Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

TESÃO PELO PAPI

O meu pai sempre foi mt bonito, alto, moreno, olhos claros, inteligente e muito charmois, e sempre mt carinhoso comigo, me chamava de linda, fofa, essas coisa de pai coruja, porém sempre fui mt precose e era doida pelo meu papi. ficava olhando para ele e morria de ciúmes da minha mãe. à medida que fui crescendo ele brincava comigo d fazr cácegas, de esconder, me jogava para cima, eu ficava sempre por alí, por perto e não perdia a chance de abraça-lo, me esfregar nele, adorava seu cheiro, quando fui crescendo mais comecei a perceber que ele tb não me largava, e brincava de coçar a cabeça dele, ele deitava no meu colo, sentia a sua respiração, ele virava a cabeça para baixo e respirava nas minhas coxas, aquilo era mt gostoso. às vezes ele me arrumava no sofá, para se acomodar no meu colo, pegava nas minhas pernas e me levantava, passava as mãos nas minhas roupas para poder se acomodar no meu colo, aquele calor da sua cabeça fazia a minha respiração se alterar, e eu ficava a manhã toda esperando a hora de ele deitar no meu colo. Um dia fiquei toda molhadinha e senti palpitações, de repente soltei um gemido involuntário, ele se assustou e perguntou o que tinha acontecido, eu disse que tinha uma formiga me picando, na calcinha, ele imediatamente abriu minhas pernas e arriou o elástico da calçinha procurando a formiga, quando percebi que não era formiga, era uma senssação que não conseguia identificar, aí ele procurou a formiga, passou o dedo na minha xaninha, ela estava molhadinha, ele ficou vidrado, e levou o dedo ao nariz e disse que eu tinha a xaninha cheirosa, e que era muito bonitinha, que deveria cuidar dela direitinha, daí ele falou que ia olhar mais na xana para ver se a formiga estava nela, e ele passava o dedo devagarinho nos meus lábios, e lambia os dedos gostoso, disse que é porque eu ja tava molhadinha por isso que a formiguinha tava fazendo cássegas em min, e que ia cuidar para coçar todas as vezes que eu quisesse, fiquei toda mole e querendo que ele continuasse assim procurando a formiga, ficamos um bom tempo assim, e dpois tivemos que parar, mais tarde, quando era hora de dormir ele foi me contar uma histáia, até grande gostava de ouvir estária, sentou se no chão práximo à minha cama, começõu a contar a estária em voz alta, minha mãe estava na sala e a porta do quarto estava aberta, ele disse no meu ouvido para fechar os olhos, e enfiou a mão por baixo dos lencáis afastou as minhas pernas e falou baixinho que ia econtrar a formiguinha. e ficou passando o dedo na minha xana, que estava toda molhadinha, ai que delícia, eu sonhei muito e gostoso, adorava aquele carinho, ficava toda inchadinha e smpre queria mais, quando ele se foi fiquei decepcionada, tarde da noite senti as suas mãos no meu corpo, ele sussurrou no meu ouvido que estava procurando a fomiguinha, se estava com coçeirinha na xana, eu disse que sim, ele ficou d quatro ao lado da cama, abriu minhas pernas, abaixou minha calçinha, e rossou a língua no meu clitáris, nossa como foi bom! fiquei alucinada de tesão, ele me lambia gostoso, como um machõ lambi sua fêmea no cio, eu empurrei o quadril para frente, para ele poder lamber mais à vontade, daí ele colocou a pontinha do dedo no buraquinho, e eu gozei pela primeira vez, a minha vontade era de empurrar todo o dedo dele denro d min. Ele me pediu pra avisar quando a formiga stivesse picando novamente, e apartir desse dia essa era nossa brincadeirinha, ele saia mais cedo do trabalho e me apanhava na escola, quando estrava no caarro ja dizia que estava com cosseirinhaa lá, ele dava um sorriso, e dizia que em caasa ia m lavar e depois procurar a fomiguinha, me levava para dentro e irava minhas roupaas os meus peitinhos já stavam aparecendo, ele me levava pro chuveiro, e quando eu trminava ele entrava, sempre estava vestido ou enrrolado na toalha, tinha curiosidade para vê-lo pelado, ele ficava om aquilo duro na frente sempre que m deixava ia pro banheiro, eu ficaava com vontade de ver o que ele fazia no banheiro, nesse dia fiquei olhando plaa porta que estava um pouco aberta vi quando ele se enxugava, quando vi aquele pau grande, grosso, duro, empinado para frente, fiquei toda molhadinha a minha vontade era de pular nele e de beijar aquele nervo, ele me perguntou se estava ponta, disse que podia vir, ele chegou de calção de pijama, me beijou na boca me colocou no sofá do quarto e afstou minhas coxas, e oloou a língua na minha xana que logo agradecia soltando líquido na sua boca, logo minha mãe chegaria, então inha de aproveitar bastante, mís taarde saimos para ir à padaria, minha mãe foi tomar banho, na garagem ele me senou no capô do carros chupou o meu greli, que estava todo inchadinho, eu gemia e soluçava, moria de tesão, ele não fazia o suiciente para eu gozar, me deixavaa gozar sá d vez em quando, então eu ficva enlouquecida, á noite ficava esperando ele ir m lambr, e fiva de saia em casa e sm calçinha sonhando om a hora que ele ia nfiar um dedo na minha xana ou então me lambr, ficamos assim quase um ano, quando um dia vi quano ele saiu do meu quarto voltou para a cama e omu minha mãe, l metia nla e ele pedia mais, chamava ele de gostoso e mandava enfiar mais, nosso, então era assim, no final eles gozaram e ela s acalmou e domiu, eu estava com mt tesão, e entrei no quaro e peguei na mão dele, e o puxei, ele pecebeu que eu estava olhando, levanou e me acompanhou, ele estava pelado, me pegou no colo me levou para o meu quarto, me abraçou muito, beijou meu peosso, chupou meus sios, perguntou com a voz rouca se eu queria que ele enfiasse em mim como ele fazia na minha mãe, eu abri as pnas e pedi para ele me comr, ele sorriu, me lambeu toda, eu etava pulsando, toda inchadinha e molhada, ele posiionou a pica no meu buraquino foçou um pouco e foi empurrando divagarinho, me pedindo para abrir a pererca, para ele poder enfiar tudo, fui ficando molinha e deixando ele meter em min, arqueava o corpo paraa frente ajudando na penetração, quando ele meteu tudo, ele forçou um pouco mais e me apertou, aquele pau duro todo dentro de mim, gozei na hora, minha xana tremia toda, ele não conseguia nem mexer, de tão apertada, ele esperou eu gozar, e começou um vaivem gostoso, e logo estava sentindo aquele pau batendo fundo e com foça na entrada do meu útero gozei 4 vezes naquela noite, acodei com a xana ardendo e realizada, depois daquela noite, todas as noites ele vai contar estoria para mim, me chupa e me deixa em ponto de bala daí ele vai ao quarto dele e come minha mãe, quando ela dormi ele vem pro meu quarto e me come toda, Morro de ciúmes e ás vezs proíbo ele de comer a minha mãe, Quando elaresolveu estudar à noite dmos o maior apoio, ite, então ficamos brincando de formiguinha e de fomigão, tiro todas as suas energias, e ele dormi cedo não aguenta a minha mãe, eles estão transando sá nos finais de semana ele diz qu gosta a minha xana porqu ´parcida com a da minha mãe, mas a inha é mais gostosa, e mais fogosinha porqu ele me ensina a ser fogosa, e quaando ivr idade de namorr o meu namorado vai gostar muito dela.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


não aguento no cu contoscoto erotico novinho de8 gaycontos voyeurs zooO namorado da minha filha contoscontoscabineeroticaesposa puta do meu tio corno contocontos de cazadas fudend com dotados Contos eroticosComeram minha esposa e goram dentro delacontos eroticos apanhandocontos eróticos comi minha tiacontos metendo na tiaTIA FLAGRA CONTOcontos eróticos escravo da professoracontos erótico meus tios com minha namora na roça medica seduzidapor lesbica historiaspica de bode contocontos o cheiro da rola do papaiassistir porno comendo gostosa dopando mulher na casa delcache:FPfKk_mm7mAJ:okinawa-ufa.ru/conto-categoria-mais-lidos_9_9_zoofilia.html Contos eroticos meu amigo comeu minha maeconto erotico abusarao mim metrocontos eroticos comendo a coroa virgem de saiasogra pegou eu no fraga batendo polheta e depois trazamoscontos comi ela no bar da esquinacheirada e dando a bunda contosconto erotico comi o cu da minha irma em casacomi o cu da cobradora velhaporno putinha magrinha i e minha sobrinhacontospegando a mae na marracontos gay gozando pela primeira vezcontos eróticos baixinhacomi na frente da mulher contoscontos eroticos gay transei com velho gaycontos cuzinho da irmaporno contos eroticos fui comida pelo sapateiroMeu professor roludo me fez de putinha contos eroticotrepando pau sua p*** prepara para o sábadocontos casadas de pernas abertasmae baixinha bunduda contosconto erotico minha mim deixado de castigopono doido minha tia e muito acabei comendo ela na cama areganhadaconto erotico violadaconto erotico no confessionário da igrejacontos picantes seduzindo o cunhado sem querercontos eroticos dei a xota pro mendigoconto elotico mae safadahistorias de sexo em praia de nudismoEu morava sozinho minha aluna do cursinho ela veio morar comigo ela agora ela e minha mulher conto eroticocontos eroticos Gay de fui visitar meu tio e ele me comeuconto erótico de corno chupador de arrombadatesaonoonibuscontos eróticos marido adora chupar a buceta da sua mulher depois que outro homem bem dotado gozá dentro da sua bucetacontos eroticos relatados por mulheresmulher forçada com homem colocado garrafa na buceta delaconto o pai da minha amiga comeu minha bundameus contos erotico gostosura com papaicontos gay bichinha boqueteira da escolaPeguei minha tia veridicoeu vi uma pica toda arregaçadacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentemeu subrinho enfiou o dedo no meu cu contocontos eroticos arrombando a gordacontos erotico gay com professor da academiaAdoramos nudismo em nossa casabelas picas brancas rosinha gozando gayscontos eroticos casada dormindo chovendoconto comendo minha esposa e minha enteada juntasConto erorico arombei minha amiga novinhacomi a tia viuva da minha esposa contoscontos eroticos escrava sexual estupro brutalconto erótico meu avô tem uma pica muito grandecontos eróticos coroa chataseparada e depilada contoscontos eroticos eu minha esposa e os flanelinhas safadoscontos obedece putaao oito ano minha tia me encino a chupa bucetaconto erotcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto teen gay sozinho em casa calcinhacontos de sexo lesbico/zoofiliaconto de o tenente me chupou muito gaycontos eroticos arrombando a gordaConto erotico cheguei e a vi nua comiwww.punheta de calcinha fio dental contoscontos verídicos com garotas teensconto minha mulher gostosa da academia trepa com os personais e amigo,sdando de mamar para o filho conto erótico familiaconto erotico veia 70 anospapai me comeu contos eróticosesposa puta do meu tio corno contocontos encoxada na academia