Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CARONA PARA A ESCOLA

Olá pessoal ! Resido na cidade de Pariquera-Açu, no Vale do Ribeira. Leciono Direito Criminal, na Faculdade da cidade de registroSP. Toda noite, desloco-me para aquela faculdade para pelo menos duas aulas. Na semana passada, ao passar pelo ponto de ônibus, uma garota pediu carona e eu parei, era uma de minhas alunas daquele curso de Direito. Ela estava muito sensual, vestia uma saia curta, de um tecido muito leve, uma botinha cano curto e uma camiseta sem decote e de um tecido muito leve também. Cabelos compridos abaixo dos ombros, um rosto de princesa, pernas lindas e com coxas espetaculares. Beijou-me no rosto ao entrar e sentou-se sobre as pernas cruzadas. A saia subiu e a calcinha minúscula ficou à mostra. Parei, apreciando aquele visual e acho que me esqueci do mundo, até que senti a mãozinha dela em minha coxa e sua voz... ?professor... professor... podemos ir??. Voltei e coloquei minha mão sobre a dela e disse: ?claro criança... vamos embora...acredito que eu fiquei hipnotizado pelo visual exposto...?, ?desculpe-me, disse ela, mas adoro sentar-me assim...?. Disse, então... ?fique à vontade... você é muito linda!?. E seguimos por uma rodovia que nos levaria até a BR.116, nosso caminho para Registro. Quando aproximávamos de uma estrada que vai para o bairro de lombadinha, na área rural, ela disse: ?professor... já que estamos um pouco adiantados... você pode entrar por aqui, para irmos até a casa de minha irmã, pois esqueci um livro na casa dela e amanhã precisarei dele...?, sem problemas, respondi e acessei aquela estrada rural. Uns cem metros à frente, em pediu que entrasse em um sítio à direita e o fiz; uma linda casa, com uma bela varanda e redes paralelas. Parecia não ter ninguém em casa... então ela pegou a chave da porta em sua bolsa, entramos, a luz foi acesa e ela foi até um quarto e voltou com um livro nas mãos. De repente, Roberta tropeçou em um tapete e segurei-a nos braços, antes que caísse no chão; ficamos com nossos rostos bem juntos e ela encostou os lábios nos meus e passou a língua com suavidade, arrepiando-me e deixando um volume que ela sentiu crescer, encostado em sua bunda. Deslizei minha mão direita àquelas coxas maravilhosas e subi até àquela grutinha; meu pau enrijeceu ainda mais com aquele toque, naquela calcinha de algodão, ainda mais porque já estava úmida. Puxei-a contra meu corpo sentei-me no chão, com ela no meu colo e beijamo-nos loucamente. Roberta levantou-se me empurrou no chão e tirou a roupa ficando totalmente em pele viva. Que visual... que corpo mais perfeito... belos seios naturais, com aquele biquinho rígido para o alto... uma cinturinha de quem passa horas na academia... uma bunda bem formada...quase indescritível; travei e acordei com Roberta despindo-me, iniciando pela calça... a cueca... e caindo de boca em minha virilha e engolindo meu cacete com maestria; era um trabalho espetacular de língua, na glande e a boquinha subia e descia o cacete todo; virei-me e posicionei-me de boca naquela buceta de princesa, sem um pelo sequer... perfeita em sua formação... lábios pequenos... fechadinha... exalando um perfume vindo do interior daquela gruta. Passava a língua por aquele clitáris... mordiscava suavemente... dedilhava o interior superior daquela buceta...enlouquecendo-a e deixando-me ?a mil por hora?. Avisei-a que estava excitado demais e prestes a gozar naquela boquinha. Roberta parou... levantou-se e levou-me, puxando-me pelas mãos, para um quarto, com uma cama de casal; deitou-se com a bundinha para cima e convidou-me a penetrá-la. Umedeci meu pinto, enterrando-o naquela buceta molhada e dava para ela chupar. Enterrava-o fundo naquela gruta e ficamos naquele prazer, por longo tempo... tirava e ela chupava o práprio suco do prazer. Ela virou-se novamente e colocamo-nos de boca nos prazeres e Roberta disse: ?pode gozar em minha boquinha... estou amando você...?, e chupava... chupava... mamava... gritava de prazer a cada sugada que eu dava naquela buceta maravilhosa. Gozei naquela boquinha e Roberta engoliu todo o prazer que saiu de mim. Beijei-a, ainda com a boquinha melada e com aquele sabor salgado. Suguei aqueles biquinhos de seios esplendorosos, com ela novamente virando-se e reanimando o prazer dela, que assim que despertou, Roberta sentou-se nele de costas para mim e eu presenciava aquelas movimentos enlouquecidos e visualizava aquele cuzinho rosado. Com o polegar massageava aquela entrada, enquanto ela subia e mexia-se feito alucinada. Roberta levantou-se e pegou na gaveta, um massageador de metal, com vibração. Liguei-o e passava suavemente no clitáris dela que urrava de excitação; deitamo-nos no chão, com ela chupando meu cacete e eu enterrando aquele vibrador na bucetinha dela; deixei o vibrador de lado e fiquei passando a língua e sentindo o prazer daquele suco que dali escorria. Roberta pegou o vibrador e passou a enterrá-lo em meu cú... levemente... calmamente... enquanto chupava meu pinto... aquilo, apesar de nunca tê-lo feito, me enlouquecia... era um tesão muito grande daquele aparelho entrando e saindo de meu cú e aquela boca chupando meu pinto e eu gozando novamente naquela boca. Roberta levantou-se, foi até a cozinha e trouxe-nos uma garrafa de cerveja muito gelada e reanimou-nos novamente. Ela, deitou-se na cama e pediu uma penetração anal, expondo aquele cuzinho que eu lubrificava meu pinto naquela bucetinha molhada e vagarosamente penetrava-a... parava e bolinava aquela bucetinha... acariciava aqueles peitinhos e beijava a nuca de Roberta que havia uma tatuagem de uma rosa com seu galho e espinhos. Todo dentro daquele cuzinho, Roberta subia e descia... movimentava-se de uma lado para outro, enlouquecendo-me e fazendo com que tivesse meu terceiro gozo naquela mulher maravilhosa. Cai exausto naquela cama e Roberta puxando-me pelas mãos, levou-me até o banheiro daquela casa, onde nos banhamos... nos beijamos e penetrei-a mais uma vez, desta em pé. Que loucura... mulher muito gostosa... cheia de vida... . Vestimo-nos e fomos embora... já passavam das onze e meia daquela noite... fomos embora ouvindo Paula Fernandes e falando coisas da faculdade... perdi duas aulas e ela as quatro que teria naquele quarto ano. Deixei-a no ponto onde a peguei... despedimo-nos com um aperto de mãos e nossas mentes combinaram uma nova carona para a faculdade. Então...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Chaves fudeno no cuziho da chiquihaela e surpreendida quando esta lendo e seu namorado fode com ela boafadacontos de uma novinha q aprendeu a dar a bundinhaMinha amiga gosta de esfregar a bundinha no meu paucontos eroticos as tres safadinhadconssegui um cabacinho pro meu cunha do tira contocontos nao tinha camisinhadesejos de machos que adora safadeza com outros macho experiências vividascontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos/virgens estuprada pelo padrinhocasais safados de itacoatiara -Amazonascontos verídicos com garotas teenseu minha mulher e meu sogro contoso a bucetinha da coroacontos eroticos corno mansome fode gostoso contosno colo do pai contos eroticoscontos heroticos gay meu tio de dezenove anos me comeu dormindo quando tinha oito anoscontos eroticos aprendendo a fazer meu primeiro boquete com meu padrinho velhocontoerotiico país fidendo filhaRelatos chupo a rola do meu marido mas ela fica babandodemaiscontos eroticosamigo se veste de mulher para dar o c* para o amigoContos eroticos enteadascontos erotico casada doida por pica grandeele ela conto erotico japonesa casada e a reforma da casaContos de sexo violentowww foto dexoxota areganhada. com brconto erotico pererecacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos de boqueteguarda noturno maduro conto gayconto chantagem enteadacontos coroas gordaconto mariido. paga roludo comet.a espoxsa"muito aberto" gay contoputinha desde novinha sacaneadacontos eroticos mulher feiaquero ver conto erótico Professor bombadão do p********* que comeu aluno baixoContos o negão dormiu na minha casacontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadosdepilando a tia contoscontos minha tia dando pra travesticontos deixa tiocondos erodicos vizinho lindoconto erotico abusada pela babacolo do velho. contovoyeur de esposa conto eroticoDando o cu desde pequenacontosContos eróticos foda maravilhosa tioconto gay minha mae me fez usar calcinhaconto fodi a amiga da minha mulhermarido da mae bolina menina contosmehoresfodascontos de sexo com novinhas trepando com advogadoscontos eroticos virando viadinhocomi um a menina de 14 contocontos eróticos, minha esposa putacomo fuder com banana verdecontos eroticos sou casada delicia meu sobrinhocontos de casadas liberadacontos punheta em calcinha da sobrinhaminha esposa me contou suas aventuras sexuaishistoria de pai chupando xoxota da filha virgemfoi fazer coisa errada e irmao chantageou pra fuder a gostosaposisoes para transa no acanpamentoo cara comeu minha noiva contos anythingcontos eroticos cadtigando o cucontos eroticos de faxineiras coroas safadascontos eroticos o pauzudo e o cornoComi a josi da bocaContos eróticos curtos de cachorro fodendo a cozinheiracontos eroticos eroticos com uma abobrinha enfiada no cu e uma rola na bucetaEdna A tia da minha esposa contos eroticosna vendinha c a menina conto eroticocontos meu amigo dopou minha mulhercontos 23cm e um czino virgemContos eroticos comendo a sogracontos eroticos gay.encanador dotadocontos de zoofilia de ituchantageada e humilhada pela empregada negracavalonas de casa disse apertadaxvideo comendo sogra gostosar e xasadarcontos incesto safadinhaDupla penetração com meus filhos conto eroticoConto loira 20 aninhos casada e amigo de maridãocontos eróticos ela levou ferrocontos pornos fui estuprado na adolescência e gosteicontos minha amiga viu minha buçeta e pegou nelacontos eroticos minha tia de saiacontos eroticos de meninas novinhas que foi iniciada por uma mulher lesbica no sexomuleque comedor contocontos minha esposa pediu para levar o amigocontos eroticos dando amiguinhocontos eroticos a namorada e sogra