Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMENDO A FAMILIA TODA (PARTE VI)

Comendo a família toda ( Parte VI )



Depois de ter viciado minha sogra, sua amiga e minha cunhada em dar o rabo, sempre tive a fantasia de trepar com minha sogra e minha cunhada juntas, comer mãe e filha na mesma cama juntinhas, ora metendo no cu de uma, ora metendo no cu da outra, era um desejo que não saia da minha cabeça.

Elas nunca queriam, quando em metia na sogrona, eu falava para ela chamar a menina para trepar junto com a gente mas ela era contra e não deixava.

Quando eu metia na cunhadinha, falava para ela do dia em que tirei suas pregas e ela depois que tomou banho e voltou para o quarto e flagrou sua mãe sentada com o cuzão na minha rola, e já que ela viu uma vez não faria mal nenhum ver de novo.

Estava difícil, mas minha sorte é grande.

Um chegou em casa minha cunhadinha, louca par a bunda para min, mas logo em seguida chegou sua mãe, também doidona para levar rola no cu, e acreditem logo atrás chegou nossa amiga. As três estavam com seus cuzinhos piscando de desejo, e queriam dar a qualquer custo, então eu disse: Como as três agora mesmo, mas sá se for juntinhas.

No começo minha sogra não aceitou, minha cunhada ficou com um pé atrás, mas mais uma vez nossa amiga ajudou, pois ela falou:

- vou trepar com ele agora mesmo na frente de vocês ou não.

Ela tirou a roupa e caiu de boca no meu pau, chupou, engoliu tudo, e depois ficou de quatro pedindo para levar rola no rabo, meti com força fodia com vontade, minha sogra e cunhada ficaram olhando, quando nossa amiga pediu a elas para ser chupada na buceta, pois estava louca de tesão, minha sogra caiu de boca na bucetona da amiga, chupava a buceta e os peitos com vontade.

Foi quando pedi a cunhadinha que tirasse a roupa e me beija-se, fiquei comendo a amiga com a sogrona chupando a buceta dela, e eu fiquei chupando os peitinhos da cunhadinha.

Quando a amiga gozou, eu tirei o pau de seu cu, e pedi a cunhada que fica-se de quatro para eu meter em seu rabinho, fiz ela gozar rapidinho, depois foi a vez de minha sogra levar rola, nisso minha cunhada já chupava a buceta de nossa amiga e esta por sua vez chupava a buceta da sogrona.

Daí em diante foi fácil, já não ligavam mais para nada, e nossa amiga, safada e vagabunda do jeito que é, colocou minha sogra com as pernas abertas e começou a chupá-la, depois chamou a menina para chupar a buceta da mãe junto com ela, não resisti a cena de ver a filha chupando a buceta da mãe e gozei em cima das três, deixei um pouco de porra na cara de cada uma, e mandei que uma lambesse a porra da cara da outra, elas se beijavam, suas línguas se entrelaçavam.

Depois foi a vez da mãe chupar a buceta cabaço da filha, e claro aproveitei para enrrabar novamente a cunhadinha, enquanto sua mãe por baixo de nás olhava minha rola entrando e saindo do cuzinho da filha.

Desse dia em diante mãe e filha transam comigo, elas dizem que a noite na casa delas, quando estão com muito tesão, uma chupa a buceta da outra, enfiando dois ou três dedos no rabo de cada uma, gozam e vão dormir.



Comendo a família toda ( Ultima Parte )



Caso não tenham lido os contos anteriores, não entenderam muito bem, este que passo a relatar a vocês.

Como sabem eu tenho relações sexuais com a minha sogra, sua amiga e minha cunhada, que são umas verdadeiras piranhas, transo com as três juntas, uma adora ver a outra levando rola no cuzinho.

Um belo dia lá estava eu, comendo as três putas, quando “minha casa caiu”.

Por um problema em seu serviço, minha esposa chegou em casa bem mais cedo do que o esperado, entrou e foi direto para o quarto, e adivinhem, pegou nos quatro na maior fodeção em cima da cama, eu comia o cuzinho da cunhada, minha sogra chupava a bucetinha da filha, e nossa amiga o cu da sogrona.

Foi um horror, pois nás não sabíamos onde enfiar a cara, minha cunhada começou a chorar, minha sogra tentava cobrir o corpo, eu fiquei paralisado, não sabia o que fazer.

Minha mulher começou a xingar todo mundo, chamava sua mãe de vagabunda, sua irmã de galinha e nossa amiga, que era casada, de piranha, apesar de não estar mentindo, não sabíamos o que fazer.

Depois que o susto passou, tentávamos explicar o que estava acontecendo, mas vocês devem concordar comigo, a cena que a minha mulher viu não tem explicação.

Foi quando minha sogra falou:

- filha, desculpa, mas já faz bastante tempo que eu transo com seu marido, sou viciada na rola dele, não posso passar um dia sem dar para ele. Nossa amiga aqui também trepa com ele faz tempo, fui eu quem a obrigou a transar com seu marido, e hoje ela também é viciada nisso. Sua irmã é uma galinha, começou a dar para seu marido, quase que por brincadeira, mas hoje é ela quem mais trepa com ele. E para nás duas não ficarmos sem o pinto dele, somos obrigadas a transar todas juntas. Se você proibir a gente de dar o rabo para ele, não sabemos o que vamos fazer, talvez sejamos obrigadas a sair pela rua a fora, dando pra tudo o que é macho, para apagar o fogo que temos no cu.

Depois desse depoimento comovente, minha mulher não sabia o que dizer, minha sogra pegou no meu pau e começou uma punheta, depois passou para uma gulosa deliciosa, nisso nossa amiga já puxou minha cunhada para cima dela e começou a chupar sua bucetinha. Minha sogra sentou na minha rola, e iniciou um rebolado fantástico, eu olhava para minha esposa, que sem entender nada também não falava nada, apenas olhava. Foi quando minha sogra saiu de cima da minha rola, e sem mais nem menos a ofereceu para minha esposa, dizendo:

- toma essa rola deliciosa, que ela é sua mesmo, nos é que estávamos a usando, mas se você quiser pode brincar com a gente, nos já estamos acostumadas a transar todo mundo junto, é muito bom dar o rabo e ser chupada na buceta, por outra mulher. Se você não se importar estamos louca de desejo para ver você levar esse pinto todo no seu cuzão, seu marido sempre fala que sua bundona é arregaçada e que você gosta de ser enrrabada.

Minha mulher não aguentou mais, ver tanta putaria junto, tirou sua roupa e vei pra cima de mim, me chamando de safado, pintudo gostoso, e que ate o cu da sua mãe eu tava comendo, não perdoava nem sua irmã que era pequena, mas já dava o cu também.

Chupou meu pau com vontade, depois se colocou de quatro e pediu para ser enrrabada, pois devia ser de família essa vontade toda de dar o cu.

Não exitei e meti no seu rabo com força, a rola entrava e sai, nisso minha sogra e minha cunhada começaram a transar, fizeram um 69 lindo, cada uma enfiava 2 dedos no cuzinho da outra, e minha mulher sá olhava, enquanto dava o rabo.

Para ficar melhor ainda, minha sogra a colocou deitada, de pernas bem abertas, e começou a chupar a buceta da minha mulher, ela ficou louca, gemia e xingava sua mãe de vagabunda, piranha, arregaçada, cadela, vaca, etc., depois foi a vez da minha cunhada chupar a buceta da minha mulher, nisso ela não aguentou mais e gozou.

Por fim, hoje sou feliz, como minha sogra, minha cunhada, minha esposa, e o melhor é quando são todas juntas, adora ver filha chupando a buceta da mãe, irmã chupando irmã, é uma putaria sá.



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos de bundaContos erotocos abusadaporno legal com gatas recebendo csralhos grandespica de bode contomeu cunhado é meu amante contos eróticosconto bebendo leite do ricardaosexo.pirralho.fode.a.prima.e.anigaContos com menina novinha de sainhacontos coroas e desconhecicontos eróticos curtos de gay dando pro cachorrãoconto erótico russoconto perdi o cabaço com minha professora no sitioeu usava um shortinho atoladinhoconto erotico me inseminacontos eróticos:suruba em família calcinha pedreiros conto eróticoscontos com maes de sainha incestocontos eroticos gordinha dando pro serventeCdzinhas litoralconto gay fiz de femeacontos eroticos estupro favelatio e dogro contocontos eroticos arrombando a gordacontos eróticos vovôzinhocontos eroticos gay meu tio de dezessete me comeu bebado quando eu tinha oito anossexos eroticos meladas de manteigaconto erotico incesto sonifero filhacumendo cu da mae e tia contos eroticoscontoseróticos surpresacontos de incestos e surubas nudismo entre irmasvideos de teens ninfetas dos peitoes definidos transando gostosocontos erpticos..comendo minha cunhada casada enquanto minha esposa dormiaZoofilia com mais drenacontos incesto sogras gordasContos eróticos curtos de tia fodendo com cachorrocontos eróticos de lésbicas que gosta de comer ranhoconto erótico gozando na boca da amiga da minha mae cristine putinha desde movinha contos eroticosifeta sandalilhacontos eroticos de pastores cadetudominha esposa crente depois de umas cervejinhas ela foi arrombada por outrogay "macho vagabunda" contotomei leite do peão da fazenda conto gayVideos porno porra boca raquel falando do prazer gozou duas vezes na sua bocavoyeur de esposa conto eroticomuleque comedor contoolha oq a minha prima fez para me exitar contos eroticosConto porno marido repartindo a mulher com cachorro de rua zoocontos eroticos grupal baile funkcontos eroticos lesbico casadas e travestiContos eroticos empregadasrelatos eroticos de Araguaina Toinseseto commforcacontos eróticos comendo advogada casadacontos comeram minha namorada no sitio no fim de semanacontos eroticos arrombando a gordanunca gozei tanto quanto de meu tiocache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html contos eroticos currada negroscontos d mulher dando pra dois e marido vendoconto coroa boazudaArrombada por vários contoslesbica estrupa mulher na brisao pornofui tomar banho na casa do amigo e comeu a mulher deleconto erotico eu peguei meu pai comendo cu da nossa empregada na marraquero tua jeba rasgando meu cuconto porno o mendigo e seus cachorro comeu minha mulherconto erotico freira santa dando cu empregadoNovinha muito puta contoscontos esposa carona para travestiViadinho Loirinho e O Negão Pedreiro Contos Eroticosconto gay perua escolarconto erótico eu minha esposa e minha mãeContos de sexo violento