Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

LANCHEI A LOIRA MAIS GOSTOSA DA ACADEMIA

Ola leitora me chama Lucas Brasil, bom eu não acreditava que esse tipo de acasos da vida poderia acontece gosto muito ler os contos sempre achei que os autores fosse apenas pessoa com sua fantasia sexual, libidinoso sei que muitos dos contos q lêem na maior parte são fictícios. Sou casado a 11anos anos nunca tinha traído minha esposa que advogada sou feliz no meu casamento, more em Brasília não sou bonito pelo menos eu não acho mais gosto de anda bem arrumado e cheiroso malhou em uma academia há quatro anos, meu cunhado malhar lá também pra ele toda mulher e gostosa mais começou falar de uma gatinha em especial da Paula ele fica secando ela quase todos os dias chamo de gostosa de delicia etc.

De tantos ele fala comecei a repara Paula na cademia ela era completamente o meu posto eu tenho 1.90 de altura 80kilos de massa magra ela tem 1.65 uns 60 kilt +ou – loira dos olhos castanhos claros cor de mel, um belo dia Paula malhava com um chorte preto com laranja ela era curtíssimo parou academia ate as mulheres olhava vindo eu do bebedouro ele me pediu para tira uns peso da maquina para ela malhar perna nisso fique revezando a maqui com ela puxando, papo acabou a seri fui embora entrei no carro logo sai direto para posto de gasolina quando estou saindo do posto vejo uma mulher empurrando uma moto bem quando eu olha era, Paula meu coração quase sai pela boca parei e perguntei ser estar precisando de ajuda ela o pneu da minha moto furou eu não acho nem uma borracharia essa hora vai ser difícil à 20hs vamos coloca a moto encima da caminhonete chamei um frentista para me ajuda vamos procura uma borracharia nisso fique rodando com ela e nada ela começou á fica preocupada, por quer ela ia sai bem cedo para uma entrevista de trabalho bom tenho um amigo que arruma moto ele pode fazer o remendo sá fica no outro lado da cidade ela falou não tem problema ser você me leva lá dou o que você quiser e deu uma risada. eu disse a ela olha que quiser qualquer coisa perguntei para ver se ela colocava limite nada falou fez foi afirma.

Atravessei a cidade deixei a moto falei ao amigo nás vamos ali fazer um lancinho e já voltamos fui indireção ao motel quando chequei na entrada ela disse aqui que você vai lanche, sim ela com sorriso me perguntou o que eu ia come ali eu respondi sorrido você endireção ao quarto comei alisa aquela Pernas lindas grossas bem torneadas, seios médios bem durinhos, lábios macios, bumbum arrebitado, cinturinha fina era é tezão. Neste momento meu pau já não cabia mais dentro da calça, tirei o cacete e ela começou a me chupar, estacionei o carro comecei beija e ranca a roupa dela ali mesmo eu tava muito tarado nela ela com a bunda virada para o mim puxei o seu chorte a calcinha dela era frio um cai de boca bucetinha eu chupa com muita sede nossa aquele cheiro de buceta forte, pois tinha saído academia mais não liguei louco de tezão devorando aquela buceta quantos mais eu chupava na aquele desespero ela falou que ninguém nunca tinha chupado com tanta vontade ela gozou na minha boca ela pediu: "Enfia esse pau de 19 cm na minha bucetinha, me come safado". Sem cerimônia foi enfiando o pau dentro da sua buceta estava penetrando sua buceta com tanta foca literalmente minha bola estava quase entrando dentro dela quando ela gemendo com uma cadela no cio mais ela gemendo muito gostoso ela falou vou gosa deu um grito que eu acho que deu para ouvi La portaria aquilo me deixou ecitado de um jeito que segurei ela pela a cintura tentei penetra o mais profundo que minha pica poderia entra

Nossa gozamos junto me arupiei todo que meus pelos ficarão todos em pé ela percebeu falou nossa que gozada fiquei um pouca sem graça mais logo nás se levantamos fomos banha logo depois ficamos deitado bem juntinha parecendo um casal de namorado cheio de intimidade trocando caricia mais ela olhou de repente dentro dos meus olhos falou fica quietinho seu bumbado e começou a me chupa de uma forma que eu nunca tinha sido chupado ela melava todo o meu pau com cuspe minha esposa me chupa mais chupa bem comportada Paula não colava meu pau de um jeito que eu sentia que ia dentro da sua garganta estava num tara louca quando ela subiu encima do meu pau fique louco louco ela mexia bem de vaga com tiver se deliciando de uma sobremesa ela com os olhos fechado

Com as mão nos meus peito ela não tinha presa ela dava uma reboladinha mais bem de vaga eu já não estava mais aguentando minha vontade era pega ela com muito força mais ela percebeu e falou fica quentinha seu fila da puta que vai comanda essa foda sou eu.

Mais ela estava me judiando daquele jeito da forma que mexia meu pau latejava dentro dela em um determinado momento ela deitou com a cabeça no meu peito ela levantava bumda ta a cabeça do pau e colocava de novo ela qualculava o tamanho dele começo a requebra bem na cabeça dele e decia de uma vez quando repente ela cravou as unha nos peito começou geme alto muito alto mais aquelas unhas no meu peito uma seção de dor e prazer ao mesmo tempo ela me pediu para colocar bem devagarzinho seu rabinho Paula

Sua puta fique de quatro então, que eu vou passar um pouco de cuspo, na entrada do seu cuzinho, cuspi e coloquei o meu dedo indicador inteiro dentro, comecei o vai e vem, quando ela gemendo,Lucas coloca tubinho agora o teu pinto. ”

Dei uma lambuzada com o meu pinto em sua buceta, e mandei brasa Paula, to colocando, agora, e comecei a forçar para dentro. Como era apertado, parecia que estava sendo rasgado, ela se contorcia e gemia, “Ai, devagar..., ta bom, mais devagar..”.Fui estocando cada vez mais forte até que comecei a sentir uma certo relaxamento muscular de seu cuzinho, como se estivesse se acostumando, com o meu pau dentro, ao mesmo tempo eu masturbava ela com uma de minha mãos,Lucas ta ficando gostoso me fode, com mais força..força..mais rápido, eu vou gozar.....goza dentro do meu cuzinho Eu vou gozar Paula, rebola minha cadela, minha puta, putinha, galinha, vadia, to gozando Ahhh me deliciando daquele cú de uma gosada inexequível. Voltamos pegamos a moto e na cademia nás vemos todos os dia e mais fica nos olhares.não quero me em volve com ela mais se ela chama para uma saidinha eu com sinceridade essa foi a foda mais gostosa da minha vida lembro quase todos os dia.

[email protected]







VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


histórias de sexo o meu padrasto cominnha a mãe ea enteadaesposa puta do meu tio corno contoconto na cama com minha irmãcontos eroticos de tias fudendocontos eroticos namorada primoContos pornos incesto tiaContos eroticos quero ver essas tetascontos eróticos comi minha prima grávidacomendo o cuzinho rosinha da mamae contos veridicoscontos eroticos chatagem minha tia cavalacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos apanhando do tutorNão esquece de se expor negãoFlagrei a minha filha engatada com um dog conto eroticofudendo a filha da empregada contos eróticoscontoseroticos mae sentada colo filhocontos eroticos corno bebe leitepapai mim comeu contostirando o cabaxinho da novinha fazendo ela chora com pau gg porno carioquinhaBebada me bulinaram contos eroticoscontos eroticos marido querendo que mulher foda com outro para ele chupar ela em seguidacontos eroticos de bbw do cu arrombadoconto eróticos comi minha prima mae solteira carentemadrasta pegou enteado vendo filme porno e alivioucontos sobre velhos taradossogra chortinho provocando genro cozinha lavandoChiquinha grita muito a hora que enfiando no c******contos porno de casadas o lixeiro violentocontoseroticos madrastmeus amigos comeram a minha mãe contosarrombarao minha filhinha na festa da empresa contos erticoscontos eroticos mais lidos novinhas metidarmulheres violadas contos eroticosmulher rebolando de costa para o espelho de fio dentalMendigos se madturbando altocontos eroticos de munher estrupada na acadeniacontos eroticos venha ca sua puta safada,eu vou arrombar seu cu de cadelaCONTO CHUPETEIRA DO BANHEIROnovinhos e os héteros safadinhos que só sente tesão e que só gozam sentindo cheiro de calcinha de novinhas safadinhascontos de sexo falando que cagoucontos eróticos novinha sendo arrombada por várioscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos sadomasoquismo com putasFodendo com mamae bunduda contoscontos comi a amante do meu paimedica ver garoto pelado e assusta/contoseroticosgozandocomoloucas comContos gays amante do tio velho desde de pequeno adoro vpu casar com elecontos de sexo amiga engravidacontos de lesbica chupando a buceta eo cu da outracontos gay putos curradosos contos de sexo maois filias safamdascontos massagem na tiacontos eroticos mais quer gostosa eu comicontos eroticos arrombando a gordaso a cabecinha incesto titio contoscontos eroticos amiga negracontos eroticos sogro e genroeroticos satisfaco mae na camacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eróticos meu cu na rifacontos erotico meninas dorfanatocontos minha mae e a travesti pauzudaContos gays usando peruca e lingerie no cine pornocabritiha deliciaa minha mae obrigou meu padrasto tira a minha virgindadeirmã transformassem roupa vídeos pornô doidocontos de lesbianismo no acampamento de escoteirastirei a virgindade do meu sobrinho roludo e minha bunda grandecontos eroticos professora casada estuprada na frente da filhafome conto héterocontos eróticos vendedor externocontos de coroa com novinhovideo porno gay de garoto com o calção com o fundo rasgado de parnas areganhada na casa do amigo tarado do pau gande e grosoComtos porno da tia e sobrinho no matoacidentado comi minha sogra contosporno não queria mais o meu filho fodeo e gosa dento da cona conaComto fragante depiladora Lerbicosou puta do porteiro pauzudoconto erotico meu filho meu machocontos escrava lesbicascontos eroticos namorada virgem do corno