Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA NOIVINHA TÍMIDA -BH-MG

Tenho uma noiva muito tímida, bem comportada na cama e cheia de princípios, sempre quando estávamos fudendo eu imaginava ela dando para outro e levando duas picas ao mesmo tempo, aquilo me deixava louco de tesão, eu ficava imaginando um jeito de falar, não sabia qual seria a reação dela, fui aos poucos apimentando a nossa relação, aproveitando para falar umas sacanagens quando estávamos no ápice da foda e sentia que ela ficava louca de tesão, começava a chamar ela de minha puta e ela correspondia, falava que adorava ver ela fudendo comigo, que ela fodia muito gostoso, que ela era minha putinha, na hora ela ficava louca, mas depois que a tempestade passava ela questionava e dizia que não se sentia muito bem quando eu falava aquelas coisas. Decidir apimentar mais ainda a nossa relação, ela não deixava eu comer o seu cusinho, então quando eu chupara sua buceta, comecei a passar a língua de leve no seu cusinho e percebia que ela se arrepiava e se contorcia toda. A cada foda a ousadia era maior, passei a enfiar a língua cada vez mais fundo e deixar ela em êxtase, fodia o rabinho dela sá com minha língua, chegando a enfiar minha língua todinha dentro do seu buraquinho, passava uns 19 minutos assim e quando ela me cavalgava passei a explorar o seu cusinho com um dedo bem umedecido pela saliva e fala que ela era uma puta e eu adorava quando ela fodia comigo igual uma puta e ela me pedia para chamar ela de puta, safada, cachorra. Ela foi se soltando mais e eu já pensava em começar a falar de outro macho comendo ela, sá não sabia como. Passei então a enfiar dois dedos no seu cusinho e falar que eu estava comendo ela no cú e na buceta e ela cada vez ficava mais louca, falava que ela era uma puta que adorava fuder, adorva dá a buceta, e gosta de sentar em uma pica, quando ouvia isso ela passava a me cavalgar com bem força e ficava uns 5 minutos gozando, e depois que passava ela falava: - sou sá sua puta, adoro sá sua pica e fuder sá com vc. Mas não era bem isso que eu queria ouvir. A nossa relação estava ficando cada vez melhor, aproveitávamos todos o momentos que estávamos juntos, cada dia que ia encontra-la, ficava imaginando o que falar. Convenci ela a irmos em uma casa de Swing, ela aceitou com a condição de que não iriamos fazer nada com outra pessoa, então não rolou nada, sá uma foda no sofá com um casal nos olhando, pelo menos é alguma coisa. Nossas fodas cada dia esquentava mais, quando ela me cavalgava, eu enfia dois dedos no cusinho dela e mandava ela imaginar minha língua, dentro dele, depois dizia que estava comendo ela no cú e na buceta, mandava ela imaginar outra pica dentro dela, que ela estava levando duas picas uma no cú e outra na buceta, e com a outra mão mandava ela chupar meu dedo igual ela chupa minha pica e falava que ela estava chupando minha pica e levando uma pica no rabinho e outra na buceta, ela ficava doida e passa a aumentar a velocidade e chupar meu dedo com fome de pica e gemer, gritar, chorar, falando: - me come, eu sou sua puta, faz de mim o que quiser, come meu cú, mina buceta. Eu começava a perguntar: vc gosta de fuder assim?

- gosto!

- Fala que vc adora fuder, adora dá a buceta, adora sentar numa pica.

- eu adoro fuder, adoro dá a buceta e sentar numa pica, eu sou uma puta.

- VC quer sentir outra pica no seu cú, fala que vc quer.

- Eu quero sentir outra pica no meu cú, eu quero duas picas dentro de mim, eu quero fuder igual a uma puta bem cachorra, bem vagabunda, bem safada.

Então eu imaginava que já estava na hora de falar em outro macho comendo ela e enfiava dois dedos no cusinho dela e falava:

- imagina outro macho comendo seu cú enquanto eu como sua buceta, vc quer outro macho te comendo?

- vc deixa. ela perguntava.

- claro que deixo, e vc quer.

- EU QUERO, EU QUERO FUDER COM DOIS, QUERO, QUERO, QUEEEEERO...

Gozamos como nunca gozamos antes e adormecemos. Depois ela não quis mais tocar no assunto, fudemos mais uma vez e ela teve que viajar para outro Estado, para fazer pás-graduação e vamos ficar uns 6 meses sem nos vermos, sá nos falamos por telefone e eu já tentei tocar no assunto, mas ela desconversa. Será que ela vai me proporcionar a realização dessa fantasia?

Pessoas que queiram trocar experiências, ou mulheres que se sentem como minha noiva, ou querem realizar essa fantasia, e não tem coragem de falar com o seu parceiro me escrevam. [email protected], tenho 30 anos ela 23, Belo Horizonte - MG





VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erótico a gang bang com a médicamadrasta pegou enteado vendo filme porno e aliviouconto erotico gay chupando tio bebadofoda develha bundeiraporno coroa pauzeraconto erotico esposa chora trai maridoxxxsogra deliciacontos eroticos hetero com lesbicaconto duas rolas de 27 cm no cuContos eróticos de zoofilia: cinco dogs colaram em mimfiz da minha esposa uma putaconto de sexo sobrinha galinha parte 2contos como adoro ser cofnoconto erotico dando minha bucetinha pro enfeemeiro da minha amigaconto erotico enteada flagrada e chantageadaputinha vagabunda da familia contoscontos eroticos seiosminha nora minha puta contoIniciando uma virgem contos eroticoscasados contos meu filho dotado e virgemcontos eroticos arrombando a gordacontos gay perdendo as pregasamiga matrupado xvideosexo com a namorada do meu filho anal e ela gritacontos e fotos erotico transei com minha irmancontos empinei bunda meu filhoaguentei o pau groso. contocontos eroticos no terreno com a donawww.contos eroticosmeu pai me fazendo carinhocontos eroticos humilhado curradoNo cu da minha namorada amigo contos relatoscontos eróticos mãe e filhaesposa gorda contos eróticosContos eroticos novinhasconto eroticos vendo a foder minha irma no papai betinhatrepo com a enteada dormindocontos gay favelap.c.p.b contoscontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos arrombando a gordacontos eróticos mulher maduracontos eroticos de pastores cadetudocontos eroticos comi a enfermeira gordinhacontos eroticos de travestis fudendo o tiocontos d zoof minha sobrinha c um cachorrotisiane so de causinconto bucetinha pequeninacontos eróticos papai me arrastouconto erotico com o tioconto eroticotravesti comdno coroas casadasSoquei muito nela e ela pediu mais contorelato erotico meu cachorro comia meu cuzinho quando meninatres comendo uma mulher e um socando no cu do outro uma filinhaiconto erótico namorada piranhacontos eroticos dando a bunda pra um caralhudo contos eroticos eu minha mulher e um travestisrelatos eroticos cdzinha lindasexo pornozao medo minha cunhada teve medo do meu pitaoContos eroticos teens gay no banho com meu paicontos meu cuzinho bem novinha e gulosocontos eróticos mostrei meu saco p minha maecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos homem casado chupa picq homem casadocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentetesaonoonibusLuizinho meninos novinhos um transando com outro pela primeira vez de dois primos transando comcontos eróticos gordas virgemsconto erotico minha prima malvadacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteimagens e relatos de zoofiliaconto eroticos aguentei mais d vinte e dois sentimetro d rola d meu sogrocontos eroticos com coroas gaymeus dois professores contos eróticosmora Nana bem gostosa da bundona bem grandes eu dental bem deliciosa néconto erotico matovou rasgar sua boceta vagabundaFuderan meu cu e minha esposa ajudou os carascontos eróticos fábrica dos prazeresconto de encesto sou filho unico meus pais viajarom e eu fui com elesvideo porno sem virus novinho engatado na vagina da mulherConto erótico namorada mestiçacontos gay gozando pela primeira vezcontos eróticos com senhor de idade com rapazcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crente