria infalível, procurei a égua e esfreguei minha mão na bucetona dela lambuzei bem e espalhei por toda extensão da minha bunda e fui correndo para o meu garanhão, não deu outra ele simplesmente achou que eu era a égua no cio, confesso que estava mesmo me sentindo uma égua principalmente por estar dando tesão até em cavalos, rsrsrsrsrs ele ficou todo eufárico e o pau começou a aparecer fui a loucura pegava e sentia todo o pulsar nas minhas mãos, confesso que estava com medo mas queria ele dentro de mim, então puxei a calcinha para o lado e comecei a esfregar na portinha do meu cuzinho, forçava a entrada mas era muito grosso mas mesmo assim não queria desistir e o cavalinho querendo pois dava passos para frente quando sentia o inicio da penetração. Foi em um dado momento que ouvi um grito, PARA! Tomei aquele susto era o caseiro me falando você é louca ele vai te rasgar ao meio tentando me explicar e eu tentando sumir dali como se eu fosse um gênio que em um piscar de olhos eu desaparecesse, mas mesmo assim ele me disse” o cavalo quando começa a enfiar ele não para até sentir os bagos batendo na bunda da égua, ele estouraria você toda por dentro”.

Pensei o mundo vai desabar para mim agora, porque o caseiro contaria para todos o que ele estava presenciando. Pedi a ele pelo Amor que o Sr tem a Deus não conte nada para ninguém, simplesmente me respondeu.

_ “ não contarei nada para ninguém, a vida é sua você faz dela o que você quiser, sá fico surpreso nas roupas que você esta usando e o que você estava fazendo”.

Juro que a minha reação de imediato foi chorar feito uma menina que acabava de perder sua boneca, não sei o que aconteceu com o velho, ele chegou mais perto de mim e tentou me consolar, _“ fica assim não moça, eu não queria estragar a sua festinha com o potrinho não! Sá te falei porque a moça poderia sair machucada, se isso for fogo no rabo eu posso te ajudar!”.

Fui até marte e voltei, não acreditava no que eu estava ouvindo, eu ali com medo por que minha mascara havia caído e eu como um homem normal seria revelado para meus amigos e que até meu casamento iria pelo espaço, e um velho que eu achava que iria me massacrar pelo conservadorismo, devido sua idade e ele me consolando, então pedi a ele um abraço em forma de agradecimento no qual ele não se exaltou nem um segundo me abraçou, mas adivinhem onde a mão boba dele foi parar? Isso mesmo foi direto para minha bunda, arregalei os olhos e percebi que o velhote estava tirando proveito da situação. Não perdi tempo, ainda envolvido nos braços dele, me virei de costas a fim de esfregar a minha bunda no pau do velhote mesmo estando vestido, tomei um susto! O pau do velhote estava super duro e pelo sentir da envergadura era um senhor pau, me abaixei e abri o zíper da calça do velhote, pulou para fora um benga de aproximadamente 23cm e grossona, imediato falei, você é o meu cavalão seu velho safado. Então me respondeu chupa logo esta vara sua égua no cio, apartir de agora quem vai te rasgar ao meio e este pretão aqui.

Era tudo o que eu queria estar ali vestidinha de menina na companhia de um homem que por sinal era um tremendo cavalo e com sede de sexo. Assim foi ele me comeu de todas as formas possíveis, fazendo de mim uma verdadeira égua no cio, estava eu ali transformada em clarinha sendo comida ao ar livre por um mulato de pica grande, não me cansava devo ter dado para ele pelo menos umas duas horas seguidas, o velhote tinha um gás inacabável, acreditem eu até sangrei de tanta voracidade que o velho me comia.

Na ultima foda, eu quis cavalgar o velho, ele então deitou na grama e ficou com o pau pretão apontado para o céu, me preparei para montar mas quando me abaixei para encaixar, saiu de dentro de mim uma quantidade de porra misturada com sangue, confesso que fiquei com vergonha, mas o velho safado falou “esta é minha égua, senta logo que eu vou acabar com você sua putona”, não acreditava que um velho daquela idade poderia ter tanta força então eu resolvi mudar o jogo, seria eu quem acabaria com ele, mas a historia foi outra quanto mais eu pulava em cima do velho mais tarado ele ficava, parecia que tinha acabado de sair de uma prisão de 20 anos sem ver mulher, quem ficou estirada na grama sem força fui eu, imaginem? Ele ainda levantou de pau duro, dizendo vai para o rancho se trocar porque seus amigos vão voltar logo logo, se te pegam assim o mundo desaba para você minha égua.

Voltei para o rancho para me banhar e super feliz, era estampado no meu rosto a felicidade.

Não fica sá por ai, o três últimos dias que ficamos no rancho, sempre que dava oportunidade deixava meus amigos no rio pescando e corria para encontrar o meu garanhão ( velhote).

Conclusão, peixe que é bom! Nada. Mas vara eu levei e muita.

Espero que gostem do meu relato. Bjs da clarinha.

Obs: votem para que me dê entusiasmo para continuar contando minha aventuras. Sou de BH e quem quiser me contatar meu MSN é [email protected] bjs

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


fome conto héteroensinei meu primo de onze anos a bater punheta :contos eróticosconto erotico passar de anocomo o cheiro da maça contoscontos eroticos lesbico casadas e travesticonto erótico meu inimigo banheirocontos: sentei no colo do velhocontos eroticos arrombando a gordamulher chupa buceta da amiga bem avetinhaContos o comedor de cu que dopa as gostosascontos eróticos minha filhameteu no cu dela a força mas entrou parte1best camerasconto casado dei pra travesticontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentepau atolado no meu cu freira contoSou casada meu marido viajou e meu vizinho me fodeucontos eroticos minha filha de fio dentalContos de incesto tio fudendo sobrinhafilme pornô com gordinhas empadãoo cu rosinha de minha neta de 9 aninhostias coroas em festa despedida de solteiraContos nossas filhinhas safadasdopando sogra contosencoxador no tremduas mulher do Jordão baixo chupando b*****conto erotico no colinho do vovôCONTOS BDSM DE ESCRAVOScontos eroticos sou irmá da ccb e bati uma punheta para meu namoradoflagrei minha maé com socio de meu pai contosconto tinha 13 e comi uma coroa de 33contos erotica de estrupamento de ninfetosContos eroticos elacarecacontos eróticos minha esposa trouxe sua sobrinha para morar com a genteContos eroticos fudendo o cu da casadarelatos eróticos esposa exibionista psra meus amigosTrempando em cima da lancha com o coroa conto eroticoconto erotico de casada com assaltanteconto gerou comer a sograVídeo lendo contos com vibrador na bucetaconto erotico minha mulher de vestido transparentenamorada do amigo na suruba contoContos eroticos novinhas inocentes com coroasContos eroticos de pai engravidou a filha peitudacontos eroticos gozando no cu da coroaconto erotico travesti o dia que dei o cuzinhomeu sobrinho entrou no quarto tava dormindo contocontos eróticos devemos dividir o mesmo quarto com um casal de amigovideo porno d mulheris d corpinhus lindascontos eroticos incesto na infanciative dar para um dotadogoxando no cu do enteado de sete anos contos eroticodcontos eroticos troquei marido pela vizinhaconto buceta melada da coroa mandonacontos comi minha tia biologicacontos orgia com jogadoresComendo a gordona madura contos eroticoscontos bem quente de casada e sua intida lesbicaamiguinha da minha filha me chupouamiga bêbada chupando o pau do amigo do namorado e a outra dando arrancadacontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadoscontos de insesto fatos.comreaiscontos eroticos meu irmao e meu amante incestoa foder a prima contosarregacando a cabeça do pinto grossoconto na festa aqui em casa meu primo comeu minha maeConto porno com escravo bem dotadoconto eróticos c novinhacontos eroticos descobri que era gay e não sabia parte5minha mae tem o maior capo de fusca que ja vi contos eroticosgorda sentada no sofa e cachorra lambendocontos fudi minha cunhada emplena lua de melconto erotico gay bebadocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto irmã peladinha dentro de casagostosao aguenta doi pipinos no cúcontos eroticos de meninas putinha aind bbcontos eroticos de corno do rnvisinhalesbicacontos eroticos viagem ônibus