Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

PROVOCAÇÕES DE MÃE

Minha mae queria passar as férias no interior junto a família, mas meu pai não poderia ir então eu propus que eu a levaria. Para voces imaginarem, minha mae é baixinha tem 49 anos e é muito, muito gostosa. Viajamos até a casa da minha avá, ficamos lá uns dias até que minha mae decidiu ir para a casa no litoral. Chegando lá, ela foi obrigada a comprar alguns biquinis pois nao havia levado e a loja so tinha alguns fios-dental minusculos. Ela os experimentou e eu tive a visao do paraiso, o biquini se escondia em sua enorme e deliciosa bunda. Pela manha fomos para a praia. Chegando lá eu nao conseguia tirar os olhos daquela bunda, eu nao tinha reparado como minha mae era gostosa. Entao ela me pede para passar bronzeador em suas costas, eu levantei e sentei em cima de sua bunda, comecei a passar e fiquei esfregando a bunda, eu a abria e fechava e ela falou: voce esta passando bronzeador ou fazendo massagem? _Cada vez que eu abria sua bunda eu tinha a impressao que eu via seu cuzinho. Aquilo me deixou louco e excitado. Logo ela diz: está bom. Quando eu volto para meu lugar ela nota que meu pau ficou duro.

A noite eu e minha mae fomos para o centro da cidade, os homens da cidade nao tiravam os olhos da minha mae, ela estava com um vestido florido pequeno, via-se sua bunda mexendo quando andava era uma loucura. E a marca do biquini em seus ombros deixava-me mais maluco ainda. Chegamos no barzinho e pedimos algumas bebidas, minha mae estava comecando a se soltar (embebedar) entao quando fui pagar a conta o garcom me perguntou quem era ela e eu falei que era minha esposa, e ele respondeu: Coroa enxuta, sorte sua cara. Eu voltei para a mesa e contei a minha mae o que havia ocorrido e ela já bebada falou entao vamos representar melhor e me deu um beijo na boca. Apos alguns minutos fomos embora e resolvemos ir pela areia da praia. No caminho minha mae me abracou porque estava um pouco frio e eu abracei a sua cintura, como ela estava umpouco bebada resolvi arriscar e desci minha mao para sua bunda. Ela corresponde segurando a minha tambem. Eu entro na brincadeira e desafio: Ah é?_Levanto seu vestidinho e seguro sua bunda e para minha surpresa descubro que ela esta sem calcinha. Entao ela diz que adora provocar os homens, no bar ela cruzava as pernas e todos ficavam loucos ao ver sua buceta, eu digo: Mas voce esta me deixando louco também_Para a minha surpresa, neste momento minha mae enfia a mao em minha bermuda, agarra o meu pau e sai me puxando pelo pau como se fosse um cachorrinho. Chegando em casa, no quintal, antes de entrarmos, ela ainda segurando o meu pau, ajoelha na minha frente e comeca a me punhetar, vendo aquela cena, que eu nunca imaginei, a minha mae ajoelhada na minha frente me punhetando eu gozo rapido sobre seus seios. Ela limpa meu pau e da uma beijinho na cabeca do meu cacete. Levanta e vai tomar uma ducha com os seios cheios de porra.

Na manha seguinte, vamos a praia e ela resolve fazer top-less, tira a parte de cima do biquini e fica com aqueles grandes mamilos ao sol. Meu pau nao cabe na sunga, ela vira de costas e pede para que eu passe bronzeador, subo em suas costas e começo a esfregar, quando chego em sua bunda novamente dou inicio a massagem do dia anterior, lá está seu cuzinho olhando para mim, as pessoas em volta começam a notar que há algo errado, não ligo para ninguem e tento enfiar meu dedo em sua buceta, está umida e quente. Ela pede para eu parar e vou para o mar esfriar a cabeça.

Depois de algumas horas nos vamos embora da praia para almoçar, fomos em um restaurante no centro da cidade. Chegando lá minha mae senta-se na mesa do canto do salão, uma mesa que era escondida por uma enorme samambaia. Apás fazermos o pedido, ela pega a minha mao e coloca sobre sua buceta e pergunta se eu nao quero continuar, eu enfio meu dedo como se fosse come-la com a mão, ela tira meu pau para fora e começa a punhetar e diz: Nunca imaginei que eu iria punhetar meu proprio filho...estou com uma vontade de chupar._Pode chupar o meu_eu disse.

_Você é meu filho_ela responde. Neste momento chega o garçom com a comida. Minha mae pede para ele tirar o pau para fora e é claro que o cara obedeceu, ninguem via mesmo, e começou a chupar o cara. Eu nao acreditava que minha mae estava traindo meu pai, ela enfiava o pau do cara até a garganta e retirava lentamente, depois de alguns segundos via-se a porra escorrer no canto da boca da minha mae. Enquanto isso ela nao parava de me punhetar. Entao ela toma um pouco de refrigerante para limpar a boca, pede para que eu guarde meu pinto e começa a almoçar como se aquilo tudo fosse normal.

A tarde o tempo mudou e viamos que a frente fria tinha chegado resolvemos voltar para casa. Na estrada minha mae continuava excitada e dirigia com o vestido na cintura com a buceta a mostra, eu do lado nao aguentei e tirei meu pinto para fora e comecei a punhetar. Anoitece e nos ainda estavamos na estrada e excitados, derrepente ela encosta no acostamento, desliga o carro e os farois, eramos iluminados apenas pela lua, ela pede para que eu saia do carro, pega o meu pinto e começa a punhetar e diz: Este pau é muito gostoso._Ela senta no capô do carro abre suas pernas e passa a cabeça do meu pau no seu clitáris, fica massageando, esfregando em volta da buceta e gemendo. Eu nao aguentava mais, queria enfiar, mas ela punhetava meu pau e tinha controle do meu cacete, apás alguns minutos ela olha para mim, sorri e começa a esfregar o meu pau no seu cuzinho. Que sensação maravilhosa, eu nao aguento e gozo sobre sua buceta e no cu. Ela desce do capô e diz: Por hoje chega._E voltamos o caminho para casa.

Chegando em casa, meu pai esta na sala assistindo o Jornal Nacional. Ele cumprimenta minha mae com um beijo e pergunta como foi a viajem, ela responde que tudo bem mas que iria tomar um banho antes de conversar. Ele nem imagina que a buceta dela estava cheia da minha porra.

Vou para o meu quarto e lá estavam os meus irmãos ouvindo cd. Tudo aquilo para mim era estranho, a partir deste dia eu nao via a vida do mesmo modo.

Pela manha, eu estava na cama ainda dormindo quando ouvi minha mae entrar no quarto, ouvi seus passos em direção a janela e ouvi também a conversa dos meus irmãos na sala. Abri um pouco os olhos e vi minha mae de camisola transparente e comprida, ela abriu a janela e deixou a luz do sol invadir o quarto, com isso dava-se para notar que estava sem calcinha sua bunda bronzeada com a marca do biquini fio dental era claramente vista, ela virou para mim e vi sua buceta. Veio em minha direção e começou a acariciar o meu pau. Ela levantou a camisola mostrando a buceta, atravessou uma perna por cima de mim e foi sentando devagar sobre meu pau. Sua buceta estava molhada e meu pau entrou lentamente com facilidade, ela comecou a cavalgar e cada vez que meu pau entrava e saia, ficava mais molhado também. Eu estava com medo, pois meus irmãos estavam perto, mas com os olhos fechados ela era dona da situação. Quando eu estava para gozar, ela levantou-se e saiu sem dizer uma palavra, me deixando ali com o pau para fora da calça.

CONTINUA...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos dei pro meu velho tiocontos eroticos arrombando a gordacantos erotico casada com lixeiroLevou varias rolas contosgay aperta,amassa e masturba o pau do parceiro e ele goza gostosobuceta carnuda comtos de sexo lesbicascontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto porno come o cu da minha cunhada e a amante e sua amigacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentegruda nos pelinhos da bucetaele ela conto erotico japonesa casada e a reforma da casaContos erotico padrasto pedindo para enteada gostosa experimentar calcinha e ela fica com o chotao todo de foracontos das danadinhas perdendo cabaçinhocontos eroticosfudendo bucetinhas de dez anosminha sogra pediu pra ver meu pintoconto de dei meu cu e não aguentei a pica grande delecontos eroticos levei com minha amiga piça do caralhudoRelatos eroticos de professoras casadas brancas que foram usadas por alunos negroscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eróticos ganhei a calcinha suja da minha tiaConto acampamento com as aluninhas part2contos gay com a mulher em casacontos desde pequena meu pai mandava eu xupa pauContos eróticos na cozinhacontos eroticos minha esposa quer um menininhocontos eróticos perdendo o medorelato erotico meu cachorro comia meu cuzinho quando meninaacampamento com as aluninhas – parte 2 conto eroticocontos esposa loira recatadacontos reais como descubri que minha esposa e safada Contos eróticos fériascontos eróticos irmãos paiconto bebendo muita porraconto prima choro com meu pau no cuwww.contos eroticos porno eu meu marido e o nosso cachorro fazendo dp zoofiliaporno filadaputa faz devagar o teu pau é muito grande conto erotico meu marido ficou bebado e aproveitei a festarossou em mim contoscontos eróticos eu minha irmã fizemos sexo com faxineiro do condomínio.Contos eróticos jogo de seduçãocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos erotico dei gostoso no buzaocontos eroticos cu e bucetasendo disputado por minhas filhas contos eroticoscontos de sexo chupadasbuceta gegadecontos quando eu era pequeno meu colega me comeuVelho pervertido come a bucetinha de uma garotinha na escolacontos eroticos noivaContos eroticos fudendo com o cunhado e o sogro juntosdei gostoso para o meu primo Ucontobucetavirgemwww.mulatanua.comsobrinha desejando tiocasadas que postam fotos de itanhaemcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontoseroticosvelhoseu confesso incestocondos erodicos comendo a mae no metrocontos comi a minha sobrinha filha virginhacomtos exitanteseu conto sou casado meu cunhado fica passando um pau em mimcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto gay comi meu pai no carnavalcontos namorada bonde todocontos eroticos arrombando a gordaContos erotico desvirginei as filhas do meu amigopai q come filha no sitiocontossiririquei contoesposa puta do meu tio corno contoAs bucetas com os grelos babamdocontos eroticos de irma flagrou o irmao comendo a empregadacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconnto erotico. quando os cachorrinhos da cachorra nasceu coloqueii logo pra mamar na minnha bucetamasoquismo pornô posição que a micologiaMinha vo da bucetona me retandocontos eróticos chantagem com duas mulheres juntascontos de dotado safado e puto fudendo casalcontos eroticos gay meu tio de dezenove anos me estuprou dormindo quando eu tinha nove anoschantageada e humilhada pela empregada negraComendo a tiA PROXIMA CONTOSmeu marido corno e viadocontobucetavirgem