Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MEU IRMÃO ME BOLINOU E DEPOIS ME METEU A VARA

Sou Tatiana, uma menina tímida e apesar de me achar muito gostosa, não sou provida de muita beleza. Todos me acham linda, menos eu. Tenho muitas sardas e frequentemente aparecem espinhas e cravos no meu rosto. Tenho verdadeiro horror a isso. Sou uma menina sonhadora e meu sonho maior é ser arrebatada nos braços de um príncipe, num cavalo branco. Tudo bem, acordemos pra realidade, se bem que sonhar é que move o nosso espírito. O homem mais lindo do mundo não pode ser meu. Porque é meu irmão Fábio. Tenho verdadeira adoração por ele. às vezes me pego observando sua “mala” logo pela manhã quando ele acorda, uma amiga me contou que isso é “tesão de urina”. Assim que ele mija passa. Divago a imaginar meu irmão cavalão de pernas abertas no banheiro, mijando. Sempre escuto o barulho e parece uma cachoeira desabando do morro. Pelo barulho, ele deve ter um cacete enorme. Apesar dos meus pensamentos obscenos, eu nunca dei trela a ele e isso tudo aqui é apenas um desabafo. Mas esta semana eu tive uma surpresa. Sentia-me incomodada durante o sono da noite, acordava sempre, assim que pegava outra vez o sono tinha sensações estranhas. Na última vez que acordei, senti um clima esquisito no quarto, talvez um cheiro ou um vulto. Sei lá. Fiquei a espreita e fingi dormir. Fingi ressonar e senti algo apalpar minhas tetinhas. É sim. Costumo dormir sá de calcinha. E às vezes nem isso. Abri o canto do olho e vi meu irmão ao pé da minha cama de cacete em punho e alisando meus mamilos. Os biquinhos enrijeceram e me deu um tesão maluco. Minha xoxota virou um rio caudaloso de tanto néctar a escorrer. Ressonei novamente e ele se recolheu e ficou em silencio. Aproveitei pra mudar de posição. Antes eu puxei o lençol e cobri minha calcinha e aproveite e puxei a calcinha de lado, deixando os beicinhos da bocetinha a mostra. Pelo menos os imaginei assim. Esperei uns segundos, ressonei de novo e abri as pernas e fiquei de barriguinha pra cima. Entrei em sono profundo. Risos. Lá vem o tesudo do meu irmão de novo. O cacete até brilhava de tão duro. Estava a menos de trinta centímetros da minha cara. Ai que vontade louca de enfiar aquilo tudo na boca. Logo ele se interessou pela minha xaninha. A essa altura era uma lagoa, de tão meladinha que eu tava. Logo ele passou os dedos por ela toda. Depois carinhosamente se inclinou e começou a passar a língua quente pelos lábios vaginais. Não me aguentei de desejo, gemi e chupei cana. Delirei gostoso e me trai. Fábio olhou nos olhos e eles estavam tronchos de desejos. Ele se assustou e quis se recolher, mas rapidamente alcancei seu membro rígido e segurei com força desproporcional. Fábio se contorceu de dor e se jogou na cama sobre mim tentando aliviar a pressão. Coloquei todo aquele colosso de Rhodes dentro da boca. E papei tudo feito bebê. Mastigava, chupava, e lambia tudo ao mesmo tempo. Enlouquecida de desejo nem pensei nas consequências. Fábio estirou ainda mais o cacete e retirando e enfiando tudo na minha boquinha. Endoidou. Gemeu, inflou o peito, retraiu-se todo e soltou toda porra do mundo na minha boquinha. Engasguei com a primeira esguichada direto na minha garganta. Mesmo assim dei conta de engolir tudo. Estava tomada de tesão. Fábio saiu do quarto e eu fiquei a ver navios. Retirei a calcinha e fiquei nua em pelo jogada na cama. Contorcia-me feito cobra. Parei de bundinha pra cima e sentia minha boceta arder em chamas. De repente sinto-me invadida por trás. Fábio debruçou seu corpo sobre o meu e me enterrou num golpe duro metade da vara dura na minha bocetinha. Senti o drama, mas não recuei de tudo. Apenas me pus de quatro e ofereci minha xoxota toda pra ele. Ele novamente me invade por trás e pacientemente me cavalga. Em estocadas vigorosas vai preenchendo todos os espaços vazios de minha grutinha. Acompanhando seu ritmo quente, balançava tresloucadamente minha bunda pra frente e pra trás. Fui sendo metida impiedosamente até alcançar o clímax. Gozei bastante. Por já ter gozado tanto. Fábio se alongava numa foda interminável. Eu babava de prazer. Fui me deitando aos poucos na cama e Fábio acompanhava meu corpo. Fui torcendo o corpo e passei uma perna pro cima da cabeça dele e sem deixar o cacete escapar por completo, fiquei na posição de papai e mamãe. Abraçávamos-nos e nos beijamos sofregamente. Gozava ainda quando Fábio ameaçou gozar. Retirei a pica de dentro de mim e levei sobre os meus peitinhos. Lambuzei-os de porra. Metemos a madrugada toda. E tem sido assim desde então. Sá o cuidado de evitar um flagra de algum curioso. O resto é desejo. O resto é tesão. Irmão com irmão a foda é muito mais tranquila e gostosa.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto de sexo com rabuda asquerosoneguinha conto eroticocontos de incesto de sobrinhoconto erotico o cu da pricilacontos eroticos casada safada padre taradoContos eróticos, ai tio, goza na minha mãocontos trai meu marido com cunhadono apartamento da minha cunhada casada .contosMe arrumei para meter com.outro e o corno sabendoretando a coroa de saiaContos eroticos trai meu marido com travesti bem dotadocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos pequena fofinhaconto gay fiquei bebado e dei o cuhistória de zoofilia no interior com cachorro vira lataconto erotico da,esposa certinhapepeca pequena conto eroticocontos eroticos arrombando a gordavideo de mulher transando no atelier delacontos primeira ves da minha namorada com um cavalocontos eroticos fui cumida a traz do salão da igrejae bom de maismete na minha vizinha gordinhacontos eriticos minha esposa foi currada por meninosconto erotico arrombei o travesti do baile funkporno. filio eu. sou. sua maecomtos erotico sou casada mas o marido tem a rola peqenaCoroas safadas que adorao uma pica,preta Contosrelato erotico tirando o cabacinho da minha sobrinha negra novinhamenina abrindo a buceta saindo gosoconto erotico meu filho meu machoContos de mulheres, fudendo com seu avôcontos meu primeiro crossdressingsobrinha foi chatagiada a faze sexo sem vontadeconto de encesto sou filho unico meus pais viajarom e eu fui com elesconto erotico meus peitoscontos fudelançaConto erotico esposa foi no ginecologistaconto comi o cu da minha mae quase fui fragado pelo meu paimenininha putinhavídeos pornô de avô sentando a netinha de sainha curtinha no colocontos eroticos calcinhas usadas da mulher do amigocontos/fui violada em casacontos sexo dividindo o casamento e a camaconto ganhando mamadeira de porraestuprei minha mae alcoólatra e casada contos eroticoscasa dos contos minha bu eta e so para o dogcontos de velhas dos seios bicudocontos de cú de coroa viuvacontos eroticosvigiacontos eroticos.sou crente e tarada.contos eroticos estupro favelacontos er?ticos incesto minha cadelinha safadapegando o primo gostoso conto eroticomulatinhacontoscontos eroticos de corno do rnCoroa cagou no pau e deixou gozar na boca casa do conto eroticocontos trepei com a melhor amiga daminha mae sou bem dotadoconto erotico cegocontos eróticos infânciaComendo irmas casadas contocontos eróticos enteadosmãe e amigo contos eróticosCasa dos contos erticosconto erotico nudismo com a sogracontos quase bicontos de coroa com novinhocontos nascendo pelinhospegando o primo gostoso conto eroticolésbicas esfregando pernas de rã veridicoNamoradinha gozada contosTIA FLAGRA CONTOneguinha deitada de bunda pra cima gemendo com enorme peni dentro do cuContos Eróticos De Veracontos:me excitei vendo travestisentei no colo do velho taradoConto erotico esposa baixinhacontos abobrinha na bucetacontos eroticos piroca eretaela pediu pra parar mas continuei contosconendo cu da tica conto