Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

DOMINADO POR UM ATIVAÇO DE 60 ANOS !

Como sempre falo em meus contos, meu nome é Alberto, tenho 49 anos, solteiro, carioca, mas corpo e rostinho de garoto, desde novo sempre gostei de homens e meu comportamento sempre foi passivo, porém muito discreto. A particularidade de meus desejos, no entanto, fica pelo meu tesão, desde o início de minha caminhada, por homens mais velhos que eu.rnComo falei num conto anterior, conheci Raimundo através de um amigo, Raimundo fazia para ele um trabalho de pedreiro na época. Eu tinha exatamente 27 anos, portanto 22 anos atrás. Raimundo além do serviço de pedreiro estava prestando uns ?favores? sexuais para este amigo, nada além de uma punheta e uma chupada que meu amigo dava nele... um dia fui convidado para conhecê-lo e acabei entrando na ?dança?, toquei uma punhetinha nele e chupei-o, mas quem leu o conto (PUNHETA E ORAL NUM NORDESTINO ATIVO E ARRETADO !!) viu que Raimundo com seu jeito despojado, rústico e meio grosseiro colocou por terra toda a minha classe (e que mantenho até hoje), gosto de coroas perfumados, boa aparência, carinhosos, educados, cavalheiros, ou seja, tudo o que Raimundo não era... está lá escrito!... levei uns tapinhas na cara e até tapa na bunda, coisa que nunca havia acontecido.. e não é que o sacana me fez descobri um lado submisso que não sabia que tinha e que até hoje pouco explorei (até porque não encontrei pessoas com tara dominadora).rnMas vamos lá... passaram-se 22 anos e estava num mercado popular aqui no Rio de Janeiro comprando umas frutas até que parei num Box de legumes e conversa vai e conversa vem achei que conhecia aquele homem, perguntei se seu nome era Raimundo, e ele confirmou, perguntei se já tinha trabalhado de pedreiro, ele disse que sim, então lembrei-lhe de Ricardo, que na época era muito amigo seu, na hora ele lembrou e me reconheceu, mas como estava perto de fechar, me despedi e já ia embora quando ele pediu que esperasse para conversarmos mais um pouco... bom, aí entra a experiência, sabia o que poderia rolar pela frente, como não tinha nada para fazer mesmo naquela noite, resolvi apostar para ver no que dava. rnRaimundo fechou o seu Box e me chamou para tomar uma cerveja..falamos sobre a época, sobre Ricardo, e embora estivésse me soltando e dando todas as pintas para ele, não é que ele ainda perguntou..rs..: ?você ainda é viado??, sorri e disse para ele que essas coisas ninguém deixava de ser, e disse para mim que havia gostado do que rolou entre nás, embora breve, e que depois disso acabou comendo um carinha, gostou e tomou jeito pela coisa. Disse que tava cheio de tesão e se eu não estava afim de ir para um motelzinho práximo que aceitava casal de homens, concordei na hora.rnEntrei no seu carro e em alguns minutos estávamos entrando no motel. Subimos e no quarto ele sentou-se na cama e mandou eu tirar o tênis e as meias dele, o que fiz obedecendo, fomos então direto para um banho.. fui primeiro e Raimundo depois... banhos tomados, deitei de bruços na cama, até que recebi m tapa na bunda..rs.. e Raimundo disparou: ?não comi não, mas gostei dela desde aquela época.?... sorri e disse que hoje era sá sua.rnPedi que ele deitasse de barriga para cima e comecei a acariciar e beijar seu peito... delícia de peitoral, Raimundo tinha 60 anos mas era um homem viril, braços musculosos, mãos cheias de calo,enfim, totalmente ao contrário, nos gestos e no físico de meus namoradinhos. Era um pouco barrigudo, e aí não tive como lamber e beijar muito aquela barriguinha sensual.. até que cheguei na parte mais importante... abri suas pernas, deitei na cama, enfiei minha cara entre suas pernas e cai de boca em seu saco... chupei, lambi, beijei, enfim... o cara ficou doido.. até que foi direto, como é seu jeito: ?chupa logo minha pica viado !? (Raimundo sá se referia a mim como ?viado?.. não era um termo que eu estava acostumado a ser chamado por meus homens, mas gostava dele me tratar assim). Atendi sua ordem e cai de boca em sua rola... igualmente fiz de tudo com ela.. mamei aquele caralho enorme por uns 19 minutos... Raimundo ficou alucinado... até que mandou que levantasse o rosto e meu deu um tapa... confesso que adorei.. em seguida mandou que beijasse os pés dele, atitudes que logo me fez ver seu caráter dominador, acabei entrando no jogo e me portei submisso, obediente e dominado. rnRaimundo em seguida mandou que ficasse de bruços na cama, mandou colocar um travesseiro debaixo da minha barriga, o que fez com que meu bumbum ficasse empinado... Raimundo então passou a dar uns leves tapas na minha bunda, algumas vezes mais fortes... sinceramente, adorei levar umas ?palmadas? daquele macho tão rústico. Mandou que pedisse para ele bater mais, o que obedeci e pedi... a todo instante me xingava e me chamava de viado... em seguida mandou que ficasse de quatro na beirada da cama e passando cuspe na mão, lambuzou meu cú e apontando a cabeça de sua rola no meu cuzinho, sem nenhuma cerimônia ou carinho, enterrou tudo de uma sá vez. Aquela estocada brusca quase me rasgou ao meio, foi uma dor muito grande, mas logo foi substituída por prazer, afinal, Raimundo me segurou com força pela cintura e controlava com muito jeito o movimento de vai e vem, alternando com tapas que dava em minhas coxas, e cada estocada passou a ser quase um gozo... não queria que aquilo parasse tão cedo, até que Raimundo gozou, e pude sentir o jorro de sua porra dentro do meu rabo.. mesmo por dentro da camisinha. Deitamos cansados na cama e ali ficamos por um tempo, até que ele falou: ?levanta viado, vamos lá me dar um banho?, nem precisava mandar, fiz questão de ensaboar cada parte daquele corpo, que abracei, beijei, enfim... ele acabou retribuindo a gentileza e meu deu um banhozinho também.rnArrumamos nossas coisas, descemos para a garagem e saímos do motel... agora acreditem que ele procurou uma rua escura, parou o carro e sentado ao volante colocou o pau para fora e mandou e chupar ele ali, fiquei com receio de alguém ver, mas o lugar realmente era ermo, além disso ele deixou bem claro que estava mandando, como disse estava num joguinho com ele de dominador e dominado, e aí cai de boca no seu pau e chupei até ele mandar eu parar... já estava ficando cansado e sem fôlego.. mas gostei. rnNão temos nos visto, mas até bem pouco tempo atrás recebia suas ligações, e de forma sempre direta perguntava: ?vai fazer o que hoje viado ??rnComo falei, não tenho esses fetiches, mas confesso que ele me tira do sério e me faz sentir prazer na submissão ! Vai explicar isso ...rs.. ?rnComo falei no início, tenho 49 anos, aparentando bem menos, bumbum lisinho e empinadinho, e estou disposto a conhecer homens do Rio de Janeiro, para amizade ou algo mais sério, sou muito bem resolvido, átimo nível social e cultural, discretíssimo, não promíscuo, sigiloso, e sá responderei a pessoas com mais de 55, 60 e 70 anos para cima, mesmo sem ereção. Não insistam os mais novos !!! Para ser mais exato, homens com mais de 60 anos terão prioridade. Estou muito afim de arrumar um amante fixo ! Meu e-mail é: [email protected] MSN: [email protected] rnrnrn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos com madrinhacontos eroticos corno o comedor chegou a calcinha de lado e meteu tudoEstupro gay conto gay pedreirocontos de coroa com novinhocontos eróticos calcinha dá vovóconts erotics lesbisco mamae e filinhaswing porno mulheres vao sem calcinhaConto erotico coroa no onibustrans pintinho durminu exitadaconto erotico comi uma cinquentonacontos erotico de estuproa minha esposa foi a praia de fio dental e o punheteiro vez a festa. contos eróticosProvoquei o policial e ele me pegou contos eroticos contos eroticos traindo marido na viajandoContos eroticos gay Meu amigo Gordinho na infanciacontos eróticos esconde esconde gaymamadas seios contos coroascontos eroticos na casada sem camisinhacontos eroticos so era pra ela chupararrombada contosalgus dono de escravos estrupavão escravasconto garoto esperimentei da cuamiguinhocontosSoquei muito nela e ela pediu mais contoContos pensionatocontos eroticos donas rabudasComtos casadas fodidas na rua por camionistascontos eroticos sou casada mas adoro pica de cavalosdepois anos de casado aventura contocontos heroticos cm o dominadorContos eroticos tio belicao nos seios contos eróticos comendo a sogra de como eu soumulher de bebido causilha pornô bem quostosofudeno com duas gostoda e cozamo na carao travesti apertou os meus mamilos e me comeucontos eróticos fantasias de uma mulher gostosa iniciando os garotinhos novinhos e virgensCONTO DEPRAVADAcontos submissa crentecabritiha deliciaconto gay sou macho me encoxaramcontos. deb casado. dotado. com. cunhadocomendo a mulher do amigo contoconto alucinante de lesbica e virgemcomtos arrobadacontos coloquei de ladinho no cupornodoido filho transando escondido e seus pais viramminha xereca consando na rua contos eroticoscontos eroticosirmazinhaConto erotico gay dei pro cavalocontos eroticos fetiches. suzane deu pro paiela me contou que estava toda assada de fuder a noite todaContos gay fazendo a barbacontos eroticos carro lotado e minha mãe de saia no meu colocontos com fotos no carnaval levei chifrecontos gays abusadoContos eroticos de mulheres casadas de manausFui fudido pelo velho contos gayrelatos veriducos de mulheres casadas que deram o cu pra outros homens na frente de seus maridosabusada pelo filho contominha amiga sapa e eu chupando contobrasileira matrupado xvideomaninho quer priquitocontos porno na viajem de carro eu e meu marido enrabados na praiaele me enrabocontos novinha rabuda deu p paipai comendo o cu da filha - contos eróticosapostamos beber esperma contocontos de casadas que se entregam a outro homemcontos era menina ei minha mae mi pegou dano a buceta pro meu irmaoConto as primas na roça