Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O DIA QUE DEI PRO TAXISTA.

Chamo-Me Nelma Tenho 28 anos Branquinha, cabelos natural castanho (costumo tingidos de loiro) minhas medidas exatas: 1,62 metro, 50 quilos, 60 cm de cintura, 84 de busto e um quadril de 92 cm. Pretendo relata a maioria das minhas aventuras e experiências sexuais mais hoje quero falar O dia que dei pro Taxista.rnrnEu tinha meus 26 aninhos e como trabalhava muito chegava em casa e dormia, sendo que nessa noite tinha uma festa pra ir e quando acordei já era umas 2 da manha e fui correndo pra boate onde minha amiga estava comemorando o aniversario.rnLembro muito bem que as presas coloquei uma calça legging preta uma Bandagem Alta verde e uma rasteirinha pois não estava bem pra por um salto e é claro uma calcinha fio dental vermelha.rnPeguei um taxi em frente ao meu predio e chegando na festa minha amiga trebada e boladona comigo me deu uma baita de um esporro e não fiquei muito e menos de 1 hora eu já estava saindo a francesa.rnFui em direção ao único taxi que estava parado na pracinha e o taxista (uns 50anos fortinho com aquela barriguinha tipica) estava comendo um podrão e pergutei se ele poderia me levar num morro tal pra comprar um cigarrinho, ele muito gentil nem esperou e jogou fora o resto, eu estava querendo relaxar e o taxista viu que eu não estava boa e puxou um papo gostoso q eu cai e comecei a me destressar, chegando no local desci comprei e voltamos pra a praça e já estavamos intimos, perguntei se ele fumava e não é que ele curtia o barato. rnFomos até uma outra praça mais tranquila perto de uma ladeira e la começamos a conversar e jogar papo fora, ele me perguntou se eu era garota de programa porque a boate que eu estava, costuma dar muitas mulheres do tipo, Já essa hora eu estava mais tranquila quando percebi que ele havia afastado o banco e afrojando o cinto e ajeitando algo enorme dentro das calças, foi ai que brincando perguntei se ele tava de pau duro e ele me responde que tinha idade mais não estava morto. Ta ai o tipo de homens que me levam no papo. rnEntao ele comecou a fazer outro cigarro e nisso comecei a passar a mão na perna dele e quando ele terminou acendeu passou pra mim e tirou das calças uma trolha de uns 20cm e grosa enxada e colocou de lado e claro arregalhei o maior olhão e gente juro voces minha bucetinha e cuzinho começaram a piscar de tesão, Ele comecou a acariciar minha nuca e depois foi ate minha cocha e elogiou meu corpo e falou que eu tinha uma bunda bem gostosa. rnComeçamos a pasar a mão um no outro naturalmente, eu alizando o pau dele até começar a bater uma punheta pra ele, E ele passando a mão por cima no meus peitos, a coisa ia esquentando e eu ia perdendo a cabeça dentro daquele carro e ele enfia a mão dentro da minha calça e eu me arreganho toda e ele comeca a fuder minha bucetinha com aqueles dedos até que eu gozei molhando todo o banco do carro dele.rnFiquei meio envergonhada e pra retribuir comecei a chupar aquele mastro dos deuses como uma faminta e nisso ele foi com a mão por baixo da minha calça e apertnaod minha bunda com força até chegar com os dedinho no meu cuzinho. rnJá nessa hora eu não saberia dizer não, e quando ele enfiou os dois dedos de uma vez ele parou ligou o carro e deu uma embicada mais pra dentro da rua ao qual era uma area mais escura em um paredão com duas arvores enorme tampando a visão. Saimos de dentro do carro ficamos na porta abaixei minha calça e ele se ajoelhou e comecou a me dar um banho de lingua que entrava na minha bucetinha e não polpava meu cuzinho.rnEram lingua e dedos que ate que gozei outra vez, daí ele me colocou no banco trazeiro com a bunda pra fora e de fora do carro em pé me puxou pela cintura e de uma sá vez me invadiu até as bolas, nossa pensei que iria morrer de prazer pois ele me rasgou de uma sá vez e me fudia com muita força, já eu não parava de gozar. rnChegou uma hora ele parou porque estava passando 2 carros e eu meio que me escondi, depois sai de dentro com as pernas bambas e tremendo e fiquei de pé ele foi atender o celular (que já estava tocando a tempos), mais do nada mesmo a rua começou a ficar movimentada descendo gente toda hora e ficamos mais um pouquinho dentro do carro conversando e antes de sair chupei mais uma vez aquele cacete até tirar leite e tomar tudinho.rnEsse Taxista nunca mais vou esquecer a simpatia e aquele caralho que me destruiu toda e outra não ter me cobrado a corrida rsrsrsrn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erotico gay chupando tio bebadocontos eróticos família fodamete seu molequi safado cotosContos eróticos submisso da coroaContode puta que deu buceta cavalo lascacontos eroticos venha ca sua puta safada,eu vou arrombar seu cu de cadelaconto lesbico porque ela mim olha assim sao miguel?traficantesdandoabundacontos eróticos adoida minha sogra safadac.erotico de velhinhos.contos e historias de zoofilia meu cachorro mamou nos meus peitos cheios de leiteesposa conta para o marido que ele é corno e que seu amante vai fuder ela na frente do corno e depois vai transformar o corno no maior viado e vai leva sua outra amante pra fuder com a esposacontos eroticos pequeninaArregassando a bucetinha de uma virgem enquanto ela chupa o.pau do outrocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos trai meu corninho chupando o irmao delelevemente ara tomando banho nuacontos eroticos com animaiscontoeroticomeugenrocomi minha comadre contosPau gostoso na xana na prima conto eróticocunhada com previlegios pornsenvolvendo e massageando o pau com o cuconto erotico comendo mae do analamigoconto erotico minha namorada e meu tiocomtos eroticos humilhada e currada por molequesconto despedida de solteiro femininaconto d patricinha c o borrscheirocontos eroticos arrombando a gordaconto erotico as calcinhas no varalcontos eróticos meu seduzindo irmãoconto erotico dona de casa casada cantadaminha mulher enrabada na boatemais taradas por picar nu rabo grosa. du filhoconto. erótico vou dominar eleporno amador em festinhasparticularesminha professora me deu carona e pegou mo meu cacetecontos exitantes de sexo na marrra delicioso historias reaiscorno no trabalho contoscontos eróticos gay amigo bêbado roludocontos eroticos dando pra o jumentoConto erotico amarrada e revezadaconto de não aguentei a pica grande de meu avôcontos eroticos de casadas dano escondidoscontos eroticos congresso medicomeio das pernas uma pica dava inveja grossura esposaamiga travesti queria tirar virgindade eu dei eu chorei doeumasturbei meu melhor amigo contos gayfiz bacanal com minha filha e o filho do caseiro contoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos filha novinha gozandocontos eroticos peguei minha traindo meu no depósitoconto erotico fui fudida em uma lan houseminha namorada exibicionista contos eroticoscontos eroticos gays bem recentes ocorridos no rio de janeiroContos eroticos c imagens v puta de meu sogro e do cunhadocontos eróticos vovó dando o cu para jumentogostosa dando a b***** pela metade de mim loucamenteContos eróticos gay comi o cu guri pequenocontos eroticos dei meu rabinho no becoContos casado com travesti mas ele fudia com todos d familiacontos eróticos tiosafadogozadinha na menuninha contoscache:LLg3rwatgfAJ:https://okinawa-ufa.ru/m/conto_26618_minha-transa-na-festa-com-um-menino-mais-novo.html conto erotico menino dormino de cuequinhacontos me fuderam atraves de chantagensContos eroticos de gordascontos cuidando da minha irma casadatia fofinha pelada na piscina contos eroticos fotospapai no cuzinho de mamãe contos