Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ACONTECEU FINALMENTE

Aconteceu há pouco tempo comigo a realização de uma vontade de logo tempo.

Eu entrei em um ônibus para ir de Uberaba para Uberlândia, são 2 horas de viagem. Sempre que viajo de ônibus levo um livro para ler ou alguma coisa para me distrair durante o tempo de percurso.

Entrei e me sentei em minha poltrona, mais ou menos no meio do ônibus, e antes da partida já estava folheando um livro para começar a ler, quando se sentou a meu lado um cara de mais ou menos 50 anos, charmoso e atlético, meio sério, mas com a feição bastante atraente.

Acomodei-me melhor na poltrona, cumprimentei-o continuei a folhear meu livro. A o livro dissertava sobre desejos e sonhos secretos, e a historia começava a me envolver, pois os sonhos do personagem eram iguais os meus.

O ônibus seguia seu trajeto e já estava quase saindo da cidade quando parou para receber novos passageiros no meio do caminho e com isto eu desviei um pouco minha atenção da leitura e pude reparar que meu companheiro de viagem estava também de olho no meu livro. Olhei para ele e sorri, comentando que estava tão entretido que não havia reparado onde estávamos. Meu companheiro, Hilton, vamos chamá-lo assim, disse também com um sorriso que havia reparado, ai começamos a conversar naturalmente, você esta indo a passeio ou trabalho, estas coisas que não dizem nada e nem levam a lugar algum, fomos trocando algumas palavras então ele perguntou o meu nome e o que eu fazia, respondi perguntei a ele a mesma coisa e continuamos assim por um bom tempo.

De repente ele me perguntou se estava gostando do livro e de que se tratava, eu expliquei para ele que eram pequenas historias de pessoas que tem sonhos e desejos que não revelam a ninguém então estas pessoas estão sempre sentindo que lhes falta algo.

Ele comentou que isto acontecia com ele, pois tinha um sonho que não podia contar para ninguém e a cada dia este sonho o atormentava mais aumentando seu desejo de realizá-lo.

Eu comentei que achava certo que se alguém tinha um desejo e realmente acreditava neste desejo que deveria ir em frente de todas as formas tentar realizá-lo.

Ele sorriu, ficou meio sem jeito e despistou.

Continuamos conversando sempre em torno do mesmo assunto até chegarmos a rodoviária de Uberlândia.

Quando descemos do ônibus trocamos números dos celulares e dissemos que qualquer dia tomaríamos uma cerveja e continuaríamos nosso papo.

Bem os dias se passaram e eu já nem me lembrava mais daquela conversa que tivemos quando meu telefone tocou, atendi, para minha surpresa era o Hilton perguntando como eu estava e onde estava, eu falei que estava em Uberaba, no escritário, ele disse que também estava em Uberaba e se eu gostaria de tomar uma cerveja mais tarde.

Como eu não tinha programação nenhuma topei, falei para ele que estava sem carro se ele poderia me buscar no escritário e de lá iríamos tomar nossa cervejinha e bater um papo.

Assim aconteceu, as 19horas ele chegou, me chamou, eu pedi que esperasse um pouquinho enquanto desligava o computador e não passou nem 19 minutos estávamos saindo num papo animado sobre vários assuntos.

Como eu sou novo em na cidade ficou a cargo dele a escolha do barzinho e fomos para um lugar bem agradável e tranquilo. Depois de algum tempo e uns goles de cerveja ele me contou que ficou pensando no que conversamos no ônibus e deu vontade de conversar mais comigo, que eu era muito simpático e parecia ser um cara experiente...e papo foi papo veio até que começamos a entrar no campo mais intimo, falamos sobre relacionamentos e tal...nossa conversa foi ficando mais a vontade e livre.

Então ele me falou que o sonho dele, o maior desejo que ele tinha era de conhecer um cara de confiança, sério com o qual ele pudesse se abrir...eu por minha vez não me fiz de rogado incentivei mais....até que ele me confessou que a vontade dele era se relacionar com um homem...nesta hora eu perguntei, mas você tem vontade de ser ativo ou passivo....ele respondeu que isto não importava que tudo podia acontecer...Confesso que me excitei pois eu também tinha esta vontade sá não tinha coragem....nossa conversa foi entrando no ponto de vontades e desejos do que poderia acontecer etc...

Eu tomei a iniciativa e perguntei se ele não tinha um lugar que a gente pudesse conversar mais a vontade, onde não tivesse pessoas olhando ou curiosas, ele de pronto me respondeu que estava esperando sá eu tocar no assunto, pois ele morava sozinho e poderíamos continuar nossa conversa lá onde teríamos a chance de nos conhecermos melhor.

Sabem eu topei pois já estava bastante excitado, seria também a minha primeira experiência. Ora eu já tenho 60anos, nunca tive coragem de enfrentar esta curiosidade e agora surgiu a oportunidade com um cara que desde a primeira vez se mostrou um cara maduro e simpático....

Fomos para o apartamento dele, era um apartamento pequeno de sala, cozinha e uma suíte, mas era bem arrumadinho, aconchegante. Ele me ofereceu uma cerveja, sentamos na sala e fomos bebendo e conversando, continuávamos meio sem jeito um com o outro, parecendo dois jovens na adolescência, sei que nosso papo foi nos excitando e eu perguntei o que ele estava a fim de fazer naquele momento...Ele me respondeu que queria se realizar, eu disse que também queria isto...então, nos aproximamos e começamos a nos tocar, nas mãos, no rosto, fomos nos chegando e acabamos nos beijando, foi um beijo gostoso, senti a língua dela tentando entrar na minha boca, facilitei e ficamos naquele beijo gostoso, excitante enquanto nossas mãos estavam cada vez mais ousadas, já apertava nossas pernas, e naquele abraço gostoso e demorado as mãos desciam em mossas bundas e alisavam nossas costas tentavam tirar as camisas...nos afastamos um pouco eu e ele afrouxamos nossas calças tiramos as camisas e ficamos bem a vontade sá de cueca.

Hilton foi buscar mais uma cerveja e eu pude reparar que ele tinha uma bunda redondinha e lizinha, poucos pelos e as pernas eram fortes e musculosas....ele voltou encheu nossos copos e sentou-se a meu lado, ele e eu já estávamos bastante excitados começamos a nos encostar, sempre nos beijando até que ele pegou no meu pau eu senti com isto também liberdade para pegar o dele...que delicia, sentir o membro de outro assim foi uma sensação inexplicável . Dali para frente tiramos a cueca e eu me deitei sobre ele e ficamos assim por um bom tempo, nos beijando, tocando então eu tomei coragem e fui beijando seu peito...seu umbigo...fui descendo e beijei a cabeça do seu pau...foi gostoso então comecei a chupar as vezes punha ele quase todo na boca, tirava devagarzinho fiquei neste movimento até ele dizer que se continuasse iria gozar e que queria me chupara também...fui virando e ficamos num clássico 69...eu já não aguentava mais aquilo era novo para mim e nunca tinha sentindo algo tão gostoso e excitante. Fomos para o quarto, ele se deitou não sem antes pegar um tubinho de vaselina e colocar sobre o criado...continuamos a nos chupara, beijar, lamber, enfiar o dedo um no outro....nás já estávamos doidos de excitação, nossos paus já estavam a muito soltando aquele liquido, gostoso...ele me pediu para penetrá-lo, não me fiz de rogado, já estava muito excitado que eu fudi aquele cú como se nunca tivesse transado na vida....foi pena que gozei rápido...mas ele não desistiu ficou se masturbando e veio se encostando em mim passando aquele pau nas minhas coxas na minha bunda ...eu fui me excitando novamente, ele passou um pouco de vaselina no meu cú e no pau dele, veio forçando devagarzinho até que conseguiu entrar até mais ou menos a metade...doía muito, eu nunca tinha dado o cú....mas estava bom demais, quando ele tirava um pouco e enfiava mais...foi me dando um calafrio, nunca pensei que pudesse sentir gozo no cú...e era o que estava acontecendo....nás dois nos acabamos um no outro...Eu estou aqui escrevendo e estou num tesão muito grande, me lembrando daquele encontro e querendo me realizai novamente de todas as formas como foi...

Hilton e eu ficamos amigos e sempre que temos a oportunidade nos encontramos para uma cervejinha daquelas....



Fica o apelo: Se tiver um casal ou um homem legal da região do triangulo, já coroa, que queira experimentar e ter uma amizade gostosa e cheia de excitação e realizações....me escreva

[email protected]



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Sou casada meu marido viajou e meu vizinho me fodeupai comendo o cuzinho da filha pequena contos eroticoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentemulheres gostosas bundão empinado com roupa do quartelcontos eróticos de mulheres casadas que curtem zoofilliacontos eroticos com escravas sendo humilhadacontos esposa fudendo com dog do meu amigicontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto erotico gay cu apertadopornô grátis boa f***.com Só conto sogra transando com genrocontos eróticos um cavalocontos eroticos mulher fica engatada com cachoro au faser sexoconto herotico comi meu irmão caçula contos meu tio pauzudo fodeu minha mulher e filhacontos eróticos estupraram minha mulher no cine pornôcontos eroticos no velorio do meu maridoesposa puta do meu tio corno contocontos elas gostam de chupar e punhetarapaz chupa seios com gula pornodoidodepois da briga e mais gostoso contos eroticoscontos porno beijos cona boca mamascontos eroticoscasadaconto erotico travesti desobediente castigada pelo dono festa junina conto eróticocomendo a nora contoesposa puta do meu tio corno contoconto erotico d quem perdeu a virgindade com pistoludcontos eróticos iniciado pela tiacontos eroticos pai escravo da filhafotos de ciroas da boseta aregalada e u cucontos eróticos negão sou o cu da minha mulhervoyeur de esposa conto eroticocontos eróticos de mulheres casadas que curtem zoofilliaContos eróticos uma menina virou putinhameu marido corno e viadocontos eroticos fui comida igual puta e chingadapornô irado a mulher que tem a minha branca e tem aquela bundona fome morte elacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos minha irma no meu quartolesbicanosexocontoMinha namorada deu a bucetaescravo conta como leva sua dona ao gozo com a língua na bucetacontos eróticos chupando os peitos da minha sogra e f****** elacarla dando a buceta ora o seu filho de 18conto erotico sobrinhamarido falou p esposa nahora da transa q dar o cu era bomcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos tirando as prega do cucontos erotico dei gostoso no buzaoousadia docasalcontocontos esposa loira recatadaconto erotico gay eu e meu padrinhoconto gay pirocao imensoafilhada carente contoconto erotico incesto sonifero filhacontos de coroa com novinhocache:b0LVhW2lUCMJ:okinawa-ufa.ru/home.php?pag=22 contos eroticos zoofilia a loira burra eo cachorro taradocontos comi a amante do meu paicontos eroticos grupal baile funkconto erotico mae apanha e fode com filhoGozaram na calcinha na cerca contocontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadosuma dupla penetração com vibrador contoscontos eroticos reais de mulheres casadas crente que ja enfio o pepino no.cucontos eróticos minha esposa em sabe quem enrabou elao cu rosinha de minha neta de 9 aninhosConto minha mulher santinhaContoescravasexualcontos eroticos entregadorContode puta que deu buceta cavalo lasca