Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

IMPLOROU PARA SER SUBMISSA

Por mais incrível que possa aparecer isto realmente é muito comum, estou falando da SUSY, casada a 19 anos, 40 anos, tenho 1,70m de altura e 58 kg.rnRecebi um e-mail que me disse querer experimentar novas sensações e mais a cada conto meu batia siririca e gozava como louca, queria saber se eu pudesse dar ORDENS para ela, pois tinha medo de me conhecer pessoalmente, e nas trocas de e-mail me disse que tem fantasia e curiosidade com ou mulher, e queria um dia participar da TARDE DA SIRIRICA, se possível.rnA convidei visitar a casa no qual fazemos o encontro ela aceito e veio chegou conversamos e a levei na sala e mostrei a caixa do prazer quando ela olhou, viu diversos objetos sexuais (vibradores, plug´s, gel entre outras coisas) e a levei no quarto aonde faço a dominação (amarradores, suporte, cadeira de balanço entre outros), mas notei o interesse dela pela caixa, especialmente o plug´s e o dilatador 26x6 cm. Eu disse a ela que iria fazer algo hoje que não costumo fazer, chame ANA uma submissa que normalmente me acompanha, coloca-la na cama, deitada de barriga para cima e amarra as mãos na cabeceira da cama, ela ficou assustada e disse que era apenas uma brincadeira, ela subiu e deitou na cama e foi amarrada apás ser amarrada eu entrei no quarto e disse dá um tapa na cara dela: mostra o que é bom, sua safada.rnAgora ela SUSY amarrada, mandei ordenar que ela levantasse as pernas formando uma ponte invertida para expor o rabo e a xota, ANA passa KY na bunda dela deixar toda lambuzada e depois disso ANA disse MEU SENHOR ela esta prontinha, agora ela é nossa, ANA deu um tapa na cara dela e começou a beijá-la com muita vontade e desejo, tava tavas seguidos (e vi que ela estava gostando), e ANA batia bastante, e perguntei para SUSY como esta se sentindo CADELA?, uma vagabunda respondeu tesão e dor misturados, rnEu peguei um plug e enfie no cu dela que causou um dor ela gritou e tomou outro tapa forte calada, tudo isto já tinha tomado corpo e a mente dela estava louca de tesão tirei o plug e peguei o dilatador, ela olhou com medo e disse, não reclame ? você sabe que merece isto (senão não tinha vindo) e também se reclamar ira apanhar mais, e comecei a força a entrada no cuzinho dela ela quase chorando de dor quando passo a cabeça, mas ANA fuder a SUSY, chupando seu grelo ? ai ela vfoi a loucura completamente ? urrrravvaaa de prazer ? de repente anunciou que estava gozando na boca da ANA, e eu assistindo a tudo isto.rnA ANA a chupava com tanta força e sede, eu coloquei o cacete para fora pegue no nariz da SUSY e a fiz respirar pela boca obrigando ela abrir a boca a lagrima escorria ela novamente começo a gemer, era obrigada a mamar sem parar, ela não se fazia de rogada alimentava a boca da ANA com seu mel ? me faça gozar na SUSY, você vai limpar ela todinha sua CADELA, e ela mamou muito bem em 19 minutos, eu chamei a ANA e gozei no rosto dela espalhando com o cacete ANA com o rosto todo melado, ela não acreditou na hora em que segurei seu rosto e começou a lamber todo a porra depositada por mim que escorria, SUSY, sim MESTRE você se reconhece? Não, não me reconheço, esta sou eu a verdadeira SUSY, vem aqui e senta encima do cacete, ela foi solta e amarrada novamente na cabeceira da cama sá que agora com a barriga para baixo, eu entrei em baixo dela e a fiz cavalgar como uma amazonas agora ANA coloca o a cinta com cacete e enfie no rabo ela não paravam de gozar enquanto era fudida cada socada no rabo era uma gozada e um urrru de prazer todos já tínhamos gozado varias vezes ela já exausta e muito satisfeita, toda melada de porra, quando vi que iria gozar sai de dentro da SUSY, e coloquei ANA de quatro e soquei fundo na xota dela ate gozar, olhei para a SUSY, agora você vai limpar a xota da ANA vadia, a soltamos da cama e ela prontamente abriu as pernas da ANA e ficou olhando, quanto leite tinha dentro e fora daquela xota ela não resistiu e chupou toda a porra que ainda tinha e escorrer daquela xota gostosa, de repente ANA deu mais uma um tapa na cara de SUSY e ordenou que ela lambesse do cú até a ponta de seu grelo como uma cadela, sem parar, com vontade! chupou, quanto mais ela rebolava de pernas arreganhada mais ela chupava, lambeu, chupou, lambia de novo até perceber que fez a ANA estremecer toda.rnFantasia realizada e os nossos corpos exaustos e satisfeitos.rnMe escreva: [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto cuzinho de ninfeta tarada decote peituda contoscoloquei a madame pra gritar no meu pau contoscontos eróticos me obedece putinhacontos eroticos travestis fudendo frentistas do posto de gasolina gayscontos eróticos comi minha tia e minha prima minha prima tinha um colchão e uma buceta molhadinha e apertadinha minha tia pegou no meu pau na frente do marido sem ele ver contos eroticosconto erótico arrombei o fortãoamanda boquete contoscontos eroticos diretora violentadacontos erotico viagem trans com gayconto erótico mamãe dando para o meu avôcontos erotico de estuprocontonovinho tarado pela sua mae gordinhaContos erotico meu filho acariciou minha xoxotapeludo velho gay contoscontos eroticos arrombando a gordaminha tia olhando meu pauesposa e meu amigo contos pornosconto erotico teen gay iniciaçãocomendo a deficiente contos eroticosconto praia nudismo familiacontos de dotado safado e puto fudendo casaldando o cu para o padrinho - contosContos mae anda nua na frente de amigos do marido e filhosContos eróticos teens incesto pai ver o filhinho dormindo de pinto duro e chupacondos erodicos perdendo virgindadeContos eroticos incentivei minha mulher a dar pro patrão delaProvoquei e foi arrombada porno conto Conto de homem dopa sua avo e transa com elaContos homens comendo terneirascontos eróticos levei minha namorada virgem e santinha pra casa da minha mãe e quando ela saiu comi elaconto erotico arrobando ocu da medicacontos eróticos gays metrocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos herotico minha mae e uma puta que todarua come elaconto incesto mamae chupou meu pau e deu o cu rosa pra mim quando eu tava dormindocontos erotiko sou coroa loira meu carro quebro na estradaconto comendo baitola forçahistoria de mulher cazada que tranzou com seu cachorro bem grandecontos eroticos gay estuproesposaraspadinhacontoXvidio estrupando a mae violentamentwcontos eroticos seduzindo meu irmaovidae-mãe finha fazer sexo ela etei u cuzanContos minha mulher chupa meu pau 3vezes ao diaconto erótico finalmente minha prima quis transar comigocontos eroticos de mulheres casasdas contadas ppr elascilindro meloso gostosoconto eróticos menininha entrando na picacontos de incestos gravidas casadascontos eroticos vi meu filho pelado ele tem um.pau enormecontos de filhos chera causinhasmeu sogro isasiavel comtocontos minha mulher foi numa festaminha namorada perguntou se eu era gay contoera mulher mulheres mostrando a b******** se encontrar bem feitinho nesse bem limpinhocontos eroticos arrombando a gordaporno marido da vizinha foi viajar e fui pozar na casa delacomo fui estuprada contos eróticoscontos gay cheiro de rolacontos erótico de incesto eu novinha ano ... meu tio com 26*6cm de rola me arrombou a coroa contos eroticosmendingo contobucetas gostosas e grandes e bonita cm tela bem ajustadanossa minha mae bu comer xvcontos sexuais titia e esposomoreninha linda gostosa quatorze anos dandocontos eroticosmeu priminho gordinho estava querendo comer minha bucetinha contos eroticoscontos de sexo anal bissexual com mulheres gordas comendo marMinha sobrinha ligia conto eroticoContos eroticos submissa do patraoContos eroticos tia coroa da roçalevei dedadas no onibus e meu marido nao vio contos eroticoscontos eróticos de lesbicas na piscinacontos eroticos arrombando a gordaconto erotico gay virei putinha do coroa do cinemacobradora mostrando o fundinho da calcinhaconto eroticos comi minha vizinha de 7aninhosConto erótico Sado(trasformei meu marido em escravo)seduzido contosconto erotico menino dormino de cuequinha