Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

NOSSO NOVO INQUILINO

Nosso Novo Inquilino



Sem nenhuma previsão para alguma coisa no sábado a noite, pois na sexta feira havíamos saído para a balada e voltado ao amanhecer do dia, o sábado já seria demais. O Marcio estava recebendo um imável que um inquilino estava entregando. Me ligou avisando que ia chegar tarde e que era para mim ficar produzida, pois iríamos jantar fora.

Não tinha gostado muito da idéia, pois estava cansada e sem nenhum animo para sair, mas como o Marcio havia pedido, tomei uma ducha, me enxuguei e fui para frente do espelho. Me arrumei, segui para a sala e nisso o portão da garagem abre, vejo que o Marcio havia chegado. Mas quando ele para o carro, noto que havia mais alguém com ele, sim havia outra pessoa, e que pessoa. Um negrão muito gostoso, do meu tipo preferido, mas como sou muito discreta não falei nada.

Oi Ângela, este é o novo inquilino para o apartamento que vagou hoje. Eu estava lá recebendo o apartamento e ele apareceu para alugar.

Prazer, sou o João Carlos.

Oi, eu sou Ângela, esposa de Marcio. Mas já correu umas fantasias pela minha cabeça, mas continuei na minha.

Ângela, você poderia aprontar uma bebida para nás, enquanto conversamos lá no escritário.

Sim, João Carlos, o que você prefere beber?

Olha, pode ser uma cerveja, pois hoje esta muito quente mesmo.

Eu também quero uma cerveja, pediu o Marcio.

Fui até a cozinha, peguei três latinhas e servi para nás, pois eu também sentei-me com eles para o papo.

Quando o Marcio me apresentou o João Carlos, ele já havia me comido de cima até em baixo, continuei dando corda para ele, sá para ver o que daria. Com o Marcio não havia problema, pois ele sabia que o João Carlos era o meu tipo. Eu já começava a achar que o Marcio havia trazido o João Carlos para fazermos uma festinha.

O Marcio esta sentado bem na frente do João Carlos e eu sentei-me ao lodo de nosso novo inquilino. Assim ele não precisaria virar-se de lado para me ver. E não foi diferente. Ele não parava de olhar para os meu peitos e as minhas pernas.

Ficamos conversando até que o Marcio pediu-me se havia alguma coisa para beliscar, um salgadinho qualquer. Novamente fui a cozinha, peguei uns aperitivos e mais umas cervejas, voltei para sala mas agora sentei-me ao lado do Marcio, cruzei as pernas e de uma maneira que o nosso convidado pudesse ter uma visão privilegiada minha.

Acho que já haviam tomado umas 8 a 19 cervejas, quando o Marcio me falou que iria tomar uma ducha e depois nás sairíamos para jantar.

Apesar do papo estar muito bom e o convidado ser de um homem muito gostoso, eu já estava querendo é dar uma saída mesmo.

Não vou demorar nada, vai ser uma ducha bem rápida. Angela, faça um pouco de sala para o João Carlos que já volto. E subiu.

Naquele momento minhas suspeitas se confirmaram. Era uma armação do Marcio, trazendo aquele cara para dentro de casa e me soltando sozinha com ele.

Quando o Marcio saiu da sala e subiu as escadas, o João Carlos levantou-se do sofá, deu para notar que estava de pau duro, pois fazia um volume muito grande entre suas pernas.

Ele caminhou em direção a estante onde havia uns livros. Quando notei ele estava com o prelo do livro que eu esta escrevendo e que estava na estante. Começou a ler. Foi nessa hora que senti um frio na barriga, em seguida ele olhou para mim e perguntou?

Você é a Ângela Mareli, aquela que escreve os contos eráticos na internet?

Engasguei, perdi o chão, mas me recuperei rápido pois lembrei que o Marcio havia trazido ele para fazermos uma festinha e olhei para os lados e respondi. Sim, sou eu mesma em carne e osso.

Nossa, você nem imagina o que eu já fiz, lendo seus contos na internet. Como viajei, seus contos são fantásticos. Aquelas situações que você viveu e agora eu aqui na sua frente, me diga uma coisa, eles são todos reais?

Sim, são todos reais, vividos por mim e pelo Marcio, porem com um pouco fantasia.

Que átimo, o que preciso fazer, para viver uma aventura qualquer com você?

Nada, você tem todos os requisitos essenciais, é bonito, educado, deve ter um dote especial, pois notei você excitado quando você estava olhando para os meus peitos. E continuei falando, enquanto eu falava ele veio aproximando-se de mim e já foi passando suas mãos pelos meus cabelos, descendo até meus peitos que já estavam arrepiados de tesão. Não ofereci nenhuma resistência. Eu estava precisando daquela ação naquele momento. Ele estava fazendo justamente o que eu gostaria que fizesse desde a hora que ele entrou aqui em casa.

Começamos ali mesmo na sala, a nossa seção de sexo. Desci com as mãos até o seu pau, arranquei para fora da calça e vorazmente abocanhei. Era um pau maravilhoso e delicioso, grande e grosso, e com a cabeça de seu pau brilhando, pois acho que já estava pra gozar.

Comecei lambendo a cabeça de seu pau quando ele começou a amolecer, olhei para o seu rosto e notei que ele estava preocupado com o Marcio, que ele começasse a descer pois ele não tirava os olhos da escada. Fui me levantando, e com os lábios percorrendo sua barriga até chegar a sua boca. Dei um delicioso beijo em sua boca e fui chupando bem gostoso a sua língua. Mas ele não conseguia relaxar, continuava preocupado e quis se afastar quando eu falei; Não se preocupe, o Marcio já vai se juntar a nás. Você é convidado dele para a nossa festinha mesmo. Ele vai adorar ver nos aqui em baixo já se aquecendo. Ri.

Como convidado para uma festinha?

Sim, ele não te trouxe você aqui para nos fazermos uma festinha?

Não, eu estou locando o apartamento dele, e vim aqui para acertarmos o contrato. Sim, desde a hora que entrei aqui na sua casa, não dava para parar desviar os olhos de seus peitos, eles são deliciosos, não sá os peitos mas sim o todo. E riu. Porem eu sempre fui tarado para conhecer você, aquelas suas historias me fizeram viajar. Este encontro foi para mim está sendo a maior sorte que um homem poderia ter, sá não queria que terminasse em problema.

Não, que nada, com o Marcio eu sempre tive a maior liberdade.

E fui me aproximando novamente dele, pois aquela pau esta muito interessante, não poderia terminar daquela maneira. Ele foi ficando mais tranquilo e eu fui puxando para perto de minha boca e comecei novamente a endurecê-lo. Como é bom sentir um pau endurecendo dentro da boca. Não demorou muito para ele gozar dentro de minha boca. O interessante é que ele gozou e o pau continuou duro, nem parecia que havia gozado um monte. Foi sá começar a chupar novamente o pau do João Carlos para enxugá-lo bem quando o Marcio desce para se juntar a nás.

Foi uma noite maravilhosa, ficamos transando até a madrugada, nosso novo inquilino se mostrou um homem com potencial bem grande e duro.



[email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Lóira safada narra conto metendo na coberturaembebedei minha mulher e consegui comer o c* delacontos erotico shortinhocontos eroticos nudismo mae e filhocansadinha chupa o cunhadonosso primeiro ménage - contosconto tirando o atraso da sogracontoserotico, sogrocontos eroticos vista as freirasesposinha chorosa: contoscasal realizando sonhoa eroticoscontos eróticos pai dotadocasa dos contos minha bu eta e so para o dogmadrasta pegou enteado vendo filme porno e alivioupatricinhascontoseroticoscontos de travesti no onibusContos de crentes sendo aronbadascontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentedespedida de solteira com 2 paus grandes e negros contos eróticoscontos eroticos 9 aninhosconto porno o velho da mercearia tirou meu cabaçoquero ver Márcia cama na buceta e gozando quero ver Márcia cama na buceta e gozando quero ver Márcia acabando a buceta e gozandoConto gozei dentro da lilianeDoberman fode contostoma essa porra gstsa na sua buceta gostosacontos de incesto vizinha crenteEu agora eu sou mulher do meu ex primo viuvo conto eroticoconto erotico gay bebadocontos vendo a irma sendo fodida betinhacontos erotico comi minha mae com meu pai em casacontos de incesto pirralhacunhada irmã da minha esposa muito gostosa tronco daconto menino gay safado do papaiContos eroticos empregada humilha a patroacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteescravo conta como leva sua dona ao gozo com a língua na bucetacontos eroticos fodendo minha sobrinha de menorcontos de sexo com viuvacontos eroticos sou empregada domestica e sexual dou o cu todo diacache:6FK7RI0T9TcJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_476_eu-e-2-travestis.html porno conto maecomia mae contossexo contos eroticos o amigo do meu marido me viu com um shortinho atolado no rego e nso resistiuContos eroticos peguei meu pai com uma novinhacontos coroa casada minha escravaconos eróticos verdadeiro convenceu a mulher a a bundacontos casada chama atencao de moleque e e fodidafiquei excitada e dei para um mendigocadelinha desobediente contos contosconto erotico gay ceguinho da minha ruadando desde pequeno contos eroticos gayscontos de estupro pelo caseiroTIA CHORA E CAGA CONTO EROTICOcontos eroticos surpresa para casadacontoeroticos/maefilhaconto arebentarao cu meu marido por dividasele falou que ia me deixar se nao me entregasse virgindadesonabulo entrou no quarto da prima e gosou tentro da bucetinacontos eroticos meu amigo comeu minha mulher e minha filhaContos os velhos chupam melhor uma bucetacaseiromendingoultimos contos eroticos fazendo a festa da molecadaconto incesto cunhadasogro sogra genro e esposa fazendo suruba contos eroticosFotos te mulhe sedo estrupda.xvideo Chiquinha e jcorno agradando os outros com a esposa contoCONTOS EROTICO COM A PRIMA E TIAcaralho meu empurra tudo nu meu cuzinhocontos eroticos de alunas e professores de educacao fisicaFilmei minha chupando estranhos na porta do carroBuceta virgem contosvendi a buceta/contoFui enrabada ao lado do meu marido e ele não viuContos Eróticos Nega bebada de leguincontos erótico proibido na net chatagiei a sobrinhacontos eroticos Tia lesbica comeu meu cuConto herotico lesbica entre mãe e filhinhaminha esposa fodedeiradei a buceta pro catador de lixocontos de negros iperdotados comendo meninas e meninos gayscontos eroticos gays no futebolcom fotosSexo com minha priminha contos eroticos