Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

FAZENDO AMOR COM O FILHO ADOTIVO



Ela foi até o quarto daquele rapaz, era tarde da noite e ele dormia profundamente, no escuro se deitou ao lado dele, o abraçou e ele se mexeu acordando e se aconchegando mais a ela, que foi tateando o corpo dele com suas mãos hábeis, carinhosas, sentiu o membro se enrijecer ao contato, em segundos estava duro, suas bocas unidas se beijavam com profundidade, estavam com fome um do outro. Ela sem sair debaixo do edredon, foi com sua boca engolir o membro que ansiava para ser engolido. E ela dominava essa arte como ninguém, ele nunca antes havia sentido algo assim, a boca experiente que auxiliada pela mão firme lhe tirava o ar, e o fazia gemer exaltando o prazer que ela o fazia sentir. Ele pediu que ela se virasse e deixasse que ele a chupasse, agora no 69 foram ao delírio, onde ela gozou na boca dele, mas o impediu de gozar, ficando por instantes quietinha com o membro em sua boca.

Ela queria mais dele, essas noites eram um vício do qual não se libertavam já há bastante tempo.

Ele se deitou por cima dela, tocou com os dedos sua vagina molhada e quente, abriu mais as suas pernas e a penetrou, ela cravou-lhe as unhas nas costas narrando baixinho o que estava sentindo, o quanto prazer seu membro estava lhe dando, ele beijava seu pescoço, e lhe dizia o quanto a amava, e ela dizia: "Eu te amo também meu querido", ele respondia: "Diga que lhe terei para sempre", ela era sincera: "Enquanto você me quiser meu amor"...

Sem tirar o membro de dentro dela, se viravam, unidos como se fossem um único corpo, de frente, beijos, promessas, carinho, cumplicidade total, de lado, os dedos acariciando o clitoris e a fazendo gozar, em espasmos longos, intensos, ela o mordia e pedia mais, pedia para que ele a usasse como quisesse. Lubrificou o ânus dela com saliva, sem deixar de massagear seu grelo enfiou o membro, enquanto pedia a ela: "Promete que sá fará anal comigo, promete?" E ela dizia: "É sá teu meu lindo, de mais ninguém..." Ele adorava depositar seu esperma naquele orifício apertado, raramente gozava em sua vagina, e nunca usava camisinha, apesar do medo de que ela engravidasse, mas se amavam tanto que não queriam nada que pudesse quebrar as noites que se entregavam à esse amor.



Quando ambos estavam satisfeitos, plenos, continuavam abraçados sem pressa, conversando, verdadeiras seções de carinho entre duas pessoas que se amam demais.

Mas ela precisava voltar para seu quarto, não demoraria para o dia amanhecer, e falou gentilmente:

"Boa noite meu amor, durma bem", e ele respondeu:

"Boa noite Mãe, não me deixa perder a hora da faculdade, te amo."

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contoeroticomeugenroengravidaram minha mulher contos pornocontos eroticos meninas da crechecriei uma puta madrasta pegou enteado vendo filme porno e aliviouContos eu comi minha irman novinhaContos eroticos marido convence esposa com pintudoconto moreno heterocontos vizinha de calcinha no quintalcasa do conto mulher casada foi na despedida de solteiroconto erotico gay fudido pelo negaoContos eroticos sadomasoquismos so com maridos e esposas submisasNovinha da o cuzinho contos eroticocontos eroticos forcadocontos eroticos crentes de bundas enormescontos adoro dar minha bundinhacontos er passando em casamuhes metemo cu vigihaconto erotico espiando escondidominha esposa gordinha de toalha andando dentro de casa no pé da pia da cozinha de baby dollconto comi minha sogra gordaconto eroticos travesti hormoniocontos eróticos pegando o irmão da amiga na casa delacontos tudo enfiado no cucontos erotico zelador de creche chupando bucetinha d menina d 6a da crechedei pro cara da vendinha contos eróticosbucetinhas perusinhofudendo deficie.te mentalmulherescontos eroticos tomou toda porra da linda travestisacanaje no exercito policias cuzudascontos eroticos comendo cu da cunhada com o irmaocontos eróticos margarina leite travesticoroa boazuda medico contocontos eroticos calcinhas usadas da mulher do amigoconto erodico a familia na praia de nudismocache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html contos eroticos azedinhacontos erotico dei leitinho para pequenininhaSe a mulher fica engatada com o ccao quanto tempo ela pode ficar grudadainterracial mulher meia cousa fudendodesenho pornos dos flinstones cornoeu a força eu tirei a virgindade da buceta da minha irmã conto eróticoTIA CHORA E CAGA CONTO EROTICOamor seu amigo fudeu minha buceta cobtoquadrinhos porno julio comendo a patroacontos eróticos com fantasia pervertidaContos eroticos comendo a sograContos eroticos no conventocontos papai me arrombouconto a idosa tinha uma buceta e.ormecontos eróticos perdi minha virgindade com meu namorado no quarto deleContos pornô de gostosa exibiadavideos de mulheres vige napicagrosa Conto titia e a priminha queria no cuconto erotico o sogroconto de meu avô rasgou meu cuzinho com a pica grandecowmdo a filha da vizinha contos eróticosmadrasta pegou enteado vendo filme porno e alivioucontos eroticos padrinho come cu da afilhadacontos lesbicos princesa chupa princesacontos eroticos minha irma no meu quartoContos erotico, a menina tinha problemas mentaiscontos eroticos minha filha de fio dentalmarido da mae bolina menina contosn**** de vala de vara monstra arromba gayContos eroticos minha noivaconto erótico nru marido me fez da pra um cão contos eróticos d incesto irmã médica dormindo peladacontos eroticos de incesto de pai pasto e filhaPapai enfiou o dedo na minha buc*** e gostei!conto erotico gay: transando com um ruivo bonitocontos eróticos fantasias de uma mulher gostosa iniciando os garotinhos novinhos e virgenscontos dei pro negao no cinema e o marido corno nao voucontos erotico gay gordinho lisinho minha putinhaconto erotico gay chupando tio bebadocontos de coroa com novinhoContos eróticos por acasoContos filha de 7 com papaiÇonto erotico coroa da bunda grandecontos eroticos gay paula