Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

HUNTER, MAS QUE UM CACHORRO MEU HOMEM

Eu tenho esse conto guardado comigo ha algum tempo, e resolvi mostrar pra voces que gostam. Eu sou loira tenho 23 anos, 1,71 de altura, 61 kilos, olhos castanhos, 54 cm de coxas, 94 de quadril e bubum durinho e bem arrebitado resumindo dizem que sou linda e falam até que eu sou muito pareceida com a sharon stone com tudo isso sou muito desejado por quem está a minha volta a maioria querendo me levar para a cama. A histõria que vou contar já faz uns três anos. Nessa época tinha brigado com o meu namorado e estava muito carente e meu pais por causa da violência estavam com medo de deixar nossa casa que tem um quintal grande sozinho por isso trouxeram nosso pastor alemão ( que se chama Hunter ) do nosso sítio para morar conosco e fazer nossa segurança, foi aí que minha vida mudou radicalmente, nosso chachorro é um pastor alemão capa preta muito grande e dácil mas pelo seu tamanho coloca respeito em qualquer pessoa. Certo dia cheguei em casa depois da faculdade meia aborrecida pois fazia poucos dias que eu tinha terminado com o meu namorado, a casa estava sozinha pois meus pais trabalham e minha empregada tinha arrumando tudo e já tinha ido embora. Almocei e como não tinha nada para fazer e como o calor estava demais resolvi dar um banho no Hunter. Entao vesti uma bermuda velha e uma camiseta e desci. Quando cheguei lá ele fez uma festa para mim, aí eu peguei a colera e ele ficou irradiante acho que ele pensou que eu ia passear com ele. Aí eu coloquei a colera nele e amarrei ele, foi aí que eu começei a jogar água nele, e ele se encolheu todinho, apesar do calor acho que ele não queria tomar banho, peguei o shampoo e começei a passar nele. Depois de uma meia hora que eu tinha dado banho nele ela já estava sequinho então resovli brincar um pouco com ele e fui até lá e começei a fazer carinho na cabeçca dele, na barriga foi aí que uma coisa me chamou a atenção, o seu pinto estava com a cabeça um pouquinho para fora entao resolvi passar mao para ver o que acontecia, quando eu levei a mão no seu pinto ele começou a aumentar, nessa hora eu fiquei gelada mas como não tinha ninguém em casa não aguentei a curiosidade e queria ver até aonde ele iria nessa hora me assustei pois seu pinto não parava de crescer ele já estava bem maior do que o do meu ex namorado. Entao começei a mastubar o meu cachorro e não demorou muito ele molhou toda minha mão ele gozou muito. Depois disso eu subi correndo para o banheiro e me masturbei violentamente pensando no meu cachorro. Depois disso eu me senti um pouco culpada por ter feito aquilo com um animal, mas eu não conseguia parar de pensar nele. Acordei o outro dia e fui para a faculdade mas naquele dia eu sá pensava naquele pinto, fiquei com calcinha tao molhada que chegou a deixar minha calça molhadinha e eu tive que ficar escondendo para ninguém ver o que se passava comigo. Assim que a aula terminou eu fui correndo para casa, pois não via a hora de me encontrar com o meu cachorro, mas para a minha tristeza quando cheguei lá minha empregada ainda estava em casa. Como tinha deixado minha calcinha e a minha calça ensopada fui direto para o banho e tomei um banho muito demorando me masturbando pensando cada vez mais no Hunter. Desci e fui ajudar a minha empregada a terminar logo o seu serviço, ela até se surpreendeu e falou nossa o que aconteceu para você me ajudar, porque eu nunca fazia nada e eu meia sem graça falei que não tinha nada para fazer então porque nã ajudá-la. Depois de terminado tudo ela falou que tinha que ir e eu pensei comigo graças a Deus pois não via a hora dela ir embora. Assim que ela saiu fui direto para o meu quarto peguei uma mini saia velha que eu tinha e vesti na hora quando ia decendo eu lembrei da minha calcinha que estava no cexto toda enxarcada e pensei ele deve ficar louquinho com o cheiro dela e fui correndo para o cesto e troquei a calcinha, sá de colocar a calcinha ensopada minha chaninha já começou a ficar molhadinha de novo. Quando Hunter me viu logo ficou eufárico e veio correndo em minha direção nessa hora eu já estava em ponto de bala então levei ele até a lavanderia e sentei numa cadeira que tem lá e ele veio direto no meio das minhas pernas com seu focinho gelado e úmido e não demorou muito ele começou a cheirar e lamber a minha calcinha e nessa hora o seu pinto creceu sem que eu colocasse minha mão nele, sua lingua áspera e quente passando sobre minha calcinha estava me deixando louquinha aí ele começou a quere empurrar a minha calcinha para o lado para lamber e tirar o melzinha que escorria da minha chana, aí eu facilitei as coisas e empurrei a calcinha para o lado e ele entao começou a lamber minha bucetinha cada vez mais forte, nessa hora eu não aguentei e resolvi ir mais adiante para ver o que ele fazia, eu levantei da cadeira e tirei somente a minha mini saia e fiquei de quatro no chao como se fosse uma cadela ou melhor sendo uma cadela, ele veio e começou a lamber minha chaninha e não demorou muito ele montou em cima de mim e começou a cutucar com o seu pinto na minha bucetinha eu fui ficando louquinha de tesao, mas não tinha coragem de tirar a calcinha pois tinha medo que ele me penetrasse pois não sabia nada sobre sexo com os cães, nessa hora eu começei a deixar ele enfiando o pinto entre a minhas pernas eu fechava e abria as pernas e ele não parava de bombar até que ele espirrou seu jato em direção a minha chana mas como eu estava de calcinha ele além de ensopada ficou com todinha cheia de sua porra, nessa hora eu me levantei e sai correndo para o banheiro pois fiquei com medo de seu esperma entrar pelo cantinho e chegar até a minha buceta, fui direto para o banheiro entrei com a calcinha e tudo e começei a lavar sem parar a minha buceta que nessa hora estava completamente molhada e latejando e minha calcinha que estava como se quizesse ser penetrada por aquele pinto. Depois de uns quinze minutos resolvi sair do banho, mas a minha bucetinha não parava de latejar aí não aguentei eu queria brincar mais um pouquinho aí fui até o sexto de roupas para ver se não tinha uma calcinha minha suja, pois tinha notado que meu cachorro ficou muito excitado com o cheiro da minha calcinha que eu tinha acabado de lavar, não achei nenhuma calcinha minha somente tinha uma calcinha meia velha de minha mãe que estava cheia de respingo de xixi não pensei duas vezes e peguei esta e vesti rapidamente e desci correndo para os braços do meu cachorro, quando ele me viu ele já ficou de pau duro na hora eu eu fui correndo para a lavanderia e ele veio logo atrás, sentei na cadeira e ele já enfiou a cabeça direto no meio das minhas pernas e começou a cheira a calcinha, ele cheirou uns dois minutos acho que devia ter estrando um pouco o cheiro mais não demorou e ele começou a lamber de novo a minha chaninha que era protegida pelo calcinha da minha mãe, não demorou muito e eu tive outro orgasmo quando eu gozei ele começou a lamber mais forte a calcinha aí eu não resisti e acabei ficando de quatro de novo somente levantei um pouco a mini saia e deixei ele ficar brincando aí ele começou a morder a calcinha querendo arrancar ela de mim de qualquer jeito, mas como eu não deixava ele parou de morder e montou em cima de mim, e começou a cutucar com o seu pau minha calcinha, eu sentia a ponta do seu pau como uma pedra, como eu não tinha percebido que numa daquelas mordidas que ele tinha dado na calcinha ele conseguiu fazer uns furinhos nela e como ela já estava ensopada numa dessas cutucadas ele conseguiu rasgar a minha calcinha e enfiou a ponta do pau na minha chaninha nessa hora tentei sair mais ele deitou todo o peso do seu corpo em cima de mim e com seu impeto e como minha bucetinha estava meladinha, não ofereceu nenhuma resistência para o seu pau que acabou entrando até o talo, eu sentia sua vara tocar no meu útero seu pau não parava de crescer sentia que minha buceta esta totalmente preenchiada, ele forçava além de rápido com força e de repente senti um jato de porra queimar minhas entranhas seu gozo foi tão forte que inundou a minha bucetinha, nessa hora tentei sair pois fiquei com medo mas já era tarde nás estávamos grudado pois eu deixei entrar até o ná, então ficamos engantados eu queria sair pois estava com medo nessa hora ele começou a rosnar para mim acho que estava doendo aí eu parei e relaxei e me senti uma verdadeira cadela ficamos grudado pelo menos uns trinta minutos até que consegui me soltar, fui correndo para o banho e fiz uma lavagem e nada de anormal aconteceu comigo por isso estou viciado no pau do meu cachorro. Espero que vocês tenham gostado do meu conto peço os votos de todos que leram e gostaram pois se tiver muitos votos eu vou continuar essa histária que vai surpreender muita gente. Pois como já relateique no dia que meu cachorro me comeu eu estava usando a calcinha de minha mãe, por isso ela não poderia mas ver aquela calcinha como eu queria guardar aquela calcinha como recordação não joguei fora e não é que minha mãe achou essa calcinha, ela descobriu tudo e prometo contar a vocês. Espero que vocês me escreva adoro me corresponder com pessoas que já passaram por isso e também adoro receber fotos... meu e-mail é [email protected] vou ficando por aqui... tchauzinho.......

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos descobri que era gay e não sabia parte5contos eroticos leitinhorabinho impinadinho em fio dental da irmaincesto furapornocontos eroticos peguei minha traindo meu no depósitocontos eroticos comi minha prima enquanto ela dormiaTransando no banheiro do barzinho com dois contoconto comeu a namorada e a sogradesenho de deus contos eróticosContos eróticos com cão.contos eroticos minha cunhadaContos Eróticos De Uma Senhoramete mete mais gostoso. história reala baixinha e o bem dotado contosestourando as pregas da minha noraminha filinha meu amor conto eroticopai bota filha contra parede contos eróticoscontos eroticos praia nudismo em familiasobrinho viadinho da titia tarada conto gaysou amante do meu sobrinho contoscontoscomsograscontos eróticos eu minha irmã fizemos sexo com faxineiro do condomínio.contos eroticos me chantageovideos de casais namorando muitoogostosocomtos gay aposta lamber o paucontos empregada coroanegão musculoso comendo o cu apertado da crente novinhacontos minha filha gemia no quarto delacontos eroticos sobre viadinho famintomarido falou p esposa nahora da transa q dar o cu era bomso contos eroticos sadomasoquismo com maridos e esposasmulher entrando na chapeleta do pôneiconto erotico homens velhoscontos, dormindo com a priminhaví o cachorro comendo a cadela minha buceta molho conto eroticoContos eroticos comadrecontos dona florinda chaves pau durocomi o cu da sogra do meu irmãocontos eroticos de infanciasenti os jatos fortes de porra no fundo da minha bucetacontos eroticos lesbico depiladora casadascontos incestos eu comi minha vovóela pediu pra parar mas continuei contosconto com a cunhadacontos tava batando uma derrepente minha prima me pegaconto erotico mostrando o piru pra garotinhapequenacontos minha prima defisiete me viu batedo umaconto moreninha do cu largo#contoseroticosnainfanciacontos eróticos um moleque jumentaconto erótico de gay dando o cuzinho pro primo aos dez anoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos Eróticos. Coroa Chamada Dona. Anacontos eróticos de depilação masculinacasa dos contos marido pede para esposa por uma sainha bem curta e.provocaminhasobrinhae sua amigacontoscontos eroticos na infanciameu amigo comeu minha maeconto erotico metendo na comadrerelato erotico tirando o cabacinho da minha sobrinha negra novinhapriminha de dez aninhos mais bem safada contostravesti leiteira contos eróticoscontos casada bunda com celulite fotos velhatransei com minhas filhas conto eroticobuceta carnuda comtos de sexodando o cuzinho na roça contoconto erotico minha namorada foi comida por outrocontos eroticos incesto novoscontos mamae e filhavídeo pornô a mãe dela tava de biquini o genro só dava a sogracontos picante de casada sem calcinhaContos erotoco curtos e detalhes por detalhes conto de uma adolecenti de colegial que fui fodida sem dó aos 18 anos de idadesacordei com um boquete contos eroticominha tia coroa tava so de pijaminha contos eroticosContos eroticos de solteiras rabudasconto eróticos comi minha prima mae solteira carenteghupa ghupi porncontos gay sou submisso ao meu irmão mais velho