Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

BOM DEMAIS!!!

olá, boa noite! eu aki de volta me chamo Gisele e moro no RJ. vamos lá ! dei uma saída com meu esposo e ficou combinado de encontrarmos o amante para ele vir na nossa casa para fazermos as pazes pois estávamos de mau, nos encontramos no estacionamento e fomos comprar o q havia de ser comprado, na hora de vir embora meu esposo foi dirigindo e eu pulei pro banco de tras e como de costume a mão boba começou a rolar .e viemos nos excitando ate a minha casa. quando chegamos fiz um lanchinho pra nás e ficamos conversando durante um tempo. como moramos no quintal da minha sogra e eu estava doida pra ser comida meu marido deu a idéia de irmos para o meu trabalho, pois trabalho por conta prápria e tenho uma loja alugada e como estava chovendo ñ haveria quase ninguém na rua, fiquei meio cismada de inicio mas logo cedi. fui no quarto e peguei camisinha e um spray que esquenta mto no pau e na buceta, queria ter essa sensação com o amante porque a química que rola entre nás é inexplicável é um tesão horroroso, é aquele tesão que quando chega perto mesmo sem se fazer alguma coisa a minha buceta já começa a piscar e fica toda babada, ai ai deixa isso quieto que sá em pensar dá calor!!!kkk então fomos o caminho ja se pegando. ele começou a passar a mão na minha buceta que por sinal ja estava enxarcada de tanto tesão. coloquei aquele pauzão pra fora e caí de boca chupei muito aquele pau que latejava na minha boca.sentia meu corpo pegar fogo

ele empurrava tudo na minha garganta e fazia movimentos de vai e vem pra me engasgar, chupei muito aquela pica maravilhosa e lambia também as bolas. tivemos que parar pois chegamos na loja e tinhamos que entrar para terminar o serviço. entramos e meu esposo arriou a porta q ja veio me agarrando. empurrei meu esposo pro canto e agarrei o amante, meu esposo sempre me pedia para fazer alguma coisa para que ele ficasse olhando até quando aguentasse. o amante me puxou pela cintura e me pegou de jeito me colocou no colo e roçou aquela pica na minha buceta estava ficando doida. nem liguei pra camisinha o tesão falou mais alto pedi que enfiasse aquela piroca maravilhosa na minha xota.coloquei o spray no pau dele e fiquei de 4 e ele por tras enfiou gostoso na minha buceta e eu gemia baixo pois a loja é na beira da rua quem passasse ia ouvir os gemidos, coloquei meu amante sentado na cadeira e sentei gostoso no pau dele, sentia aquela pica me rasgando por dentro, me machucava mas estava BOM DEMAIS, quiquei e sentia muitoooo tesão com aquela situação. quando ele ia gosar pediu para ser na minha boca, saí de cima e abri a boca chupei ate o ultimo pingo de porra. Meu marido não aguentando veio por tras de mim e me enfiou a pica e também gosou na minha boca que também chupei até o ultimo pingo de porra. enfim fiquei sem gosar estava tensa demais queria sair logo dalí pois os moradores do lado eram fofoqueiros demais, colocamos as roupas e saímos, entramos no carro novamente peguei a mão do meu esposo e coloquei na minha buceta novamente, enquanto isso o safadinho do amante começou a beijar o meu pescoço tirei a mão do meu marido e coloquei a do amante na mina xota pra ele ver como eu estava cheia de vontade de fuder novamente meu marido ficou passando as mãod no meu peito. pulei pro banco de tras e o amante colocou a pica pra fora e caí de boca novamente sentei naquele pau sem camisinha minha buceta estava muito babada e escorregava demais no pau dele quiquei gostoso e gozei naquele pau e ele gozou na minha boca enguli o leite todinho e ainda dei beijo na boca dele para saber realmente que havia engulido. estávamos muito suados mas mesmo assim tivemos que colocar a roupa pois como estavamos indo levar ele em casa ja estava chegando.me deu um beijo na boca e desceu. vim com meu esposo dentro do carro até a nossa casa fechamos a porta demos boa noite a minha sogra e ele caiu de boca na minha buceta cheia de porra e com o gostinho do pau de outro. GOZEI muitoooo na boca do meu esposo em seguida fiquei de 4 e ele enfiou o pau na minha xota e eu fiquei falando varias besteiras bem alto pra ele ouvir o chamei de corno, era pra ele comer o que já havia sido comido e arrombado na rua, socar com raiva, puxar meu cabelo,coisas deste tipo...ele encheu a minha buceta de leite e gemeu gostoso pra eu ouvir. foi uma noite maravilhosa com os meus dois safadinhos. duas picas deliciosas que me fazem perder a cabeça. foi tudo de bom!!! quando acontecer outra vez eu conto pra vocês ok??.beijos da gigi

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos de sexo de tias com sobrinhosfudendo a raspadinha da esposa contoconto primeira peitinhoconto primas ficam sozinhas e pornocontos heroticos intiada e padrastovou rasgar sua boceta vagabundaLer contos eroticos de casais casados fudendo dentro de cinemas com outros homensconto meu cao socou tudo no meu cuconto erótico esposa de férias e tal marido sem querervideos mulheres negras coroas de absorvente internocontos erotico de puta fudendo com velhocontos de sexo lesbico/zoofiliaconto gay cuidando do sobrinhocontos eróticos de noviasevangélico emcoxado em ônibus contosEróticospornô.comcontos eroticos gay dei minha bunda pro filho da vizinhaContos erotico marido corno bebedor de porraContos eroticos minha mulher dormindo e eu louco pra fudelasuruba em familia contoscontos eróticos coroas lindascontos decoroas gaycontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos corno de amigoconto erotico desde novinha eu gostava de senta no colo do meu pai. quando virei mocinha eu bati uma punheta para eleContos eroticos gays pai dotado do amigocontos eróticos de submisas lésbica falando palavrões contos lesbicos, depois de viuva realizei meu sonho chupei uma mulher com clitores avantajadocontos destrui o cu da sogra coroa magrela carenteLora dismaiando no cu no anal em tres minutosmanuela pedreiro contos eroticoscache:http://okinawa-ufa.ru/conto_20940_assalto-no-condominio.htmlminha sogra e ninfomaniaca contomolesrando minha avo de calcinhaconto o velho pauzudocontos eroticos sou casada minha irma deixou meu sobrinho em casacontos erotico defrorado pelo irmão mas velhoFilha boduda não aguemta ve o pauzão do paicontos eróticos infânciacontos eróticos com gostosas de Balneário Camboriú Itajaí e região de fio dentalcontos eroticos comendo a velha horrosa dormindoesposa perdeu a aposta contoscontos de cú de coroa gordaconserto eletricidade conto eroticoafeminados de praia grande contatoscontos erotico de puta fudendo com velhocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto punheta da varandaa minha cunhada casada e saia justa contos com fotoscontos eroticos filho da minha vizinha amante maravilhosocontos de mulheres ninfomaniaca por sexoMinha irma tarada contoesposas traindo dando o cu,contos de 1988boa noite cidelela no suco da madasta pornocontos porno de incesto real pai filha e mae juntosjaponesas babys fazendo zoofilaTirei o c***** da minha enteada Camila e Ela gozou muitofilhinha do papai contosconto gay filho chupando o pau do pai dormindoconto sexo anal esposatrepando com o médico gostoso conto erótico históriacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteencesto mae envagelicacontos eróticos do marido e sua esposawww.contos enrrabando menina de rua novinhamarido leva esposa na cabine erotica contosmeu padrasto negão me cumeu contos euroticoscontos de sexo com viuvaMeu irmao toda hora so quer comer meu cuzinhocontos eróticos pego fraga upa upavideos de pau ficqndo ficando durocontos gays transei com meu amigoeu fundendo a buceta da minha tia ela gozo eu disse pra ela tia eu quero fuder seu cu ela disse pra mim eu nunca eu dei meu cu virgem pro meu ex marido ela disse pra eu fuder seu cu virgem conto eróticocontos eroticos viciados em porraContos eróticos cumendo minha tia e lambendo seu cuzinho escurinhocontos eroticos porno de pirralhas inocentesconto erotico gay chupando tio bebadoconto gay comendo o meu vizinhocontos eróticos bem apimentado de depravadoconto erotico. meu sogro urra e eu grito de tanto gozarcheirando calcinha contos