Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CAMPING NA PRAIA INESQUECIVEL

Olá estou de volta com mais uma das minhas aventuras deliciosas. Como vocês já sabem, pois já disse isso em outros contos meus, tenho 1,70m,70kg,cabelos castanhos, to tomando hormônio para que cresça um pouquinho sá meus seios com biquinhos cor de rosa, coxas grossas e minha bundinha é bem redondinha, durinha, arrebitadinha, com o cuzinho rosado e gostosinho, e o que passo a contar aconteceu quando eu viajei nessas férias de janeiro de 2006 numa praia deserta que descobri bem aqui no litoral paulista e não falo onde é porque senão deixa de ser deserta né? e fiquei sozinha nessa praia na barraca de camping que levei, pois adoro viajar sozinha, sempre algo delicioso acontece, coloquei um biquíni e fui até a água, andei distante da barraca acho que mais de 1 km e acredito que por eu ter me distanciado desse jeito é que devo ter sido vista por mais alguém. Voltei, deitei na toalha estendida na areia bem perto da barraca, fiquei por lá tomando sol até mais ou menos uma da tarde, como ali perto tem um lago de água doce, tomei um banho gostoso, voltei e deitei novamente na toalha e adormeci. Acordei quando apareceram três homens que pelo jeito deviam estar ali já há algum tempo me observando, já que adormeci de bruços com minha bundinha viradinha para o sol e pelo tempo que dormi já deveria estar bem queimadinha e com as marcas do biquíni, um deles já alisava o pau que pelo volume deveria ser enorme e depois comprovei, era imenso, muito grosso e duro, não era comprido, mas muito grosso, ele me tapou a boca e começou a passar a mão na minha bundinha, me levou para dentro da barraca que é para seis pessoas enquanto os outros dois olhavam bem ao redor pra ver se não havia mais alguém. O que me segurava dizia para os outros que a coisa iria esquentar muito e que tinha tirado a sorte grande, pois iriam comer um viadinho, nessa hora eu disse que eu não era viado e sim uma putinha. Eles soltando a parte de cima do meu biquíni me deixaram com os peitinhos nus e imaginem a sena, as marquinhas da parte de cima do biquíni, eu com meu corpo super bem feito, toda deliciosa pra três machos sedentos de sexo, aquilo me acendeu um fogo doido. Nem tentei lutar, eles me arrancaram a parte de baixo do biquíni e me deixaram toda nua, me deitaram no colchonete dentro da barraca, abriram minhas pernas e deixaram minha bundinha bem exposta, eles começaram a esfregar os paus na minha bundinha, cara, boca e eu já implorava que me deixassem chupar aquelas maravilhas e dizia que era pra me comerem como uma virgem, isso começou a deixa-los com mais tesão, um deles tomou a frente e começou a chupar minha bundinha como se fosse a ultima do planeta, imaginem a visão dele, chupando minha bundinha com aquelas marquinhas do biquíni atrás, enquanto isso o outro colocou seu pau na minha boca e disse "chupa gostoso, putinha safada que hoje você vai levar muita rola. O que me chupava lambuzou bastante meu cuzinho rosadinho, metia forte sua língua lá dentro, se levantou, abriu mais ainda minhas pernas e começou a meter seu pau em mim me fazendo gemer muito pois aquela altura eu já gemia igual uma putinha desvairada, como eu gosto de rôla e dar meu cuzinho,senti a rôla grande e grossa entrar me arregaçando tudo, eu gemi de dor no inicio, mas foi coisa de uns dez segundos, pois a grossura daquela rôla me despertou um tesão repentino maior do que eu estava sentindo quando ele me chupava o cuzinho e comecei a gemer alto mesmo e bem fininho. Eu comecei a rebolar enquanto a dor e o medo davam espaço para o prazer. Eles me colocaram de quatro e se revezavam na minha bundinha, enquanto eu chupava o cacete que estivesse disponível. Logo um deles deitou e disse pra eu sentar em cima, comecei a sentar naquela rolona, de frente pra ele e fui sentindo ela entrar todinha, e comecei a cavalgar aquele cacete delicioso, meus peitinhos realçados pelas marcas do meu bronzeado começaram a ser chupados por ele enquanto o tesão começou a me transformar novamente, um outro veio por trás e começou a forçar sua rôla no meu cuzinho já preenchido por uma rolona enorme, e lubrificava e forçava me causando uma certa dor, mas aos poucos meu cuzinho foi cedendo e logo começou a receber aquela outra rola deliciosa e começou a transformar a dor em prazer intenso e mais forte, eu já não sabia mais quem eu era de tanto tesão, era muito delicioso sentir duas rolas no cuzinho, assim que a outra rôla entrou e ele deu umas dez bombadas eu comecei a gozar sem tocar no meu pau, eu gemia, gritava, enquanto isso era chupada nos peitinhos pelo que estava deitado, o outro que ficou de fora tinha uma rola menor de uns 19 centímetro, a dos outros dois que estava dentro de mim deveriam ter em torno de 20 a 21 centímetros. O que ficou de fora ficou em pé na minha frente oferecendo o pau para eu chupar, no que atendi prontamente. O que colocou no meu cuzinho por trás começou a penetra-lo mais forte e rápido e logo senti derramar seu leitinho dentro de mim. Eu me sentia a puta mais depravada do mundo, sendo currada por três negros deliciosos, com dois cacetes no cu e um na boca. O que gozou tirou logo seu pau enquanto o outro que estava por baixo começou a acelerar seus movimentos por uns dois minutos e logo explodiu em gozo dentro de mim também, gozou tanto que a porra escorria pelas minhas coxas e era muita porra, o outro que estava socando na minha boca começou a gemer, segurou forte minha cabeça e começou a gozar na minha boca, ele gozou tanto que parecia que não metia há uns meses bebi o que pude, mas vazou muito pelos cantos da minha boca, chupei bastante pra deixar aquele pau limpinho. Eles gozaram nos meus dois buracos, engoli porra e gozei como uma puta bem safada, sendo xingada de puta, cadela e vaca. Eu fui comida por três negros deliciosos e adorei, antes de irem embora me disseram pra eu ficar tranquila que eles não tinham doença nenhuma e que se eu estivesse ali dentro de dois dias eles voltariam novamente, eles foram embora e pude ver o estrago que eles fizeram, vertia muita porra do meu cú. Fiquei ali uma semana ainda, então imaginem o que aconteceu quando eles voltaram com mais dois amigos ficando eu com cinco negros sá pra mim, mas isso é um outro conto que mostrarei a vocês em breve, mas sá se votarem nesse meu conto. Não contei isso a ninguém, pois eu queria que os leitores desses contos eráticos fossem os primeiros, a saber, mas me masturbo muito lembrando das cenas. Se você é negro e gosta de uma viadinha como eu, bem putinha, sigilosa e higiênica, louca por negros, me escreva e mande seu fone que te ligo, quem sabe você goze muito na minha boquinha. Se você tiver coisas parecidas para contar me escreva. Meu E-mail é: [email protected]



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos irma nuacontos eróticos sobrinha terraço caoconto padrinho e afilhadacontos eroticos novinhacontoseroticos sogra e genro na agua da praiaContos eróticos mãe apavoradacontos bdsm gosto de levar chutes na bucetaquero ver duas mocinhas branquinhas estragando a bucetinha na outraconto erotico gay chupando tio bebadomijei na minha sogra contoscontos eroticos eles esta durmindocontos eróticos mulher vai ate afazenda trepar com capataztravestispauzudoscontoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteeu trinquei o meu pau na mão dela contos eróticosconto erotico minha namorada foi comida por outrocontos eróticos gay pai dormindocontos eroticos fazendo o bico dos seios dando de mamarcontos eróticos vovó caminhoneiro gayconto erotico filho dotadoquero ver a buceta da minha mulher cleide de feira nova pecontos dando no banheirocontos eroticos de coroas com meninosevangélico emcoxado em ônibus contosEróticospornô.comsubmetido a chantagem para ajuda o marido contos eroticoContos eroticos mamae gulosa mamando no pauzao do seus cinco filhos bem dotados em uma orgia em cadaconvencimeu marido a ser cornoconto na praia com minha mae gostosamulher bem negra asunlona tranzam com jumeto contos gays transei com meu amigocontos de cúcontos eroticos mamae me punhetandocontos tirei sua ropa bem de vagar pra ela nao se acordaconto erotico dra valeria trepa com labradoro maravilhoso mundo das bucetas tesudas gostozissimas ufa que deliriocache:HVsxZOrs15AJ:http://okinawa-ufa.ru/m/conto_12619_quando-eu-dei-pela-primeira-vez.html+"dei pela primeira"ver bpceta bem grandeConto cm foto d esposa putinhaContos de maes de bunda grandecontos eroticos punheta no.onibuscontos ex cunhadaler conto erotico fodendo velhacontos eroticos iniciação/lesbicavoyeur de esposa conto eroticovemo espoza chupamo autro mo carmaval xxvidiocontos meire me dominacontos eróticos tirinhas sobrinha e tiocontos eroticos minha esposa deu pra um time inteirocontos eroticos bundasaber se a Cleópatra deixava gozar dentro da bucetaconto erodico estupei minha irmacontos e tia olhando meu pauHomem mais velho iniciando duas meninas novinhas as chupar pica contos eroticosdeixando uma pantera lamber sua xotametecao tres machosconto de desm.aiei com a pica grande no m.eu cucontos eróticos da secretária cadela de coleira do patrãoaquela pessoa pirocuda da salacontos eroticos minha cumhada me espiandocontos de incestos comi minha mae e minha voencoxadas nos blocos do carnaval contoscontos minha cunhada de shortinhos bem curtinhoConto erotico filhinha sapeca contos eroticos dando banho na minha afiliadaFilmei minha chupando estranhos na porta do carroplanta sexo chupa seio gozocasada e velho contosconto erotico gay chupando tio bebadomulher dando e batendo punheta conarolazoofilia bruda com mininasdesvirginando irmazinha pequenacontos dois gemeos chupandocontos eroticos minha namorada virgemmulher sobe em cima da pica do manequimminha namorada apertando meu pau com a sua bucetacontos erotico maridos camaradaminhamulhere meucachorroconto primeiro analcontos eróticos ele elacontos interracial com moradores de rua e casadascontos eroticos com a vovópega.pau.hendai.comtos.eroticosvoyeur de esposa conto eroticofilhinha tezudinha contosmulhe chulezinho cheindo cuzinhoconto erotico gay bebado