Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ACHEI QUE ELA IRIA ME MATAR! MAS NÃO! QUIS OUTRA C

ACHEI QUE ELA IRIA ME MATAR! MAS NÃO! QUIS OUTRA COISA!rnrnComo bem disse, Roberto Benigni: A VIDA É BELA. Realmente posso concordar com essa afirmação, ainda mais com as ?festas? que a Ticiane Araújo, espontaneamente nos proporcionou... Aqueles fatos que relatei em: VIROU FEBRE! A TICIANE INCÊNDIOU AS CASADAS. Ah! Nossos encontros e os outros que ela providenciou estavam fantásticos. Todavia, sabemos que nada fica em oculto por muito tempo. A Laurinha, minha esposa, descobriu tudo. Pow, meu camarada! Aí a coisa pegou, viu. Achei que ela iria me matar, mas não... Quis outra coisa!rnAlgumas vezes me peguei imaginando como seria a reação da Laurinha, caso descobrisse as manobras que a Ticiane promovia para nos proporcionar sexo pleno, com as mais belas mulheres da nossa região. Mas me surpreendi, e muito, com um olhar fixo, certeiro e dominador que ela me dirigia quando me indaga, dizendo:rn- Vc gostou desses casos? Foi bom ter essas putas (não eram putas) nas mãos? Vc se divertiu?rnQuando fui balbuciar as primeiras palavras, ela logo me interrompeu, mas com serenidade me disse:rn- Cale-se Zeus. Vc não vai dizer uma sá palavra! Apenas ouça: Tudo bem... Achei bom que vc teve todas essas putas... Agora sou eu quem vai se divertir...rnHã! Como? Do que vc tá falando Laurinha?rnCom sorriso sarcástico, respondeu-me: é isso mesmo que vc tá imaginando, vou lhe pagar na mesma moeda e vc vai assistir de camarote, mas quietinho...rn- Mas Laurinha, não tô entendendo nada, o que é que vc esta me dizendo?rn- Vc esta entendendo sim, é isso mesmo que vc esta pensando, agora sou eu que vou tranzar com muitos homens!rn- Laurinha??? Laurinha??? Não! Espera! Vamos conversar um pouco!rn- Cale-se Zeus. Não tem conversa. Começo hoje mesmo, na verdade, agora! Mas vou te dar a oportunidade de atuar e participar...rn- O que??? Participar??? Aturar??? Vc esta louca???rn- Ouça bem Zeus, presta atenção: dou-lhe a oportunidade de ser vc quem irá arrumar os homens para eu tranzar, ou prefere que eu mesma arrume?rn- Laurinha, meu amor, espera um pouco...rnGritou novamente: Cale-se, já disse. Vai arrumar ou eu mesma arrumo os homens que serão os meus amantes?rnOh meus amigos, que situação... Nunca imaginei passar por isso! Saí dali, um pouco, suspirei, refleti, contei até um zilhão, mas não adiantou. Passadas algumas horas, voltei à minha casa, achando que ela já estaria mais calma e me dissesse que tinha blefado comigo. Hã! Que nada! Encontrei-a vestida com uma roupa sensual, que eu não conhecia, e com olhar ?matador? aproximou-se de mim e de uma forma muito sedutora me questionou:rn- Ele já esta aqui? Vc já o trouxe?rnDecidi que aquilo já tinha ido além do limite, esbravejei, rasguei-lhe aquela roupa ridícula, e ?tentei? impor o meu domínio, mas que, gritei em vão... Ela estava irredutível.rnPassaram-se alguns dias e ela continuava a me desafiar, a ponto de eu não saber mais o que fazer. Deu-me um ultimato, afirmando que ou eu arrumava alguém para ela, naquele momento, ou ela mesma sairia às ruas... Oh amigos... Que estresse... Num estalo! Lembrei-me do Henrique, o marido da Ticiane, eu já era seu sácio, na mulher dele... Caramba! Acho que eu teria que concordar que ele também fosse meu sácio, na minha mulher... Não sabendo mais o que fazer, chamei-o, reunimo-nos na usina, e lhe relatei tudo o que estava acontecendo. O sacana riu na minha cara... Altas gargalhadas... Sob minha repreensão, respondeu-me:rn- Pow Zeus, vc queria o que? Vc ainda tem sorte por ela permitir que vc mesmo escolha os caras!rnAmigos, confesso: meu mundo caiu. Somente agora, conversando com o Henrique, é que pude perceber a enrascada que me encontro, e muito deprimido, disse-lhe:rn- Amigo Henrique, quebra essa pra mim?rn- Como assim Zeus, que quer que eu faça?rn- Poxa Henrique, já somos sácios, não somos? Vai lá em casa vai... Agrada ela pra mim, agrada...rnO Henrique, como relatei em A LINDA ESPOSA DO MEU FORNECEDOR, é um rapaz jovem, 26 anos, forte, trabalhador, na verdade é o ?burro de carga? da Ticiane, sua esposa. Como minha ligação com a esposa dele dura já algum tempo, achei que o que não tinha remédio, poderia ser remediado com ele mesmo, que já era meu ?sácio?. O malandro quase caiu da cadeira, a Laurinha é mais velha que ele, tem 40 anos, mas na nossa Cidade não há mulher mais cobiçada e venerada que ela. A Laurinha, além de muito linda, é detentora de uma simpatia que nenhuma mulher na posição dela, tem. Inteligente. Prestativa. Sempre muito bem vestida. Afinal de contas ela é a esposa do, hoje, maior empresário da região, eu!rnCom o meu pedido, o Henrique parecia um garoto que acabou de ganhar um presente, ficou eufárico. Ainda na frente dele, telefonei a Laurinha e mais uma vez tentei dissuadi-la daquilo, como não consegui, disse-lhe:rn- Tá bom... Tudo bem... Mas já que vc me deu o direito de escolher, decidi que vai ser o Henrique.rnSarcasticamente, me respondeu:rn- Ah, o marido da tua putinha? Tudo bem é bom mesmo que seja ele.rn- Tá bom Laurinha, ok, vc venceu, como pretende que seja?rn- Ora meu amor! Vai ser aqui mesmo, na tua casa, e na tua cama.rnPow amigos, isso foi cruel, viu... Mas eu não queria mais pensar nisso, disse ao Henrique:rn- Amigo, vai lá em casa agora mesmo. Vê o que pode fazer por mim, lembre-se que um dia eu também fiz isso por vc... (esta em A Linda esposa do Meu Fornecedor 2)rnO Henrique estava atônito, acho que sá acreditou por que me ouviu falando com a Laurinha. Saiu eufárico, dizendo ser meu melhor amigo, que iria respeitá-la, e outras baboseiras mais que eu nem ouvi.rnO relágio parecia não andar. Que tarde terrível. Não receber nenhuma ligação nem do Henrique, nem da Laurinha foi o pior de tudo. No início da noite resolvi ir pra casa. Ao chegar percebi um clima de monotonia, igual a qualquer outro dia. Laurinha, muito calma e serena, portando-se como se nada tivesse ocorrido, me recebeu com o beijo costumeiro, com as palavras costumeiras, e percebendo minha cara de cachorro caído de caminhão de mudança, me questiona:rn- O que foi Zeus, por que esta com o olhar perdido?rn- Poxa Laurinha, vc ainda pergunta?rn- Ué, pergunto sim, o que foi?rn- Pára Laurinha, quer me enlouquecer? Cadê o Henrique?rnJuro que nunca entenderei as mulheres. Ao final de uma longa gargalhada, se aproxima de mim, que continuava estático, me abraça e diz:rn- Bobinho! Vc não é insuperável, eu também posso lhe pregar umas ?peças?. Nada aconteceu! Foi tudo um plano que eu criei, e com o auxílio do Henrique, te deixamos com essa cara de bobo. Agora vc decide: continua com as tuas putinhas, ou fica aqui comigo! E então, que me responde?rnrnrnAjudem-me amigos! Que acham que devo decidir?rnrnrnZEUS o Gde.rnrnObs.: Todos os nomes são fictícios, qualquer semelhança com nomes ou fatos da vida real, deverão ser encarados como meras coincidências. Direitos autorais reservados. Proibidas sua reprodução, total ou parcial, bem como sua cessão a terceiros, exceto com autorização formal do autor. Lei 5988 de 1973rn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto contando ao cornocontodeputinhafotos da buceta da mae contosVidio de bucetas emchadas napica grosaconto corno ajudante.quer q minha mulher trepe com outrocontos eroticos enrabei minha irma gostoza e casadacontos casada pegando carona no caminhaocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos gays romance primodrsenhos vizinha transa com enteado da vizinhacontos eroticos morena gostosa malhadaMEU PRIMO SEMPRE ME COMIA 3contos eroticos comi a esposa do caseirofazendas lindas de meterolacontos eróticos seduzi meu irmão na praiacontos eroticos submissa chantagem casadaszoofilias inicando baby.comarrombada no rodeio comtoscontos genrocontos eroticos de curra gaycontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentetirou as pregas dela contoscontos eroticos tio e sobrinha novinhagostei de ser abusada contos eroticosConto fui fudida pelo mendigominha cunhada gordinha m******contos eróticos de coroas com amigoscontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos arrombando a gordasou loira baixinha paguei de puta no samba contos eroticoscontos vizinha de calcinha no quintalgozando so no cu da IveteContoseroticoscavaloconto erótico fode cm clientes no camaroteConto porno marido repartindo a mulher com cachorro de rua zoocontos estoricos travedir fode marido e a esposa n salao d depilacaosogra velha contosContos eroticos gang bangMeu irmaozinho caçula me te penetroucunhado da piroca grossa deixa sogra doidinha,contos e relatos eroticospeguei minha irma roubando minha mae castiguei ela pornocontos eróticos no cu com cachorrolésbicas ninfetas comendo peitorais de travestispornoexcunhadacontos heroticosmarido fode esposamae dano a buceta de quatro para filho dequinze anos em pornoconto gay na ducha da nataçãoconto erotico encoxando e estuprandoa velhacontos meu cuzinho aberto escorrendo porracontos eroticos muito nojentosIncesto com meu irmao casado eu confessocontos vi minha tia peladacomendo a irmãzinha no riacho contosCom sunga sempre fico de barraca armadaContos meninos comecaran sexo gaycontos eroticos cortatam minha bucetarcontos de incesto minha filha se tornou um mulheraoContos eroticos cofrinho esconde escondecontos de tranzajumento comeu contosafilhado da o cucontos eróticos dei o culadrões comeram minha filhinha conto eroticoconto evangelica.cabacinhogozei nas coxas da filha contosConto erotico entalouCONTO EROTICO SOBRINHO ARROMBA TIA FRENTE TIOsocandu punhetaconto transei com tiosobrinho contoscontos so no colinhofui leva o pesoal na. praia conto eroticoContos eróticos de incesto filinha mimada do papaicontos gays com gémeoscarro matrupado xvideocontos comeram minha namorada no sitio no fim de semanaacabei com o cu da minha subrinha contos eroticos pornoContos eroticos novinhascontos enbebedei minha mulher para meu irmao comercontos esposas na praiaconvencer mulher ir praia nudismocomendo minha irma de seis anos contos eroticoscontos eroticos de mulheres dando cuzinho pela primeira veztentou no cu contosse masturbar antes de durrmi faz bemviajo da bundona aqui na Dona a mostrando o c*contos de a força virei viadinho incesto gay entre irmãoscontos eróticos infânciagorda novinha pelada peito disiosa