Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

FAZENDO AMOR COM O FILHO ADOTIVO



Ela foi até o quarto daquele rapaz, era tarde da noite e ele dormia profundamente, no escuro se deitou ao lado dele, o abraçou e ele se mexeu acordando e se aconchegando mais a ela, que foi tateando o corpo dele com suas mãos hábeis, carinhosas, sentiu o membro se enrijecer ao contato, em segundos estava duro, suas bocas unidas se beijavam com profundidade, estavam com fome um do outro. Ela sem sair debaixo do edredon, foi com sua boca engolir o membro que ansiava para ser engolido. E ela dominava essa arte como ninguém, ele nunca antes havia sentido algo assim, a boca experiente que auxiliada pela mão firme lhe tirava o ar, e o fazia gemer exaltando o prazer que ela o fazia sentir. Ele pediu que ela se virasse e deixasse que ele a chupasse, agora no 69 foram ao delírio, onde ela gozou na boca dele, mas o impediu de gozar, ficando por instantes quietinha com o membro em sua boca.

Ela queria mais dele, essas noites eram um vício do qual não se libertavam já há bastante tempo.

Ele se deitou por cima dela, tocou com os dedos sua vagina molhada e quente, abriu mais as suas pernas e a penetrou, ela cravou-lhe as unhas nas costas narrando baixinho o que estava sentindo, o quanto prazer seu membro estava lhe dando, ele beijava seu pescoço, e lhe dizia o quanto a amava, e ela dizia: "Eu te amo também meu querido", ele respondia: "Diga que lhe terei para sempre", ela era sincera: "Enquanto você me quiser meu amor"...

Sem tirar o membro de dentro dela, se viravam, unidos como se fossem um único corpo, de frente, beijos, promessas, carinho, cumplicidade total, de lado, os dedos acariciando o clitoris e a fazendo gozar, em espasmos longos, intensos, ela o mordia e pedia mais, pedia para que ele a usasse como quisesse. Lubrificou o ânus dela com saliva, sem deixar de massagear seu grelo enfiou o membro, enquanto pedia a ela: "Promete que sá fará anal comigo, promete?" E ela dizia: "É sá teu meu lindo, de mais ninguém..." Ele adorava depositar seu esperma naquele orifício apertado, raramente gozava em sua vagina, e nunca usava camisinha, apesar do medo de que ela engravidasse, mas se amavam tanto que não queriam nada que pudesse quebrar as noites que se entregavam à esse amor.



Quando ambos estavam satisfeitos, plenos, continuavam abraçados sem pressa, conversando, verdadeiras seções de carinho entre duas pessoas que se amam demais.

Mas ela precisava voltar para seu quarto, não demoraria para o dia amanhecer, e falou gentilmente:

"Boa noite meu amor, durma bem", e ele respondeu:

"Boa noite Mãe, não me deixa perder a hora da faculdade, te amo."

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


amor corno conto olhandoConto erotico pintor comeu filha de sua patroapiroquinhacontoscontos eroticos arrombando a gordaContos sexo à força irmãoGozou dentro contos eroticossapata velha greluda e ninfetabebendo leite materno contos eroticos garganta profunda infâcia contos eroticosloiro curto de meladinha de pernaconto erotico castrado na favelaContos eroticos anal com minha professoracachorro pinche lambe buceta e festavirei femea dos hormonios contosIrmã Seduz O Irmão (contos Eroticosxvidio gay coroa 82meu pai mim cone desde de crinças contos eroticoscontos eroticos dormindo incestocontos de coroa com novinhocontos eroticos peguei minha cunhada dormindofudedo a bucetuda degetocontos eroticos de Maezinha bobinha do amigis transando com jovezinhoconto tanguinha da sogra rendaconto novinho rasga cona da casadacontos esposa loira recatadacontos eroticos cornosconto erotico rasgou meu cuesposa puta do meu tio corno contoursos velho gay contosmadre superiora e felino no banheiro e mete nela de sexoconto erotico engoli 1 litro de esperma no vestiariocontos eroticos pique esconde safadoComendo a tiA PROXIMA CONTOScotos meu e pousodo vaì mete na baceta da sua tia tabem contos de negra casadacontos eroticos aquele pintinhoconto erotico era swing cornoconto erotico filhinhaConto porno de coroas o avo da minha amiga me comeucorno de imperatriz maranhao contos zoofilia com gozadas e enguatesMeu pai me comel zoofila contoscache:FPfKk_mm7mAJ:okinawa-ufa.ru/conto-categoria-mais-lidos_9_9_zoofilia.html estrupadapormaniacoContos eroticos namorada e tiocontos eróticos fui Penha a força por doisa minha mae obrigou meu padrasto tira a minha virgindadecontos eroticos - isto e real. parte 5contos meu marido comeu minha mãetravesti Francielleensinei meu primo de onze anos a bater punheta :contos eróticosaposta com os amigos contos eroticoscontos eróticos incesto vida ruralsou casado meu cunhado vem morar com nós acabei transando com ele contos eróticoscontos eroticos guaritaContos eroticos sadomasoquismos so com maridos e esposas submisasmaesqUefaZemsexoxvideo Chiquinha e jcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentealgus dono de escravos estrupavão escravasxvideo peqei minha minha a miga simastubandocontoseroticos.comcasadoscontos estrupada por pivetesconto.erotico..casada.18..anos.santinhaconto erotico da sogra e a nora com o dedo no cueu gemia como cadela c duas picas no meu rabinho contos gayscontos eroticos sogra de 65anoscontos despedida de solteiramulher dando pra piazada contos erpticodcontos de vizinhasmulher com vantade de dar mas ningen come xvidiocontos eróticos come a irmazinha no ônibus lotadoMenina da pracinha, contocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteporno doido sumindo um emorme prinquedo na pusetaconto eróticos de mendigo arregaça bucetamunher tira a roupa e faz putaria com sua primaesposa puta do meu tio corno contoquero assistir uma mulher gritando e gemendo na cabeça da Chibata do pônei do cavalo pôneifiquei olhando o travesti encoxando meu marido no onibusconto rapido de casado com travesti picudosauna gay em sp contos eroticosContos eroticos de meninas transando com o primo e engravidougaroto malandro pega tia dormindo e meti nelaeu meu marido e a ex noiva lesbica dele