Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A DISCIPLINADORA E O INFANTILISTA CONTO REAL

Ela começou a tirar as cobertas, e foi tirando o meu pijama que estava molhado, pois tinha passado o "xixi" da fralda e acabou molhando o pijama. Tirou toda minha roupa, me deixou sá de fralda e calça plástica, claro Eu já estava imaginando o que iria acontecer. Ela saiu trousse duas "varas verde" não muito finas, pois quando quebra uma ela usa a outra e foi dizendo: "menino que não obedece e não escuta a ?mamãe? tem que apanhar para aprender, hoje você vai tomar uma "pisa de laço" que não vai esquecer tão cedo pode ter certeza...", e começou a me amarrar, os pés e logo apás as mãos, pegou uma mordaça de pano, tirou o "bico" que estava em minha boca colocou no bidê e começou tirar a calça plástica, em seguida a fralda de pano e colocou como se fosse um travesseiro para que eu coloca-se meu rosto nos panos mijados como forma de castigo para sentir o forte cheiro e sentir o resultado daquela atitude de estar mijado.rnEnquanto ia me preparando, me explicava o motivo da "surra" que estava prestes a me dar, Eu estava com medo e ao mesmo tempo com muito tesão. Pois este é o meu "fetiche" no qual me satisfaço e minha maior alegria é saber que minha Disciplinadora ama muito aplicar seus castigos e surras. Ela me deixa sempre com a fralda descartável, pois ela gosta de rasga-la com a "vara", ou sá com a calça plástica, o que é mais dolorido e demorado em nossas brincadeiras. Pegou minha orelha e disse: "cheira bem estes panos, e depois da ? pisa de laço? vou te dar o castigo que faltou. Você vai cheirar minha boceta e o meu cu que estão bem fedidos até eu mandar parar e se fizer manha ou cara de nojo apanha mais...", logo em seguida começou a bater com a vara, não demorou muito eu estava me contorcendo de dor, cada varada era um vergão que levantava e doía muito, ela tirou a mordaça e disse: está doendo? Está apenas começando, pois hoje vou te tirar esta "balda" de usar fralda e calça plástica para dormir a laço. Ela continuou, comecei a implorar para ela parar dizendo: " por favor, mãezinha, Eu não faço mais, prometo, para, para, para, dái mãe, dái mãe, chega, chega, mãezinha...", mais nada adiantava pois ela erguia a vara e batia com vontade, enquanto me explicava porque Eu estava sendo surrado severamente.rnQuando parou ela foi me examinar para verificar se Eu tinha me urinado perna abaixo, como sempre acontecia quando a surra era muito forte, Eu estava todo marcado de vara verde, na bunda e nas pernas, e minha fralda tinha ficado em tiras, ela me desamarrou e mandou ficar de barriga para cima para receber o castigo, ficou de costas para mim, sentou em cima do meu rosto e disse: "começa a cheirar o meu cu e a minha boceta, quero sentir o teu nariz no meu cu, e ai de você se reclamar, vai apanhar de novo...", como eu não estava afim de outra "pisa" comecei a cheirar o seu cu e sua boceta que realmente estava muito fedida e ela ainda esfregava no meu rosto, Eu ainda estava chorando por causa da surra e ela me levantou da cama e disse; "vamos para o banheiro vou te dar banho, sem manha se não vai apanhar mais...". Quando chegamos ao banheiro, Eu estava com as mãos amarradas ainda, ela pegou tirou o que tinha sobrado da fralda descartável da minha bunda pegou um chinelo de plástico mole, que arde muito e disse, "agora vou te dar banho, e outra pisa, hoje você vai tomar duas, eu estou muito brava e vou descontar em você...". rnMinha disciplinadora me colocou sentado dentro do box do banheiro e ficou de pé em cima de mim, Eu já sabia o que iria acontecer, pois ela iria fazer "xixi" no meu rosto, e foi o que ela fez,e como eu tentei não receber o jato de urina quente em meu rosto acabei tomando outra pisa de chinelo no box do banheiro,ela me pegou pela orelha e me levantou enquanto o chinelo "comia" na minha bunda e pernas, abriu o chuveiro e começou me dar banho e ao mesmo tempo me surrar...e dizia...eu te prometi uma ?piza de laço? e quando eu prometo, eu cumpro, gozei muito, Eu amo ela, minha Disciplinadora Doméstica....continua no práximo...rn Jeferson Guttierez!rnrn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


sentei no colo do velho taradopeladas passando manteiga uma na outraFui estuprada com penis de borracha contorelatos minha esposa dando a bundinha eu chupando a x******conto marido gangbangcontos gay cuzinho frouxoContos eróticos família liberal.2,contos de incestos comi minha mae e minha vocontos gostava quando ele mamava,a, xaninhacontos porno me chupou dormindolouco pela minha prima contocontos esposa branquinhaGay com macho peludo contosContos eroticos minha pombinha greludinhanifetasafadagostosaConto erótico pausudo capixabaandamos naturalmente em casa eu meu pai e minha mae e minha irma contos eroticosconto lesbico tia iniciando a sobrinhaconto erotico matoprovocando meu tio com um short com as popa da bunda de foramulher caucinha tirando xoti para fudevidiooporno professora trepando com alunoscontos eroticos de meninas putinha aind bbminha afilhada me seduzindo contosContos eroticos maninha Contos meu irmao me pegou mastirbacontos comi minha maecontos picante com sogroContos amigos fodem maes de amigos por traicaoesposa puta do meu tio corno contoconto menina safadinha anosCoroa fudemdocasa dos contos eroticos com caseiro depilando a patroa e as amigaso cu da tia era virgem contoscontos lesbico meus pais viajaramvi minha namoradinha perder a virgindade contos eroticoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos de casadas rabudas que adoram uma piroca preta enterrada no raboconto erotico minha filhinha minha putinhacontos eróticos início do meu incesto com minha mãeContos eroticos de incesto de tia e tiochantagem zofilia e insesto conto eroticocontos eroticos de casadas putas e seus maridosmeu melhor amigo conto gaycontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto erotico sitio esposaconto cabeçudocontos eróticos comi minha amiga skatistacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteCasada narra conto dando o cucontos eróticos porno brasileiro grátis de incesto entre genro e sogra mais recentesconto erotico gata no meu coloo cu mais largo do mundo contoscontoseroticos cimeram minha mulhercontos eroticos coleira sogracontos de comi o cuzinho da irmã na banheiracontos eroticos tomou toda porra da linda travestitracei minha entiadinha.ctosrelatos verídicos de noiva se dando em borrachariasFalei pro meu amigo enrrabar minha esposa enquanto ela dormiadeixa eu botar meu pau na sua bandeirinha conto eróticocontos de chefecontos meus amigos estupraram a minha maeporno sogra gostosa contos eroticoscontos eroticos provador de roupascontos de evangelicavirgemcontos eroticos no escritorio sem calcinhaconto erodico de sobriahttp://contos erotico fio suruba presomeu cuzinho desvirginadocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos a neta de minha patroacunhada com previlegios pornsContos eróticos feiaContos er pitao do paicontos esposa evangélica e cunhadaconto desde pequena participo de orgias com minha familiasacanaje no exercito policias cuzudasProfessor Girafales transando com Dona FlorindaTrepadas no caminhao cabineporno zoo insesto e dominacao en contos eroticos