Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

APAGANDO A CUNHADA GOSTOSA

Me chamo Carlos moreno, 1,75 de altura. O que vou relatar aqui ocorreu de fato e já é um fato clichê nos contos eráticos, que se trata sobre tara pela cunhada. Vou mudar os nomes para não comprometer ninguém. Pois bem conheci minha esposa Ana uma galega loira, 20 anos, seios pequenos, pernao e um bundao maravilhoso no mesmo dia que conheci minha cunhada Claudia. Uma loira 19 anos, pernao, coxao um bundao redondinho mais maravilhoso do que de Ana. também 1,60 de altura, olhos verdes, não era tão branca quanto minha esposa. Na verdade fiquei mais afim de Claudia do que de Ana mais era muita area pro meu caminhão então acabei namorando Ana mesmo. As duas ate que eram parecidas de corpo mais Claudia é linda de rosto e tem a bunda mais redondinha do que de Ana. O tempo foi passando e acabei me apegando muito a Ana e acabamos nos casando mais minha tara por Claudia não diminuiu na verdade aumentou pois com a convivência as vezes pegava ela no flagra de calcinha na casa da sogra. Comer ela de forma normal não teria como pois ela nunca me deu moral e não seria depois que eu me casei com sua irmã que daria. Ficava imaginando varias formas de comer ela e so tinha um jeito com ela apagada ou de bêbada ou de remédio. Minha sogra e o sogro viajaram então pude arquitetar meu plano ela ficou sozinha foi eu e minha esposa pra casa dela fizemos um churrasquinho taquei vinho batizado com um remedinho leve um anti alérgico que eu tomei e sabia que ele dava muito sono. La pelas tantas ficaram trebadas e desmaiaram no sofá. Minha esposa desmaiou no sofá grande a cunhada desmaiou com uma camisolinha toda encolhida no sofá pequeno. Guardei tudo fechei a porta e la estava a loirinha dos meus sonhos no mais profundo sono he he, chamei minha esposa pra fazer um teste pra ela ir pra cama e nada so resmungo fui ate a cunhada fiz o mesmo passei a dedo na boca dela chamei e nada estava pra la de bagdá. Fiquei de frente o sofá que estava a cunhada tirei meu pau pra fora e comecei a punhetar passei a mão dos braços fui deslizando ate chegar no bundao nossa quando senti aquela pele quente macia os cabelinhos hhhuuunnnnn. Fui pro lado do sofá que estava virado o a bundona gostosa levantei a camisola e la estava aquela maravilha com um lado da calcinha enfiado e outro fora, passei a mão sobre sua bunda e fui levantando a camisola, puxei a calcinha pro lado e vi a xaninha dela por traz raspadinha com alguns fiapinhos de cabelos ate chegar no cuzinho. Cheguei bem perto senti o cheiro passei a língua da xana ate no cuzinho tremia mais que vara verde meu pau todo melado meu coração a mil. Coloquei os joelhos sobre o braço do sofá apoiei as mãos no outro braço e consegui passar meu pau na sua bunda mais daquela forma não teria como comer ela. Voltei pra frente do sofá beijei a boca dela baixei as alças da camisola e me deliciei nos seus peitinhos pequenos cabiam todos na minha boca, passei meu pau em sua boca ficou toda babadinha do meu melado. Eu queria mais queria comer ela mais pra isso teria q levar ela pra cama chamei mais forte pra ver se ela ia e nada então tive q carrega ela ate a cama da sogra, peeesaaaada rrsrs. Deitei ela de frente tirei sua calcinha ai sim pude ver sua bucetinha de frente nossa quase tive um treco os pelos pontudinhos já quase na hora de rapar denovo, passei a língua com vontade deixei bem molhadinha abri suas pernas tirei minhas ropas. Não acreditava não parecia real ela ali toda minha com as pernas abertas e meu sonho prestes a se realizar meu pau latejava eu tremia adrenalina a mil pois ainda tinha o medo de ela acordar. Me ajoelhei na cama de frente pra sua xana e encostei meu pau nossa nossa não acreditava pincelei ele fazia barulhinhos da minha xupada com meleca q saia do meu pau ate q não aguentei. Coloquei na portinha da xana e entro fácil com o tanto de baba que deixei la atolei ele todo fiquei parado vendo ele dentro dela latajando. Sentia todo o calor da bucetinha proibida da cunhada, comecei a mexer de leve num vai e vem bem devagar calteloso enfiava tirava enfiava tirava é uma vaca muito gostosa, mesmo desmaiada era muito gostosa. Baixei a alça da camisola comecei a chupar o peitinhos com o pau dentro engolinhas eles fiquei um bom tempo comendo ela de frente mais queria mais. Juntei suas pernas e comecei e virar ela fui virando ela ate que consegui colocar ela de ladinho, me deitei por trás encoxando ela já estava tudo melecado meu pau foi direto pra bucetinha entro leve mais não queria la. Comecei a força no cuzinho não foi difícil de entra o problema foi so quando saiu rsrsr veio um cheirinho nada agradável mais nem me importava queria era comer. Não estoquei ela forte em nenhum momento com medo que ela poderia acordar talvez com estocadas fortes. Comi seu cuzinho gostoso bem de levinho tirei denovo e atolei tudo na sua bucetinha comi por trás também sem estocar forte. Como já estava a um bom tempo molestando ela achei q era melhor gozar então fiquei de joelhos por trás dela comecei batendo vendo o cuzinho como na punheta as batidas são mais rápidas foi sá uns três vai e vem e esporrei na bunda toda dela. Limpei ela toda vesti a calcinha nela levei minha mulher pro outro quarto e dormi como um anjo negro kkkkkkkkk. No outro dia as duas acordaram tarde, amanhaceu mal botando os bofes pra fora, mais ate hoje nunca suspeiram de nada. Passou uns dias ouvi minha cunhada reclamando com a irmã que quando ia mijar ardia rsrs acho que por ter comido o cuzinho e depois enfiado na bucetinha ela deve ter pego uma infecção tadinha.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos com fotos no carnaval levei chifrecontos er deixa que levochantajiei minha irma peituda para tranzaMe comeram gostosomae fode com filho contos eroticosos melhores contos de gang bangcontoseroticos eu minha maewww.contoseroticos.com.br/tia e sobrinha virgemcontos eroticos jovem transando com a negra escrava parte 1casada seduzida contoscontos eroticos de incesto pai fodendo filhaContos eroticos de travesti tarado do pau grande.Contos eroticos obriguei minha mae a engolir minha porraconto erotico o cu da pricilacontos eroticos gay minha mae dando para dois negaoContoa eroticos a vizinha feiaas pirralhas conto eroticocontos eroticos pensa nun padrecontos irma fudendohttp://googleweblight.com/i?u=http://okinawa-ufa.ru/conto_3243_jujiteiro-caralhudo-inaugurou-meu-rabo.html&grqid=WDxAwf5x&s=1&hl=pt-BR&geid=1027esposa puta do meu tio corno contoEu agora eu sou mulher do meu ex primo viuvo conto eroticoFlagrei minha esposa dando para o ginecologistacontos eroticos presente para cunhadaconto erotico amigas chupei cunhadamulheres casadas com picudos/contos com fotosconto gay cabaço gordinhoContos eroticos enteadasconto porno transei com meu paicontos eroticos descobri que minha mulherNamorando a vizinha mais velha contosminha cunhada r***** vou descer a pica nelahttp://okinawa-ufa.ru/conto_2915_comi-a-putinha-do-3-ano-na-escola--1.htmlContos eroticos rocacontos eroticos porteiroContos erotico irmã e sobrinhacontos erotecos dei mel rabao pro mel felho toludoMinha esposa é muito gostosa mais eu entreguei ela para outro homemconto erotico fui corno ingenuocontos fotos esperimentando rolabrinquei com a afilhada contocontos de sexo entre conhados gaycornoginecologistaConto erotico jogando baralho com a filhacomi a mulher estrupada do traficante contos eroticocontos eroticos com sogro e sograPeituda negra casada camisinhacontos eróticos meu primeiro apartamento mulher entrando na chapeleta do pôneiContos eróticos- cagou no pau grossoSobrinhas safadas relatos atuaisporno contos eroticos punheteirascontos eroticos lesbico casadas e travesticonto erotico meu filho me encoxando estava frioeu sou casada e amo zoofiliahistorias de meninas que se masturbaram enfiando cenouras no cu e na checacontos eroticos de franelinhas de rola grande e grossacontos eroticos do chavesmae crente do amigo contos eroticosnovos contos eroticos incesto tio orgamoscontos eroticos de noiva putinha titio caralhudo noivo corninho safado velho negaocontos eroticos de mamar no peito da primaminha cunhadinha e virgens peguei a forcacontos ta doendo papaicontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteConto tanguinha sograCONTOS EROTICOS REAIS EM VITORIA ESgrandaocontoscontos primeira ves da minha namorada com um cavaloconto zoo velha carentecontos baixinhas peluda desmaia ao levar pau descumumal