Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ACHEI QUE ELA IRIA ME MATAR! MAS NÃO! QUIS OUTRA C

ACHEI QUE ELA IRIA ME MATAR! MAS NÃO! QUIS OUTRA COISA!rnrnComo bem disse, Roberto Benigni: A VIDA É BELA. Realmente posso concordar com essa afirmação, ainda mais com as ?festas? que a Ticiane Araújo, espontaneamente nos proporcionou... Aqueles fatos que relatei em: VIROU FEBRE! A TICIANE INCÊNDIOU AS CASADAS. Ah! Nossos encontros e os outros que ela providenciou estavam fantásticos. Todavia, sabemos que nada fica em oculto por muito tempo. A Laurinha, minha esposa, descobriu tudo. Pow, meu camarada! Aí a coisa pegou, viu. Achei que ela iria me matar, mas não... Quis outra coisa!rnAlgumas vezes me peguei imaginando como seria a reação da Laurinha, caso descobrisse as manobras que a Ticiane promovia para nos proporcionar sexo pleno, com as mais belas mulheres da nossa região. Mas me surpreendi, e muito, com um olhar fixo, certeiro e dominador que ela me dirigia quando me indaga, dizendo:rn- Vc gostou desses casos? Foi bom ter essas putas (não eram putas) nas mãos? Vc se divertiu?rnQuando fui balbuciar as primeiras palavras, ela logo me interrompeu, mas com serenidade me disse:rn- Cale-se Zeus. Vc não vai dizer uma sá palavra! Apenas ouça: Tudo bem... Achei bom que vc teve todas essas putas... Agora sou eu quem vai se divertir...rnHã! Como? Do que vc tá falando Laurinha?rnCom sorriso sarcástico, respondeu-me: é isso mesmo que vc tá imaginando, vou lhe pagar na mesma moeda e vc vai assistir de camarote, mas quietinho...rn- Mas Laurinha, não tô entendendo nada, o que é que vc esta me dizendo?rn- Vc esta entendendo sim, é isso mesmo que vc esta pensando, agora sou eu que vou tranzar com muitos homens!rn- Laurinha??? Laurinha??? Não! Espera! Vamos conversar um pouco!rn- Cale-se Zeus. Não tem conversa. Começo hoje mesmo, na verdade, agora! Mas vou te dar a oportunidade de atuar e participar...rn- O que??? Participar??? Aturar??? Vc esta louca???rn- Ouça bem Zeus, presta atenção: dou-lhe a oportunidade de ser vc quem irá arrumar os homens para eu tranzar, ou prefere que eu mesma arrume?rn- Laurinha, meu amor, espera um pouco...rnGritou novamente: Cale-se, já disse. Vai arrumar ou eu mesma arrumo os homens que serão os meus amantes?rnOh meus amigos, que situação... Nunca imaginei passar por isso! Saí dali, um pouco, suspirei, refleti, contei até um zilhão, mas não adiantou. Passadas algumas horas, voltei à minha casa, achando que ela já estaria mais calma e me dissesse que tinha blefado comigo. Hã! Que nada! Encontrei-a vestida com uma roupa sensual, que eu não conhecia, e com olhar ?matador? aproximou-se de mim e de uma forma muito sedutora me questionou:rn- Ele já esta aqui? Vc já o trouxe?rnDecidi que aquilo já tinha ido além do limite, esbravejei, rasguei-lhe aquela roupa ridícula, e ?tentei? impor o meu domínio, mas que, gritei em vão... Ela estava irredutível.rnPassaram-se alguns dias e ela continuava a me desafiar, a ponto de eu não saber mais o que fazer. Deu-me um ultimato, afirmando que ou eu arrumava alguém para ela, naquele momento, ou ela mesma sairia às ruas... Oh amigos... Que estresse... Num estalo! Lembrei-me do Henrique, o marido da Ticiane, eu já era seu sácio, na mulher dele... Caramba! Acho que eu teria que concordar que ele também fosse meu sácio, na minha mulher... Não sabendo mais o que fazer, chamei-o, reunimo-nos na usina, e lhe relatei tudo o que estava acontecendo. O sacana riu na minha cara... Altas gargalhadas... Sob minha repreensão, respondeu-me:rn- Pow Zeus, vc queria o que? Vc ainda tem sorte por ela permitir que vc mesmo escolha os caras!rnAmigos, confesso: meu mundo caiu. Somente agora, conversando com o Henrique, é que pude perceber a enrascada que me encontro, e muito deprimido, disse-lhe:rn- Amigo Henrique, quebra essa pra mim?rn- Como assim Zeus, que quer que eu faça?rn- Poxa Henrique, já somos sácios, não somos? Vai lá em casa vai... Agrada ela pra mim, agrada...rnO Henrique, como relatei em A LINDA ESPOSA DO MEU FORNECEDOR, é um rapaz jovem, 26 anos, forte, trabalhador, na verdade é o ?burro de carga? da Ticiane, sua esposa. Como minha ligação com a esposa dele dura já algum tempo, achei que o que não tinha remédio, poderia ser remediado com ele mesmo, que já era meu ?sácio?. O malandro quase caiu da cadeira, a Laurinha é mais velha que ele, tem 40 anos, mas na nossa Cidade não há mulher mais cobiçada e venerada que ela. A Laurinha, além de muito linda, é detentora de uma simpatia que nenhuma mulher na posição dela, tem. Inteligente. Prestativa. Sempre muito bem vestida. Afinal de contas ela é a esposa do, hoje, maior empresário da região, eu!rnCom o meu pedido, o Henrique parecia um garoto que acabou de ganhar um presente, ficou eufárico. Ainda na frente dele, telefonei a Laurinha e mais uma vez tentei dissuadi-la daquilo, como não consegui, disse-lhe:rn- Tá bom... Tudo bem... Mas já que vc me deu o direito de escolher, decidi que vai ser o Henrique.rnSarcasticamente, me respondeu:rn- Ah, o marido da tua putinha? Tudo bem é bom mesmo que seja ele.rn- Tá bom Laurinha, ok, vc venceu, como pretende que seja?rn- Ora meu amor! Vai ser aqui mesmo, na tua casa, e na tua cama.rnPow amigos, isso foi cruel, viu... Mas eu não queria mais pensar nisso, disse ao Henrique:rn- Amigo, vai lá em casa agora mesmo. Vê o que pode fazer por mim, lembre-se que um dia eu também fiz isso por vc... (esta em A Linda esposa do Meu Fornecedor 2)rnO Henrique estava atônito, acho que sá acreditou por que me ouviu falando com a Laurinha. Saiu eufárico, dizendo ser meu melhor amigo, que iria respeitá-la, e outras baboseiras mais que eu nem ouvi.rnO relágio parecia não andar. Que tarde terrível. Não receber nenhuma ligação nem do Henrique, nem da Laurinha foi o pior de tudo. No início da noite resolvi ir pra casa. Ao chegar percebi um clima de monotonia, igual a qualquer outro dia. Laurinha, muito calma e serena, portando-se como se nada tivesse ocorrido, me recebeu com o beijo costumeiro, com as palavras costumeiras, e percebendo minha cara de cachorro caído de caminhão de mudança, me questiona:rn- O que foi Zeus, por que esta com o olhar perdido?rn- Poxa Laurinha, vc ainda pergunta?rn- Ué, pergunto sim, o que foi?rn- Pára Laurinha, quer me enlouquecer? Cadê o Henrique?rnJuro que nunca entenderei as mulheres. Ao final de uma longa gargalhada, se aproxima de mim, que continuava estático, me abraça e diz:rn- Bobinho! Vc não é insuperável, eu também posso lhe pregar umas ?peças?. Nada aconteceu! Foi tudo um plano que eu criei, e com o auxílio do Henrique, te deixamos com essa cara de bobo. Agora vc decide: continua com as tuas putinhas, ou fica aqui comigo! E então, que me responde?rnrnrnAjudem-me amigos! Que acham que devo decidir?rnrnrnZEUS o Gde.rnrnObs.: Todos os nomes são fictícios, qualquer semelhança com nomes ou fatos da vida real, deverão ser encarados como meras coincidências. Direitos autorais reservados. Proibidas sua reprodução, total ou parcial, bem como sua cessão a terceiros, exceto com autorização formal do autor. Lei 5988 de 1973rn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


novos relatos eróticos com fotos de corno minha esposa andando na rua toda gozadahestoria erotica do meu marido e c corminhocontos er deixa que levocontos eróticos com padrasto carinhosolevei meu garoto para comer minha esposaprimeira vez contos eroticos gaycontos eroticos bolinando menininhascontos eróticos gravou tia dando pra doiscasa do conto sendo chantageado por 2esposa puta do meu tio corno contocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos rabudasvi outro gozar na boca de minha mulher contoscontos gay pai e filhovoyeur de esposa conto eroticocontos eroticos arrombando a gordaesposas carentes contosduas irmas gozando juntas conto eroticomeu viadinho querido gostoso novinho doze anos contos eroticoscontos. minha irma casada é minha puta escravaconto erotico sou uma coroa carentecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecaipirinha conto eroticoContos eróticos legfiz ammor com minha irmacontos zoffila historia de homens que tranzaro com cachorras contos eróticos de carnaval pornodoidocontos eróticos enteada dando cuenfiando na bucetavarias coisascontos eróticos esposas traduzidas na minha frentecontos porno minha esposa e minha mãe foram ao forrómeu a chapeleta do vovô contos eróticosconto erotico minha esposa 1noite na festaconto erotico estuprocontos zoofilia namorada e a prima dela dando o cu pro cãovanessa traindo hoje com leo cunhado do corno sppassagem erótica eu vou a loira gostosona na f*** boaxoxota um pecado contos incestosconto erotico gozada na renatavideos porno minha mulher me satisfazendo na cama presente de aniversáriomadrasta pegou enteado vendo filme porno e aliviouvelhas gordas de 90kg nuascontos erotico-comi minha irmamulheres peladas com manteigacontos comiminha primapau de jegue arrombando minha filhinha contosfoi estuda com amigo18anos e transaoucunhadinha novinha perdendo a vigidade para o cunhadopiscando o cuzinho contosmamãe ficou tarada na minha chapeleta.contos.contos eroticos dopando pra meter mo cuconto erotico gay chupando tio bebadocontos obedece putacontoerotico estrupada por 5 negoesconto erotico gay bebadoincerto mae com punheta contocoroa se***** cagou no pau de Natáliacontos gays meu primo me comeucontos eroticos fodendo a velhaeu e minha cunhada e seu marido contos eroticoscontos de incestos detei de conchinha fiquei de pau durogorda acima de 100kg rebolando o bumbum bem gostosoMinha mãe pois silicone contoscontos de travesti no onibuscontos eroticos acampamento pirenopolisf****** irmã mora nos peitos das gostosascontos eroticos a filhinha da empregadaconto erotico o sogrocontos eroticos comendo o cu da coroa crenteContos eroticos pai come a filha como castigocontos colocando menina pra. mamarno meu cu não contosso os dotadusvirei amante de meu tio novinha contosas molhadinhad mas. gostozas com vidios porno com voz altacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteSexo conto namorado gaycontos eroticos arrombando a gordavideo de sexo sogra provoca o genro do lado da mulher.e se da malminha mulher para transar logo Ricardo que eu quero vercontos minha esposa me ensinou a ser cornocontos eroticos incesto: meu filho alexcontos eroticos o amigo do namoradocontos eroticos mechedo na encanasao da pia da casa da tiacontos erotico bucetão stupradas desta semanaconto de sexo com vizinha gostosaconto erotico minha namorada e meu tiocontos eroticos de coroas com meninosdoisesfregando um no outro gozandoconto gay negao casado deu