Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMI A POMBINHA DA MINHA PROFESSORA DE GINÁSTICA

Minha professora de ginástica dos tempos de colégio era o tipo ideal para um aluno tirar o atraso. Morena alta, esbelta, seios aprumadinhos e fartos, bumbum arrebitado e carnudo, lábios provocantes e prontos para serem beijados, um tesão de mulher.rn Confesso que sempre fui tímido para esses assuntos relacionados com namoro e sexo e tive que esperar uns belos 5 anos para criar coragem e chegar junto da professorinha "tesãozinho de adolescente".rn Certa noite, depois de uma festa, noite chuvosa e fria, estava saindo quando minha professora, esqueci de mencionar o nome dela, Mariza, me pediu uma carona até sua casa. Ela mora sozinha e não relutei em entrar para tomar uma saideira e mais um dedinho de prosa. Afinal, não é todos os dias que você conversa com uma ex professora gostosa.rn Depois de tomarmos algumas cervejas e jogar muito papo fora, criei coragem e fui direto ao assunto. Elogiei com todos os adjetivos o corpo bem definido de Mariza que ficou envaidecida e senti que gostaria de mostrar um pouco mais daquela beldade que se escondia atrás da roupa. Sem muito rodeio, elogiei suas pernas, coxas grossas e firmes, suas nádegas que levantava até pau de defunto e seus seios fartos e provocantes. Não demorou até ela ir ao quarto e voltar vestida com um camisão bem mais íntimo e provocante.rn Voltei aos elogios e por fim, ela sentou-se ao meu lado deixando as coxas à vista e não tive outra alternativa senão passar as mãos naquelas pernas deliciosamente bronzeada no seu auge dos trinta e poucos anos de idade. Que mulherão! Pensei olhando os seus seios que estavam praticamente à mostra.rn Mariza nunca foi de meias palavras. Ao notar que eu estava trincado de tesão, levantou e abriu o camisão mostrando o corpo totalmente nu. "Eu sempre soube que você é tarado por mim, então mostra do que você é capaz". Ela disse me encarando olhos nos olhos.rn Um suor frio subiu pela minha espinha quando ela aproximou-se mais e colocou seus seios colados no meu rosto. Tive duas opções, ou agarrava ela ali mesmo e comia no sofá ou começava dando uma lambida naqueles seios deliciosamente carnudos. Optei pela segunda opção e comecei lambendo aqueles peitinhos como um tarado e ela gemendo baixinho fazendo com que meu pênis saisse fora da cueca. Aquilo que era uma mulher de verdade!rn Passei os braços por trás dos seus quadris e apertei seu corpo perfumado contra o meu e beijamos prolongadamente até ela sentir meu pênis enrijecido por dentro da calça encostando em suas pernas. Ela tirou minha camisa devagar, como se fosse uma streeper, desafivelou meu cinto, baixou minhas calças e meteu a boca no meu cacete com toda fúria. Tive que segurar para não gozar naquela hora.rn Depois, pegou em minhas mãos e me puxou para o quarto e antes mesmo de caírmos na cama já gemia gostoso sabendo no que ia entrar. Dei um banho de língua naquele corpo fenomenal, passei um áleo lubrificante, que ela me deu, na ponta do pênis e comecei a penetrá-la lentamente enquanto ela gemia e pedia para devorá-la de uma vez.rn A cada estocada mais forte que eu dava, ela gemia mais alto, até que deu um grito e senti sua vagina mordendo o meu pau, sinal de que havia gozado gostoso. Esperei um pouco mais e depois forcei a barra e gozei duas vezes seguidas dentro daquela bucetinha semi-nova. Um espetáculo!rn Deitamos ofegantes na cama, ela sussurrando alguma coisa no meu ouvido que mal dava para entender e sentou em cima de mim colocando meu pau que mais parecia um mastro dentro da bucetinha aveludada e foi fazendo movimentos subindo e descendo até gozar novamente, enquanto eu chupava seus peitinhos durinhos.rn Foi uma noite inesquecível. Marcamos novos encontros para discutirmos as atividades físicas dos alunos dela e em todas essas ocasiões fizemos a maior festa na cama. É uma mulher que sabe provocar um homem e eu, como um bom pupilo não decepcionei. Em outras oportunidades conto os encontros que tive com Mariza, minha eterna professorinha de educação física do colégio e agora minha grande putinha.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos com fotos familia praia nudismoconto erótico do vovô e a netacontos veridico de incesto mae preocupada com a saude de meu filhoContos eróticos genroDando o cu desde pequenacontoscontos eróticos heterossexuais na obra comendo a família toda contos eroticosfilha flagra irmao comendo mae contodilataram minha buceta contosContos eroticos casais com roludocontos de sexo com novinhas trepando com advogadosconto erotico aconteceu no onibuscontos eroticos sou casada realizei o desejo do meu sobrinhomoreninha maconheira gostosa vizinha contosComtos mulher fodida pelo marido e o filhoo cu rosinha de minha neta de 9 aninhoscontos de incesto chupei a bucetinha de minha sobrinha na infanciacontos eroticosem familiaContos.Del.trabalho.mas.fudi.minha.enteada.bebada.sobrinho viadinho da titia tarada conto gaycontos eroticos novinho biContos primeira chupadacontos eroticos feriado quitinete praiaSou casada fui pra um acampamento com os colegas a amigas putasconto erótico eu minha esposa e minha mãecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto erotico da,esposa certinhaconto erótico finalmente minha prima quis transar comigocontos incesto de irmãos gayscontos picantes com padrinhopai que fica rosado.o pau na buseta da filha bebadaconto comi gostoso bocetao da monha maecdzinha esposa corno contocontos dou a bunda desde cedoboqueteira contosminha bunda grande contoconto erótico gay acordando com carinhosocontos tio colocando bolinha no cuzinhodei cu de fio dentaconto tia safada no banhocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eróticos sentada no colo do padrasto na frente da mãe na hora da jantaconto lesbico tia iniciando a sobrinhacontos er¨®ticos cu da estudante novinha de Fortaleza"me come"..."me fode" (contos eróticos)sexo vovo contoscoroa da buceta griluda espirando poro logeconto conheci e comicontos eroticos eu ea minha mulher gostamos de rolasNetinhas mamando pica contoseroticoscomendo 5 casadas na festa de confraternizacai casa dos contoscontos de coroa com novinhoCHEGANDO NA PRAIA DE NUDISMO SUAS FILHAS TIRARAM O SUTI�ela grita so com a lingua dentro da boceta dela pornodoidicontos eroticos 8 aninhosconto ermao fudendo o cuzinho do irmazinho pequenino novinhoContos comi a gerentecara com pau de jegue botou anovinha pa chorapequeninhacontosConto erotico chantagem com a empregadarasgou minha bucetas contoscomeu familia toda contos eroticosIrmas casadas taradas carentes sendo enrabadascontos eroticos dei gostoso gayme fode gostoso contosconto erótico gay apertando bundaconto eróticos eu vovó vendo pornoo padrastoautoritáriocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos de incesto com filhinho viadinho com a mamãeele era cheirosinho conto gaycontos meu chefe me comeu e minha filhaconto fodi a amiga da minha mulhertio carlos comeu eu e meu amigoconto erótico dando para o vizinho quando o marido saiConto erotico dp coroacontos eroticos minha mae popozuda e gostosagay cabaço conto erotico estuproconto erotico gay chupando tio bebadodando desde pequeno contos eroticos gayscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos forçada a foder cavalocache:OattfPJRyqoJ:okinawa-ufa.ru/conto_13609_desejo-de-ser-corno-1.html contos eroticos chupando rola no aterro do flamengotirei a virgindade do meu sobrinho roludo e minha bunda grandeContos eroticos minha irma mim chammava de putaContos eróticos tetas gigantescontos eróticos locador com comeu a inquilinatomates conto heterocontos erotico maridos camarada